Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eva Veigas

Consultas de Numerologia e Tarot * Autoconhecimento e expansão da consciência

Consultas de Numerologia e Tarot * Autoconhecimento e expansão da consciência

Dúvida


Dúvida - Estado mental comum no indivíduo que se mantém polarizado nos níveis psicológicos do seu ser.

 

Nos planos abstractos - regiões da consciência além da mente analítica e dedutiva - é impossível duvidar: ali se sabe o que é exacto e verdadeiro para cada momento, por se estar em contacto com a essência.

 

A dúvida não é parte do ser; tem origem em forças externas que podem introduzir-se nele e estimular desarmonias. Muitos encampam na sua aura dúvidas provenientes do psiquismo colectivo e, sem o perceberem, alimentam-nas.

 

Enquanto circulam no campo mental do indivíduo, as dúvidas geram vibrações que corroem as bases nas quais se firma o seu desenvolvimento interior. Por isso, ao surgirem, devem ser prontamente esclarecidas ou, conforme o caso, rejeitadas pela afirmação da verdade e, em seguida, dissolvidas - o que se consegue com a abertura plena da consciência para níveis de realidade além dos conceitos.

 



"Se buscais a luz, entregai-vos a ela. Não vos iludais - é preciso firmeza e fidelidade. As chaves de poder serão entregues aos que cruzarem o Portal. Que os servidores caminhem; que reconheçam o valor da entrega, que amem verdadeiramente e penetrem a Chama. É chegado o momento."



Glossário Esotérico

Chakra

kundalini-6918617_960_720.jpg

Termo sânscrito que significa roda ou centro. Existem 7 chakras principais que actuam e estão directamente ligados ao corpo físico. Existem no entanto milhares de chakras, mas há 7 principais ou essenciais: Sahasrara, Ajna, Vishuddha, Anahata, Manipura, Svadhisthana e Muladhara. Estes correspondem ao topo da cabeça, plexo cavernoso, plexo laríngeo, plexo cardíaco, plexo solar, plexo pélvico e plexo sagrado, respectivamente.

Os 7 chakras essenciais encontram-se distribuídos ao longo da coluna vertebral. Têm assim diferentes correspondências com o nosso corpo físico: plexos nervosos, glândulas endócrinas, órgãos e suas funções, sentidos, etc.

Os chakras são invisíveis a olho nu. Quem os detecta ou vê, diz que se parecem com flores, com centro e pétalas.

Estas rodas ou centro energéticos são receptores, transformadores e distribuidores de energia e actuam como verdadeiros portais que abrem a consciência.

Quando os chakras se encontram suficientemente purificados a Kundalini pode acordar e animar os Chakras Maiores.

 

Eva Veigas

Karma

Pedro Kummel.jpg

Imagem: Pedro Kummel

 

Karma

 

Karma (ou Carma) é uma palavra do sânscrito que significa Acção. Este termo religioso é usado nas doutrinas budista, hinduísta e jainista. A Teosofia, o espiritismo e o movimento New Age adoptaram este termo para traduzir as acções levadas a cabo pelo homem e as suas respectivas consequências.

A lei do Karma diz que, toda a acção tem uma causa e que cada acção provoca uma reacção à qual é impossível escapar.

Portanto a Lei do Karma é a Lei da Acção e da Reacção. É interessante fazer aqui referência à analogia entre a Lei do Karma e uma das Leis da Física, que diz que “ Para toda a acção existe uma reacção de força equivalente em sentido contrário (…)”. Encontramos esta lei no 3º ponto do Sistema de princípios de Sir Isaac Newton (1642-1727).

Podemos concluir, que toda e qualquer acção levada a cabo pelo Homem, terá sempre como consequência uma reacção de igual intensidade.

Neste caso, para toda a acção efectuada pelo Homem ele pode esperar uma reacção. Se praticou o mal então receberá de volta um mal em intensidade equivalente ao mal causado. Se praticou o bem então receberá de volta um bem em intensidade equivalente ao bem causado.

Dependendo da doutrina e dos dogmas da religião discutida, este termo pode parecer diferente, porém a sua essência foca sempre as acções e as suas consequências.

No budismo, Kamma ou Karma é a palavra para "acto" ou "acção", e nesse sentido usa-se a palavra em textos mais antigos para ilustrar a importância de desenvolver atitudes e intenções correctas. Considera-se que por gerar karma os seres encontram-se presos ao samsara, e portanto a última meta da prática budista é extinguir o karma.

Sob esta perspectiva, deixa de haver injustiça, culpa e castigo, já que tudo o que acontece de mal ou de bem na nossa vida não é mais do que a lei do equilíbrio energético em acção.

É com base nesta premissa que surge o Tarot Karmico, como um aliado na edificação no nosso ser, o qual após ganhar consciência e distanciamento emocional relativamente às suas práticas, pode, a partir desse momento, escolher em consciência uma conduta mais adequada ao seu novo nível entendimento, o qual o vai guiando ao longo do seu despertamento interior.

 

Eva Veigas

 

A Lei do Karma

hummingbird-2139279_1920.jpg

Karma (ou Carma) é uma palavra do sânscrito que significa Ação. Este termo religioso é usado nas doutrinas budista, hinduísta e jainista. A Teosofia, o espiritismo e o movimento New Age adotaram este termo para traduzir as ações levadas a cabo pelo homem e as suas respetivas consequências.

 

A lei do Karma diz que, toda a ação tem uma causa e que cada ação provoca uma reação à qual é impossível escapar.

Portanto a Lei do Karma é a Lei da Ação e da Reação. É interessante fazer aqui referência à analogia entre a Lei do Karma e uma das Leis da Física, que diz que “ Para toda a ação existe uma reação de força equivalente em sentido contrário (…) ”. Encontramos esta lei no 3º ponto do Sistema de princípios de Sir Isaac Newton (1642-1727).

 

Ora, podemos concluir, que toda e qualquer ação levada a cabo pelo Homem terá sempre como consequência uma reação de igual intensidade.

 

Neste caso, para toda a ação efetuada pelo Homem ele pode esperar uma reação. Se praticou o mal então receberá de volta um mal em intensidade equivalente ao mal causado. Se praticou o bem então receberá de volta um bem em intensidade equivalente ao bem causado. Dependendo da doutrina e dos dogmas da religião discutida, este termo pode parecer diferente, porém a sua essência foca sempre as ações e as suas consequências.

 

No budismo, Kamma ou Karma é a palavra para "ato" ou "ação", e nesse sentido usa-se a palavra em textos mais antigos para ilustrar a importância de desenvolver atitudes e intenções corretas. Considera-se que por gerar karma os seres encontram-se presos ao samsara, e portanto a última meta da prática budista é extinguir o karma.

 

Sob esta perspetiva, deixa de haver injustiça, culpa e castigo, já que tudo o que acontece de mal ou de bem na nossa vida não é mais do que a lei do equilíbrio energético em ação.

 

Eva Veigas

Ascenção

 

Porque existem muitas dúvidas acerca deste tema partilho convosco a melhor explicação que encontrei até hoje.

 

“A ascensão é, basicamente, apenas uma mudança de frequência, uma modificação de foco da consciência.”

Consideremos «a energia como «aquilo» que está na origem de todas as coisas, a qual se combina de formas indescritivelmente complexas para te formar a ti, e a tudo o que conheces e não conheces.

 

As duas principais características, ou qualidades, da energia são:

                - Amplitude

                - Taxa de vibração, ou seja a frequência.

 

O teu corpo físico, as emoções, os pensamentos e o espírito, tudo, está feito dessa «coisa» que se combina sublimemente para te converter em um ser que é único em todo o Universo. Ora, porque a energia que te conforma possui uma frequência, tu podes alterá-la! Aqui tens, pois, tudo o que é a ascensão: à medida que elevas a frequência mais baixa do teu corpo físico, ele torna-se menos denso e incorpora, gradualmente, a energia de frequências mais elevadas! À medida que isto ocorre, verás e pensarás coisas que não te eram possíveis antes. Literalmente, converter-te-ás num ser da 5ª dimensão, operando e trabalhando com seres da 5ª dimensão. Como as frequências mais baixas – aquelas do medo e da limitação – terão desaparecido, passarás a viver num estado a que chamarás êxtase, em unicidade com o teu espírito e com o espírito de todos os outros. Isto é a ascensão!”

 

Manual para a Ascensão

de Serápis

Honras e Bênçãos

A Todos os que vierem por Bem! Caminhemos lado a lado nesta jornada de autodescoberta, guiados pela Luz Divina. Tornemo-nos, a cada dia, mais e melhores humanos. Eva Veigas

Eva Veigas

foto do autor

Filha das Estrelas

A Terra é o meu Lar. Mas eu venho das Estrelas. Sou mais antiga que a Terra. Mais antiga que a Lua e que o Sol. Viajei entre Galáxias. Visitei outros espaços. Outras dimensões. Trago na Alma. A Sabedoria dos Tempos. E de outros lugares. A Terra é o meu Lar. Mas eu venho das Estrelas © Eva Veigas

A Cura Começa em Ti

Se não sabes por onde começar... começa por ti mesmo! Cura a tua criança ferida e curarás a tua mãe e o teu pai, as tuas avós, os teus avôs e os teus antepassados todos - homens e mulheres que pisaram a Terra antes de ti, que viveram e lutaram, que riram e derramaram lágrimas, que caíram no sono da morte, mas que deixaram a semente para que tu possas estar aqui hoje. - Eva Veigas - Cascais, 18 Dezembro 2019

A Numerologia

A Numerologia é uma Arte. Um instrumento sagrado que o numerólogo usa com Arte, Conhecimento, Sabedoria, Intuição e Amor, para descodificar e traduzir esta linguagem simbólica, composta de signos (números e letras) numa linguagem acessível para todos. A Numerologia não julga, nem critica, ela levanta o véu que cobre a nossa ignorância, acerca de nós mesmos, para revelar a nossa essência mais pura.

O Tarot

O Tarot é uma ferramenta sagrada, riquíssima de simbolismo, onde estão representados Números, Cores, Figuras, Objetos, Elementos, Flores, Árvores, Animais... É composto por 78 cartas ou lâminas, comummente designadas por Arcanos, os quais se dividem em 22 Arcanos Maiores e 56 Arcanos Menores. Os Arcanos Menores estão agrupados em conjuntos de 4 naipes, de 10 cartas numeradas de 1 (Ás) a 10, mais as respectivas Figuras da Corte (Pajem ou Valete, Cavaleiro, Rainha e Rei). Cada naipe corresponde a um campo ou esfera da vida humana: Paus (Fogo) - Esfera Espiritual; Copas (Água) - Esfera Emocional; Espadas (Ar) - Esfera Mental e Ouros (Terra) - Esfera Material.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Ma'at

~ ~ ~ ~ "Destas penas de avestruz da Dupla Verdade, tão delicadas que o mais subtil hálito mental pode agitar, pendem através das correntes da Causa e do Efeito, os pratos ou esferas onde o Alpha (o primeiro) e o Ómega (o último) , se equilibram. Não é possível deixar cair um alfinete sem provocar uma reacção correspondente em cada estrela." ~ ~ ~ ~ A. Crowley, O Livro de Thoth

Regra de Ouro

Nenhum estudante jamais realizará qualquer progresso no desenvolvimento espiritual se saltar de um sistema a outro, utilizando ora algumas afirmações do Novo Pensamento, ora alguns exercícios de respiração a posturas meditativas da ioga, para prosseguir depois com algumas tentativas nos métodos místicos de oração. Cada um desses sistemas tem o seu valor, mas esse valor só é real se o sistema é praticado integralmente." Dion Fortune

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2010
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2009
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2008
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2007
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2006
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub