Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eva Veigas

NUMEROLOGIA ARCANA

NUMEROLOGIA ARCANA

26/11/2019 - 22:4

fog.jpg

 

Convite forte para transformar os desafios em poderosas ferramentas.


Transformemos a falta de convicção em força de vontade.

A falta de confiança em capacidade para discernir os nossos limites.

Os apegos e a solidão em abertura aos outros, em diálogo construtivo e criativo.

Transformemos a falta de coragem na possibilidade de experimentar novos caminhos, só pelo prazer de sentir o sangue nas veias a latejar de antecipação.

Transformemos todo o vício em alegria de viver.

Transformemos as grilhetas em penas e voemos em direcção à nossa responsabilidade de sermos nós mesmos, apenas nós mesmos.

Aceitemos a nossa condição, a nossa pequenez, as nossas incoerências e em vez de nos rebelarmos contra nós mesmos e contra os outros, alegremo-nos pelo simples facto de estarmos aqui, vivendo esta experiência tão absolutamente incrível, com tudo o que ela contém.

 

Um abraço intergaláctico
Eva Veigas

 

Estamos prontos para o Amor?

blog_2019.jpg

Imagem: Georg Auffarth
 
 

Estaremos nós efectivamente comprometidos com a nossa capacidade de amar e ser amados?
Amar e ser amado não é afinal e apenas sentir amor em ambas as direcções?

Estaremos a colocar condições para o fazer?

Eu só amo se... ou Eu só me deixo amar se...

Convido-vos a reflectir com seriedade e lucidez sobre este tema, uma vez que grande parte das pessoas que buscam orientação, conselhos, etc através das minhas consultas, revelam, em muitos casos, esta "falta" de amor por si e pelos outros. Vibram na escassez, implorando para serem amadas, para serem aceites, para serem vistas e valorizadas pelos outros.

O Coração está ferido. O Cardíaco está demasiado fechado ou demasiado aberto, o plexo vibra demasiado rápido ou demasiado lento. As emoções estão a ser desafiadas. A dor de não sentir amor é que nos "mata do coração". Aquela velha expressão que fala em "morrer de amor", não é verdadeira. O que faz a pessoa murchar, entristecer, deixar de gostar da vida, deixar de se importar consigo e com o mundo inteiro à sua volta, é precisamente a AUSÊNCIA de Amor dentro de si.

Qual foi o momento em que desligaste o "cabo usb", o fio de luz que fazia vibrar o teu ser inteiro?

Olha bem para essas emoções estagnadas, empilhadas umas por cima das outras, olha bem para o espaço que ocupam dentro de ti. Olha bem para a frieza que vais gerando em teu redor.

E se queres realmente sanar essa dor, pega docemente numa flor (pode ser uma flor natural, uma imagem, um óleo essencial da tua flor preferida), pois ela simboliza o chakra cardíaco, e absorve o seu perfume. Fecha os olhos e sente como esse perfume se vai impregnado na tua pele, passando gentilmente para a tua circulação sanguínea, através dos teus poros. Aspira essa fragrância ou simplesmente traz a imagem para dentro do teu coração através dos olhos da mente.

Mantém essa imagem e esse perfume durante um dia. Experimenta e depois, se assim sentires, vai repetindo esse exercício todos os dias ou sempre que quiseres e confirma por ti mesmo o que vai sucedendo.

Se quiseres arranja um diário ou caderno onde poderás ir anotando todas as sensações, pensamentos, resistências, ou mesmo o descongelamento de todas essas emoções que têm estado por tanto tempo estagnadas.


Eva Veigas

 

 

 

Numerologia

pay-937882_1920.jpg

Ciência que estuda os Números enquanto símbolos. Os Números perdem o seu carácter profano e adquirem uma dimensão sagrada, mística, divina.

Eva Veigas

Chakra

kundalini-6918617_960_720.jpg

Termo sânscrito que significa roda ou centro. Existem 7 chakras principais que actuam e estão directamente ligados ao corpo físico. Existem no entanto milhares de chakras, mas há 7 principais ou essenciais: Sahasrara, Ajna, Vishuddha, Anahata, Manipura, Svadhisthana e Muladhara. Estes correspondem ao topo da cabeça, plexo cavernoso, plexo laríngeo, plexo cardíaco, plexo solar, plexo pélvico e plexo sagrado, respectivamente.

Os 7 chakras essenciais encontram-se distribuídos ao longo da coluna vertebral. Têm assim diferentes correspondências com o nosso corpo físico: plexos nervosos, glândulas endócrinas, órgãos e suas funções, sentidos, etc.

Os chakras são invisíveis a olho nu. Quem os detecta ou vê, diz que se parecem com flores, com centro e pétalas.

Estas rodas ou centro energéticos são receptores, transformadores e distribuidores de energia e actuam como verdadeiros portais que abrem a consciência.

Quando os chakras se encontram suficientemente purificados a Kundalini pode acordar e animar os Chakras Maiores.

 

Eva Veigas

Pág. 1/2

Blog em actualização

Seremos breves. Gratos pela compreensão.

Honras e Bênçãos

A Todos os que vierem por Bem! Caminhemos juntos nesta jornada de autodescoberta e superação. Sejamos, a cada dia, mais e melhores humanos. Eva Veigas

A Cura Começa em Ti

Se não sabes por onde começar... começa por ti mesmo, cura a tua criança ferida e curarás a tua mãe e o teu pai, as tuas avós, os teus avôs e os teus antepassados todos - homens e mulheres que pisaram a Terra antes de ti, que viveram e lutaram, que riram e derramaram lágrimas, que caíram no sono da morte, mas que deixaram a semente para que tu possas estar aqui hoje. - Eva Veigas - Cascais, 18 Dezembro 2019

Ma'at

~ ~ ~ ~ "Destas penas de avestruz da Dupla Verdade, tão delicadas que o mais subtil hálito mental pode agitar, pendem através das correntes da Causa e do Efeito, os pratos ou esferas onde o Alpha (o primeiro) e o Ómega (o último) , se equilibram. Não é possível deixar cair um alfinete sem provocar uma reacção correspondente em cada estrela." ~ ~ ~ ~ A. Crowley, O Livro de Thoth

Eva Veigas

foto do autor

Filha das Estrelas

A Terra é o meu Lar. Mas eu venho das Estrelas. Sou mais antiga que a Terra. Mais antiga que a Lua e que o Sol. Viajei entre Galáxias. Visitei outros espaços. Outras dimensões. Trago na Alma. A Sabedoria dos Tempos. E de outros lugares. A Terra é o meu Lar. Mas eu venho das Estrelas © Eva Veigas

Regra de Ouro

Nenhum estudante jamais realizará qualquer progresso no desenvolvimento espiritual se saltar de um sistema a outro, utilizando ora algumas afirmações do Novo Pensamento, ora alguns exercícios de respiração a posturas meditativas da ioga, para prosseguir depois com algumas tentativas nos métodos místicos de oração. Cada um desses sistemas tem o seu valor, mas esse valor só é real se o sistema é praticado integralmente." Dion Fortune

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub