Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arcanos & Cia. by Eva Veigas

Numerologia, Tarot, Xamanismo (Consultas, Cursos, Workshops, Terapias)

Arcanos & Cia. by Eva Veigas

Numerologia, Tarot, Xamanismo (Consultas, Cursos, Workshops, Terapias)

Dezembro 10, 2017

Eva Veigas

mewolf.jpg

 

11/12/2017


1+1+1+2+2+0+1+7 =15:6



Deixa que a solidão te invada. Não a temas. Convida-a a entrar e educadamente pede-lhe que se sente à tua mesa. Oferece-lhe a tua mão e ouve a história que ela tem para te contar.


Escuta-a com atenção sem a julgares. Não a interrompas. Vai apenas saboreando os momentos enquanto a chuva bate nas vidraças lá fora.


Deixa que a água lave a tua dor e leve para longe as tuas mágoas e arrependimentos, fraquezas e ressentimentos.

Deixa que a solidão te envolva e te faça tremer. Não cedas ante a dor e a desesperança. Mantém-te firme até ao final da história...

Sente agora o calor a regressar ao teu peito, enquanto a luz que emana da tua chama sagrada te mostra o caminho. Um caminho onde os teus melhores companheiros são o silêncio e a solidão.


Magical Numbers by Eva

Dezembro 10, 2017

Eva Veigas

uni4.png

 

10/12/2017

1+0+1+2+2+0+1+7 = 14:5

 

Recomeço e renovação misturados com esperança e imaginação. O momento é de regeneração. A possibilidade de experimentar novas formas de ser e de estar. Viver cada novo momento, morrendo para o passado. Não se trata de esquecer, mas de transformar cada experiência, integrando-a cada nova inspiração.

 

Inspira... é novo. Expira... é velho. 


Inspira... agarra. Expira... solta.


Inspira... recebe. Expira... dá.


Inspira... absorve. Expira... liberta.


Inspira... canta. Expira... silencia.


Inspira... dança. Expira... aquieta-te.


Inspira... medita. Expira... relaxa.

 

 

Magical Numbers by Eva

Dezembro 09, 2017

Eva Veigas

serpente.jpg

 

9/12/2017

9+1+2+2+0+1+7 = 22:4

 

O Caminho é solitário. Pleno de surpresas. Armadilhas espreitam a todo o momento. As riquezas não estão no ouro. O baú do tesouro está trancado e as chaves não estão à vista. 

O perdão e a compreensão andam de mãos dadas. Todos bebem da mesma Fonte, mas nem todos se saciam.
Espirais douradas de sabedoria são derramadas sobre o Caminho, mas só os dignos as recebem.
Os Filhos do Dragão caminham sobre a Terra os outros calcam-na e espezinham-na. 
A doçura dorme no coração da Grande Serpente Alada, por isso poucos a tocam, pois terão de passar pelas provas duras e difíceis da Serpente que defende ferozmente os seus Portais.

 

Magical Numbers by Eva

 

Imagem: O Oráculo de Ísis de Alana Fairchild

Dezembro 06, 2017

Eva Veigas

child.jpg

 

7/12/2017

7+1+2+2+0+1+7= 20/2

 

Trazes contigo a memória de sons ancestrais. Os ventos transportaram partículas puras de um conhecimento por demais antigo e a sabedoria chegou até ti através das águas cristalinas com que purificas o teu corpo e a tua mente.

 

A dor tem de ser largada, a dor que escraviza e te acorrenta a amores não correspondidos, amores falsos e irreais.

 

É tempo de desprender as amarras e zarpar em direcção à luz da aurora.

 

É tempo de renascer das águas e da terra que por elas é vivificada e nutrida, É tempo de acertar a tua alma com o teu bem supremo. É tempo de amar e confiar, de construir e servir.

 

É tempo de gerar no teu ventre a semente da concórdia e do perdão. É tempo de nutrir o coração. É tempo de amar e cuidar da bela criança que um dia, há muito tempo, largaste...

 

E ela, a criança, de cabelos ao vento, abandonada à sua sorte, sabia, no seu íntimo que um dia tu a buscarias.

 

Hoje podes dar-lhe a mão e de novo podem viver 1000 aventuras montadas no dragão.

 

Magical Numbers by Eva

Dezembro 05, 2017

Eva Veigas

6dez17.jpg

 

6/12/2017


6+1+2+2+0+1+7=19:10:1

 

Uma nascente de águas cristalinas é colocada diante de ti. Une as tuas mãos diante do teu coração, palma com palma e fecha os olhos. Inspira profundamente e une a tua mente ao teu coração. Se quiseres toca com as tuas mãos no centro do teu peito, só para tornar tudo mais "real", mais físico, para perceberes que está mesmo a acontecer.
Liga-te com as infinitas oportunidades que o universo te dá a cada momento. Liga-te com o novo ciclo e a nova sementeira.
O que queres colher? Que sementes são? Vê as sementes na tua mente, sente a textura, a dureza, observa a coloração, o tamanho, a forma, sente o cheiro...
Agora vê essas sementes a mergulhar na terra e a serem recebidas com muito amor pela Natureza, vê como Ela as recebe e como as cobre de imediato com o seu manto, apertando-as e aquecendo-as contra si.
Sente acontecer...
Só o Amor Infinito pode dar vida ao que parece estar morto!
Agora abre as tuas mãos em concha, abre os olhos e vê o que o teu recipiente de cura contém...
Sopra essas sementes, esse conteúdo numa das direcções sagradas... Sopra e deixa acontecer...

 

Magical Numbers by Eva

Dezembro 05, 2017

Eva Veigas

 

5dez17.jpg

 

5/12/2017

 

5+1+2+2+0+1+7= 18/9

 

Um ciclo chega ao fim. O Fogo encenou uma dança com as suas chamas coloridas, amarelas, laranjas, azuis. A luz iluminou o caminho e compreendeste que era possível finalizar esta tarefa. O calor aqueceu o teu coração e derreteu as tuas dúvidas e os teus receios. A madeira tornada incandescente recordou-te que tudo se transforma, que nada é para sempre, que as oportunidades não se repetem, que deixares para o dia seguinte, continuando a arrastar-te, só contribui para te adiares mais e mais. A madeira incandescente tornou-se cinza e a cinza lembra-te que tudo perece, tudo termina e tudo renasce. A cinza é pó e o pó volta à terra. a terra germina e tudo renasce, uma flor, um animal, uma árvore. Uma árvore, que um dia voltará a servir para te aqueceres, numa outra fogueira, num outro espaço-tempo, num outro corpo-mente.

 

Magical Numbers by Eva

Dezembro 01, 2017

Eva Veigas

 

Dez 17.jpg

 

 

Regente Numerológico – 22:4

 

Dados numerológicos do mês:
- Vibração Universal do ano 2017: 1
- Dezembro: 12º mês do ano
- Vibração Universal de Dezembro 2017: 22:4

 

Chegámos ao último mês do ano. É tempo de balanço e de introspecção. Tempo de celebrar e tempo de avaliar todo o trabalho feito, dentro e fora de nós, mas sobretudo dentro, no nosso interior, no mais recôndito lugar do nosso ser. É tempo de avaliar e reconhecer os fracassos, os êxitos, as quedas… os muros que derrubámos e as pontes que construímos.

 

É tempo de agradecer e de deixar ir o que está pronto para ser libertado, tal como as folhas secas que generosamente se desprendem das árvores, dando um colorido especial a esta estação que em breve chegará ao fim.

 

Este é um mês que prepara a transição da energia anual em que 2017 e o seu poderoso Número regente 1, dará lugar à regência do 11 em 2018.

 

Sendo Dezembro, na sua essência, um mês 22:4, sabemos de antemão que a sua proposta assenta na criação, recriação ou restauração de uma sólida e estruturada base interna, a partir da qual poderemos trabalhar em 2018, com maior segurança e confiança em nós.

 

É importante adoptar algumas regras essenciais e harmoniosas, para que o que quer que tenhamos de criar, desenvolver ou terminar em 2018, seja mais efectivo e coerente.

 

Quanto mais nos prepararmos a nível interno, melhor lidaremos com os desafios que estão à nossa frente – e serão muitos!

 

Este é um tempo de deitar fora tudo o que julgamos saber, tudo o que a nossa mente aceita como certo e seguro, tudo o que nos contaram e venderam… é tempo de reaprender, pelo que precisaremos que todas as nossas funções essenciais trabalhem o melhor possível.

 

Precisaremos de nos reinventar, pois 2018 e 2019, serão anos desafiantes, intensos, complexos e que não nos darão tréguas. Os tempos que se avizinham não são tempos para descansar, mas sim para nos entregarmos ao nosso próprio crescimento e ao desenvolvimento e aumento da nossa consciência planetária, da nossa consciência enquanto humanos, homens e mulheres que terão de assumir o seu papel de guardiões e guardiãs da Natureza.

 

Assim, este mês pede que demos início desde já a trabalhar a nossa estabilidade interna, ao mesmo tempo que afinamos a nossa sensibilidade, a nossa intuição, a nossa clarividência e o nosso poder de curar dentro e fora de nós.

 

É hora de resgatar velhas cumplicidades e de reatar antigas relações, que surgem para trabalhar em equipa em prol de um mundo melhor.

 

A colaboração e cooperação entre relações do passado (vidas passadas) são inegáveis. Muitas pessoas se reconhecem, e mesmo que não consigam apontar nada de muito concreto, sempre haverá o sentimento que as une e que não passa despercebido. Um olhar, uma frase, um gesto que provoca um arrepio, uma espécie de confirmação interior.

 

Existe uma sensação forte e ao mesmo tempo estranha de que podemos confiar em determinada pessoa, ainda que tenhamos a certeza de nunca a ter visto antes e além disso, inexplicavelmente (risos), sabemos ou conhecemos as suas motivações mais profundas. É como se lhe lêssemos o coração. Claro que o contrário também sucede.

 

Evidentemente, deveremos continuar a ser cautelosos e para termos a “certeza” que podemos confiar, temos que ter feito previamente um enorme trabalho connosco, pois de contrário, poderíamos sofrer algum contratempo. O nosso discernimento e cautela nestes casos são preciosos, são verdadeiros tesouros.

 

Estas relações (de todo o tipo) estão a surgir um pouco por toda a parte e devem ser analisadas com reserva e isenção. As verdadeiras alianças entre almas rapidamente se salientarão e os envolvidos saberão que é o tempo de avançar, para em conjunto delinear novas soluções que aos poucos irão espalhando sementes de cura e harmonia para os próximos tempos.

 

Não deixemos pois passar esta oportunidade!


Este mês celebramos o Solstício de Inverno (21/12/2017) e a Lua Cheia já no próximo dia 3, um dia particularmente interessante do ponto de vista numerológico, já que é regido pelo Número 7, um dos mais intensos e mágicos números que nos devolvem a possibilidade de mergulhar profundamente em nós.

 

Será um excelente dia para meditar e para nos mantermos firmes, assentes nas duas pernas, sem vacilar, pois o mergulho será muito, muito profundo, indo às raízes das nossas memórias antigas, tocando em mundos que há muito julgávamos esquecidos e em alguns casos, até, em mundos que nunca ponderámos que pudessem de facto existir.

 

Eva Veigas

Cascais, 1 de Dezembro de 2017

Outubro 20, 2017

Eva Veigas

Foto de Magical Numbers by Eva Veigas.

 

20/10/2017 = 2:1:1

 

2+1+2+1+7 = 13:4

 

Tema do dia: a arte de saber transformar a dor em amor.

 

Sempre que somos confrontados com as nossas próprias incapacidades, limitações, medos e bloqueios abre-se, quase sempre, espaço para o conflito interno.

 

Esse conflito, que provoca sérias alterações no nosso humor, é quase sempre o responsável pelos nossos confrontos com os outros.

 

Por querermos ter sempre razão, motivados pela nossa vaidade, teimosia ou arrogância e querermos levar sempre a dianteira, relativamente aos outros, geramos discórdia e confusão.

 

Tudo isto afecta, evidentemente, o nosso dia-a-dia, e, dependendo do tipo de personalidade, ora o manifestamos exteriormente (gesticulando, gritando, falando sem parar), ora nos voltamos para dentro, interiorizando a raiva e a zanga, minando a nossa alegria de viver.

 

Ora, é preciso que meditemos seriamente nestesaspectos, caso queiramos ganhar alguma perspectiva e resgatar algum amor-próprio na vida.

 

É que este dia em particular pode ser gerador de desavenças, mal-entendidos, brigas, guerras, discussões... precisamente por causa da dificuldade que temos em aceitar o que nos distingue uns dos outros, mas, e acima de tudo, por não sermos capazes de nos amar e aceitar pelas nossas própria diferenças.

 

Quando nos dedicarmos seriamente a amar e a aceitar cada pedacinho do nosso corpo, da nossa forma de ser, do nosso complexo sistema de existir, pensar, falar, andar e agir, começaremos efectivamente a mudar.

 

Até lá seremos verdadeiras marionetas, suspensas pelo jogo da vida, sem vontade própria, absorvendo toda a sorte de energia, sem capacidade para filtrar o que sai de nós e o que chega a nós.

 

Temos de aprender a arte de transformar a dor em amor, e esse é um processo que requer uma estratégia muito bem planeada, pois é necessária muita disciplina, algumas poucas mas boas e bem definidas regras internas, tempo, entrega e vontade de mudar desde dentro.

 

Quem está realmente disposto a mudar hoje? Atreves-te?

Outubro 19, 2017

Eva Veigas

 

19/10/2017 = 1:1:1

 

1+9+1+2+1+7 = 21:3

 

Tema do dia: Uma renovada forma de ser Amor, de estar em Amor, de expressar Amor e de espalhar Amor.

 

O dia de hoje faz parte de um conjunto de dias extraordinário e que só se repetirá, este ano, no próximo dia 28 de Outubro.

Os dias que formam este conjunto são os dias 1, 10, 19 e 28 de Janeiro e Outubro, respectivamente.

 

Estes aspectos numerológicos só irão repetir-se em 2026. Convém lembrar que quando me refiro a repetição, refiro-me apenas ao cálculo aritmético, pois a proposta daqui a 9 anos, será com certeza algo diferente, já que nada, em boa verdade, se repete.

 

O que torna estas datas tão especiais ou determinantes é o facto de elas representarem uma oportunidade única de fazermos um "reset", uma possibilidade de arrancar de novo, de começar do zero, sabendo de antemão que teremos que estar aptos a deixar para trás o passado, sobretudo as memórias relativas a um passado que nos devolve tristeza, dor, angústia, raiva, agressividade, medo, ansiedade, etc.

 

Sempre que trazemos essas memórias e as tornamos presentes na nossa vida, o mesmo é dizer, por exemplo, falar sobre determinado assunto o tempo todo, cogitando sobre ele sem parar, sem um objectivo claro e definido na nossa mente, é certo que as nossas emoções virão ao de cima gerando desconforto.

 

Tudo isso nos leva a recriar a cena que em poucos segundos nos transporta para esse momento específico no passado, regressando nós, dessa forma, à mesma situação, mas com uma diferença: já não é possível alterar o que aconteceu, o que foi dito, o que ficou por dizer, etc.

 

Portanto voltamos para o presente (quando voltamos) com uma carga maior ainda, pois o sentimento de frustração e de zanga, de dor ou de arrependimento, é ainda mais forte e intenso.

 

Este processo repete-se, como todos sabemos, pois todos já o experimentámos em maior ou menor escala, durante a nossa vida inteira, até ao momento em que queiramos conscientemente por-lhe fim.

 

Hoje, é um dia que nos ajuda particularmente a fazer as pazes com esse passado. É como se pudéssemos renascer, e começar a fazer as coisas de um modo diferente.

 

Podemos renovar as nossas intenções todos os dias, a qualquer momento, não importa a nossa idade, condição física ou outra qualquer circunstância, assim o queiramos desde a parte mais sagrada e sublime em nós!

Outubro 18, 2017

Eva Veigas

wolfs.jpg

 

18/10/2017 «=» 9:1:1

1+8+1+2+1+7 = 20 = 2

 


Tema do dia: Beneficiar a família, a comunidade, a escola, a sociedade, etc., implementando novas regras, novos códigos de conduta, que permitam a reformulação das estruturas existentes.

Quem souber planear, quem for bom estratega, tirará, com toda a certeza, partido do dia de hoje, o qual, traz a oportunidade de experimentar o sabor da verdadeira cooperação. Os trabalhos de equipa são fortemente influenciados pela vibração do Número 2. Há espaço para diálogo, para conversações, para chegar a acordos vários e para apresentar soluções de forma definitiva, já que as energias de hoje pedem que se criem raízes, que se criem novas fundações, fortes e com qualidade de excelência. A expressão 'A união faz a força' não poderia espelhar melhor as energias presentes neste dia.

No entanto, reforço a ideia de que planificar e criar estratégias é a condição sine qua non para conseguir atingir os objectivos propostos para o dia de hoje, pois um dos maiores desafios do dia é precisamente regido pelo Número 8, que nesta posição indica grandes dificuldades nesse domínio.

A tendência para avaliar mal a proposta que o dia de hoje nos traz é bem patente no mapa de hoje, por isso, antes de iniciar qualquer tarefa convém definir qual a intenção desejada: o que é que se pretende obter e de que ferramentas dispomos para atingir os objectivos pretendidos.

Um outro desafio - este proposto pelo Número 16 - revela a necessidade de permanecermos humildes, mantendo uma atitude de abertura em face das dificuldades que se apresentarão ao longo do dia.

As energias influenciadas pelos Números 1 (entre as 00:00 e as 12:00) e 2 (entre as 12:00 e as 00:00), permitem, em primeiro lugar (Número 1) criar novos rumos, apontando novas direcções ou reforçando as existentes, e em segundo lugar (Número 2) criar a sustentação e o apoio necessários à execução das novas decisões e directrizes engendradas em 1.

These pains you feel are messengers. Listen to them. ~ Rumi

Mais sobre mim

foto do autor

Saudações

Se chegou até aqui é porque seguiu a sua voz interior, a sua intuição, o chamado da sua alma. Seja bem-vindo/a a este Círculo onde todos podemos aprender uns com os outros. Agradeço desde já o seu tempo, a sua disponibilidade e a sua presença aqui. Um abraço cósmico

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D