Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eva Veigas

Numerologia & Tarot - Análise e interpretação do Mapa Numerológico. Consulta de Tarot. Cura Xamânica. Banho de Som. Viagem Xamânica. Meditação. Sessões individuais, presenciais ou online

Numerologia & Tarot - Análise e interpretação do Mapa Numerológico. Consulta de Tarot. Cura Xamânica. Banho de Som. Viagem Xamânica. Meditação. Sessões individuais, presenciais ou online

Semana de 1 a 7 de Janeiro 2024

winter-8437400_640.jpg

SEMANA DE 1 A 7 DE JANEIRO 2024

 

Até ao próximo dia 7, estaremos sob a influência do Número 9, que no caso, nos convida a fazer uma profunda reflexão, como que a preparar-nos para uma verdadeira purificação da alma, do corpo, da mente, das emoções e/ou de qualquer outra esfera do nosso ser.

Claro que também se pode aplicar esta purificação ou limpeza, para sermos mais precisos, ao lar, ao escritório ou a qualquer outro espaço físico que queiramos.

Sob esta conjunção numerológica: Ano 8 / Mês 9 / Semana 9 – estamos a viver um momento excelente para conseguir separar o trigo do joio, pois o nosso discernimento, estará mais aguçado do que o habitual. A nossa capacidade de distinguir o útil e imprescindível, daquilo que já não nos serve, também está ao rubro, facilitando desse modo, as nossas escolhas e decisões.

São sempre períodos extremamente desafiantes, estes sob a influência de um 9, porque ele se caracteriza pelos seus elevados princípios, pela sua nobreza de caracter, pelo seu altruísmo, entre outros aspectos como a generosidade, revelando sempre um verdadeiro cuidado com os outros. É por estas mesmas razões, que parece tantas vezes impossível acompanhar o seu ritmo e fazer corresponder a nossa parte humana (ainda a aprender a ser mais humana) a tamanho empreendimento, pois exige de nós uma entrega honesta, uma seriedade e um compromisso de honra com a nossa própria vida e a dos outros e a responsabilidade que   temos sobre isso.

Por isso, o desafio individual que temos pela frente é sujeito a inúmeras provas, sendo que muitas delas parecem entristecer os nossos corações.

Para quem alinha com a vibração 9 e se encontra num estado de autoconsciência, este mesmo processo pode, aparentemente, parecer mais fácil de atravessar e superar, no entanto, em muitos casos, a dor ou desafio pode até agravar-se.

Claro que, em princípio, a duração destes períodos de despertar de consciência, tende a ser cada vez mais curta. Porém, não será de mais lembrar, que caso se encontre nesta vibração ou estado, tenha em consideração que na vida tudo é passageiro e que nada é para sempre – é a Impermanência da Vida e de tudo o que nos rodeia, que nos assegura que assim é.

Tenha fé, força e coragem e siga em frente, pois a sua alma sabe o que faz. Ela é a estrela que brilha e ilumina o trilho onde os seus pés vão caminhando, mesmo nas noites mais escuras e sombrias.

Eva Veigas

Numerologia Semanal - 22/08/2023 a 31/08/2023

pexels-boris-pavlikovsky-5498351.jpg

 

Despedimo-nos de Agosto sob a vibração numerológica de um Número muito peculiar – o Número 5!

O 5 é por norma, conhecido como o Número da Liberdade. Para viver esse caminho, para se ser Liberdade, quantas escolhas precisam de ser feitas, quantos desafios precisam de ser enfrentados, quantas vitórias e quantas derrotas precisam de ser experimentadas, para provar um pouco dessa tal de Liberdade, para sentir o gosto de uma vida interior equilibrada, a qual se reflectiria na vida mundana….

É praticamente uma utopia para muitos, e algo, que outros tantos, sequer idealizam. Talvez haja uma mão cheia de indivíduos que vivam essa Liberdade! Será?

O propósito destas linhas não é dissertar acerca dessas possibilidades, mas antes trazer o conhecimento dos Números que estão, neste momento, activando e potencializando, várias frequências que tanto podem impulsionar-nos, como desafiar-nos, em diferentes áreas das nossas vidas.

Colectivamente, o Número 23, que corresponde ao Número 5 reduzido (2+3=5), e que é o regente deste último período de agosto de 2023, apela à colaboração e à cooperação entre todos, seja num nível micro, como numa família, num grupo de amigos ou numa pequena empresa; seja num nível macro, como em grandes empresas, indústrias, povos ou nações.

A cooperação e união são as palavras-chave para procurar soluções para qualquer tipo de crise ou problema que afecte um ou mais indivíduos, em tudo o que diga respeito ao seu bem-estar, à sua liberdade de expressão, ao seu direito à saúde e aos bens essênciais, e assim por diante. Há imenso trabalho a fazer e tudo começa por cada um de nós. É essa reflexão que todos somos chamados a fazer.

É uma lição que se repete, um desafio que parece não ter fim à vista, é um facto. Sabemos por experiência própria que as lições permanecem, enquanto não as aprendemos e enquanto não solucionamos os problemas e desafios por elas apresentadas. É um pouco como na escola. Enquanto não conseguimos aprender e colocar em prática o que nos foi ensinado, não passamos do mesmo nível de conhecimento.

É preciso estudar, pensar, praticar e sobretudo não desistir, só porque o problema tem mais do que um desafio, e se torna cada vez mais complexo. É essa complexidade que tantas vezes nos estimula a buscar mais e mais soluções. Lembro-me sempre da velha citação atribuída a Thomas Edison: “De facto, não fracassei, ao tentar cerca de 10.000 vezes, desenvolver um acumulador. Simplesmente, encontrei 10.000 maneiras que não funcionam.”.

É exactamente o que esta conjunção numerológica nos pede agora: «Resolvam o vosso passado, desapeguem de tudo o que já não faz mais sentido, mas façam-no em total consciência, em respeito por vós mesmos e por todos os que vos proporcionaram as condições ideais, para viverem e experimentarem aquilo que, também vós mesmos, decidiram viver e experimentar.

Portanto, reflictam longa e aprofundadamente acerca de tudo o que vos incomoda; larguem e deixem ir, pensamentos, crenças, objectos e pessoas, com gratidão no coração. Era assim que tinha que acontecer, de acordo com as vossas crenças e expectativas. Mesmo de forma inconsciente, era isso que cada um precisava. Agora, o nível de consciência de muitos (mesmo muitos) está a mudar, e novas realidades se apresentam, as quais necessitam da vossa atenção; novas decisões precisam de ser avaliadas; novas escolhas precisam de ser feitas, sem medos, nem culpas, sem vergonhas nem constrangimentos, apenas o respeito por cada um e por si próprio se impõe.»

É importante ter uma atenção especial neste aspecto, porque muitas pessoas confundem egoísmo com auto amor. Por vezes, não se sabe avaliar um conjunto considerável de questões delicadas, que dizem respeito a um problema sério, e não sendo capazes de usar a  ponderação e a temperança, muitas pessoas, avançam com alguma crueldade e frieza, impondo a sua vontade e o seu egoísmo, passando por cima da sensibilidade e do bem-estar de outros, justificando e apoiando as suas decisões em nome de uma pseudo Nova Era, cujas leis, são interpretadas “à vontade do freguês” ou de acordo com o que dá mais jeito a cada um.

Mas a verdadeira “Nova Era” serve-se de Leis Universais Intemporais. São, foram e serão, sempre as mesmas. Os Grandes Mestres da Humanidade sabem-no, e alguns humanos também o sabem, e por isso se colocam no lugar de aprendizes, com humildade, conscientes de que não é a nossa vontade (desejos egoístas e caprichos tolos) que prevalecerá, mas sim, uma Vontade Superior, que trabalha para Libertar todos os Seres da sua servidão e da sua ignorância.

São estas mudanças que estão a acontecer nas camadas mais profundas de cada um de nós. Para uns, as mudanças serão rápidas, para outros, mais lentas, e isso é algo que também teremos que aprender a aceitar, em nós e nos outros. Não andamos todos ao mesmo ritmo, por isso as frequências numerológicas, os aspectos astrológicos ou outros, não nos influenciam a todos de igual modo.  Precisamos apenas de aprender a aceitar que nada é para sempre, que tudo muda num segundo, que esta vida, está desenhada para um determinado objetivo, que tantas e tantas vezes ultrapassa o nosso entendimento, que nos baralha a mente e as emoções, mas que nos permite sentir e viver experiências extraordinárias, as quais nos alimentam o espírito, por mais dolorosas que elas sejam.

Na prática, este é um período para experimentar coisas novas, para testar os nossos limites, para mudar qualquer coisa que queiramos, desde algo simples, como mudar de penteado, mudar de casa, de emprego, começar a aprender algo novo, uma nova língua, matemática, física quântica, estudar princípios e leis universais,  ou começar a trabalhar conscientemente numa nova forma de estar, substituindo velhas crenças e hábitos perniciosos (alimentação, sedentarismo, etc.) por outros mais saudáveis e mais adequados à nossa nova forma de ser, a assim por diante.

