Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Arqueologia da Alma

Análise e Interpretação de Mapas Numerológicos & Leituras de Tarot. Sessões presenciais ou online.

Arqueologia da Alma

Análise e Interpretação de Mapas Numerológicos & Leituras de Tarot. Sessões presenciais ou online.

Novembro - Regente 9

9c31855fa084776c952cb91bba1bec59.jpg

 

Novembro 

Número Regente 9

Parte I



Os eternos recomeços.

O Número 9 marca o fim de um ciclo, o início de outro e ainda o período que corresponde à transição entre eles.

 

Nenhum fim, é um fim em si mesmo. Todos os fins anunciam novas oportunidades, a possibilidade de começar de novo, ou de recomeçar do ponto onde ficámos. Seja como for, tratar-se-á sempre de um novo despontar.

 

Novembro, como mês de transição, é riquíssimo em oportunidades de crescimento, sobretudo interior, pois a nossa consciência terá uma grande probabilidade de se expandir e de se iluminar desde dentro. Desde as profundezas da mente e do espírito, dado que ao longo deste mês nos depararemos com períodos mais curtos, sob a regência do 7.

 

 

A influência oculta do 7

O Sete é aquele que nos convida a alargar a visão da vida, a ver tudo através de diferentes ângulos e lentes, e sobretudo a olhar para o mundo interior, para os nossos defeitos, para as nossas partes mais escuras, para os medos, para as desilusões, para os bloqueios, para o nosso receio de avançar de forma confiante na vida.

 

O Sete é um portal muito mágico, no sentido em que nos convida a caminhar dentro das nossas belas e coloridas paisagens interiores. Tal como no mundo exterior, também dentro de nós existem encantadoras e frescas florestas, desertos sobre os quais caminhamos sentindo a areia escaldante sob os nossos pés, lagos profundos e oceanos sem fim, animais e flores e seres encantadores. Há mil sóis e mil luas, estrelas, cometas, planetas. Somos uma micro galáxia a aguardar que a exploremos em todas as direções.

 

O convite deste mês é muito claro, ele diz-nos que é o tempo certo para largar todos os atritos externos. Todas as vezes que colocamos a nossa atenção nos problemas fora de nós, que não dependem de nós; sempre que temos um posicionamento fechado, buscando ter sempre razão, procurando reconhecimento e aprovação dos outros, estamos à mercê do julgamento alheio (depois queixamo-nos que somos vítimas de perseguição e julgamento e que ninguém nos aprova ou que nos sentimos deslocados ou que não pertencemos a parte nenhuma).  

 

Na verdade, somos nós os responsáveis pela criação de tais condições, mas para que essa visão alargada se torne distinta na nossa mente e no nosso coração, precisamos de entrar nestas frequências de 7 e 9, as quais se entrelaçam de forma absolutamente perfeita, caso saibamos entendê-las e vivê-las no nosso dia a dia. Será algo como experimentar ter a consciência perfeita e concreta de que estamos a viver uma experiência a nível humano, a partir da nossa condição espiritual. É ter uma certeza interior, inabalável, sem qualquer questionamento. Apenas sabemos que assim é. E com essa certeza na mente e no espírito, poderemos experimentar e viver, a nossa realidade, de acordo com as Leis Universais, do Amor, da Compaixão, da Justiça, da Bondade e Alegria.

 

Estas duas frequências revelam-nos, que mais do que nunca, é hora de colocar o foco naquilo que é verdadeiramente importante e valioso, que é saber reconhecer o AMOR em cada ato, em cada pensamento, em cada palavra, em cada silêncio, nosso ou do outro.

 

Saber reconhecer que o AMOR está em tudo e em todos, dentro de nós, respirando em cada célula, em cada espaço intersticial, em cada pedacinho de pele, em cada respiração, em cada olhar, em cada gesto.

 

Também esta fora de nós, no ar que nos envolve; nas águas dos rios e dos lagos, das nascentes e dos ribeiros, dos mares e dos oceanos; nas florestas, nas árvores e nas flores, nos animais, nas pedras e nos cristais; em cada ser humano – lá está o AMOR, mesmo à espera de ser reconhecido e abraçado.

 

Este é um momento muito importante e benéfico para cuidar da nossa saúde, sobretudo da saúde mental, no nosso bem-estar em termos gerais, criando para isso uma condição essencial que sirva a cada um, para meditar, reflectir, ler, pintar, desenhar ou simplesmente estar e ser em silêncio.

 

Mas o grande desafio destas vibrações numéricas está naquilo que se esconde nas sombras, pois no meio das nossas maravilhosas paisagens interiores, existem cavernas profundas, escuras, húmidas e bafientas, de onde surgem diversos personagens desagradáveis que nos confrontam e espicaçam, desdenhando de nós, que nos rasteiram inesperadamente, fazendo com que nos estatelemos sem dó nem piedade.

 

Eles habitam em nós e pregam-nos partidas, por que simplesmente nos focamos em tudo o que não é importante (inveja, maledicência, intriga, etc.) e mais do que isso, evitamos conhecê-los e confrontá-los.

 

Evitamos o confronto interno com as sombras, porque elas mostram partes de nós que não gostamos de ver, e, muito menos reconhecer, em parte por causa da autoimagem que construímos para nós próprios, porque dentro dela, não cabem esses horrorosos defeitos, portanto, limitamo-nos a ignorar os sinais e olhamos para o outro lado, que é como quem diz, olhamos para o outro e projetamos nele todas as nossas limitações, medos, dores, defeitos e inquietações.

 

É exactamente aqui que começa o nosso verdadeiro trabalho, a caminho da mestria pessoal, porque o Sete não revela apenas estes personagens misteriosos, esta espécie de demónios internos, ele também vai revelando e iluminando os cantos escuros do nosso ser, da nossa alma e da nossa personalidade, e, ao fazê-lo, cria uma condição especial, que nos permite resgatar vários recursos ou capacidades que nos habilitam a enfrentar esses “fantasmas”.

 

Seremos muitas vezes surpreendidos por capacidades que não sabíamos que tínhamos guardadas dentro de nós – talvez porque nunca tivéssemos tido necessidade de as usar.

 

Mas os desafios são muitos e cada vez surgem em maior número. Chegou, portanto, o tempo de usar as nossas “armas”, como a compaixão, a capacidade de perdoar, o discernimento, a inteligência, a alegria, a habilidade para curar (as nossas próprias feridas), a disposição natural para ajudar outros a sustentar a sua própria cura, entre mil e uma outras capacidades.

 

Iremos mergulhar através de camadas internas que se encontram muito mais fundo do que alguma vez pudemos imaginar, e essa condição gera inquietação, nervosismo, indagação, hesitação, receio, entre outras questões, mas o Sete empurra-nos no seu passo lento para dentro do turbilhão, e quando menos esperarmos já estaremos dentro furacão.

 

Por essa razão, será necessário fazer bom uso das qualidades do Sete, sobretudo permanecer silenciosos e serenos, dentro deste “caldeirão” usando o bom senso e uma sensibilidade apurada, por forma a escutar a voz do nosso coração, da nossa intuição. Quanto maior for o silêncio interior, mais distinta se torna essa voz, essa orientação, essa percepção do que fazer ou não fazer a seguir.

 

Cada um de nós agirá de acordo com esse nível de consciência e presença, que a cada dia se tornará mais e mais perceptível para nós próprios, e será essa luz interior a guiar cada passo que dermos no caminho.

 

Esta frequência de Sete estará exaltada no período de 8 a 21 de novembro, no entanto, ela faz-se presente ao longo de todo o mês, surgindo subtilmente, aqui e ali, como uma segunda veste do regente do mês, que é na realidade o número 9.

 

 

O Regente 9

O 9, como já afirmei anteriormente, é então, um momento de transição entre dois ciclos, duas etapas, dois períodos, dois momentos, etc.

 

E eis que ele surge aqui, marcando uma posição muito importante, como que fazendo uma declaração bem forte e ao mesmo tempo uma chamada de atenção, porque nos encontramos, precisamente, num mês 9, depois em dezembro, teremos a regência do 1 e finalmente em janeiro de 2024, surgirá novamente um mês 9. E aí sim será o encerramento do ciclo anterior.

 

Será algo como: novembro 9 – dezembro 1 – janeiro 9.

 

O significado disto, com as devidas reservas, pois não sou dona da verdade, nem nunca sabemos tudo, digamos que apenas acedemos a partes do todo (a pequenas partes), assenta numa grande reviravolta, numa gigantesca mudança, que pode ser mais drástica do que pensamos ou esperamos, mas que neste momento se faz necessária.

 

Uma grande revolução ao nível individual está a acontecer, e durante uma revolução, há lugar a algazarra, confusão, ruído, questionamento, necessidade de desconstruir, destruir, deitar abaixo tudo o que está preso por fios, e assim por diante. Será tão ou mais catastrófico, de acordo com a crença e a realidade de cada um. A experiência sucederá, porém ela será tão específica e única, para cada um, que não existe a ínfima possibilidade de a descrever.

 

Eva Veigas

Numerologia Arcana

Honras e Bênçãos

A Todos os que vierem por Bem! :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Caminhemos lado a lado nesta jornada de autodescoberta, guiados pela Luz Divina. Tornemo-nos, a cada dia, mais e melhores humanos. ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Filha das Estrelas

A Terra é o meu Lar. Mas eu venho das Estrelas. Sou mais antiga que a Terra. Mais antiga que a Lua e que o Sol. Viajei entre Galáxias. Visitei outros espaços. Outras dimensões. Trago na Alma. A Sabedoria dos Tempos. E de outros lugares. A Terra é o meu Lar. Mas eu venho das Estrelas © ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Eva Veigas :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Numerologia, A Arte dos Números

A Numerologia é uma Arte. Um instrumento sagrado que o numerólogo usa com Arte, Conhecimento, Sabedoria, Intuição e Amor, para descodificar e traduzir esta linguagem simbólica, composta de signos (números e letras) numa linguagem acessível para todos. A Numerologia não julga, nem critica, ela levanta o véu que cobre a nossa ignorância, acerca de nós mesmos, para revelar a nossa essência mais pura. :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Estudo, pratico e aplico esta arte milenar, que é a Numerologia, há mais de 20 anos. Sou completamente rendida a este saber, a este conhecimento único que o universo nos transmite através dos Números presentes em tudo na nossa vida. De acordo com Pitágoras, "Todas as coisas são Números" e na verdade são. Não há nada que não contenha Números ou que não se expresse em Números, estejam eles visíveis ou ocultos. ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: As consultas de Numerologia, constituem uma fonte inesgotável de conteúdo precioso para quem se encontra verdadeiramente comprometido no caminho do auto conhecimento, para quem não gosta de se sentir estagnado e pretende evoluir, aprender e progredir na vida. :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: As consultas abrangem diversos temas e áreas e podem ser realizadas em qualquer momento da vida, dado que o nosso mapa natal sofre mudanças a cada ano, mês, semana e hora que passa. Na vida nada permanece estático, tudo evolui e se transforma. :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Para agendamento e outras informações leia os Termos e Condições :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

O Tarot

O Tarot é uma ferramenta sagrada, riquíssima de simbolismo, onde estão representados Números, Cores, Figuras, Objetos, Elementos, Flores, Árvores, Animais... ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: É composto por 78 cartas ou lâminas, comummente designadas por Arcanos, os quais se dividem em 22 Arcanos Maiores e 56 Arcanos Menores. ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Os Arcanos Menores estão agrupados em conjuntos de 4 naipes, de 10 cartas numeradas de 1 (Ás) a 10, mais as respectivas Figuras da Corte (Pajem ou Valete, Cavaleiro, Rainha e Rei). :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Cada naipe corresponde a um campo ou esfera da vida humana: Paus (Fogo) - Esfera Espiritual; Copas (Água) - Esfera Emocional; Espadas (Ar) - Esfera Mental e Ouros (Terra) - Esfera Material. :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Nunca desistas de ti!

Que nada te impeça de seres tu mesma. Que a tua deusa interna se revele. ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Ma'at

"Destas penas de avestruz da Dupla Verdade, tão delicadas que o mais subtil hálito mental pode agitar, pendem através das correntes da Causa e do Efeito, os pratos ou esferas onde o Alpha (o primeiro) e o Ómega (o último) , se equilibram. :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Não é possível deixar cair um alfinete sem provocar uma reacção correspondente em cada estrela." :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: A. Crowley, O Livro de Thoth :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Regra de Ouro

"Nenhum estudante jamais realizará qualquer progresso no desenvolvimento espiritual se saltar de um sistema a outro, utilizando ora algumas afirmações do Novo Pensamento, ora alguns exercícios de respiração a posturas meditativas da ioga, para prosseguir depois com algumas tentativas nos métodos místicos de oração. Cada um desses sistemas tem o seu valor, mas esse valor só é real se o sistema é praticado integralmente." ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Dion Fortune :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Blog

Altair - Constelação da Águia (Astrologia) https://altair.blogs.sapo.pt/

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2006
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub