Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Eva Veigas

The Silent Path

No Trilho do Lobo... o início do caminho.

04.10.19 | Eva Veigas

Do some.jpg

No Trilho do Lobo, é a nova rubrica deste blog, que nos traz uma reflexão semanal, através das cartas do Tarot ou dos Oráculos.

 

Para dar início a esta nova etapa, escolhi o seguinte Oráculo: Magical Messages from the fairies - Oracle Cards da Doreen Virtue.

 

Talvez porque sinto uma imensa ligação com o povo das Fadas e talvez porque, secretamente, deseje que elas abençoem estas partilhas.

 

A carta, cujo título em inglês  é "Do Some Research" e que traduzindo significa "Faz alguma pesquisa", representa um conselho, um aviso, uma chamada de atenção, sobretudo para aqueles de nós que são demasiado ansiosos ou demasiado ambiciosos relativamente aos seus projectos ou empreendimentos.

 

Muitas vezes queremos tomar decisões ou colocar em prática ideias ou projectos sem ter uma visão definida do que se pretende, sem pesar os prós e os contras da situação e sem nos inteirarmos bem de tudo o que esse investimento pode implicar a vários níveis. 

 

Queremos queimar etapas, saltando do início da ideia, projecto, etc. para o fim, esquecendo-nos que as mais valiosas experiências se encontram precisamente nos pequenos passos que precisamos dar entre uma coisa e outra.

 

O Lobo e as Fadas, na sua imensa sabedoria aconselham-nos a ser prudentes, investigando com mais pormenor todos os aspectos desta situação. Convém estar devidamente informado, documentado, etc. antes de nos atirarmos de cabeça numa situação nova, relativamente à qual não temos nenhuma experiência ou conhecimento.

 

Se for preciso, devemos, por exemplo, preparar-nos fazendo uma pequena formação, um curso, ou praticando e treinando antes de nos expormos. Também devemos permitir ser guiados pela nossa própria intuição, ficando atentos aos sinais que o universo nos envia, por meio de outras pessoas, por exemplo.

 

Hoje em dia dispomos de muitos meios para nos informarmos bem acerca de praticamente qualquer assunto.

 

Se os sinais (subtis ou evidentes) nos mostrarem um outro caminho, uma necessidade de fazer ajustes ou alterações àquilo que inicialmente tínhamos planeado, não devemos temer fazer essa actualização, pois talvez seja exactamente isso que irá fazer a diferença na nossa decisão.

 

Portanto, pesquise, investigue, informe-se, reflicta, estruture e solidifique bem cada etapa, para que o seu empreendimento, qualquer que ele seja, se torne um sucesso e sirva bem a "matilha", quero dizer, a comunidade (risos).

 

Boa reflexão e até para a semana

Eva Veigas