Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Numerologia Arcana

by Eva Wolf Heart

Numerologia Arcana

by Eva Wolf Heart

FELIZ ANO NOVO

Eva Veigas, 31.12.21

clock-6853501_1920.jpg

FELIZ ANO NOVO A TODOS OS LEITORES DESTE BLOG.

DESEJO SAÚDE, SERENIDADE, PAZ, PROSPERIDADE, ALEGRIA, AMOR E ESPERANÇA A TODOS OS QUE POR AQUI VÃO PASSANDO.

QUE 2022 SEJA O MARCO QUE SEPARA O VELHO DO NOVO

QUE A NOVA TERRA NASÇA

QUE O AMOR AFLUA AO CORAÇÃO DE CADA SER HUMANO

QUE A CONCÓRDIA REINE NA TERRA

 

AHOOO!

Numerologia

O Que É e Para Que Serve?

Eva Veigas, 30.12.21

binary-3044663_960_720.jpg

 

O que é a Numerologia e para que serve?

 

Numerologia é a arte de saber interpretar os Números enquanto símbolos, retirando-lhes o carácter profano e elevando-os a uma condição sagrada, divina.

 

A Numerologia é uma ciência (do latim scientia, significa "conhecimento" - refere-se a qualquer conhecimento ou prática sistemáticos), portanto, numerologia é ciência, pois possui uma metodologia e uma prática sistemática que resulta em conhecimento.

 

Cada número representa um arquétipo universal, possuindo cada um deles características distintas. (De acordo com Carl Jung, “os arquétipos são imagens psíquicas do inconsciente coletivo, que são patrimônio comum a toda a humanidade”.)

 

A Numerologia é então a ciência que estuda os números enquanto arquétipos, símbolos, numa perspetiva metafísica, transpessoal e sagrada.

 

Ao decidir querer conhecer-se através dos seus Números, será catapultado para outras dimensões do Ser, pois a Numerologia, analisa de forma assertiva e profunda, livre de julgamento, o modo como se expressam e interligam os principais aspectos da personalidade com os da alma, em cada encarnação, o que permitirá ganhar uma profunda consciência do seu Eu Sou, transformando a sua vida para sempre.

 

Para realizar um Mapa Numerológico, é necessário indicar a data de nascimento e o nome completo (o nome que consta no registo ou assento de nascimento).

 

É incrível a quantidade de informação valiosa que se pode extrair a partir destes dois dados simples.

 

Entretanto, a Numerologia possui uma complexidade própria e não é tão simples como à primeira vista possa parecer. 


Assim, quando se elabora um Mapa Numerológico, consideram-se os múltiplos aspetos que derivam da decomposição do nome e da data de nascimento.

 

O nome completo representa o código do eu, do ego inferior, dos aspectos da personalidade que se podem e devem desenvolver, até que se encontrem suficientemente amadurecidos para melhor poderem servir o propósito da alma.


A data de nascimento simboliza o código da alma - trazemos em nós a Alma do Mundo. A alma constitui um mistério para uma grande parte dos seres humanos e descodifica-la, entendê-la, escutá-la, é, para muitos, impossível.

Utilizando o conhecimento da Numerologia, é possível entreabrir esta Porta, que mais tarde ou mais cedo se abrirá de par em par, revelando os seus segredos profundos e fará ouvir a sua voz, até que a personalidade a escute e assuma o seu verdadeiro lugar, compreendendo que a sua razão de existir apenas serve o propósito da alma, para que o ser se cumpra por inteiro.

Portanto, em primeiro lugar devemos estudar bem e aprofundar o código do eu - ego inferior - para determinar as principais capacidades desta personalidade, bem como as suas principais dificuldades, de modo a mergulharmos profundamente na nossa história. Este mergulho constitui por si só um imenso desafio, pelo qual todos iremos passar mais cedo ou mais tarde, pois ele vem recheado de perigos, armadilhas, vícios, questões karmicas, ecos de vidas há muito “esquecidas”, mas que permanecem vivas na nossa memória celular.


São exatamente essas memórias que registam o complexo padrão karmico, criado por vidas sucessivas e que representa tudo aquilo que achamos que somos. É com este padrão que nos identificamos ao longo das nossas vidas, entre idas e vindas, encarnação após encarnação.

 

Na verdade, identificamo-nos com os ecos desse "passado", identificamo-nos com as memórias e não com o que na realidade vivenciamos no aqui e agora.


O aqui e agora não é mais do que cada momento, são todos os momentos, é o eterno continuum, é a eternidade que achamos que vamos viver um dia, até ao momento em que caia um dos pesados véus da cortina da ignorância e percebamos que sempre vivemos essa eternidade, apenas não tínhamos consciência dela.

 

Em segundo lugar, poderemos então estudar os números que dizem respeito ao código da alma, por forma a compreender os seus mistérios e ficar a conhecer os nossos dons inatos, as lições que completámos e foram apreendidas e integradas, e, o que falta aprender e desenvolver nesta jornada, para que o propósito se cumpra.

 

Finalmente trataremos de integrar e reconciliar a alma e a personalidade, entendendo e estudando bem a vibração do número que liga as belas margens deste rio de luz e amor que somos nós.

 

Eva Wolf Heart

Numeróloga Transpessoal

𝓔𝓢𝓟𝓔𝓡𝓐𝓝Ç𝓐

Eva Veigas, 30.12.21
25 Bible Verses About Hope - Hopeful Scriptures
 
 
𝓔𝓢𝓟𝓔𝓡𝓐𝓝Ç𝓐
 
A minha palavra para 2022 e que se segue à profunda renovação interior e preparação da minha sementeira em 2021, que tão desafiante foi, é... Esperança.
 
Para mim um novo ciclo numerológico começa. Não é um ciclo qualquer, é o 3º e último Ciclo de Vida, de acordo com os princípios da Numerologia.
 
Para quem percebe um pouco (ou muito) do simbolismo dos Números, trata-se de um Ciclo 7...
Tão desafiante ele será, que ainda nem começou e já sinto diferentes ondas percorrendo cada espaço dos meus corpos energéticos e físico.
 
O que me aguardará? Não sei!
 
O que me será proposto aprender, fazer ou partilhar? Não sei!
 
O que poderei melhorar e limar? Não sei!
 
Apenas sei que a Esperança com que nasci e a qual sempre consegui manter VIVA e Brilhante, Intensa e Cintilante, está bem ancorada em mim.
 
E dado que o momento actual é tão desafiante quanto rico e empoderador, resta-me a Esperança de continuar a acreditar que cada coração pulsante pode sempre abrir-se ao AMOR uma primeira vez - ou, continuar a abrir-se, como tem feito até aqui, até que quebre e possa dessa forma conter toda a LUZ que lhe é dirigida.
 
Dessa Luz/Consciência surge uma maior, uma imensa e grandiosa Responsabilidade. Responsabilidade por cada pensamento, por cada pensamento, por cada sentimento, por cada acção, por cada declaração!
 
Continuarei a espalhar sementinhas de Esperança em todos os lugares possíveis e onde me permitam.
 
Por isso a minha palavra é... E S P E R A N Ç A!
 
E a tua palavra, qual é? E porquê?
 
 
Abraço cada um de vós empunhando com Amor
e Dedicação a Chama Brilhante e Benevolente da Esperança.

Janeiro 2022 - Um mês governado pelo Número 7

Eva Veigas, 29.12.21

janeiro 2022.jpg

Janeiro 2022 - Um mês governado pelo Número 7

 

Ficha Técnica do Número 7

 

Figura geométrica: estrela de 7 pontas; heptaedro; heptágono

 

Elemento: Ar

 

Elementais: Sílfides

 

Esfera: Mental – Racional ou Mental Superior – Espiritual

 

Símbolos: 7 cores do arco-íris; 7 dias da semana; 7 notas musicais; 7 chakras principais; 7 virtudes; 7 pecados capitais; 7 arcanjos; 7 céus; 7 irmãs (Plêiades); 7 selos do Apocalipse; 7 trombetas; 7 castelos na bandeira de Portugal, entre muitos outros.

 

Aspectos positivos: introspecção, reflexão, meditação, arte de pensar, filosofar, pensamento elevado, mente aberta, mente flexível, solitude, silêncio interior. Apesar de preferir estar só, aprecia a companhia dos outros e sabe relacionar-se com os outros e com o meio envolvente.

 

Aspectos negativos: cisma, isolamento, depressão, fanatismo, violência psicológica, pensamento confuso, mente fechada, rigidez mental, solidão, autoexclusão (da família, da comunidade, da sociedade, etc.), perdido em si mesmo.

 

number-181539_960_720.jpg

 

O Regente 7

Um mês que nos pede silêncio, reflexão e interioridade. Um convite à introspecção que nos leva a mergulhar dentro de nós, adotando uma atitude de observação isenta de julgamento.

 

Olhar para nós a partir de uma perspectiva, clara e neutra, ajuda a criar uma condição adequada para iniciar um processo de elevada compreensão e compaixão por nós mesmos.

 

Este é um tempo de crescimento da alma, de amadurecimento de muitas características ou aspectos da personalidade, que se vão adaptando às diferentes necessidades e desejos de uma alma que nos chama desde dentro e nos pede que demos um salto de fé.

 

É importante escutar esta voz interior e por isso é necessário cultivar o silêncio dentro da mente, que é habitualmente ruidosa e prodigiosa em termos de pensamentos desordenados, múltiplos e incoerentes. A raiz do medo esconde-se muitas vezes, por trás de uma mente confusa e equivocada, que baseia a sua experiência apenas no imediato.

 

Incapaz de enxergar tudo o que a rodeia, a mente entretém-se a criar um mundo cheio de problemas e possibilidades onde são produzidos os maiores filmes de terror.

 

Claro que a  grande maioria, para não dizer a totalidade, desses pensamentos que pululam no nosso imaginário, nunca chegam a manifestar-se, para nosso próprio bem e para o bem de todos, mas, o que é facto, é que esses processos mentais podem danificar um indivíduo, uma comunidade, uma sociedade, um povo, para sempre, deixando marcas profundas de dor e sofrimento, que seria evitável, se as pessoas soubessem conduzir a sua energia para aquilo que é sagrado, para o que é importante e para o que as conduziria ao progresso e à elevação da sua própria consciência.

 

Relativamente aos aspectos práticos, este 7 vem, por assim dizer, permitir que se criem as condições ideais para pesquisas aprofundadas, estudos e investigações de relevo, cujas conclusões, mais tarde, poderão trazer muitos benefícios para a humanidade.

 

É um tempo excelente para meditar, ler, escrever, estudar, ou dedicar-se a qualquer actividade que ajude a interiorizar e a mergulhar em regiões inóspitas dentro do nosso ser.

 

É também o momento adequado para preparar trabalhos que exijam absoluta concentração, que requeiram algum isolamento, silêncio e tranquilidade, por forma a obter o máximo rendimento.

 

É excelente para orar, pois todo o nosso ser se prepara para receber estas irradiações, e, de um modo geral, estaremos mais recetivos para dar e receber atenção, carinho, amor… Estaremos mais sensíveis a todo e qualquer sentimento que surja no nosso íntimo e também mais sensíveis às dores, sofrimentos e preocupações dos outros.

 

Poderá existir uma grande necessidade de nos evadirmos, e nesse caso, deveremos reflectir se é uma necessidade absoluta que se impõe, de forma a restabelecer e restaurar a nossa energia pessoal ou, se, pelo contrário, é apenas mais uma fuga para a frente, uma incapacidade de olharmos os problemas de frente e de encararmos aquilo que precisa de ser visto e escutado por nós.

 

Em qualquer dos casos devemos atentar na nossa intuição, e escutar a voz da nossa alma e entender para onde estamos a ir e em que estado interior nos encontramos para fazer as respetivas aprendizagens.

 

Neste ponto, podemos contar com algumas energias fluentes que irão apoiar e sustentar as nossas iniciativas e servir de trampolim às nossas acções, ao longo deste mês. Essas frequências estão codificadas nos Números 55, 10 e 1.

 

São estas vibrações que nos impelirão para a frente, que nos darão o mote e a motivação suficiente para fazer o que precisarmos, em qualquer área da nossa vida. Qualquer tomada de decisão e consequente acção, estará sempre vinculada àqueles Números.

 

Se essas decisões implicarem mudanças imprevistas, mudanças desejadas ou nos “obrigarem” a adaptações rápidas, exigindo de nós que demos o nosso melhor, poderemos ter a certeza que o Número dobrado 55, estará no seu máximo de actividade no nosso plano de vida, ajudando a moldar uma nova forma de viver, de estar, de pensar, etc. No fundo, será uma fase onde apreenderemos a ressignificar uma série de questões, conceitos e vivências, que julgávamos arrumadas e curadas em nós.

 

Portanto podemos apoiar-nos nessas energias onde impera a força de vontade, a capacidade de readaptação, a busca de novas soluções e da incessante necessidade de nos libertarmos de fórmulas e formatações, para nos podermos expressar com maior liberdade, criatividade e alegria.

 

Por outro lado, existem forças obscuras, que nos poderão travar ou impedir o acesso a tudo isto, se acaso vibrarmos no medo da mudança, se paralisarmos ante o medo de mostrar o nosso verdadeiro eu, de assumir quem somos e acima de tudo o medo de nos responsabilizarmos pela nossa própria vida.

 

Se trabalharmos apenas com vista ao nosso bem-estar numa atitude egoísta e narcisista. Se nos fixarmos nas regras rígidas, se nos sentirmos incapazes de lutar por um mundo melhor ou pelo nosso lugar ao sol, não estaremos a honrar a vida que habita em nós e logo nos perderemos nesse labirinto de medo e miséria, para depois nos podermos queixar da vida, com uma ilusória sensação de justa causa.

 

janeiro 2022_3.jpg

 

Síntese do Mês – É um período onde teremos que aprender a adaptar-nos a novas realidades, fazendo um bom uso da mente e onde devemos trabalhar no sentido de criar limites saudáveis, abandonando as velhas estruturas rígidas que não nos deixam espaço para respirar, viver e amar livremente.

 

É igualmente importante dedicar uma boa parte do nosso tempo a estudar e ampliar os nossos conhecimentos em qualquer área que queiramos ou precisemos. É um momento que nos irá fortalecer em termos espirituais, caso queiramos e caso reconheçamos o quão sagrada é a Vida que nos habita e a Vida como um Todo.

 

É ainda o tempo ideal para restaurar velhas feridas e restabelecer contactos, relações familiares, pessoais, afectivas ou outras que jugávamos perdidas e que sob esta vibração poderão ser restauradas. Perdoar, acolher e abraçar pode vir a tornar-se altamente curador e sanador de muitos desequilíbrios emocionais.

 

Finalmente, este mês, pode ser para muitos, sinónimo de um imenso salto quântico em termos de progresso e desenvolvimento pessoal e espiritual.

 

 

Eva Veigas

Numeróloga Transpessoal

 

Aos meus leitores - Gratidão!

Eva Veigas, 29.12.21

graffiti-1450798_960_720.jpg

 

Viva!

Esta publicação é dirigida a todos os leitores deste blog.

Desejo antes de mais agradecer a vossa presença, a vossa permanência por aqui, apesar de nos últimos tempos as minhas publicações serem bastante irregulares.

Não é por falta de vontade, mas sim por circunstâncias pouco agradáveis, que me retiraram tempo, disposição e a minha habitual alegria de escrever sobre esta minha paixão, que faz parte não só da minha activdade, mas também da minha vida. É como se uma coisa não pudesse existir sem a outra.

Através de um blog a comunicação raramente é bilateral, ou pelo menos tem sido assim, a minha experiência por aqui. Ao contrário das redes sociais em que o contacto é mais directo, surgindo, por vezes, no instante imediato à publicação de uma qualquer partilha.

Mas, ainda assim, e apesar de desconhecer quem lê, segue ou subscreve o blog, sei que do outro lado existem pessoas, seres humanos que se interessam por estes temas e que de alguma forma bebem aqui alguma informação.

Pessoas, que me enviam palavras carinhosas, elogiando o meu trabalho, dedicação, escrita e a entrega com que faço o que amo.

Por isso estas palavras são para as pessoas, que apesar das minhas longas ausências, ainda assim voltam uma e outra vez, e também enviam alguns comentários, aos quais tenho tentado responder o mais rápido possível.

Agradeço do Coração!

 

Espero que no próximo ano possa continuar a partilhar e até a melhorar este canal, através do qual posso falar sobre numerologia e continuar a inspirar outras pessoas com a minha própria inspiração.

Desejo a todos um Excelente 2022 e se eu tivesse que escolher uma palavra para me/nos acompanhar ao longo do próximo ano, essa palavra seria aquela que nunca morre - a Esperança.

Esperança na Humanidade em todos os níveis e sentidos possíveis.

Esperança, esse sentimento que me acompanha desde criança e que espero nunca perder.

 

Um abraço fraterno a todos e Um Feliz e Próspero 2022!

 

Eva Wolf Heart

 

Ano Universal 2022

Regente Numerológico 6 - O Triângulo da Harmonia - Escolha consciente / Responsabilidade individual

Eva Veigas, 28.12.21

2022.png

 

Ano Universal 2022

 

 Regente Numerológico 6

 

O Triângulo da Harmonia

Escolha consciente / Responsabilidade individual / Harmonia colectiva

 

O regente numerológico do ano 2022 (ano universal) corresponde à vibração Número 6. Este número é o que corresponde ao centro nevrálgico do coração, ou, se se preferir, ao plexo cardíaco, também conhecido como chakra do coração.

 

A figura geométrica que representa o número 6 é a estrela de 6 pontas ou Estrela de David, que simboliza poder e protecção divina, a união do feminino e do masculino, a união dos opostos e também a união ou a ligação entre o céu e a terra.

 

A figura representa, na verdade, a sobreposição de dois triângulos equiláteros, os quais representam a união do que está em cima com o que está em baixo, relembrando-nos assim das primeiras palavras que surgem na Tábua de Esmeralda: "É verdadeiro, completo, claro e certo. O que está em baixo é como o que está em cima e o que está em cima é igual ao que está em baixo, para realizar os milagres de uma única coisa. (…)”.  

 

estrela de davi_ano 6.jpeg

 

Os primeiros dois dígitos do ano universal simbolizam a essência do século, que neste caso é representado pelo Número 2 (redução de 20), enquanto os últimos dois dígitos individualizam o ano dentro do século, representado pelo Número 4 (redução de 22).

 

Somando estes dois Números (2 + 4) obteremos o Número 6, que corresponde ao Ano Universal tal como referido acima.

 

O ano começa com a energia do 8 no dia 1 de Janeiro de 2022 (01/01/2022 = 1 + 1 + 2 + 0 + 2 + 2 = 8) e termina com a energia do 4 no dia 31 de Dezembro de 2022 (31/12/2022 = 3 + 1 + 1 + 2 + 2 + 0 + 2 + 2 = 13 = 1 + 3 = 4).

 

Ambos recebem a força do Elemento Terra, um elemento estabilizador, cujos elementais trabalham para nos ajudar na sustentação das nossas tarefas – a nossa verdadeira obra -, e que sempre nos devolverão a estabilidade e o suporte necessário para fazermos o que precisa ser feito, assim queiramos honrar a nossa vida.

 

Janeiro trará uma oportunidade para profunda reflexão e introspecção com a sua vibração 7 e o ano terminará com um Dezembro fortemente assinalado pela marca purificadora do 9.

 

Todos seremos convocados a passar pelos poderosos filtros desta frequência, que age, como um poderoso agente de limpeza, uma espécie de aspirador cósmico, capaz de nos religar à Origem, ou, pelo contrário, capaz de nos atirar para fora da nave-mãe até que compreendamos a lição e passemos pelo teste final que nos recolocará de novo no Trilho do Amor Universal.

 

Pelo meio muita coisa acontecerá, muitas frequências cada vez mais subtis, mas por isso mesmo também mais intensas e avassaladoras, trarão desafios e fluências, capazes de nos retirar da inércia e da apatia em que andamos mergulhados. A seu tempo trarei essas informações descodificadas para que cada um possa escolher o que mais se adaptar à sua realidade.

 

2022.jpg

 

Por ora concentremo-nos no ano 2022…

 

Se 2021, assumiu o forte e intenso simbolismo, da ponte que liga o passado e o futuro de cada indivíduo, de cada povo, tribo ou nação, este ano 6 representará, sem sombra de dúvida, o assumir da escolha individual e colectiva, consciente e séria, que levará cada ser numa ou noutra direcção.

 

O ano 2022 conduzir-nos-á para fora desta espécie de limbo, onde temos estado mergulhados. Ao longo desta transição entre dois mundos, temos tido muitas oportunidades para ganhar consciência daquilo que queremos construir e edificar, por um lado, e daquilo que desejamos transformar e transmutar, por outro.

 

Já conseguimos entender que somos cocriadores e que esse é um papel activo e bem definido, sendo que qualquer pensamento, por mais subtil que seja, cria uma realidade e vai-nos preparando para a viver e experimentar mais cedo ou mais tarde. O universo e esta dimensão em particular rege-se por leis que são desconhecidas para a maioria dos humanos e esse desconhecimento, gera caos, pois a ignorância e o encolher de ombros, são os causadores de todo o sofrimento que nos aflige.

 

É, pois, chegada a hora, de nos elevarmos acima dessa condição e procurarmos conhecer e entender certas leis, essenciais ao desenvolvimento humano e à criação de novas maneiras de nos relacionarmos e interagirmos de forma harmoniosa, adequada e correcta.  É hora de conhecer a Verdade, pois só a Verdade nos libertará da ignorância. E libertos dessa condição poderemos crescer e trabalhar para a criação de uma Nova Terra, onde imperará a Lei do Amor Maior!

 

six-63760_960_720.jpg

 

Não é por acaso que o 6 representa a união entre os povos, entre duas pessoas, entre dois aspectos, etc. Ele também simboliza o casamento, a felicidade no lar, a harmonia conjugal e no seio da família, a capacidade de nos relacionarmos de forma correcta com os outros, com os amigos, os vizinhos, com os conhecidos, com os colegas de trabalho, etc.

 

 

Existem muitas possibilidades de explorarmos este vasto campo das relações humanas e podemos fazê-lo à luz deste maravilhoso número que é o 6.

 

Por isso, o convite deste ano 2022, ou a proposta que ele oferece através deste 6, que não é mais do que a redução de 2022 (2 + 2 + 2 = 6), é irrecusável, pois as oportunidades de crescimento, desenvolvimento e amadurecimento de múltiplos aspectos em nós, serão inúmeras, assim queiramos caminhar nesse sentido.

 

Comecemos então, por falar, de modo um pouco mais detalhado da energia do número 2 que aparece triplicada neste ano particular.

 

number-52189_1280.jpg

 

O número 2, representa, em primeiro lugar, o Princípio Universal Feminino, portanto, pode afirmar-se que este 2 representaria um dos triângulos equiláteros (o aspecto feminino; a terra ou o céu [conforme as diferentes visões ou cosmogonias]; um dos dois aspectos primordiais da criação; etc.).

 

Na minha análise, observo esta tripla aparição do 2 como um reforço da necessidade absoluta de redirecionar a energia feminina para o lugar de origem, por forma a estabelecer o seu vínculo e a sua participação activa neste processo de evolução da humanidade.

 

Não me refiro ao género feminino, a mulheres; mas sim à energia do feminino que existe em homens e mulheres, em animais ou plantas, em árvores ou em cristais, ou em qualquer outro elemento da Natureza. Refiro-me ao Feminino enquanto natureza criadora, amparadora, nutridora, protectora, geradora de vida no seu ventre (seja no ventre de uma mulher, de uma qualquer fêmea, ou no ventre da terra), mas também geradora de amor, capaz de acolher, de amparar, de dar colo, de sustentar um trabalho, de sustentar a magia, capaz de pacificar um coração atormentado, capaz de dignificar e elevar um qualquer ser em sofrimento.

 

A sensibilidade e a intuição, a doçura e a firmeza, a harmonia e a beleza, a receptividade e a paciência, a fertilidade e a abundância, a suavidade e a amabilidade, a capacidade de se colocar no lugar do outro e a compreensão e o entendimento das várias nuances de um problema, entre outros aspectos, estão à nossa disposição, para serem usados e desenvolvidos em benefício de todos. Essa é uma função essencialmente feminina: a de trazer à Vida aquilo que está em potencial ou aquilo que se está desvanecendo por falta de alegria, amor e estímulo, mas que ainda tem muito para oferecer.  

 

Só uma frequência de 2 reforçada, poderá agitar as águas primevas no interior de cada ser, no íntimo de cada um de nós, e, sacudir para bem longe, todas as mágoas (as más águas), todas as feridas que teimam em sangrar, todas as dores intocadas, todas as experiências que designamos de amargas. Só as águas doces e frescas poderão curar e cicatrizar todas as feridas e lavar o rosto dos que choram.

 

Este é o ano em que a Água e os seus Elementais sagrados, farão a limpeza profunda do nosso Ser, purificando cada poro, cada célula, cada átomo, cada espaço vazio em nós e fora de nós. Este é o Ano da Água!

 

Claro que essa purificação não sucede de forma milagrosa, mas sim por veemente e firme decisão pessoal de querer transformar comportamentos, hábitos e pensamentos desde dentro, com determinação e persistência. Daí a importância de utilizarmos todos os recursos respeitantes ao 2, de acordo com as necessidades de cada um de nós.

 

O 2 alimenta a reciprocidade, e embora seja considerada uma energia passiva, ela não é de todo desprovida de vitalidade, bem pelo contrário. Como já se viu, este 2 é nutridor, estas Águas, são alimento para a nossa alma, para a nossa mente, para a nossa psique, para o funcionamento dos nossos corpos físicos, para trazer vitalidade e estímulo ao que estava moribundo e inerte em nós. Talvez seja importante reformular a visão que temos das águas, tanto internas como externas.

 

Movidos pela força e pela intensidade, deste triplo 2, começamos a vislumbrar o caminho apontado pelo Número 6 – o caminho da harmonia colectiva!

 

 singing-bowls-4762246_960_720.jpg

 

Escolha consciente e Responsabilidade individual

Cada um de nós é responsável pelas suas próprias escolhas, e, embora para muitos esta afirmação não passe de uma abstração ou mesmo de uma asserção sem qualquer fundamento, poderemos reflectir sobre esta questão com paciência e dedicar um pouco do nosso tempo a observar o que escolhemos pensar, comer, beber, vestir, dizer, ler, publicar; com quem escolhemos estar, quem elegemos para nos governar, que carro queremos conduzir, onde queremos viver, que tipo de profissão queremos exercer, de que forma queremos servir a humanidade, ou, que deus/deusa escolhemos servir, de que forma praticamos e vivemos a nossa espiritualidade, etc.

 

Muitos dirão que são vítimas das circunstâncias, mas cada escolha foi a consequência de uma ou mais escolhas anteriores, ou (e muitas vezes é isso que se observa) de uma ou mais não-escolhas. Se não escolhermos em consciência, a vida (ou alguém) escolherá por nós!

 

Escolher em consciência não é sinónimo de escolher bem, nem tão pouco é sinónimo de garantia de que determinada escolha será aquela que dará frutos e nos trará prosperidade ou o casamento perfeito ou de quaisquer certezas absolutas, como muitos pretendem, mas sim a capacidade e o conhecimento interior de que nos comprometeremos diante de determinada decisão e que estejamos preparados ou não, enfrentaremos de cabeça erguida as consequências das nossas escolhas (ou não-escolhas).

 

Neste momento que atravessamos coletivamente, é imperioso, mais do que nunca, que escolhamos a nível individual, porém, cientes de que a nossa decisão, irá afectar não apenas a nossa esfera pessoal, mas também a de todos os outros seres (humanos ou não), pois as nossas decisões, pensamentos, acções, etc., moldam o campo quântico e por sua vez influenciam tudo o que existe na Terra. É por isso que a mudança efectivamente se dará ao nível da mentalidade, da elevação da consciência, trilhando um caminho da ignorância para a Verdade e daí para a Liberdade, para a Vitória e para o Amor!

 

Claro que esse processo poderá levar muito tempo, mas isso só dependerá de cada um de nós! E mais uma vez, sei que muitos refutarão esta afirmação.

 

stones-3565221_960_720.jpg

 

Harmonia colectiva

Ao longo deste ano seremos chamados a tomar a responsabilidade das nossas acções e aprenderemos a harmonizar os pares de opostos que se encontrem activos nas nossas vidas.

Muito trabalho e muito empenho envolverão este projecto individual e colectivo. Por cada vitória individual o colectivo celebrará e custe o que custar a alguns, a vitória, a conquista e a glória de um, será a vitória, a conquista e a glória de todos. O contrário também é verdade.

 

Todos queremos viver harmoniosamente tanto ao nível individual como ao nível social. Todos trabalhamos para o mesmo fim: mesmo sem saber, sem ter disso uma consciência profunda, cada ser desempenha um papel fundamental para a evolução e ascensão da Terra.

 

É preciso que cada vez mais e mais pessoas saibam que o papel que desempenham nas diversas sociedades e comunidades é importante, é fundamental, é vital.

 

É preciso despertar em nós mesmos e nos outros a consciência de SER!

 

É preciso orientar bem as crianças para que elas, essas almas antigas, que vão renascendo, possam servir e orientar a humanidade para o Bem. É preciso lançar novas sementes, para que novas sociedades possam ser construídas e uma nova Ordem, elevada e de alta frequência, se estabeleça neste belo ponto azul.

 

Este é o tempo de trazer o Céu à Terra, não sem antes ir da Terra ao Céu!

 

É o tempo de revelar que o que está em cima é igual ao que está em baixo.

 

Nós somos aqueles de quem estávamos à espera. Nós somos aqueles por quem tanto ansiamos.

Nós somos aqueles que vieram transformar o mundo, que vieram ajudar a fazer a transição de um lugar de dor para um lugar de Amor.

Nós somos aqueles que chegaram para agitar as Águas e para purificar a própria alma através da Espada de Fogo.

Nós somos aqueles que carregam e sustentam no peito a Chama Divina.

Nós somos aqueles que transportam os Estandartes Divinos, Sagrados, cujas palavras e símbolos neles inscritos, permanecem ocultos para os que não veem, não escutam e não creem.

Nós somos os mesmos de outrora, somos os de ontem e os de hoje.

Somos as vozes que nos sussurram do passado e as que nos chamam do futuro.

Nós somos… Nós!

 

 

Eva Veigas

Numeróloga Transpessoal

 

 

 

Notas finais:

O ano universal tem uma influência geral e secundária no mapa numerológico pessoal e é calculado de acordo com o calendário oficial. Lembrando que há outros calendários e que não há verdades absolutas, no que a este assunto diz respeito, e que, se considerássemos todas as variáveis da Numerologia e todos os calendários conhecidos, tornar-se-ia impossível usar as suas Leis, com o intuito de ajudar aqueles que buscam nesta ferramenta uma fonte de inspiração e conhecimento.

Para obter uma leitura profunda e mais definida sugere-se uma Consulta de Numerologia: Progressão – Orientação Anual (Ano Pessoal e Trânsitos Numerológicos). Relembro que são os anos pessoais que desvelam a proposta particular que cada ano nos apresenta, juntamente com os seus desafios, impulsos, estímulos e inspiração.

 

Consulta Tarot

Eva Veigas, 17.12.21

 



A consulta de Tarot permite-nos entrar num espaço livre de julgamento, onde nos sintamos em segurança. Através do simbolismo contido nas diferentes lâminas do Tarot, podes ir ao encontro de lugares essenciais dentro de ti, áreas restritas que julgavas inacessíveis, para que possas conhecer e conviver com partes de ti, que te podem ajudar a tomar decisões em verdadeira consciência, para a tua vida.

 



Marca a tua sessão se assim sentires, se assim ressoar em ti esta mensagem.

 

Eva Veigas

11/12/21

Eva Veigas, 11.12.21

266289331_675207483496748_7849444054042536355_n.jp

11/12/2021

#10


As sementes.

Há sementes caídas na terra fértil, há sementes esvoaçando ao sabor do vento. Há sementes caídas nas águas.

Há milhões e milhões de sementes, que tanto podem germinar, como não. Não podemos controlar tudo, nem devemos, obviamente.

No âmbito do que está ao nosso alcance, que sementes queremos colocar em solo fértil?

Com que intenção?

E teremos nós a disponibilidade de cuidar dessa sementeira?

Este é um momento de retorno - não ao mesmo lugar - não ao passado, não às mesmas experiências, não para junto das mesmas pessoas, mas antes para lugares novos, espaços interiores onde a nova consciência começa a despertar, abrindo as asas em direcção ao Sol.

Como é possível regressar a um lugar novo?

Sempre retornamos à Fonte Una, ao espaço onde Tudo É , à Causa de todas as coisas e de todos os fenómenos. Porém, para nós, essa viagem de retorno é sempre nova, estranha, diferente, e bem assim, esse lugar interior assume aspectos novos, revestido que está da Inteligência Criativa do Inominável.

Desde a nossa perspectiva, é novo, e ainda bem que assim é, ou depressa perderíamos o interesse e a consciência fechar-se-ia em si mesma, ainda antes de ter oportunidade de se experimentar noutras paragens.

Nesse lugar, onde a nossa Presença pode expandir-se e fundir-se com a Mente Divina, escolheremos as sementes, uma a uma, e com elas criaremos a Nova Terra, dentro de nós mesmos.

Para retornar a nós, precisamos de reaprender a sentir, reaprender a ver, reaprender a escutar, reaprender a tocar, reaprender a saborear a Vida em todo o seu esplendor.

Retornar à Criança, espontânea, alegre, que com tudo se deslumbra, mas que está consciente de si mesma e do seu lugar nos diferentes mundos que habita.

Ser Criança dentro e ser Criança fora. Criança-Semente. Semente Estelar. Retorno.

Retorna a Ti!


10/12/21

Eva Veigas, 10.12.21

Nascer Do Sol, Ioga, Natureza, Meditação, Céu, Ano, Zen

 

10/12/2021

#9

 

"Estar aberto à mudança e ter um espírito livre requer uma força de vontade invencível."

Helen Keller



Tudo conflui para um desfecho, um fim. Algo se encerra. Tempo de arrumar e fechar algum assunto, contrato, relação, história...

Mas e o medo que surge por ter de deixar para trás algo ou alguém?

Então e o medo do desconhecido, o medo do que virá depois?

O que se deixa para trás é conhecido, ainda que devolva dor ou sofrimento, é conhecido, tornou-se um hábito.

O indivíduo torna-se dependente dessa dor, desse mal-estar. E agora?

Quem será ele sem a sua dor? Como justificará o alívio que irá sentir, por já não ter que suportar mais essa carga tão pesada?

Sentirá culpa, por se sentir liberto, livre, solto, por poder regressar a si?

Continuará a sentir peso, dor, mal-estar...? Continuará a sentir-se escravo do seu ser que aprisionado e amarrado está nas teias da mente e das emoções mal compreendidas e mal vividas?

Este é o tempo de desprender as amarras, mas nada sucederá enquanto esse movimento de libertação não for consciente, inteiro, presente.


Este é o tempo de transformar o medo, usando o discernimento, o pensamento claro e cristalino.

Um tempo de união com Deus/Deusa, com o divino em ti.

Invoca-o, e ele se revelará desde dentro mostrando-te o próximo passo e apoiando-te no teu percurso, para que sigas com firmeza e te mantenhas leal a ti, passo a passo, momento a momento.

Pág. 1/2