A própria energia do 5 que irradia as suas forças por todo o lado, nos dará o impulso necessário para dar início a um novo período, para nos revigorar o espírito e o corpo, lembrando aqui, que, obviamente, teremos que fazer a nossa parte, as nossas tarefas, reeducando-nos a cada momento.

 

Um Abraço Fraterno

Eva Veigas

Movimento de transição da energia entre Agosto e Setembro 2022

hummingbird-hawk-moth-7386464_1920.jpg

Movimento de transição da energia entre Agosto e Setembro 2022

 

Passamos um momento de transição bastante desafiante, na realidade, é mais um, entre tantos que já passámos e outros tantos que iremos passar. A tendência não apresenta indícios de acalmia, bem pelo contrário, mas isso não significa que os eventos e as experiências que viveremos sejam forçosamente negativas, até porque isso depende da nossa perspectiva, experiência de vida, sabedoria interna, postura e atitude diante das contrariedades, dos desafios e das armadilhas próprias desta caminhada na Terra.

Em termos numerológicos, dizemos que nos encontramos em transição, por exemplo, nos períodos que abrangem os últimos 10 dias de um mês e, os primeiros 10 dias do mês seguinte.

No que diz respeito ao momento presente, o período que teve início em 22/8/2022 e que irá terminar em 31/8/2022, está sob a regência do Número 22; enquanto o período que se inicia no dia 1/9/2022 e termina no dia 7/9/2022, estará sob a influência do Número 6, o qual irá reger, também, todo o mês de Setembro; finalmente teremos ainda a influência do Número 3 que se inicia no dia 8/9/2022 e continua até ao dia 14/9/2022. Mas claro a zona de influência desta transição termina dia 10/9/2022, sob a influência do 3.

Esta transição diz respeito a essa mudança gradual, que todos iremos sentindo, enquanto o 22 vai dando lugar ao 6 e posteriormente ao 3. Mas nós vamos fixar-nos apenas na transição do 22 para o 6.

Na prática, isso pode ser um pouco desconcertante, dado que sairemos de um lugar em que a energia é muito alta - do nível da alta frequência -, para uma energia mais baixa - e por baixa não quero dizer, negativa ou densa, muito pelo contrário. O que acontece é que as frequências dos Números se apresentam de modo muito distinto, sendo que algumas pertencem a dimensões ou campos onde essas frequências são muitíssimo subtis ou elevadas, que é o caso do 22.

Ora, nem todos os seres humanos são capazes de captar essas frequências, pois para isso teriam que apurar, previamente, muitas das suas habilidades naturais, as quais nunca foram experimentadas, porque nunca criaram espaço dentro de si para as conhecerem, para as reconhecerem em si mesmos, para as sentir, usar, compreender e manipular, no sentido de as fazer funcionar de forma eficiente, em seu proveito e em proveito dos demais, do Todo.

Assim, não colocar esses recursos ao Serviço do Bem Maior, significa que toda essa carga energética (referente aos temas do 22) se encontra estagnada, parada, não podendo ser alcançada pelos próprios seres humanos. No entanto a energia em si mesma está sempre vibrando – só não está sendo utilizada por quem deveria prestar atenção nela.

Posto isto, já podemos compreender melhor porque é que este impacto será mais forte, isto é, saímos da zona de influência de 22, que é o Número que permite empreender projectos de grande responsabilidade, de grande envergadura, abrangência, alcance e de grandes repercussões, para a influência do 6, que é o número que nos irá cobrar todo o movimento realizado neste final de Agosto.

Portanto, se iniciámos algo, com uma determinada intenção, apoiados pela nossa forte intuição, presentes e conscientes dos nossos passos e acções (sobretudo aqueles que estão a ressoar com a mudança pedida pelo Número 5, regente de Agosto), então em 6 seremos questionados acerca desse movimento: se estamos realmente aptos a levar esses propósitos adiante ou se simplesmente deixámos apagar essa chama, essa força, essa determinação, essa garra, esse planeamento (que vem apoiado e sustentado pelo 22); se nos responsabilizamos pelos nossos actos e palavras ou se deixamos cair o véu e percebemos que demos um passo maior do que a perna.

Na verdade, qualquer coisa que seja iniciada sob esta vibração do final de Agosto, terá um impacto e uma repercussão fortíssima, mais à frente na nossa vida, e, nessa altura, talvez não nos recordemos do motivo pelo qual iremos estar colhendo essas consequências, por isso deveremos acautelar-nos neste momento tão sensível e importante.

Por isso, viver este período de forma consciente, presente em cada acção que tomamos, em cada pensamento que emanamos, em cada palavra proferida, em cada gesto efectuado é muito importante, pois esta transição para uma influência de 6, que devolve um cenário que busca harmonização interna e externa, que busca equilibrar os opostos e que nos questionará acerca dos eventuais desequilíbrios que provocámos com as nossas discussões, com o eco das nossas palavras amargas e destrutivas, através dos sentimentos associados a muitos pensamentos ruins, negativos, cujas ondas têm origem em nós e a nós regressam com intensidade triplicada, depois de terem atravessado universos, galáxias e dimensões cósmicas, terá consequências em todos os níveis da nossa vida. Todos!

O 6 é o início do caminho daquilo que por ora, designamos por Amor, e que nos guia até ao plano do Amor Incondicional.

É o primeiro contacto com o Amor, depois de termos experimentado um Amor inicial em 2 (embora este seja um Amor que ainda está muito focado na dependência mútua, na comparação, na competitividade, na actividade sexual, etc.); em 6 começam a desenhar-se os primeiros traços dessa tal “coisa” a que chamamos Amor, quando nos começamos a aperceber da responsabilidade que temos sobre as nossas próprias vidas e as dos outros seres, não só do reino humano, mas também de outros reinos, como o animal e o vegetal.

Então aqui começamos a aprender a colocar algumas Leis Universais em acção, como a Lei do Equilíbrio ou a Lei do Não Julgamento.

Tudo aspectos para refletirmos ao longo do próximo mês de Setembro.

Relativamente ao plano do Amor Incondicional, trata-se de algo muitíssimo subtil e muito incompreendido e abstracto para muitos humanos, que só é alcançado depois de muitas mudanças na nossa consciência e após termos superado um número incrível de armadilhas onde facilmente tropeçamos (mesmo aquelas pessoas que se autodenominam espirituais, facilmente caem, se não agora, mais à frente, pois os testes são também eles subtis e as rasteiras são quase impercetíveis para os mais atentos, quanto mais para aqueles que não estão presentes e conscientes de cada movimento da sua própria respiração).

Espero que com estas considerações tenha ajudado um pouco, aqueles que amam os movimentos numerológicos, a trazer mais clareza ao momento actual.

Lembro ainda, que hoje, particularmente, a vibração do dia é também 22, portanto podemos lançar as últimas cartadas sob esta influência, enquadrada na energia de Agosto, no que diz respeito às nossas intenções e empreendimentos. O que te motiva a fazer o que estás a fazer? O que sustenta as tuas ações, palavras e gestos? O que esperas alcançar no final desta empreitada?

Desejo a todos uma transição cheia de Luz sustentada pelo Amor Maior que a todos Une!

Eva Veigas

Numeróloga

Cascais, 26 de Agosto de 2022

 

Numerologia Semanal: 22/08/2022 a 31/08/2022

Mês, Agosto, Flores, Caligrafia, Letras, Decorativo
 
 
Actualização da energia, à luz da Numerologia, em Agosto 2022
 
 
Desde ontem, 22/8/2022, e até ao final do mês, que nos encontramos mergulhados na energia do Número 22.
 
Este duplo 2, também designado por Número-Mestre ou Número dobrado, coloca a nossa atenção, em primeiro lugar na simplicidade das coisas, dos eventos, dos pequenos nadas, mas que na realidade, são os verdadeiros responsáveis pelas grandes transformações interiores do nosso Ser, quando vistos através dos olhos sensíveis da nossa alma.
 
O 2 pode trazer à tona todos os processos de dualidade que precisamos ver, compreender, aceitar e harmonizar dentro de nós, e aí reside uma das chaves mais importantes para viver esta lição pelo lado de dentro, que é precisamente aprender a equilibrar os opostos, aprender a viver esta complexidade, de forma simplificada. Sim, é um paradoxo, mas uma das nossas metas aqui na Terra, é, exactamente, aprender a viver (n)o paradoxo.
 
Dado que esta energia se encontra duplicada, isso significaria um trabalho redobrado, onde a nossa atenção ficará retida por mais tempo, explorando essas áreas onde nos sentimos divididos, onde sentimos essa cisão, e onde devemos buscar, com todas as nossas forças, um meio de unir esses dois aspectos de uma qualquer polaridade, fazendo-os convergir num só.
 
Dessa forma, extrairemos mais intensidade, mais poder, mais clareza, mais certeza quando formos usar esse recurso, pois teremos então unido o melhor dos dois mundos ou dos dois aspectos que antes nos pareciam diametralmente opostos.
 
É um empreendimento gigante e não muito fácil, que se apresenta para todos nós, porém, só os persistentes, os resilientes, os verdadeiramente comprometidos com o seu crescimento e com o seu próprio projecto de vida, poderão ter sucesso em mais um passo desta tarefa.
 
Em segundo lugar o 22, remete-nos para a importância de ter uma plataforma de apoio sob os nossos pés, um lugar bem implantado, com alicerces e raízes fortes, que nos permitam crescer, expandir, progredir e construir o nosso templo interior sem receio que ele desabe.
 
Esta é a solidez do 4 (2+2=4), a qual promove uma estabilidade, uma segurança, uma fortaleza, para quem possui princípios e valores sagrados, e que faz questão de os honrar, incorporando-os na sua vida a todo o momento.
 
Sem uma firme estrutura por base, nenhum edifício subsistirá, nenhum empreendimento chegará ao fim, nenhuma obra prevalecerá.
 
Cuidemos bem deste momento e aproveitemos todas as oportunidades que a vida nos dá para acolher estas lições, pois logo a seguir, já em Setembro, seremos chamados de novo a escolher com responsabilidade, maturidade e sensibilidade.
 
 
Numeróloga

Honras e Bênçãos

A Todos os que vierem por Bem! Caminhemos lado a lado nesta jornada de autodescoberta, guiados pela Luz Divina. Tornemo-nos, a cada dia, mais e melhores humanos.

Eva Veigas

foto do autor

Filha das Estrelas

A Terra é o meu Lar. Mas eu venho das Estrelas. Sou mais antiga que a Terra. Mais antiga que a Lua e que o Sol. Viajei entre Galáxias. Visitei outros espaços. Outras dimensões. Trago na Alma. A Sabedoria dos Tempos. E de outros lugares. A Terra é o meu Lar. Mas eu venho das Estrelas © Eva Veigas

Nunca desistas de ti!

Que nada te impeça de seres tu mesma. Que a tua deusa interna se revele.

A Numerologia

A Numerologia é uma Arte. Um instrumento sagrado que o numerólogo usa com Arte, Conhecimento, Sabedoria, Intuição e Amor, para descodificar e traduzir esta linguagem simbólica, composta de signos (números e letras) numa linguagem acessível para todos. A Numerologia não julga, nem critica, ela levanta o véu que cobre a nossa ignorância, acerca de nós mesmos, para revelar a nossa essência mais pura.

O Tarot

O Tarot é uma ferramenta sagrada, riquíssima de simbolismo, onde estão representados Números, Cores, Figuras, Objetos, Elementos, Flores, Árvores, Animais... É composto por 78 cartas ou lâminas, comummente designadas por Arcanos, os quais se dividem em 22 Arcanos Maiores e 56 Arcanos Menores. Os Arcanos Menores estão agrupados em conjuntos de 4 naipes, de 10 cartas numeradas de 1 (Ás) a 10, mais as respectivas Figuras da Corte (Pajem ou Valete, Cavaleiro, Rainha e Rei). Cada naipe corresponde a um campo ou esfera da vida humana: Paus (Fogo) - Esfera Espiritual; Copas (Água) - Esfera Emocional; Espadas (Ar) - Esfera Mental e Ouros (Terra) - Esfera Material.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Ma'at

"Destas penas de avestruz da Dupla Verdade, tão delicadas que o mais subtil hálito mental pode agitar, pendem através das correntes da Causa e do Efeito, os pratos ou esferas onde o Alpha (o primeiro) e o Ómega (o último) , se equilibram. Não é possível deixar cair um alfinete sem provocar uma reacção correspondente em cada estrela." ~ A. Crowley, O Livro de Thoth

Eterna Estudante

Esta é uma Regra de Ouro: "Nenhum estudante jamais realizará qualquer progresso no desenvolvimento espiritual se saltar de um sistema a outro, utilizando ora algumas afirmações do Novo Pensamento, ora alguns exercícios de respiração a posturas meditativas da ioga, para prosseguir depois com algumas tentativas nos métodos místicos de oração. Cada um desses sistemas tem o seu valor, mas esse valor só é real se o sistema é praticado integralmente." Dion Fortune

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2006
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub