Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eva Veigas

Consultas de Numerologia e Tarot * Autoconhecimento e expansão da consciência

Consultas de Numerologia e Tarot * Autoconhecimento e expansão da consciência

Data em análise - 15/10/2021

15_10_21.jpg

 

15/10/2021

 

A vida exige que façamos escolhas a cada momento. Umas mais simples e fáceis de decidir; outras de uma complexidade tal, que nos exigem um dispêndio brutal de energia: exigem um cuidado especial, pois requerem mais tempo e atenção, fazendo-nos reflectir intensamente. Nesse movimento tão interno, passamos pelas mais variadas sensações. Vamos da indecisão à decisão, voltamos para um patamar de hesitação, onde, novamente, colocamos tudo em causa, incluindo nós mesmos (e quem não o faz, terá consequências menos agradáveis, pois exclui-se da situação, como se não estivesse em si mesmo, a causa e a solução do desafio gerado) para novamente começar a ver com clareza e logo em seguida, regressar à dúvida e à incerteza, e assim sucessivamente, até tomarmos a tal decisão definitiva.

Ora, este processo que pode durar horas ou semanas, também pode durar meses a fio ou anos, ou mesmos arrastar-se de uma vida para outra. Sim, há decisões e escolhas pendentes de vidas anteriores e é de certa forma fácil de descobrir quais são quando olhamos para a nossa vida actual.

Hoje é um dia adequado para se reflectir acerca daquilo que se tem vindo a escolher de forma consciente, atentando nos frutos dessas mesmas escolhas. Se elas têm estado a servir o nosso propósito maior, então, deveremos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para perseverar nesse caminho. Porém, se pelo contrário, as nossas escolhas foram feitas com base nas decisões e indicações de terceiros, pode ser que não estejamos a viver a nossa verdadeira vida, mas apenas um eco dela. A nossa vida é muitas vezes apenas uma amostra daquilo que sonhámos para nós, e como estamos tão dentro dos nossos próprios casulos é-nos muito difícil compreender e aceitar que assim é.

É por isso que com o tempo, nos deveremos tornar maleáveis, flexíveis, vulneráveis, para que nos possamos dar a conhecer a nós mesmos e aos outros. Sendo que, o papel dos “outros” é tão somente reflectir, como numa superfície espelhada, aquilo que em nós não vibra ainda na condição desejada. E, a partir dessa constatação, tudo deveremos fazer para criá-la, e bem assim, passar a viver a partir de um novo nível de consciência. É também por essa razão que não adianta zangarmo-nos com as outras pessoas, porque se não for a pessoa “a”, há-de ser a pessoa “b” a reflectir a nossa dor, a nossa impaciência, o nosso orgulho, a nossa vaidade, etc.

Então, manter a nossa integridade, também implica parar de nos sentirmos permanentemente atacados e estar sempre à defensiva; implica parar com esse desejo de vingança e perpetuar a velha máxima que diz que “cá se fazem cá se pagam”.

O importante é manter a serenidade e a constância internas. Claro que isso requer uma certa habilidade e muita prática diária. Felizmente temos à disposição, durante 24h, muitas pessoas e situações para nos podermos exercitar à vontade, entrando para isso em modo de observação interna.

Observando internamente toda e qualquer reação a todo e qualquer movimento que venha do exterior, poderemos retirar muitas informações que nos levam a compreender o que estamos a sentir ou a sentir o que estamos a compreender.

Este é um processo muito criativo que mostra a real sinergia entre os nossos vários corpos ou campos, como por exemplo a forma como a mente e as emoções interagem e se entreajudam, quando as nossas partes mais egocêntricas e ego centradas não se intrometem no processo. Quando apenas nos permitimos observar e assistir a tudo, tal como um espectador que assiste a um qualquer espetáculo na bancada. Ele vê, observa, escuta, constata, gosta ou não, sente mil e uma emoções, tem mil e um pensamentos, mas não pode interferir no rumo dos acontecimentos.

Ou seja, nós teremos que aprender a observar, sem nos deixarmos dominar nem pela mente entorpecida, nem pelo turbilhão de emoções e pensamentos, nem pelo ego e pelas suas vaidades, nem por nada que possa impedir que o processo interno e a respectiva transformação interior do ser, ocorram.

Importa ainda esclarecer, que há certos desafios e certas fluências todos os dias e a todas as horas, e os de hoje centram-se, por um lado, num certo nervosismo interior, num perfeccionismo exagerado e numa falta de força e afirmação interiores, que podem resultar num dia pesado ou complicado, para alguns de nós; e por outro lado, do lado das fluências, surge energia suficiente para ir para um lugar tranquilo (pelo menos internamente; se for possível estar algum tempo na natureza, tanto melhor) onde poderemos buscar alguma tranquilidade e sentir tudo com mais profundidade, onde poderemos captar a quintessência do dia; teremos também, ainda a nosso favor, frequências  harmónicas (polos que se atraem, ou seja, há espaço, hoje, para a resolução de alguns opostos/conflitos - o que obviamente resulta em bem-estar e pacificação internas - os quais, logicamente, terão a sua contraparte externa ao nível do nosso comportamento na sociedade, na família, entre amigos, etc.). Finalmente, teremos ainda espaço para a beleza (e este conceito é amplo e vasto, tendo aplicação em várias áreas como é sabido).

Assim, este é um dia que tanto pode ser esgotante como regenerador, tudo dependerá da forma como o pudermos e soubermos vivenciar. Porém, uma coisa é certa, ele será, sem sombra de dúvida, muitíssimo transformador, habilitando alguns de nós a um novo patamar de consciência.

 

 

Escutar e Agir - 13/10/2021

245623660_639934640357366_3844670622063584974_n.jp

 

13/10/2021

1+3+1+0+2+0+2+1 = 10 = 1+0 = 1



Um momento para recomeçar uma nova etapa, aproveitando para dissolver medos e inseguranças.

Trabalhar no sentido de compreender as causas da timidez, da necessidade de validação externa.

Entender porque se esconde do mundo e não ocupa o seu lugar, o qual ninguém pode ocupar, na roda da vida.

Buscar o motivo que está por detrás dessa indolência, dessa vontade de desistir da vida, de si mesmo, da oportunidade de estar aqui, para a qual tanto trabalhou e que tanto desejou, pese embora as suas memórias a esse respeito possam estar enevoadas ou mesmo totalmente ocultas dentro de si.

Pare de adiar as suas tarefas terrenas e acima de tudo pare de adiar o seu mais belo projecto, que é o seu próprio projecto de vida.
Transforme medo em aventura, busque um sentido para a sua vida, arrisque, ouse, aprenda a tirar prazer de cada momento.

A vida não se condói do passar dos anos. A vida flui e passa através de nós, porque a vida não nos acontece, nós é que acontecemos à Vida!

Seja inventivo, imagine as soluções para determinado problema que o aflige. Há sempre solução, por vezes até mais do que uma.
Solte-se, dance, grite, caminhe, corra, salte… mova-se na direcção de si mesmo, do seu propósito, dos seus projectos, lute por aquilo que defende e quer.

Não baixe os braços, vá à luta!

Tudo o que fizer hoje no sentido de se desembaraçar dos nós que o amarram, servirá para acrescentar e reforçar mais um pouco da sua sabedoria.

Permita-se!

Revele-se!

Faça-se ouvir.

Escute a si mesmo e aos outros!

Escute antes de julgar, criticar, ofender!

Escute com todos os poros.

Não reaja!

Aja!

Aja a partir do Coração e da Mente Iluminada!

Eva Wolf Heart

Pág. 1/2

Honras e Bênçãos

A Todos os que vierem por Bem! Caminhemos lado a lado nesta jornada de autodescoberta, guiados pela Luz Divina. Tornemo-nos, a cada dia, mais e melhores humanos. Eva Veigas

Eva Veigas

foto do autor

Filha das Estrelas

A Terra é o meu Lar. Mas eu venho das Estrelas. Sou mais antiga que a Terra. Mais antiga que a Lua e que o Sol. Viajei entre Galáxias. Visitei outros espaços. Outras dimensões. Trago na Alma. A Sabedoria dos Tempos. E de outros lugares. A Terra é o meu Lar. Mas eu venho das Estrelas © Eva Veigas

A Cura Começa em Ti

Se não sabes por onde começar... começa por ti mesmo! Cura a tua criança ferida e curarás a tua mãe e o teu pai, as tuas avós, os teus avôs e os teus antepassados todos - homens e mulheres que pisaram a Terra antes de ti, que viveram e lutaram, que riram e derramaram lágrimas, que caíram no sono da morte, mas que deixaram a semente para que tu possas estar aqui hoje. - Eva Veigas - Cascais, 18 Dezembro 2019

A Numerologia

A Numerologia é uma Arte. Um instrumento sagrado que o numerólogo usa com Arte, Conhecimento, Sabedoria, Intuição e Amor, para descodificar e traduzir esta linguagem simbólica, composta de signos (números e letras) numa linguagem acessível para todos. A Numerologia não julga, nem critica, ela levanta o véu que cobre a nossa ignorância, acerca de nós mesmos, para revelar a nossa essência mais pura.

O Tarot

O Tarot é uma ferramenta sagrada, riquíssima de simbolismo, onde estão representados Números, Cores, Figuras, Objetos, Elementos, Flores, Árvores, Animais... É composto por 78 cartas ou lâminas, comummente designadas por Arcanos, os quais se dividem em 22 Arcanos Maiores e 56 Arcanos Menores. Os Arcanos Menores estão agrupados em conjuntos de 4 naipes, de 10 cartas numeradas de 1 (Ás) a 10, mais as respectivas Figuras da Corte (Pajem ou Valete, Cavaleiro, Rainha e Rei). Cada naipe corresponde a um campo ou esfera da vida humana: Paus (Fogo) - Esfera Espiritual; Copas (Água) - Esfera Emocional; Espadas (Ar) - Esfera Mental e Ouros (Terra) - Esfera Material.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Ma'at

~ ~ ~ ~ "Destas penas de avestruz da Dupla Verdade, tão delicadas que o mais subtil hálito mental pode agitar, pendem através das correntes da Causa e do Efeito, os pratos ou esferas onde o Alpha (o primeiro) e o Ómega (o último) , se equilibram. Não é possível deixar cair um alfinete sem provocar uma reacção correspondente em cada estrela." ~ ~ ~ ~ A. Crowley, O Livro de Thoth

Regra de Ouro

Nenhum estudante jamais realizará qualquer progresso no desenvolvimento espiritual se saltar de um sistema a outro, utilizando ora algumas afirmações do Novo Pensamento, ora alguns exercícios de respiração a posturas meditativas da ioga, para prosseguir depois com algumas tentativas nos métodos místicos de oração. Cada um desses sistemas tem o seu valor, mas esse valor só é real se o sistema é praticado integralmente." Dion Fortune

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2010
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2009
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2008
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2007
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2006
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub