Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Eva Veigas

Numerologia, Tarot e Terapias para Desenvolvimento Pessoal e Espiritual.

Eva Veigas

Numerologia, Tarot e Terapias para Desenvolvimento Pessoal e Espiritual.

21.06.17

Solstício de Verão 2017


Eva Veigas

Summers cauldron.jpg

 "Summers Cauldron" by Emily Balivet

Créditos de imagem: https://www.etsy.com/shop/EmilyBalivet

 

 

"O solstício de verão de 2017 ocorre a 21 de junho, mais precisamente às 04h24 em Portugal. Este momento marca oficialmente o início do verão.

(...) O solstício de verão é o momento em que o Sol atinge a maior declinação em latitude, medida a partir da linha do Equador, em junho no hemisfério norte, e em dezembro no hemisfério sul.

O termo "solstício" vem do Latim sendo composto pelas palavras sol e sistere (que não se mexe). Visto da Terra, o sol parece parado, mantendo uma posição fixa ao nascer e ao se pôr, durante algum tempo. (...)"

Fonte:https://www.calendarr.com/portugal/solsticio-de-verao/

 

 

 

Numerologicamente o dia 21/6/2017 é regido pelos Números 19:10:1.

 

Este conjunto de Números que têm por base ou raiz o Número 1, salientam os aspectos fundamentais que podem ser usados para trabalhar nas mais variadas direcções, tanto fora como dentro de nós.

 

Assim, o 19 representa o infinito ciclo de renovação: nascimento - crescimento - morte - renascimento; o 10 representa o início de um novo ciclo e o 1 representa o estímulo criador, a centelha da vida que se renova a cada instante.

 

Não deixa de ser curioso notar que estes números se entrelaçam num dia que marca exactamente o solstício de verão no hemisfério norte e de inverno no hemisfério sul e que no caso de Portugal tem hora marcada às 04:24 da madrugada e que esses números adicionados sucessivamente resultam no Número 10, que assim se vai revelando ao longo do dia.

 

É um dia de renovação, reorientação, reposicionamento, reordenação, reorganização, reenquadramento do nosso papel no mundo no que toca à forma como nos relacionamos connosco, com os outros, como o mundo, com tudo o que está dentro e fora de nós.

 

A qualidade dos diferentes tipos de relações irá ditar a qualidade das nossas experiências; a forma como lidamos com os desafios diariamente e capacitar-nos com diferentes capacidades de resposta aos mesmos.

 

O dia proporciona diversas aprendizagens ou lições a serem superadas:

Lições dos Números 3, 2, 1 e 5 - Dificuldade em permanecer focado; dificuldade em definir prioridades; excesso ou falta de confiança, tendência para a agressividade; estar à defesa e/ou ao ataque; dificuldade em enfrentar os problemas e permanecer na dificuldade para sentir o que precisa de mudar (vontade de fugir, de abandonar o barco, fuga para a frente, incapacidade de lidar com o desafio. Expressões como "tirem-me daqui", "não aguento", "não estou para aturar isto", não tenho paciência", "não quero sentir o que estou a sentir", etc. denotam bem a impaciência e a intolerância à capacidade de sentir.


Claro que é mais fácil (aparentemente, entenda-se) abandonar o barco e virar as costas à situação, porém isso só irá complicar ainda mais as coisas, já que só por si, essa atitude não encaixa numa energia criadora, criativa, veiculadora de soluções e possibilidades ilimitadas.

 

A chave para resolução dos desafios encontra-se na procura de um equilíbrio eficiente entre as partes disfuncionais de uma qualquer situação (ou da nossa visão interna distorcida) e as partes sãs, maduras que se alinham numa visão de conjunto, as quais irão mediar o conflito, quer se trate de um conflito internos ou externo, quer a questão nos diga respeito a nós ou envolva mais do que uma pessoa.

 

Acima de tudo este é um dia para usar e aplicar a nossa sabedoria, a nossa humanidade e a nossa maturidade, mostrando a nós mesmos que já somos suficientemente crescidos para lidar com a dor e com a dificuldade.

 

É o momento de sair da sombra e assumir a nossa verdadeira identidade.