Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eva Veigas

NUMEROLOGIA ARCANA

NUMEROLOGIA ARCANA

O Tesouro Interno e a Roda da Fortuna

tesouro.jpg

 

E a Roda gira... gira sem parar... já diz o povinho: Cá se fazem cá se pagam!


Este ano então é sempre a despachar não fosse o ano da Roda da Fortuna. E que grande Fortuna! Mas é só para quem tem olhos, ouvidos e demais sentidos sintonizados com o AMOR.

 

O AMOR Real e não as paixonetas, o AMOR Real e não o que lhe convém, O AMOR Real e não o "só te amo se tu me amares" ou "só gosto de ti se fizeres o que eu digo e se não fizeres és má pessoa".

 

A Roda gira, não se detém ante os "egozinhos" e as "pessoinhas" (graças a todos os deuses que assim é)!

 

A Roda gira, indiferente à passagem do tempo, às dores, sofrimentos ou limitações de cada um.

 

Quem tem ouvidos que ouça, quem tem olhos que veja... que veja através dos véus do seu próprio egoísmo e presunção, arrogância e prepotência.

 

Praticar a humildade nos dias que correm é coisa para poucos e esses poucos não precisam nem querem disso fazer alarde. A humildade, como tantas outras virtudes, está disponível para todos, mas nem todos estão disponíveis para a praticar, para a viver, para a sentir e experimentar nas mais variadas situações... mas depois são todos só luz e amor e tal... pois sim... continuam mergulhados na mesma falsa ilusão do ego. A diferença é que dantes escondiam-se atrás da religião, agora escondem-se atrás da falsa espiritualidade da New Age.

 

Moderno, agora, é dizer tudo e "mais um par de botas" em nome da Nova Era... como se soubessem o que isso é! A maior parte das pessoas conhece a palavra cooperação do dicionário ou então repetem-na à exaustão como papagaios.

 

A palavra-chave da Nova Era é Cooperação... ai e tal eu sou Aquário, tenho Úrano não sei onde, eu sou um 11 e um 22 e um 45, ...dizem alguns com um grande orgulho e convicção, sem nunca terem estudado a fundo os seus mapas, não no papel, mas em si mesmos.

 

Sem perceberem que o caminho que estão a tomar está a levá-los ao mesmo sítio de sempre. A diferença é o cenário e a tecnologia, mas é mais do mesmo: pura ilusão! Continuam a não saber do que falam quando falam em Cooperação e muito menos em Nova Era ou Espiritualidade. Continuam com os mesmos medos e com as mesmas mentes, mas concluem que estão todos iluminados.

 

A Fortuna, (a Roda ou a Parte) nada tem a ver com caprichos do ego, nem com comprinhas no shopping, nem com a aquisição do último modelo do carro xpto, ou da casa na praia (até porque isto com os "tsunamis", tem de se ter cautela).

 

A Fortuna é um tesouro interno, mas não é um tesouro fácil de aceder ou de descobrir, é por isso que ele está escondido (oculto) no nosso interior. Se fosse no exterior já o teriam encontrado. Mas como ele reside no mais recôndito espaço das pessoas, e elas, por sua vez, não querem ter trabalho de partir pedra, de fazer mudanças, de desbravar caminho, de caminhar pelos próprios pés, de ferir as mãos, de encontrar o cajado interno que as apoiaria sempre e até ao "final" desse caminho, jamais o irão encontrar. agarrados ao ego, à ilusão, à mentira pessoal, agarrados como lapas às rochas, com medo que o mar os leve e lhes lave a alma.

 

E a Roda gira... e girará sempre, tal como os planetas giram nas suas órbitas, eternamente, sem parar...

 

#innertreasure #wheeloffortune #wakeup

Eva Veigas

Conversas com Maghno-riah, uma Árvore no meu Jardim

physalis fruits

 

Olha para mim. Observa o meu troco, os meus ramos, as minhas folhas. Repara como me expando, cresço e ocupo o meu próprio espaço na Terra. Sente o pulsar da vida em mim. Observa a minha relação com as outras plantas que vivem e absorvem o mesmo ar que eu. Observa como as formigas, as borboletas, as abelhas, os pássaros e outros animais interagem comigo. Eu não me importo que eles me toquem, pousem nos meus braços ou se protejam do sol ou da chuva nos meus ramos.


Olha para mim. Eu balanço ao vento, conheço o seu poder e ele conhece o poder da terra onde as minhas raízes estão entrelaçadas.


Olha para mim. Firme e forte, porém flexível e elástica. Olha para mim. Eu não desisto pois tenho um só propósito: Ser!
Não importa como os outros me olham, se me julgam, se me comparam, se me dilaceram os ramos, se desdenham porque não dou frutos, ou se implicam porque se dou frutos, ora são azedos, ora são maduros de mais. Eu não me importo, pois eu apenas sou. Sou uma no meio de milhares de irmãs árvores.


Não cedas à tentação de te deixar intoxicar pelos pensamentos impuros dos outros, pela mesquinhez nem pela avidez humana, nem pela inveja ou por qualquer outro sentimento menos nobre.


Assume o comando e simplesmente Sê!

 

Eu sou Maghno-riah e vivo num não-lugar, no não-espaço e no não-tempo, a que tu chamas o teu jardim.

 

in Conversas com Maghno-riah, uma Árvore no meu Jardim

Amar sem limites

treelove.jpg

 

Experimenta dar onde normalmente estás habituado/a a pedir. Experimentar dar-te em amor por ti, sem esperares absolutamente nada em troca. Experimentar dar primeiro e em todos os momentos, respira, entra em contacto com o teu ser como um todo e não apenas com o corpo físico e prepara-te para receber incontáveis bênçãos, que só tu poderás apreciar, que só tu testemunharás, mas que te preencherão a níveis que antes não poderias imaginar.

Experimenta... não custa nada e além disso, podes sempre voltar à tua forma anterior de mendigar por amor, atenção ou qualquer outra coisa.

 

Sábio é...

 

"Sábio é aquele cuja vibração tem o poder de despertar e incentivar o que há de mais nobre e recôndito na natureza dos que o rodeiam."

in o Sétimo Círculo

Acerca do Novo Homem...

 

"A Nova Era requer novos homens. E o Novo Homem surge do reencontro consigo mesmo. Surge ao preencherdes o absimo que vos separa da Realidade. Surge pela força apelativa do Amor. Surge pelo esforço reintegrativo num Todo Maior."

 

in o Sétimo Círculo

Pág. 1/3

Blog em actualização

Seremos breves. Gratos pela compreensão.

Honras e Bênçãos

A Todos os que vierem por Bem! Caminhemos juntos nesta jornada de autodescoberta e superação. Sejamos, a cada dia, mais e melhores humanos. Eva Veigas

A Cura Começa em Ti

Se não sabes por onde começar... começa por ti mesmo, cura a tua criança ferida e curarás a tua mãe e o teu pai, as tuas avós, os teus avôs e os teus antepassados todos - homens e mulheres que pisaram a Terra antes de ti, que viveram e lutaram, que riram e derramaram lágrimas, que caíram no sono da morte, mas que deixaram a semente para que tu possas estar aqui hoje. - Eva Veigas - Cascais, 18 Dezembro 2019

Ma'at

~ ~ ~ ~ "Destas penas de avestruz da Dupla Verdade, tão delicadas que o mais subtil hálito mental pode agitar, pendem através das correntes da Causa e do Efeito, os pratos ou esferas onde o Alpha (o primeiro) e o Ómega (o último) , se equilibram. Não é possível deixar cair um alfinete sem provocar uma reacção correspondente em cada estrela." ~ ~ ~ ~ A. Crowley, O Livro de Thoth

Eva Veigas

foto do autor

Filha das Estrelas

A Terra é o meu Lar. Mas eu venho das Estrelas. Sou mais antiga que a Terra. Mais antiga que a Lua e que o Sol. Viajei entre Galáxias. Visitei outros espaços. Outras dimensões. Trago na Alma. A Sabedoria dos Tempos. E de outros lugares. A Terra é o meu Lar. Mas eu venho das Estrelas © Eva Veigas

Regra de Ouro

Nenhum estudante jamais realizará qualquer progresso no desenvolvimento espiritual se saltar de um sistema a outro, utilizando ora algumas afirmações do Novo Pensamento, ora alguns exercícios de respiração a posturas meditativas da ioga, para prosseguir depois com algumas tentativas nos métodos místicos de oração. Cada um desses sistemas tem o seu valor, mas esse valor só é real se o sistema é praticado integralmente." Dion Fortune

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub