Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eva Veigas

Numerologia, Tarot e Terapias para Desenvolvimento Pessoal e Espiritual.

Eva Veigas

Numerologia, Tarot e Terapias para Desenvolvimento Pessoal e Espiritual.

30.11.18

Acerca de Amar e Perdoar...


Eva Veigas

Nagy Arnold.jpg

Imagem: Nagy Arnold

 

«Amar significa amar o que é difícil de ser amado, de contrário não seria virtude alguma; perdoar significa perdoar o imperdoável, de contrário não seria virtude alguma; fé significa crer no inacreditável, de contrário não seria virtude alguma. E esperar significa esperar quando já não há esperança, de contrário não seria virtude alguma.»

Gilbert Keith Chesterton

E quem aprende a amar o difícil, aprende a mais dura das lições, mas também a mais maravilhosa, doce e libertadora.

Eva Veigas

23.11.18

Acerca da Numerologia


Eva Veigas

human concrete statue deep in water

 

"Ciência sem consciência não passa de ruína da alma."

Rabelais

 

De nada serve conhecer uma filosofia, uma ciência, uma arte se não ganharmos consciência do nosso papel enquanto construtores do mundo e enquanto não nos capacitarmos da responsabilidade sobre as nossas próprias vidas.

 

A Numerologia é uma ciência milenar que investiga e aprofunda detalhadamente a jornada do ser humano na Terra.


Mas não basta afirmar que se é influenciado por determinado Número, até porque o Mapa Natal consiste num conjunto dinâmico, elaborado e complexo de vários Números que se encontram em permanente movimento e interacção entre si, plasmando e reflectindo no micro cosmos o que se passa no macro cosmos.

 

É preciso conhecer os Números, entender a sua mensagem e sentir o seu movimento a vários níveis que se vão aprofundando à medida que adentramos este universo.

 

A nossa jornada é repleta de armadilhas, nas quais o nosso ego-mente cai facilmente, sem que contudo disso se aperceba. Por isso uma grande parte da humanidade dorme ou está semi-consciente, enquanto uns poucos que teimam em despertar são conhecidos por loucos.

 

Eva Veigas 
Soul Archeologist

21.11.18

Quarta-feira, 21/11/2018


Eva Veigas

Ruth g.jpg

Imagem: Ruth Gledhill



«O visível abre os nossos olhos ao invisível.»
Anaxágoras de Clazómenas

Colaboração, Comunicação, Intenção, Movimento, Intensidade.

Momento de expansão da consciência através de uma intenção clara e bem definida.

Com que nos ocupamos? A quê ou a quem dedicamos o nosso tempo? Qual o valor do tempo? O que é mais importante na vida? Do que é que não é possível abdicar? O que pode ser libertado? Onde está a nossa consciência? Com que ocupamos a mente? O que carregamos no coração? 

A comunicação entre o que sentimos e pensamos, entre o que dizemos e o que fazemos deverá ser fluída, macia, fácil.

Quanto mais agitarmos a nossa consciência mais clara se tornará a nossa jornada.

Subitamente, poderemos aceitar a razão da nossa existência, sem necessidade de buscamos uma explicação lógica ou razoável para tudo o que nos acontece. De repente realizamos que somos nós que acontecemos às coisas.

Um dia acordamos e paramos de questionar o inquestionável, para passarmos a aceitar o amor que trazemos dentro de nós, activando códigos ancestrais que reavivarão a nossa memória, recordando-nos de quem somos e porque estamos aqui.

Eva Veigas

20.11.18

Terça-feira, 20/11/2018


Eva Veigas

Richard Jacobs.jpg

Imagem: Richard Jacobs



«Não existem erros, coincidências. Todos os eventos são bênçãos dadas a nós para aprendermos através deles.»
~ Elizabeth Kubler-Ross

Um momento valioso, dado que os códigos que podem ser hoje activados por nós, se prendem com a possibilidade de bem utilizarmos a parte do livre arbítrio de que dispomos para curar os nossos relacionamentos. 

Devemos curar, sanar e harmonizar todas as nossas relações e formas de relacionamento, começando pelo modo como nos relacionamos connosco.

Todos os Desafios de hoje são regidos pelo Zero, um Número acerca do qual poucos falam, como se não valesse nada!

O 0 (zero) é o grande anfitrião de hoje, pois é ele que nos recebe com toda a pompa e circunstância, permitindo activar memórias que nos ajudarão a caminhar com maior consciência, maior maturidade.

Se queremos ganhar o respeito dos outros temos de aprender a respeitar-nos e a respeitar os outros. Os outros, são todos os outros seres e não apenas os seres humanos. Os outros incluem todas as espécies, as quais exercem diferentes funções, sobretudo ao nível do equilíbrio e da harmonia deste planeta. Não é difícil perceber porque tudo está a desmoronar à nossa volta.

Basta observar como nos comportamos em relação aos outros e a nós mesmos e compreenderemos rapidamente porquê e como chegámos a este ponto.

Um ponto que parece de não retorno para muitos, por isso entram em desespero. Desesperados abeiram-se da loucura e em nome dessa dor, dessa ausência da capacidade de sentir amor por si e pelos outros, cometem os mais hediondos actos.

É agora! O tempo de curar é agora! Agitemos as nossas bandeiras de amor e união! Acerquemo-nos de nós mesmos em amor e compaixão e dediquemo-nos a curar o que precisa ser curado. Curemos e deixemo-nos curar. É hora!

Eva Veigas

14.11.18

15 a 21 de Novembro


Eva Veigas

Marco Meyer.jpg

Imagem: Marco Meyer

 

«Ainda que os teus passos pareçam inúteis, vai abrindo caminhos, como a água que desce cantando da montanha. Outros te seguirão...»

~ Saint-Exupéry



Encontramo-nos num período de grande agitação entre os dias 15 e 21 de Novembro.

É tempo de abrir e trilhar novos caminhos, mas desta vez sem a necessidade de controlar o que vai acontecendo. Basta levantar um pé e dar aquele passo que há tanto, mas tanto tempo queremos dar.

Durante anos hesitámos receando que ainda não estivéssemos preparados ou querendo ter certezas absolutas de que ao darmos início a algo tudo iria correr bem ou teria um desfecho positivo. Agora, podemos largar todas essas amarras e todas essas limitações e simplesmente colocar um pé à frente do outro e caminhar.

A vibração regente deste momento particular é 1, que surge da redução do Número Dobrado 55.

É necessária uma boa dose de coragem, de força e de determinação para superar os desafios constantes a que todos estamos sujeitos, já que as dificuldades parecem desdobrar-se atirando para o desespero aqueles que não conseguirem manter-se centrados e focados naquilo que é de facto importante e prioritário. 

O Número 1, que simbolicamente nos remete para a necessidade de criar algo do princípio, de começar um projecto, de dar início a um novo ciclo ou a uma nova etapa, é duplamente forte neste período, por um lado por causa do 55 e por outro por causa do 10 que representa uma renovação, um recomeço, uma espécie de "reset".

Precisamos, no entanto, de ter algum cuidado, pois a impulsividade pode tomar conta de nós levando-nos a agir ou falar impensadamente, incorrendo em erros ou excessos desnecessários.

É importante praticar a paciência e a aceitação e aprender a lidar com uma dificuldade de cada vez ou perder-nos-emos no meio do caos. 

 

Eva Veigas
Numeróloga