Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Arqueologia da Alma

Numerologia & Tarot by Eva Wolf Heart

Arqueologia da Alma

Numerologia & Tarot by Eva Wolf Heart

Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o universo e os deuses.

Inscrição no Oráculo de Delfos

Pensamento do Dia

«Como se fosse possível matar o tempo sem ferir a eternidade» Henry David Thoreau

Ano Universal 2022

2022.png

 

Ano Universal 2022

 

 Regente Numerológico 6

 

O Triângulo da Harmonia

Escolha consciente / Responsabilidade individual / Harmonia colectiva

 

O regente numerológico do ano 2022 (ano universal) corresponde à vibração Número 6. Este número é o que corresponde ao centro nevrálgico do coração, ou, se se preferir, ao plexo cardíaco, também conhecido como chakra do coração.

 

A figura geométrica que representa o número 6 é a estrela de 6 pontas ou Estrela de David, que simboliza poder e protecção divina, a união do feminino e do masculino, a união dos opostos e também a união ou a ligação entre o céu e a terra.

 

A figura representa, na verdade, a sobreposição de dois triângulos equiláteros, os quais representam a união do que está em cima com o que está em baixo, relembrando-nos assim das primeiras palavras que surgem na Tábua de Esmeralda: "É verdadeiro, completo, claro e certo. O que está em baixo é como o que está em cima e o que está em cima é igual ao que está em baixo, para realizar os milagres de uma única coisa. (…)”.  

 

estrela de davi_ano 6.jpeg

 

Os primeiros dois dígitos do ano universal simbolizam a essência do século, que neste caso é representado pelo Número 2 (redução de 20), enquanto os últimos dois dígitos individualizam o ano dentro do século, representado pelo Número 4 (redução de 22).

 

Somando estes dois Números (2 + 4) obteremos o Número 6, que corresponde ao Ano Universal tal como referido acima.

 

O ano começa com a energia do 8 no dia 1 de Janeiro de 2022 (01/01/2022 = 1 + 1 + 2 + 0 + 2 + 2 = 8) e termina com a energia do 4 no dia 31 de Dezembro de 2022 (31/12/2022 = 3 + 1 + 1 + 2 + 2 + 0 + 2 + 2 = 13 = 1 + 3 = 4).

 

Ambos recebem a força do Elemento Terra, um elemento estabilizador, cujos elementais trabalham para nos ajudar na sustentação das nossas tarefas – a nossa verdadeira obra -, e que sempre nos devolverão a estabilidade e o suporte necessário para fazermos o que precisa ser feito, assim queiramos honrar a nossa vida.

 

Janeiro trará uma oportunidade para profunda reflexão e introspecção com a sua vibração 7 e o ano terminará com um Dezembro fortemente assinalado pela marca purificadora do 9.

 

Todos seremos convocados a passar pelos poderosos filtros desta frequência, que age, como um poderoso agente de limpeza, uma espécie de aspirador cósmico, capaz de nos religar à Origem, ou, pelo contrário, capaz de nos atirar para fora da nave-mãe até que compreendamos a lição e passemos pelo teste final que nos recolocará de novo no Trilho do Amor Universal.

 

Pelo meio muita coisa acontecerá, muitas frequências cada vez mais subtis, mas por isso mesmo também mais intensas e avassaladoras, trarão desafios e fluências, capazes de nos retirar da inércia e da apatia em que andamos mergulhados. A seu tempo trarei essas informações descodificadas para que cada um possa escolher o que mais se adaptar à sua realidade.

 

2022.jpg

 

Por ora concentremo-nos no ano 2022…

 

Se 2021, assumiu o forte e intenso simbolismo, da ponte que liga o passado e o futuro de cada indivíduo, de cada povo, tribo ou nação, este ano 6 representará, sem sombra de dúvida, o assumir da escolha individual e colectiva, consciente e séria, que levará cada ser numa ou noutra direcção.

 

O ano 2022 conduzir-nos-á para fora desta espécie de limbo, onde temos estado mergulhados. Ao longo desta transição entre dois mundos, temos tido muitas oportunidades para ganhar consciência daquilo que queremos construir e edificar, por um lado, e daquilo que desejamos transformar e transmutar, por outro.

 

Já conseguimos entender que somos cocriadores e que esse é um papel activo e bem definido, sendo que qualquer pensamento, por mais subtil que seja, cria uma realidade e vai-nos preparando para a viver e experimentar mais cedo ou mais tarde. O universo e esta dimensão em particular rege-se por leis que são desconhecidas para a maioria dos humanos e esse desconhecimento, gera caos, pois a ignorância e o encolher de ombros, são os causadores de todo o sofrimento que nos aflige.

 

É, pois, chegada a hora, de nos elevarmos acima dessa condição e procurarmos conhecer e entender certas leis, essenciais ao desenvolvimento humano e à criação de novas maneiras de nos relacionarmos e interagirmos de forma harmoniosa, adequada e correcta.  É hora de conhecer a Verdade, pois só a Verdade nos libertará da ignorância. E libertos dessa condição poderemos crescer e trabalhar para a criação de uma Nova Terra, onde imperará a Lei do Amor Maior!

 

six-63760_960_720.jpg

 

Não é por acaso que o 6 representa a união entre os povos, entre duas pessoas, entre dois aspectos, etc. Ele também simboliza o casamento, a felicidade no lar, a harmonia conjugal e no seio da família, a capacidade de nos relacionarmos de forma correcta com os outros, com os amigos, os vizinhos, com os conhecidos, com os colegas de trabalho, etc.

 

 

Existem muitas possibilidades de explorarmos este vasto campo das relações humanas e podemos fazê-lo à luz deste maravilhoso número que é o 6.

 

Por isso, o convite deste ano 2022, ou a proposta que ele oferece através deste 6, que não é mais do que a redução de 2022 (2 + 2 + 2 = 6), é irrecusável, pois as oportunidades de crescimento, desenvolvimento e amadurecimento de múltiplos aspectos em nós, serão inúmeras, assim queiramos caminhar nesse sentido.

 

Comecemos então, por falar, de modo um pouco mais detalhado da energia do número 2 que aparece triplicada neste ano particular.

 

number-52189_1280.jpg

 

O número 2, representa, em primeiro lugar, o Princípio Universal Feminino, portanto, pode afirmar-se que este 2 representaria um dos triângulos equiláteros (o aspecto feminino; a terra ou o céu [conforme as diferentes visões ou cosmogonias]; um dos dois aspectos primordiais da criação; etc.).

 

Na minha análise, observo esta tripla aparição do 2 como um reforço da necessidade absoluta de redirecionar a energia feminina para o lugar de origem, por forma a estabelecer o seu vínculo e a sua participação activa neste processo de evolução da humanidade.

 

Não me refiro ao género feminino, a mulheres; mas sim à energia do feminino que existe em homens e mulheres, em animais ou plantas, em árvores ou em cristais, ou em qualquer outro elemento da Natureza. Refiro-me ao Feminino enquanto natureza criadora, amparadora, nutridora, protectora, geradora de vida no seu ventre (seja no ventre de uma mulher, de uma qualquer fêmea, ou no ventre da terra), mas também geradora de amor, capaz de acolher, de amparar, de dar colo, de sustentar um trabalho, de sustentar a magia, capaz de pacificar um coração atormentado, capaz de dignificar e elevar um qualquer ser em sofrimento.

 

A sensibilidade e a intuição, a doçura e a firmeza, a harmonia e a beleza, a receptividade e a paciência, a fertilidade e a abundância, a suavidade e a amabilidade, a capacidade de se colocar no lugar do outro e a compreensão e o entendimento das várias nuances de um problema, entre outros aspectos, estão à nossa disposição, para serem usados e desenvolvidos em benefício de todos. Essa é uma função essencialmente feminina: a de trazer à Vida aquilo que está em potencial ou aquilo que se está desvanecendo por falta de alegria, amor e estímulo, mas que ainda tem muito para oferecer.  

 

Só uma frequência de 2 reforçada, poderá agitar as águas primevas no interior de cada ser, no íntimo de cada um de nós, e, sacudir para bem longe, todas as mágoas (as más águas), todas as feridas que teimam em sangrar, todas as dores intocadas, todas as experiências que designamos de amargas. Só as águas doces e frescas poderão curar e cicatrizar todas as feridas e lavar o rosto dos que choram.

 

Este é o ano em que a Água e os seus Elementais sagrados, farão a limpeza profunda do nosso Ser, purificando cada poro, cada célula, cada átomo, cada espaço vazio em nós e fora de nós. Este é o Ano da Água!

 

Claro que essa purificação não sucede de forma milagrosa, mas sim por veemente e firme decisão pessoal de querer transformar comportamentos, hábitos e pensamentos desde dentro, com determinação e persistência. Daí a importância de utilizarmos todos os recursos respeitantes ao 2, de acordo com as necessidades de cada um de nós.

 

O 2 alimenta a reciprocidade, e embora seja considerada uma energia passiva, ela não é de todo desprovida de vitalidade, bem pelo contrário. Como já se viu, este 2 é nutridor, estas Águas, são alimento para a nossa alma, para a nossa mente, para a nossa psique, para o funcionamento dos nossos corpos físicos, para trazer vitalidade e estímulo ao que estava moribundo e inerte em nós. Talvez seja importante reformular a visão que temos das águas, tanto internas como externas.

 

Movidos pela força e pela intensidade, deste triplo 2, começamos a vislumbrar o caminho apontado pelo Número 6 – o caminho da harmonia colectiva!

 

 singing-bowls-4762246_960_720.jpg

 

Escolha consciente e Responsabilidade individual

Cada um de nós é responsável pelas suas próprias escolhas, e, embora para muitos esta afirmação não passe de uma abstração ou mesmo de uma asserção sem qualquer fundamento, poderemos reflectir sobre esta questão com paciência e dedicar um pouco do nosso tempo a observar o que escolhemos pensar, comer, beber, vestir, dizer, ler, publicar; com quem escolhemos estar, quem elegemos para nos governar, que carro queremos conduzir, onde queremos viver, que tipo de profissão queremos exercer, de que forma queremos servir a humanidade, ou, que deus/deusa escolhemos servir, de que forma praticamos e vivemos a nossa espiritualidade, etc.

 

Muitos dirão que são vítimas das circunstâncias, mas cada escolha foi a consequência de uma ou mais escolhas anteriores, ou (e muitas vezes é isso que se observa) de uma ou mais não-escolhas. Se não escolhermos em consciência, a vida (ou alguém) escolherá por nós!

 

Escolher em consciência não é sinónimo de escolher bem, nem tão pouco é sinónimo de garantia de que determinada escolha será aquela que dará frutos e nos trará prosperidade ou o casamento perfeito ou de quaisquer certezas absolutas, como muitos pretendem, mas sim a capacidade e o conhecimento interior de que nos comprometeremos diante de determinada decisão e que estejamos preparados ou não, enfrentaremos de cabeça erguida as consequências das nossas escolhas (ou não-escolhas).

 

Neste momento que atravessamos coletivamente, é imperioso, mais do que nunca, que escolhamos a nível individual, porém, cientes de que a nossa decisão, irá afectar não apenas a nossa esfera pessoal, mas também a de todos os outros seres (humanos ou não), pois as nossas decisões, pensamentos, acções, etc., moldam o campo quântico e por sua vez influenciam tudo o que existe na Terra. É por isso que a mudança efectivamente se dará ao nível da mentalidade, da elevação da consciência, trilhando um caminho da ignorância para a Verdade e daí para a Liberdade, para a Vitória e para o Amor!

 

Claro que esse processo poderá levar muito tempo, mas isso só dependerá de cada um de nós! E mais uma vez, sei que muitos refutarão esta afirmação.

 

stones-3565221_960_720.jpg

 

Harmonia colectiva

Ao longo deste ano seremos chamados a tomar a responsabilidade das nossas acções e aprenderemos a harmonizar os pares de opostos que se encontrem activos nas nossas vidas.

Muito trabalho e muito empenho envolverão este projecto individual e colectivo. Por cada vitória individual o colectivo celebrará e custe o que custar a alguns, a vitória, a conquista e a glória de um, será a vitória, a conquista e a glória de todos. O contrário também é verdade.

 

Todos queremos viver harmoniosamente tanto ao nível individual como ao nível social. Todos trabalhamos para o mesmo fim: mesmo sem saber, sem ter disso uma consciência profunda, cada ser desempenha um papel fundamental para a evolução e ascensão da Terra.

 

É preciso que cada vez mais e mais pessoas saibam que o papel que desempenham nas diversas sociedades e comunidades é importante, é fundamental, é vital.

 

É preciso despertar em nós mesmos e nos outros a consciência de SER!

 

É preciso orientar bem as crianças para que elas, essas almas antigas, que vão renascendo, possam servir e orientar a humanidade para o Bem. É preciso lançar novas sementes, para que novas sociedades possam ser construídas e uma nova Ordem, elevada e de alta frequência, se estabeleça neste belo ponto azul.

 

Este é o tempo de trazer o Céu à Terra, não sem antes ir da Terra ao Céu!

 

É o tempo de revelar que o que está em cima é igual ao que está em baixo.

 

Nós somos aqueles de quem estávamos à espera. Nós somos aqueles por quem tanto ansiamos.

Nós somos aqueles que vieram transformar o mundo, que vieram ajudar a fazer a transição de um lugar de dor para um lugar de Amor.

Nós somos aqueles que chegaram para agitar as Águas e para purificar a própria alma através da Espada de Fogo.

Nós somos aqueles que carregam e sustentam no peito a Chama Divina.

Nós somos aqueles que transportam os Estandartes Divinos, Sagrados, cujas palavras e símbolos neles inscritos, permanecem ocultos para os que não veem, não escutam e não creem.

Nós somos os mesmos de outrora, somos os de ontem e os de hoje.

Somos as vozes que nos sussurram do passado e as que nos chamam do futuro.

Nós somos… Nós!

 

 

Eva Veigas

Numeróloga Transpessoal

 

 

 

Notas finais:

O ano universal tem uma influência geral e secundária no mapa numerológico pessoal e é calculado de acordo com o calendário oficial. Lembrando que há outros calendários e que não há verdades absolutas, no que a este assunto diz respeito, e que, se considerássemos todas as variáveis da Numerologia e todos os calendários conhecidos, tornar-se-ia impossível usar as suas Leis, com o intuito de ajudar aqueles que buscam nesta ferramenta uma fonte de inspiração e conhecimento.

Para obter uma leitura profunda e mais definida sugere-se uma Consulta de Numerologia: Progressão – Orientação Anual (Ano Pessoal e Trânsitos Numerológicos). Relembro que são os anos pessoais que desvelam a proposta particular que cada ano nos apresenta, juntamente com os seus desafios, impulsos, estímulos e inspiração.

 

Partilha de conteúdos

Por uma questão de respeito pelo meu trabalho, a partilha dos conteúdos deste blog deve ser sempre feita através do link da publicação e com referência à sua autoria. "NÃO FAÇAS AOS OUTROS O QUE NÃO QUERES QUE TE FAÇAM A TI!" - Grata pela tua compreensão.

Créditos de Imagem

As imagens que ilustram as publicações deste blog são da minha autoria ou de bancos de imagens gratuitas: https://unsplash.com/ - https://pixabay.com/pt/ - https://kaboompics.com/ - Caso seja detectada alguma imagem que não esteja de acordo com os critérios acima mencionados, agradeço que me contacte e a imagem será de imediato removida.