Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

𝑬𝒗𝒂 𝑽𝒆𝒊𝒈𝒂𝒔

𝑨𝒓𝒒𝒖𝒆𝒐𝒍𝒐𝒈𝒊𝒂 𝒅𝒂 𝑨𝒍𝒎𝒂 - 𝑵𝒖𝒎𝒆𝒓𝒐𝒍𝒐𝒈𝒊𝒂 𝑨𝒓𝒄𝒂𝒏𝒂 - 𝑻𝒂𝒓𝒐𝒕 & 𝑶𝒓á𝒄𝒖𝒍𝒐𝒔 - 𝑿𝒂𝒎𝒂𝒏𝒊𝒔𝒎𝒐

𝑬𝒗𝒂 𝑽𝒆𝒊𝒈𝒂𝒔

𝑨𝒓𝒒𝒖𝒆𝒐𝒍𝒐𝒈𝒊𝒂 𝒅𝒂 𝑨𝒍𝒎𝒂 - 𝑵𝒖𝒎𝒆𝒓𝒐𝒍𝒐𝒈𝒊𝒂 𝑨𝒓𝒄𝒂𝒏𝒂 - 𝑻𝒂𝒓𝒐𝒕 & 𝑶𝒓á𝒄𝒖𝒍𝒐𝒔 - 𝑿𝒂𝒎𝒂𝒏𝒊𝒔𝒎𝒐

Qui | 13.05.21

Maio 2021 - Regente Numerológico 1

Eva Veigas

 

posted29.jpg

 

Maio 2021 – Regente Numerológico 1

  

Maio chegou desafiante, trazendo a energia do Número 1, a qual coloca em evidência a nossa capacidade de começar de novo ou de iniciar um ciclo novo, dentro do ano 2021.

 

Ora, como se sabe, 2021 é governado pelo Número 5 e esta frequência está a reverberar, oficialmente, desde Janeiro e a sua força e influência permanecerá até ao final do ano. Porém, há sempre um momento, a cada ano, em que esta frequência (referente ao ano universal) se encontra mais intensificada, mais aguçada, mais forte e por isso mesmo devemos olhá-la com maior atenção.

 

Esse momento, esse ápice da frequência 5, acontece exactamente durante o mês de Maio, precisamente por este ser governado pelo Número 1, que é a força que irrompe através da matéria, que a rasga para a semear com o seu grão, que a fertiliza e a torna prenhe, para depois permitir que todo o processo de germinação aconteça, até ao romper das águas, que voltam a trazer a multiplicidade de formas de vida em todo o seu esplendor.

 

Para nós, tudo isto, representa a força do 5 em acção através do poder da criação e da destruição. É por isso um momento muito forte e pujante, cheio de mudanças, oportunidades e possibilidades, que antes não víamos ou sequer percebíamos, mas que agora se fazem notar, saindo das sombras, para se revelarem completamente à nossa frente.

 

A forma como esta energia nos afecta, depende do nosso grau de consciência; da luz que já conseguimos vislumbrar dentro de nós, e que nos possibilita ver e analisar com maior clareza, o caminho que vamos trilhando; das escolhas que vamos fazendo e também das não-escolhas; dos movimentos acerca dos quais vamos estando cientes, trazendo mais presença a cada segundo da existência; dos momentos de síntese e integração que vamos testemunhando em nós mesmos, e assim por diante.

 

Mas, a força da dualidade presente nesta polaridade 5, que se pode resumir em: Vontade de Mudar / Resistência à Mudança, é muito potente, e faz movimentar forças internas, que se assemelham a vulcões interiores, prontos a entrar em erupção a qualquer momento. Por essa razão, precisamos de cuidar muito de nós, a todos os níveis, pois as consequências que advêm da permanecia na resistência à mudança são muito sérias, tanto para a nossa evolução e crescimento pessoal, como para o nosso corpo físico.

É preciso dar atenção ao sistema nervoso e à sobrecarga do corpo ou esfera mental.

 

O contacto com a Natureza, sobretudo em lugares junto à Água (rios, riachos, ribeiros, cascatas, praias, etc.), é precioso e não deve ser ignorado.  

 

Este é um momento de renovação, onde podemos rever as várias áreas da nossa vida que necessitam de cuidado, atenção e nutrimento. Também é preciso tomar cuidado para não cairmos no exagero ou na obsessão por uma delas, em detrimento das outras. Por exemplo: não devemos trabalhar sem parar, dormir exageradamente, etc. O equilíbrio é tudo!

 

Tudo o que estiver em excesso na nossa vida deverá ser banido ou transformado por cada um de nós, para que enxerguemos melhor o essencial.

 

Esta renovação surge em forma de oportunidade e não cai do céu, como que por milagre. Teremos que ser nós a reconhecê-la e a aproveitá-la, fazendo bom uso do que nos está a ser confiado.

 

Um ano 5, é um ano de altos e baixos na energia, com contrastes muitíssimo acentuados. Por exemplo, ao nível do humor, da vontade e das iniciativas, é muito notório. Ora nos encontraremos no pico da montanha, cheios de boa vontade, bom humor e autoconfiança, como logo a seguir nos sentiremos no mais fundo vale, escurecidos e desencantados, mal-humorados e irritados, pois deixámos de ver a luz do Sol. Porém, o Sol, apenas se escondeu atrás das montanhas que rodeiam o vale.

 

Há que manter a energia num ponto médio, zelando para que ela não escorra mais para um lado do que para o outro, o que nos tornaria inconstantes, inseguros, desconfiados, agressivos ou medrosos.

Ao longo deste mês surgirá, sobretudo por revelação interna, uma vontade de começar e iniciar qualquer coisa nova, pelo que é importante, avaliar e medir bem as consequências de quaisquer decisões, não vá ser que esses actos tenham por base uma substância vazia, mas que, por via de tanto querermos manifestar algo, nos pareça ela rica e cheia de possibilidades.

 

Cuidado com a brusquidão desta energia 1, mesclada com a 5, pois a sua sinergia provoca fogos intensos e fortes, mas de curta duração, sobretudo, para quem se encontra ávido de se querer mostrar ou de querer reconhecimento antes do tempo.

 

Claro está, que se anteriormente houve lugar a uma boa reflexão e se estiverem criadas as condições para avançar em alguma direção, este é sem dúvida o momento para o fazer sem hesitações.

 

A acompanhar toda esta carga de forças e movimentos internos, vem um forte sentido de responsabilidade e amadurecimento, no que toca aos nossos actos. Acções irrefletidas serão motivo de muitos dissabores, desilusões, impaciência, frustração e raiva. Uma mistura explosiva ou implosiva, que certamente criará muito desconforto.

 

A partir do dia 15 de Maio, poderemos sentir uma imensa vontade de mergulhar dentro de nós, de estar a sós connosco, e uma posição ou atitude mais introspetiva tomará conta dos nossos dias até um pouco mais do meio de Junho.

 

Reflexão, introspecção e meditação serão palavras do dia, nesse período, e tudo estará certo, conquanto não nos deixemos escorregar para uma zona de autoisolamento, distanciando-nos do mundo ou não querendo fazer parte dele, numa atitude negativa, pessimista ou de profunda desconfiança.

 

Ao longo deste mês iremos ainda sentir ou escutar, um forte chamamento interior, o qual nos devolverá um certo sentido de dever, de entrega – uma sensação de estar ao Serviço de algo maior do que nós. Momentos de verdadeira inspiração e revelação interiores poderão, juntamente com um aumento da nossa intuição, tornar-se em fontes inesgotáveis de alegria, onde poderemos saciar a sede do nosso espírito, que anda sequioso e desejoso de compreender, conhecer, e acima de tudo, de recordar-se de quem é.

 

Este é sem dúvida o ponto mais forte do mês, que além disto, nos acrescenta uma necessidade de nos organizarmos melhor ou de forma mais eficiente; de nos disciplinarmos em relação a certas tarefas ou rotinas, e de nos lembrar que essas mesmas tarefas, jamais devem ser vistas como um peso ou uma obrigação, mas sim como uma forma de devoção e de contribuição para o nosso próprio bem e para o bem de todos, devendo ser executado com boa vontade, cuidado, zelo e muita constância.

 

Como todos os pares de opostos, este aspecto positivo tem como como polo oposto e complementar um aspecto que irá determinar o sucesso ou insucesso, o êxito ou o fracasso das nossas intenções. Trata-se da dificuldade que iremos sentir quando pretendermos manifestar e realizar as nossas tarefas, sejam elas quais forem. Precisaremos, de muita determinação, firmeza e vontade férrea para levar o nosso barco a bom porto. Na maioria das vezes, iremos sentir vontade de desistir, a falta de forças será sentida e teremos muita dificuldade em nos reerguermos. Podemos por isso precisar da ajuda de outras pessoas: de familiares, de amigos, de colegas, de vizinhos, de profissionais de outras áreas, de terapeutas especializados em alguma área que nos possa ajudar a sair desse lugar pantanoso e trevoso, etc.

 

Claro que a ideia é que sejamos nós mesmos a sair da nossa caverna interior, buscando a luz da nossa consciência e compreendendo que no dia em que estivermos cientes de que o nosso poder reside em nós mesmos, pararemos de nos lamentar, de nos atraiçoar e de nos sabotar, neste percurso mágico que é a Vida, vivida aqui e agora.

 

 Paz e Bênçãos!

  

Eva Veigas

Numeróloga Transpessoal