Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eva Veigas

Medicina para a Alma

Eva Veigas

Medicina para a Alma

Frequências numerológicas do dia 14/01/2017 – 5:1:1

wa.jpg

 

Frequências numerológicas do dia 14/01/2017 – 5:1:1

Regente natural do dia – 14:5 
Regente universal do dia -16:7

 

Hoje é dia 14/01/2017, o que traduzido para a Numerologia resulta na seguinte frequência - 5:1:1

 

Tempo de perguntar a nós mesmos que contributos podem servir o Bem Maior, o Bem do Todo. Que parte de nós está disponível para se entregar sem reticências, que parte de nós não se preocupa com o julgamento alheio, que parte da nossa estrutura mental e emocional já está desformatada ao ponto de seguir as orientações do nosso Eu Superior.

 

Que parte de nós já se apercebe que o egoísmo é uma forma de nos desresponsabilizarmos por nós próprios e pela chama da vida que tão delicadamente foi colocada no centro do nosso peito?

 

É tempo de subir mais uma oitava e reconhecer o poder de que dispomos que é tão vasto e criativo e começar a usá-lo para o fim que ele foi desenhado.

 

Queremos preservar a Vida (a nossa e a do Planeta) a todo o custo ou estamos dispostos a abdicar dela por causa da nossa vaidade, despeito, orgulho, arrogância e impaciência?

 

Abraço-me-nos de coração cheio!

 

Em Profunda Comunhão com a Vida
Eva Veigas

Frequências numerológicas do dia 13/01/2017 – 4:1:1

moon.jpg

 

Frequências numerológicas do dia 13/01/2017 – 4:1:1

 

Regente natural do dia – 13:4

Regente universal do dia -15:6

 

Hoje é dia 13/01/2017, o que traduzido para a Numerologia resulta na seguinte frequência - 4:1:1

 

(Re) nascemos! E agora?

 

A proposta do momento é começar a ganhar consciência do que necessitamos para que este renascimento seja a porta de entrada de uma nova consciência planetária.

 

Um aspeto está hoje em evidência: a importância de aplicar na prática, aquilo que se sente com o coração. E este é só por si um imenso desafio.

 

O nosso coração a pedir que nos vulnerabilizemos, que nos permitamos sentir, que expressemos em verdade o que nos vai alma e quando chega o momento ficamos constrangidos, tolhidos pelo medo de não sermos aceites, paralisados pelo medo de sermos julgados pelo que somos…

 

De acordo com as nossas velhas crenças acreditamos que dessa forma evitaremos o confronto e nessa postura irredutível permaneceremos sós, sem nos oferecermos a possibilidade de nos conhecermos mais um bocadinho, através do outro.

 

Nós queremos muito conhecer as outras pessoas, achando que sabemos mais do que elas, que sabemos o que é melhor para elas, quando na verdade, os outros refletem partes de nós que de outra forma seria impossível conhecer ou sequer saber da sua existência.

 

Imaginem este planeta sem água, sem nada que possibilitasse ver o nosso reflexo em lado algum. Teríamos nós a possibilidade de conhecer o nosso rosto? A cor dos nossos olhos? Certamente que não!

 

Do mesmo modo precisamos compreender que o reflexo que os outros nos revelam não é para continuarmos a fazer julgamentos e comparações sem nexo. O que precisamos de compreender e de reconhecer é o quão preciosa é a presença dessas pessoas na nossa vida, pois é através delas que nos conhecemos um pouco mais a cada instante.

 

Se há aspectos da nossa personalidade que gostaríamos de melhorar e se trabalhamos para os transformar, podemos agradecer aos mestres que se apresentam diante de nós a cada instante.

 

Podemos ficar irritados, zangados, furiosos, frustrados, no confronto com o outro, porém, tudo isso é fruto da nossa vaidade, dos nossos complexos de inferioridade/superioridade, da nossa falta de amor-próprio.

 

No momento em que abençoarmos cada ser que está à nossa frente, que nos devolve tanto de nós mesmos será fácil, sentir o eco dentro do nosso próprio coração.

 

Nesse momento podemos escolher em absoluta humildade e consciência um caminho de profunda transparência e verdade, onde a única coisa que importa é permanecer em aprendizagem permanente.

 

Abraço-me-nos de coração cheio!

 

 

Em Profunda Comunhão com a Vida

Eva Veigas

Frequências numerológicas do dia 12/01/2017 – 3:1:1

Lugar Poder.png

 

Frequências numerológicas do dia 12/01/2017 – 3:1:1

Regente natural do dia – 12:3
Regente universal do dia -14:5



Hoje é dia 12/01/2017, o que traduzido para a Numerologia resulta na seguinte frequência - 3:1:1

 

O dia de hoje evoca uma matriz colorida, repleta de simbolismo.

 

Hoje há um convite para Renascer.

 

Depois dos últimos dias que têm sido marcados por um constante fechar de portas, por um apelo constante a um reposicionamento face às nossas escolhas, ao que achamos que sabemos, ao que demos como garantido, ao que acreditamos que é a nossa realidade, eis que surge esta lufada de ar fresco, que nos está a permitir concluir uma importante etapa, algo definitiva aliás, neste processo.

 

Renascer implica regressar de algum modo ao estado da “não-materialidade”, da “não-forma”, da “não-existência” de coisas, feitas de matéria orgânica ou não.

 

É preciso renascer, mas desta vez não é das cinzas, porque até essas deverão ter sido diluídas de acordo com as experiências de cada um.

 

Quando as experiências na matéria terminam, onde ficam depositadas as aprendizagens? Para onde regressamos?

 

Talvez não regressemos a lado nenhum porque não há nenhum “sítio” para regressar, porque na verdade nunca chegámos a sair.

 

Nós já estamos em casa, sempre estivemos em casa! Só nos falta reconhecer isso.

 

Criámos dentro da mesma malha ilusória a ideia de que saímos de casa para voltar mais tarde, muito mais tarde, munidos de certas experiências e conhecimentos e de tal forma acreditámos nessa construção que criámos também a ideia do regresso a “casa”.

 

O que aconteceu foi um mergulho na ilusão da separação e o que estamos a resgatar é a ilusão criada. Nada mais.

 

Aqui, aprendemos, uns com os outros, a recordar que a nossa casa é onde estiver o nosso coração. E o nosso coração quando está inteiro só conhece uma linguagem que é universal e que geralmente se designa por Amor.

 

Por isso em nome desse Amor, fazemos o que é preciso, encarnamos uma e outra vez com diferentes fins ou propósitos, até que essa ilusão seja diluída e voltemos a conceber a ideia de Totalidade, de União, de Transcendência da Dualidade…

 

Aquilo a que chamamos “hoje” é um pontinho minúsculo nas malhas intermináveis de mundos entrelaçados e “hoje” significa escolher - aqui e agora - renascer da imaterialidade, para experimentar a Fusão do Ser!

 

 

Abraço-me-nos de coração cheio!


Em Profunda Comunhão com a Vida
Eva Veigas

Frequências numerológicas do dia 11/01/2017 - 11:1:1

balsamo.jpg

 

Frequências numerológicas do dia 11/01/2017 - 11:1:1

 

Regente natural do dia - 11

Regente universal do dia -13:4

 

Hoje é dia 11/01/2017, o que traduzido para a Numerologia resulta na seguinte frequência - 11:1:1

 

Hoje é um dia especial. Especial não só por ser raro, mas sobretudo por causa da sua especificidade, da sua singularidade.

 

São quatro, os uns que marcam este dia, e os primeiros dois, formam o Número 11, um Número que cada vez mais povoa a mente e a imaginação de muitas pessoas.

 

Todos se perguntam porque é que o observam ou registam tantas vezes, sobretudo nas horas, nas matrículas dos carros, nos números das portas, etc.

 

Toda a vida este Número existiu, sempre esteve lá para quem se permitia vê-lo, mas só recentemente, a maioria o começou a reconhecer, a princípio com desconfiança, pensando que era o seu cérebro a pregar partidas, depois, aos poucos, acostumou-se a ele e agora parece que não se vive sem a sua presença.

 

Trata-se de um fenómeno próprio do nosso tempo, assim como noutros tempos e lugares outros Números, outras frequências ou outros sinais têm a sua função.

 

O 11 que nós vemos a cada passo, é o desdobramento de uma onda gigante composta de múltiplas características específicas, que “cobriu” a Terra aquando da abertura do primeiro portal 11:11.

 

É disso que se trata - um portal dimensional que nós todos, a grande maioria sem disso ter consciência, ajudámos a abrir, de modo a possibilitar a ascensão desta dimensão.

 

É natural que quando vemos um 11 ou mais do que um, as nossas dinâmicas internas, que se encontram bastante enferrujadas, adormecidas, anestesiadas ante toda a dor e sofrimento que entretanto criámos, se movam um pouco, e portanto, é também natural que surja a confusão, o questionamento interno e a desconfiança acerca do que é que está a acontecer.

 

Muitas pessoas “sentindo” pela primeira vez nas suas vidas sensações “estranhas” ou desconfortáveis no corpo, pensamentos de qualidade diferente da habitual (geralmente mais elevada e aferida), urgência em perdoar, urgência em compreender o propósito das suas vidas, etc., ativam ainda mais os seus medos, sem se aperceberem que esses mesmos medos, os fantasmas do passado, aquilo que fizeram tão inconscientemente, tão maquinalmente, tão automaticamente, surgem agora de forma mais e mais consciente nas suas mentes, no seu coração, no seu corpo (porque o corpo pelas suas características é o que envia e mostra mais sinais, quando partes específicas deixam de funcionar ou de funcionar bem), de modo a tornar verdadeiramente visível todas as dinâmicas que necessitam de cura e de purificação, de limpeza e desintoxicação a todos os níveis.

 

Este é o momento de transmutar, de reciclar conscientemente todas as dores, todo o constrangimento, toda a carga pesada que temos vindo a acumular, não só nesta vida, como em outras que estão energeticamente atadas a esta.

 

É tempo de resgatar as partes de nós que não se cumpriram ainda, de trazê-las para a luz, de permitir que sejam iluminadas pelo nosso Sol Interior, de sair das nossas profundezas com confiança, envoltos em inocência, afirmando a nossa vontade de sair do obscurantismo, trazendo vida e equilíbrio à nossa estrutura.

 

O 11 surge assim como um bálsamo curador, para ser usado em doses homeopáticas, pois ele contém a genuína alegria, a maturidade conquistada e a vontade de cooperar, num nível mais digno e mais de acordo com a nossa humanidade.

 

Esta é a condição que podemos criar para realizar este trabalho magnífico de nos cumprirmos enquanto filhos e filhas da Terra.

 

 

 

Em Profunda Comunhão com a Vida

Eva Veigas

Consulta de Numerologia: Os Relacionamentos

Consulta Numerologia.jpg

 

Esta consulta de Numerologia compreende a análise dos dados relativos a dois mapas numerológicos, onde será interpretada a interacção entre os principais aspectos de cada tema natal. Serão ainda identificados os pontos fortes e os pontos fracos num relacionamento, quer seja de carácter amoroso, afectivo, familiar ou profissional.

 

  • Afinidades e Incompatibilidades Inter-relacionais, tendo em conta:

- Propósito de Vida

- Expressão  e interação da individualidade

- Como manifesta o seu mundo interior no mundo exterior

- Como se relaciona com os outros

- Linha Evolucionária da Alma / Actualização do Caminho da Alma

 

Veja também:

Consulta de Numerologia: Introdução ao Mapa Natal

Consulta de Numerologia: O Código da Alma

Consulta de Numerologia: O Código do Ego

Consulta de Numerologia: A Integração Alma/Ego

Consulta de Numerologia: A Progressão

 

 

Eva Veigas

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

  •  
  • Exercícios e Orações

    Numerologia: 2018

    Numerologia

    Significado dos Dias de Nascimento

    Runas

    Tarot

    Videos

    Cursos / Ws Realizados

    PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:

    •  
    •  

    Entrevistas

    Parcerias

    Sapo Astral Vídeos

    Sapo Desporto

    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D