Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Eva Veigas

The Silent Path

Nomerologia

08.05.19 | Eva Veigas

nomerologia.jpg

Imagem: Philippe Awouters

 

Esta secção é totalmente dedicada à importância do Nome, no contexto da Numerologia. Daí a designação escolhida, em tom de brincadeira, de "Nomerologia". 


Aqui serão publicados artigos sobre nomes próprios, nomes compostos, nomes artísticos, apelidos, pseudónimos, alcunhas, etc. e a sua interpretação numerológica.

 

O nome é algo que não só nos identifica, mas também nos caracteriza. É como um selo, uma marca individual, que não pode ser removida, mesmo que se mude de nome ou que não se utilize um deles, a energia configurada pelo nome completo, não pode ser apagada. O nome tem uma duração, pois nasce, vive e morre connosco.

 

Há nomes, que por estarem associados a figuras de relevo de todas as esferas das antigas sociedades, atravessaram a poeira dos tempos e chegaram até nós completamente intactos, outros ter-se-ão perdido para sempre, enquanto outros ainda, terão sido apagados pela vergonha e decepção de terem pertencido a certos indivíduos que desonraram e envergonharam a nossa espécie.

 

Mas o nome há-de ser sempre uma palavra (ou mais) que para sempre estará associado a nós, e goste-se ou não dele, teremos a garantia de que o levaremos connosco até ao final da nossa efémera existência.

 

Os nomes são constituídos por letras e são analisados quer pela qualidade quer pela quantidade das mesmas. Além disso temos muitas características específicas, logo a começar pela língua em que o nome é escrito e pelas normas do que é aceite e do que não é. Temos de reparar se existem ditongos, letras repetidas, muitas consoantes ou muitas vogais e tantos outros aspectos associados a este estudo minucioso do nome, ao qual poucos parecem dar a devida importância.

 

Os nomes evoluíram com as sociedades, e também têm os seus momentos: tanto estão na moda como caem em desuso.

 

Há nomes grandes e há nomes grandiosos; há nomes que nos lembram factos históricos e outros que não nos remetem para nenhum acontecimento em especial. Há nomes que nos fazem sorrir e outros que nos fazem sonhar. Há nomes que trazem o cheiro do mar, outros que cheiram a pradaria, há nomes doces e há nomes sem açúcar, há nomes que cheiram a flores e a mel e outros que nos escurecem a alma. Há nomes e nomes. Há muitos nomes, tantos quantos queiramos inventar.

 

Há quem tenha nome de princesa e há quem tenha nome de camponesa, há quem tenha nome de imperador e há quem tenha nome de gladiador, mas todos os nomes, são pura energia e seja ela qual for, só o seu portador a poderá fazer brilhar.

 

Eva Vilela Veigas

#Numerologia do Nome