Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alma Arcana

Numerologia, Tarot, Xamanismo - Desvende os seus Tesouros Internos e Transforme a sua Vida

Alma Arcana

Numerologia, Tarot, Xamanismo - Desvende os seus Tesouros Internos e Transforme a sua Vida

Abril - Regente 3

431611579_1168495327501292_7462599668540174220_n.j

ABRIL 2024 - MÊS DE VIBRAÇÃO UNIVERSAL 12:3

 

Na continuação do tema do mês anterior, onde teve início o despontar de uma bela e brilhante energia para quem a soube identificar e requerer para si, seguimos adiante sob a vibração 12, cuja redução 3 nos convidará a empunhar essa bela luz-farol que nos ilumina o espírito e o caminho na Terra.

Continuamos a árdua, mas importante tarefa de transformar a dor em Amor, é por isso que este momento é tão absolutamente “TRANSFORMA DOR”!

Comecemos pelo ponto forte ou positivo do mês, que é precisamente o número 11, o mesmo que regia Março. Este ponto forte representa uma oportunidade colectiva de nos elevarmos acima do nosso próprio ego inferior, dos nossos desejos pequeninos, dos caprichos e birras, dos “eu quero, porque quero”!

Trata-se de uma janela de oportunidade para quem pretende dar este salto interior e pular para viver uma experiência mais altruísta, mais compassiva (mas não passiva), mais abrangente e inclusiva. Um momento em que o discernimento estará mais afinado e onde uma maior lucidez sobre nós mesmos se instalará de modo único e inequívoco.

O que poderá atrapalhar este momento será o surgimento de um 5 mal aspectado (ponto fraco ou negativo do mês) que proporcionará, caso escutemos o seu apelo, terreno fértil para gerar confusão, irritabilidade, incompreensão, ausência de empatia, caos, condicionamentos de vária ordem, zangas, altercações, ódio e todo o género de quezílias quer connosco, quer com os outros.

Para limar estes aspectos e tentar harmonizá-los dentro de nós, podemos recorrer às boas vibrações emanadas pelo Número 7, que nos darão o espaço ideal para reflectir ponderadamente, exercitando os bons pensamentos, medindo as palavras antes de as pronunciarmos, pois elas funcionarão como setas dirigidas aos nossos próprios corações e aos dos outros.

Também devemos cuidar do ciúme exacerbado e do sentimento de posse sobre pessoas e/ou bens, pois tudo isso, não só drenará a nossa energia como também promoverá muitas confusões, discussões e situações complexas e duras. Portanto, braços de ferro não nos conduzirão a parte alguma.

A essência deste mês centra-se no fazer acontecer. Trabalharemos no sentido de materializar os nossos desejos e anseios mais profundos. Não deveremos desistir dos nossos projectos, trabalhos, relacionamentos, afectivos ou profissionais, etc.  Pelo contrário, deveremos investir e muito, por forma a conseguirmos uma boa harmonia ou, pelo menos, uma harmonia suficientemente satisfatória. Tudo isso nos ajudará, e muito, a conseguir trazer à matéria o que vive no nosso espírito; o que se apresenta apenas como uma ideia, a qual, nesta fase, já não deverá ser apenas uma ideia abstracta, mas sim algo mais palpável e até mesmo exequível.

Assim, materializar e realizar, podem muito bem servir como palavras-chave, diretrizes que indicarão o caminho para vivermos um mês em pleno, retirando assim, ao máximo, proveito deste conjunto poderoso de vibrações numerológicas.

Um mês, que tal como se disse, é regido pelo número 12, cuja redução 3, nos mostra um caminho de harmonização pessoal, a qual servirá de base para dar mais um passo no sentido do esclarecimento interior, mais um passinho na direcção da iluminação interna.

Esclarecer as nossas dúvidas mais profundas, não tomar decisões de ânimo leve, nem de cabeça quente, serão certamente atitudes que muito nos ajudarão a impedir que cometamos erros graves, dos quais nos poderíamos arrepender amargamente num futuro imediato.

Simbolicamente o 12 é muito forte, pois as suas representações arquetípicas são cheias de significado. Exemplo disso são os 12 meses do ano, os 12 signos astrológicos, as 12 casas do mapa astrológico, as 12 horas do dia ou da noite, os 12 apóstolos de Jesus, os 12 Cavaleiros da Távola Redonda, os 12 Trabalhos de Hércules, entre tantos outros exemplos.

O 12 aponta um caminho que nos possibilita harmonizar quaisquer elementos contrários, quaisquer polos opostos, que possamos ter identificado em nós, transformando-os em polos complementares.

Esta compreensão da complementaridade que é intrínseca a toda a dualidade presente nesta dimensão, poderá, se não resolver, pelo menos, trazer um profundo entendimento acerca daquilo que se nos apresenta como contrariedade, como confronto ou até mesmo como “castigo”. De um lado dor, sofrimento, tristeza, desânimo, do outro, boa disposição, euforia, estímulo, etc. e como resultado das vivências destas e de outras dualidades: compreensão, aceitação, luz, entendimento, iluminação.

Do exposto resulta o motivo pelo qual falo do convite à transformação que nos é pedida ao longo deste mês de Abril. Trata-se de um esforço da vontade – a nossa própria vontade evidentemente -, que todos podemos, e a meu ver, devemos fazer, com foco e determinação.

É uma espécie de preparação para o mês seguinte, Maio, cujo regente é 13:4, uma espécie de trampolim para nos catapultar para o olho do furacão.

Aqui aprenderemos a sair das extremidades para o centro, pois só aí podemos permanecer em certa quietude e serenidade, ainda que tudo pareça desabar à nossa volta.

O período de 1 a 7 de abril, representa o pico da energia deste mês, ou seja, todas estas forças estarão concentradas neste curto período de 7 dias, pelo que será o momento em que deveremos agir com maior sensibilidade, cautela e cuidado.

Os restantes períodos de 8 a 14, de 15 a 21 e de 22 a 30 de Abril, serão regidos pelos números 2, 5 e 7 respectivamente, acerca dos quais falarei com mais detalhe noutros artigos.

Ressaltar ainda os dias 19 e 28, cujo regente numerológico é o número mestre 22, os quais assinalam momentos específicos, onde estas frequências se desdobram e se abrem para nós para que possamos retirar delas as melhores aprendizagens no que diz respeito à criação de estruturas, tanto internas como externas, por forma a gerar maior solidez de valores éticos e morais, de condutas elevadas e de comportamentos e atitudes altruístas, as quais hão-de constituir as bases de um Novo Mundo baseado em novas Leis Universais.

No aspecto externo refirmo-me à construção, edificação e renovação de estruturas (engenharia, arquitectura, tecnologia, etc.), cuja solidez promoverá segurança e protecção de pessoas e bens. Podemos falar de edifícios, pontes, veículos, aeronaves, navios, etc.

Finalmente, mas não menos importante, a preocupação pelo planeta, pelo bem-estar das pessoas, dos animais, etc., mostra uma tendência de crescimento muito acentuada, sobretudo em grupos de pessoas que se juntam para esse fim e que lutam pelo direito à vida de todos os reinos da Natureza.


Eva Veigas
Numeróloga


Semana de 22 a 31 de Março 2024

sky-437690_640.jpg

SEMANA DE 22 A 31 DE MARÇO 2024

 

No período que vai desde 22 a 31 de março, estaremos sob a influência do número 5, o qual, é frequentemente associado à liberdade, aventura, mudança e versatilidade. É considerado um número dinâmico e energético, representando a busca pela experiência e pela variedade na vida.

Pode representar aquele impulso contagiante que temos estado a aguardar para dar um novo rumo às nossas vidas, ou fazer determinadas mudanças que temos adiado uma e outra vez, por esta ou por aquela razão.

O gosto pela novidade, pela descoberta, pela necessidade de mudança, é intrínseco à maioria dos humanos, pelo que as frequências 5 são sempre bem-vindas, apesar de vigorosas e por vezes agrestes, para renovar qualquer energia velha e desgastada, nas nossas vidas.

Aqueles que têm o número 5 como número de vida ou noutras posições importantes do seu mapa numerológico, são muitas vezes descritos como pessoas curiosas, inquietas e ávidas por novidades. Eles também tendem a ser adaptáveis, versáteis e abertos a mudanças, buscando constantemente novas experiências e novos desafios. De forma que, sobretudo, para estes nativos, estes períodos costumam ter um impacto muito positivo nas suas vidas, possibilitando-lhes um crescimento e um sem número de oportunidades para revelarem o melhor de si.

Uma vez que o número 5 também está associado à comunicação, à expressão criativa e à capacidade de adaptação a situações novas, podemos afirmar que estes serão, em princípio, os principais temas em destaque ao longo deste período.

Lembrando que a estas considerações, deverão ser somadas as influências do mês 11, pelo que as comunicações de todo o género, poderão ser afetadas tanto pela positiva como pela negativa. Um exemplo disso seria mais uma inovação bombástica nas tecnologias de informação e a sua subsequente utilidade, além de um fantástico e surpreendente funcionamento das mesmas, no que toca ao aspecto positivo. Por outro lado, e pela negativa, seria algo como um súbito colapso nas comunicações, o que poderia provocar um caos global.

Seguindo a mesma linha de raciocínio no que diz respeito à comunicação e à expressão criativa, é importante ressaltar que o 5 está associado ao 5º chakra ou chakra da garganta ou da comunicação, de modo que é importante saber usar com discernimento e lucidez, o nosso mais poderoso canal de comunicação, permanecendo num estado de auto-observação, em relação ao que se diz e à forma como se diz. No presente momento, e sob esta conjunção numerológica, o que se diz, expressa ou escreve tende a ter um impacto maior do que habitualmente, e é por essa razão, que deveremos prestar uma maior atenção a tudo o que sai da nossa boca.

É que o aspecto negativo do número 5 produz uma certa instabilidade, promovendo um terreno fértil para a impulsividade, para actos irreflectidos e irresponsáveis, já que a busca constante por novas experiências pode dificultar o foco e a consistência em determinadas áreas da vida.

Resumindo, este é um período que incita à liberdade, aventura e versatilidade, mas também traz consigo a necessidade de equilibrar essa busca por novidades com a devida responsabilidade e o respectivo comprometimento em diferentes áreas da vida.

 

Eva Veigas

Numeróloga

Semana de 15 a 21 de Março2024

hearts-7401934_640.jpg

SEMANA DE 15 A 21 DE MARÇO 2024

 

A próxima semana será imbuída de uma energia renovada e revigorada, que apresenta uma tendência para crescer e se desenvolver, não fosse ela governada pelo Número 3, o Número da Alegria espontânea, que contagia tudo e todos, que surge quando mais precisamos, através da nossa própria alegria de viver, ou, através de alguém que incorpora esse dinamismo, essa força de vida, que traz marcado nas suas células o amor à Vida e a todos os seres que dela fazem parte e que não liga a cores, credos ou crenças de espécie nenhuma.

Quando uma semana nos traz esta energia repentina, é-nos devolvido algum vigor e algumas forças que talvez tenhamos perdido, entretanto, por conta dos desafios cada vez mais complexos que se nos vão apresentado diariamente.

Este acumular de energia densa, faz-nos, muitas vezes, sucumbir perante situações, que outrora resolveríamos com um simples estalar de dedos, mas que no momento presente, nos atira para um lugar vazio, triste e deprimente.

Então, esta é uma oportunidade incrível de resgatar essa força e essa alegria interior, independentemente de tudo o que estiver à nossa volta. Não que seja fácil, mas é precisamente na dificuldade, que o melhor da nossa humanidade, aflora à superfície, é aí que ela se pode expressar e revelar em verdade, mostrando a sua pureza - a sua verdadeira essência.

Nesse movimento de emersão, soltam-se as sementes que estiveram armazenadas em caixinhas especiais, por muito tempo, dentro do nosso coração.

Ao sermos “obrigados” a intervir, a agir, a pensar pela própria cabeça, movimentamos o nosso “tambor amoroso” – o nosso coração, dentro do nosso espaço sagrado e as caixinhas abrem-se largando ao vento as suas poderosas sementes de amor.

O AR que o 3 transporta será o responsável pela disseminação destas sementes de amor, tenham elas a abrangência que tiverem. Não há necessidade sequer de nos preocuparmos com a direcção que essas sementes levarão, pois como todos sabemos, nada acontece ao acaso, embora tenhamos tendência a esquecer ou a não levar em consideração essa questão.

As sementes podem ser espalhadas através da Palavra falada, escrita, sussurrada, na forma de um pensamento… Mas também através de pequenos ou grandes gestos e de atitudes de refinadíssima qualidade.

O Número 3 é fruto de uma simbiose, uma sinergia entre o Número 1 e o Número 2. Uma refinada mistura entre Água e Fogo, com Ar à mistura, que mais tarde se materializará. Algo irá chegar ao plano físico, concreto, real, muito em breve, provavelmente em maio ou setembro, meses repletos de energias estabilizadoras, pertencentes aos campos de força de raiz material.

Neste caso, esta será uma semana, indicada para deixar maturar qualquer coisa que tenha criado na sua mente e que tenha sido impulsionada pela Luz da Vontade e gerada nas Águas da Vontade do Amor.

 

Eva Veigas

Numeróloga

Essência do mês de Março 2024

Aspectos Positivos e Negativos

butterflies-1011195_640.jpg

MARÇO 2024 - MÊS DE VIBRAÇÃO UNIVERSAL 11

ESSÊNCIA DO MÊS DE MARÇO 2024

Aspectos Positivos e Negativos

 

Para além da vibração universal 11 que como já vimos, governa este mês de março de 2024, destacamos também as frequências que regem a Essência do Mês e os respectivos aspectos positivos e negativos de março.

Assim, quanto à natureza essencial ou intrínseca de março deparamo-nos com o Número 2, como seu regente.

Os aspectos positivos, portanto aqueles que poderão ser grandes aliados para nós ao longo do mês, estão representados pelo Número 4, e os aspectos negativos, ou seja, aqueles que nos poderão travar ou obstaculizar alguma área em particular na vida, estão representados pelo Número 9.

Relativamente à Essência do Mês, ela pode ser vista como a roupagem interior, o mundo interno, deste março profundamente desafiador. A Essência seria a “alma” do mês, enquanto a vibração universal seria a sua “personalidade”.

Deste modo, encontramo-nos perante uma natureza interna aquosa (o Número 2 é governado pelo Elemento Primordial Água), onde os sentimentos e as emoções jorram como um turbilhão. A Água ainda busca o seu equilíbrio, um pouco como quando derramamos água numa taça, onde por momentos, a água balança num sentido e noutro, até permanecer imóvel, quieta, profundamente serena…

Também aqui, poderemos estar em busca de um certo equilíbrio para acalmar a agitação das nossas águas internas, das nossas emoções, que surgem de rompante e que podem reflectir-se em choro convulsivo, em ataques de riso, em estados melancólicos ou de profunda euforia, ou ainda, na total incapacidade de exprimir qualquer emoção.

O ideal é esperar pacientemente (a paciência é uma característica tanto associada ao Número 2, como ao próprio Elemento Água), até serenar interiormente. E depois, sim, agir, pois todos sabemos e conhecemos as consequências de tomar atitudes de cabeça quente ou sob determinados estados emocionais.

Tendo isto em conta, avançamos para os aspectos positivos do mês, que neste caso são supervisionados pelo Número 4, o qual pede uma abordagem cuidada e minuciosa, sempre que tivermos que tomar uma decisão ou fazer uma escolha que implique uma grande responsabilidade sobre nós mesmos e/ou sobre os outros.

Convém não deixar nada nas mãos de terceiros e assumir as nossas tarefas, activando os nossos botões decisores, sabendo de antemão que qualquer escolha tem, obviamente, determinadas consequências, com as quais teremos que estar preparados para lidar.

O Número 4 como ponto forte deste mês, aponta para um caminho muito claro e objectivo: organizar, arrumar, limpar TUDO o que estiver confuso, desalinhado ou sujo.

A organização pessoal vai trazer muito espaço e tempo para realizar outras tarefas muito importantes que regra geral ficam no final da lista, não tanto por falta de tempo, como muitas vezes pensamos, mas sim pela simples ausência de organização.

Como o 4 é um número que abrange todas as áreas ou esferas da nossa vida, podemos falar em cuidados relacionados com o corpo físico (cuidado com alimentação, descanso, actividade física, etc. e o equilíbrio entre todos estes cuidados); organização de espaços (casa, trabalho, escritório, viatura, etc.); organização de ideias (uma mente confusa tem tendência a bloquear e a não conseguir executar tarefas simples, quanto mais dedicar-se a multitarefas ou a incumbências que impliquem maiores responsabilidades).

Assim, a palavra-chave, seria instalar a ORDEM ou mantê-la!

Finalmente, falemos dos aspectos negativos, que surgem em março representados pelo Número 9. O lado negro do 9, pode levar-nos a activar forças contrárias àquelas que queremos trazer para o mundo exterior, nomeadamente, a falta de empatia e de humanidade, uma frieza desmedida em relação aos outros e uma tendência para nos tornarmos amargos, egoístas, donos de uma crueza e indiferença terríveis.

Se sentirmos que as sombras se agigantam, devemos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para promover o nosso bem-estar e o dos outros, devemos parar para pensar e reflectir antes de agir e antes de magoar o outro com a nossa incapacidade de lidar com as próprias feridas.

O mote seria o da TRANSFORMAÇÃO. Algo como transformar a dor em AMOR.

Para quem possa estar a questionar-se de COMO fazer ou o QUE fazer, basta observar o Grande Livro da Natureza, pois através da CONTEMPLAÇÃO e da COMUNHÃO com todos os Reinos da Terra, muito poderemos aprender acerca da real transformação interior.  

 

Eva Veigas

Numeróloga

Semana de 8 a 14 de Março 2024

 

MARÇO 2024 - MÊS DE VIBRAÇÃO UNIVERSAL 11

 

Março caracteriza-se por esta vibração especialíssima de Número 11, no sentido em que é absolutamente diferente das demais, nem melhor, nem pior, mas completamente distinta.

Esta vibração permite uma profunda conexão com a nossa essência mais pura, através do chakra cardíaco, o centro absoluto do nosso ser.

É o nosso coração que funciona como um elo de ligação entre mundos: interior e exterior, entre a Terra, este ponto minúsculo, concreto, onde habitamos, e o Cosmos, essa imensidão, infinita, abstracta…

Estando em total sintonia com o nosso coração, é possível caminhar sobre a ponte que liga a nossa existência física à essência cósmica. É um momento de profundo despertar da alma, um momento de recordar quem somos e qual a verdadeira razão de estarmos aqui.

É um momento de largar camadas mais profundas de “ego” há muito enraizadas em nós, essa estrutura densa, complexa, enrijecida, amarga, arrogante, orgulhosa, ambiciosa, dona da verdade e da razão… entre tantas outras características que só nos distanciam dos outros e acima de tudo de nós mesmos.

É tempo de despir essas vestes andrajosas, que não nos levam a lugar nenhum, e não é de vestes exteriores que falo, mas das vestes da alma, que estão sujas, imundas, desgastadas, desgrenhadas … A alma que precisa de se purificar, de parar um pouco para distinguir entre o que é deveras importante para si-essência e o que é apenas o resto… Os restos, que cheiram mal, que se acumulam dentro de tantos e tantos corações humanos ao ponto de lhes ofuscar a própria humanidade.

O 11 antecipa e antevê mais do que qualquer um de nós possa imaginar e, portanto, é preciso ser paciente, estar atento, manter-se à escuta, aguardando pelos sinais certos, e nunca, jamais, forçar qualquer evento, nem mesmo a própria evolução relativa à nossa condição humana.

Deixar fluir, mas ao mesmo tempo, agir em certas áreas onde sabemos que há terra firme, que há a mínima possibilidade de edificar o novo ser, é extraordinariamente importante. E fugir, fugir das areias movediças… fugir de tudo o que não se sabe ainda lidar, é a decisão mais sábia e inteligente que se pode tomar neste momento.

Há que lembrar aqui que o número que governa o ano, é 8, e que entre muitas características e simbologias a ele associadas, talvez a que melhor assenta nesta conjuntura numerológica, seja a de se fazer necessário criar uma ESTRATÉGIA, assaz CRIATIVA, que possibilite começar a remover com toda a consciência, camada por camada de sujidade, de impaciência, de desânimo, de cansaço, de crueldade, de falta de empatia, de medo, de insegurança, e podia continuar infinitamente a descrever cada uma destas camadas, mas creio ser desnecessário.

Este momento que abrange o período específico, de 8 a 14 de março, também está regido pelo Número 1, que nos impulsiona a agir, pelo que esta mesma conjuntura nos mostra um caminho directo para a acção (Nº1), delineando, planeando e construindo (Nº8) uma estratégia (Nº8) que permita que revolucionemos (Nº11) o nosso ser inteiro, e que criemos uma nova realidade assente nas sempre actuais Leis Universais.


Se é preciso coragem para avançar nesta senda? Sim, é preciso. Se há possibilidade de voltar para trás? Não, não há. Se é possível ficar estagnado, paralisado pelo medo? Sim, é possível.

Mas porque razão as belas e poderosas almas-essência seriam incapazes de premir o botão de que desbloqueia a maior e mais poderosa ferramenta tecnológica com que vieram equipadas à Terra?

O que as levaria a cometer tal desvario?

Não foi afinal por AMOR que descemos?

Não foi esse o Sacro-Ofício – o Trabalho Sagrado – que aceitamos fazer?

Eva Veigas
Numeróloga


Honras e Bênçãos

A Todos os que vierem por Bem! :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Caminhemos lado a lado nesta jornada de autodescoberta, guiados pela Luz Divina. Tornemo-nos, a cada dia, mais e melhores humanos. ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Filha das Estrelas

A Terra é o meu Lar. Mas eu venho das Estrelas. Sou mais antiga que a Terra. Mais antiga que a Lua e que o Sol. Viajei entre Galáxias. Visitei outros espaços. Outras dimensões. Trago na Alma. A Sabedoria dos Tempos. E de outros lugares. A Terra é o meu Lar. Mas eu venho das Estrelas © ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Eva Veigas :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Numerologia, A Arte dos Números

A Numerologia é uma Arte. Um instrumento sagrado que o numerólogo usa com Arte, Conhecimento, Sabedoria, Intuição e Amor, para descodificar e traduzir esta linguagem simbólica, composta de signos (números e letras) numa linguagem acessível para todos. A Numerologia não julga, nem critica, ela levanta o véu que cobre a nossa ignorância, acerca de nós mesmos, para revelar a nossa essência mais pura. :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Estudo, pratico e aplico esta arte milenar, que é a Numerologia, há mais de 20 anos. Sou completamente rendida a este saber, a este conhecimento único que o universo nos transmite através dos Números presentes em tudo na nossa vida. De acordo com Pitágoras, "Todas as coisas são Números" e na verdade são. Não há nada que não contenha Números ou que não se expresse em Números, estejam eles visíveis ou ocultos. ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: As consultas de Numerologia, constituem uma fonte inesgotável de conteúdo precioso para quem se encontra verdadeiramente comprometido no caminho do auto conhecimento, para quem não gosta de se sentir estagnado e pretende evoluir, aprender e progredir na vida. :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: As consultas abrangem diversos temas e áreas e podem ser realizadas em qualquer momento da vida, dado que o nosso mapa natal sofre mudanças a cada ano, mês, semana e hora que passa. Na vida nada permanece estático, tudo evolui e se transforma. :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Para agendamento e outras informações leia os Termos e Condições :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

O Tarot

O Tarot é uma ferramenta sagrada, riquíssima de simbolismo, onde estão representados Números, Cores, Figuras, Objetos, Elementos, Flores, Árvores, Animais... ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: É composto por 78 cartas ou lâminas, comummente designadas por Arcanos, os quais se dividem em 22 Arcanos Maiores e 56 Arcanos Menores. ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Os Arcanos Menores estão agrupados em conjuntos de 4 naipes, de 10 cartas numeradas de 1 (Ás) a 10, mais as respectivas Figuras da Corte (Pajem ou Valete, Cavaleiro, Rainha e Rei). :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Cada naipe corresponde a um campo ou esfera da vida humana: Paus (Fogo) - Esfera Espiritual; Copas (Água) - Esfera Emocional; Espadas (Ar) - Esfera Mental e Ouros (Terra) - Esfera Material. :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Nunca desistas de ti!

Que nada te impeça de seres tu mesma. Que a tua deusa interna se revele. ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Ma'at

"Destas penas de avestruz da Dupla Verdade, tão delicadas que o mais subtil hálito mental pode agitar, pendem através das correntes da Causa e do Efeito, os pratos ou esferas onde o Alpha (o primeiro) e o Ómega (o último) , se equilibram. :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Não é possível deixar cair um alfinete sem provocar uma reacção correspondente em cada estrela." :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: A. Crowley, O Livro de Thoth :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Regra de Ouro

"Nenhum estudante jamais realizará qualquer progresso no desenvolvimento espiritual se saltar de um sistema a outro, utilizando ora algumas afirmações do Novo Pensamento, ora alguns exercícios de respiração a posturas meditativas da ioga, para prosseguir depois com algumas tentativas nos métodos místicos de oração. Cada um desses sistemas tem o seu valor, mas esse valor só é real se o sistema é praticado integralmente." ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Dion Fortune :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Blog

Altair - Constelação da Águia (Astrologia) https://altair.blogs.sapo.pt/

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2006
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub