Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Eva Veigas

Medicina para a Alma

Eva Veigas

Medicina para a Alma

Números 8 e 1 são os maiores desafios encontrados ao longo do mês de Março

 

old key.jpg

 

 

 

Os Números 8 e 1 são os maiores desafios encontrados ao longo do mês de Março

 

Ao longo de cada mês existem um ou dois desafios, depende dos Números universais, quer dos meses, quer dos anos, que constituem uma prova a ser superada e que é simultaneamente uma chave para lidar com os principais obstáculos que vão surgindo a cada dia ou a cada momento.

 

Neste caso falamos do 8 e do 1 que se inscrevem, como é óbvio, num cenário onde o Número 5, o regente do mês, nos convida a alcançar dimensões superiores no nosso ser. Superiores no sentido em que se encontram num lugar onde a compaixão, o perdão e o amor andam de mãos dadas.

 

É um caminho difícil, embora pareça fácil à primeira impressão. Mas não é. E todos sabemos isso. Todos nós já fomos, de uma maneira ou de outra, contrariados, humilhados, marginalizados, colocados em segundo plano, etc. e todos nós sabemos, o quanto é difícil perdoar a quem nos agride, seja que tipo de agressão for.

 

Mas o caminho da mestria pessoal é esse mesmo: o de perdoar os nossos "inimigos"; é muito difícil aceitar isso no início e por isso, a meu ver, a aceitação é condição sine qua non, para iniciar este percurso. É evidente que temos de ter reunido outras condições, mas se não começamos por aceitar o que não podemos mudar, de nada nos adianta o caminho, qualquer que ele seja, pois sempre seremos devolvidos a nós mesmos e à nossa condição inicial: a da não-aceitação!

 

Entretanto o que fazem aqui estes Números, 8 e 1? 

 

Bem, eles desafiam-nos em duas dimensões diferentes mas que se encontram interligadas.

 

Como surgem aqui estes Números? São gerados pela fricção que resulta da interacção entre as ondas vibracionais do Número universal do mês, que é 5 e as do Número universal do ano, que é 11.

 

O Número 8 (começo por este porque é o mais impactante, o mais visível e talvez o mais difícil de compreender e resolver), representa a energia em perpétuo movimento. Este movimento é um dos geradores que permite a construção de tudo o que existe. Tudo é energia e matéria. Matéria é energia modificada e trabalhada para se tornar visível, manifesta, palpável. A partir daí tudo se pode construir em qualquer mundo de formas. 

 

Ora então o 8 possibilita esta construção, esta materialização, esta capacidade de colocar na matéria, aquilo que um dia foi uma ideia, um sonho, um pensamento, um plano, uma concepção abstracta, etc.

 

Neste caso concreto imaginem o 8, como se estivesse numa posição, digamos, negativa. Aqui o 8 representaria uma força contrária à sua  natureza. Portanto poderíamos afirmar que seria difícil concretizar algo, ou transformar qualquer ideia, ainda que abstracta ou subjectiva em algo sólido, palpável ou manifestamente visível.

 

É difícil seguir a nossa intenção (aquela que estando em sintonia com a energia dos nossos Números pessoais e com os Números Universais, promove uma interação positiva e nos beneficia em termos globais), quando um desafio 8, que representa a tenacidade, a persistência, a força motriz, criadora, se apresenta regendo forças contrárias àquelas que nos dariam o impulso e a motivação necessárias para seguir em frente.

 

Dessa forma teremos que dobrar esforços (ou não estivéssemos nós num ano cujo número é dobrado, que literalmente significa que tudo está presente em dobro nas nossas vidas) para acompanhar o ritmo daquilo que nos está a ser pedido. Teremos que ser mais persistentes, mais tenazes, mais fortes, mais capazes, mais determinados, mais empenhados e mais eficazes. E ou nos excedemos a nós mesmos e ultrapassamos a vitimização constante ou ficaremos para sempre aprisionados nas nossas firmes convicções que nos sussurram de perto: “Tu não és capaz; coitadinho de ti; não és ninguém; os outros é que são os culpados da tua má sorte; etc.”.

 

Para quem escolher ficar nesse plano, e tudo é sempre uma questão de escolha pessoal e individual, essa será a sua realidade.

 

Para os outros que escolherem levantar-se da dormência e da apatia, as experiências suceder-se-ão e serão, certamente, muito enriquecedoras.

 

Para quem ficar na energia da lamúria, entregue à tristeza ou à inadequação, as experiências serão iguais às de sempre, pois só através da repetição do padrão presente nessas experiências será possível, um dia, acordar e perceber que a mudança começa em si mesmo.

 

O Número 1 pode ser menos impactante, pois trata-se de um desafio secundário, no entanto não é menos difícil de compreender e de ultrapassar.

 

O 1 é o representante de todos os inícios e empreendimentos e por isso ele é um fiel companheiro do 8. Quando estas duas forças se unem, elas produzem sempre um forte impacto nas nossas vidas, através de um imenso processo criativo, que tanto pode destrutivo como construtivo.

 

Se o 1 estiver no lado negativo, na polaridade negativa, todos os esforços serão em vão. Todos os sonhos ficarão por realizar, todas as iniciativas serão levadas pelo vento. Tudo será diluído e as concretizações ficarão por terminar, e muitas delas nem sequer começarão.

 

Mais uma vez se pede que combatamos estas forças, pois elas estão aqui presentes, não para baixarmos os braços, nem para nos darmos por vencidos. Elas estão aqui para que possamos provar a nós mesmos que somos capazes, que nada nos pode derrubar a não ser a nossa preguiça, a nossa inércia, a nossa falta de vontade, o nosso desprezo por nós próprios, a nossa falta de confiança em nós e nas nossas capacidades e o nosso descontentamento pela vida em geral.

 

Aproveitem a energia e vivam a vida ao máximo, pois esta existência é efémera. Agora estamos aqui e logo a seguir não estamos mais.

 

Eth’ Nah

A que Caminha nas Estrelas

 

Eva Veigas

Eva Veigas

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

  •  
  • Exercícios e Orações

    Numerologia: 2018

    Numerologia

    Significado dos Dias de Nascimento

    Runas

    Tarot

    Videos

    Cursos / Ws Realizados

    PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:

    •  
    •  

    Entrevistas

    Parcerias

    Sapo Astral Vídeos

    Sapo Desporto

    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D