Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Numerologia e Tarot: A Assinatura da Alma

by Eva Veigas

Numerologia e Tarot: A Assinatura da Alma

by Eva Veigas

29
Jan17

Ano Pessoal 3 em 2017

Eva Veigas

ano pessoal 3.jpg

 

 

O Ano Pessoal 3 é o terceiro ano de qualquer ciclo novenal. Se se encontra em Ano Pessoal 3 significa que 2015 foi o ano em que teve início o seu ciclo de 9 anos, que obviamente para si terminará em 2023.

 

Um ano 3 representa, geralmente, um período de crescimento, de expansão ou de evolução, dado que este Número é produto da soma do 1 com o 2. No fundo, o 3 representa o fruto, o Filho da Sagrada União dos Princípios Masculino e Feminino. E, tal como é expectável, o filho deve conter as características de ambos os Princípios, pelo que num ano 3 não deve faltar nem impulso para agir de acordo com a vontade do Pai (1) nem a serenidade para contemplar, de acordo com as características da Mãe (2), os desafios próprios do crescimento, que não deve ser desenfreado, nem refreado, deve antes obedecer aos ritmos próprios daquilo que cada um vem cumprir no seu programa.

 

Assim, o 3 como Ano Pessoal leva tudo isto em consideração ao que se acrescenta a vontade algo imberbe e pueril do Filho, que não tem ainda as suas capacidades completamente estruturadas e organizadas, mas que detém a força de mil dragões.

 

Ora é esta energia imatura, sem orientação interna, com o foco colocado fora, que irá crescer e desenvolver-se em diferentes sentidos e direcções, se o indivíduo que a experimenta e vivencia não tiver construído uma estratégia adequada, para lidar com estas forças desconhecidas, regidas por um dos Elementos mais difíceis de compreender, conhecer e manipular – o Fogo.

 

As intenções, não estando claramente definidas, poderão tornar as suas acções inconsequentes por falta de maturação, respondendo impulsiva e descoordenadamente à vida.

 

Este é um ano que pode transformar a sua vida num caos, se não tiver o seu foco interno bem orientado, pois a dispersão por múltiplos interesses, trará desordem e confusão. De forma que é importante experimentar coisas diferentes, descontrair, brincar, sair das rotinas, mas manter sempre os pés na terra, e, é precisamente aqui que reside o maior desafio de um ano pessoal 3.

 

As inseguranças, a teimosia e a obstinação, a fraca capacidade de antever e assumir as consequências de decisões pouco aferidas e mal alicerçadas, tomadas ao longo deste ano, serão a sua grande aprendizagem.

 

É claro que tudo isto faz parte das lições contidas no crescimento de qualquer ser humano, independentemente da sua idade, condição, estatuto, etc. É verdade que não há forma de aprender sem ser experimentando, só que o ser humano está, ou foi, formatado para acreditar que não pode falhar, portanto quando se experimenta pela primeira vez numa qualquer situação, exige dele mesmo uma perfeição que é impossível e que também não é desejável.

 

É urgente desformatar as mentes demasiado resistentes e inflexíveis, para que essa crença tão arreigada, motivo de tanta dor e sofrimento, possa ser desfragmentada.

 

Está na hora de recordar que experimentar implica (como em toda a experimentação), não obter o resultado desejável logo à primeira tentativa. Pode até suceder, mas costumamos brincar com essa situação dizendo que é “sorte de principiante”, pois logo na tentativa seguinte se irá perceber que o resultado já não é o mesmo. E então surge a frustração, a tristeza, que lhe devolve como num espelho, toda a sua incapacidade e limitação.

 

Tudo isto o poderá levar a um caminho de desistência ou de autodestruição do seu projecto de vida, a não ser que entenda a necessidade de treinar e de praticar, repetindo a mesma acção até que se torne “mestres”, perito ou especialista em determinada matéria ou função.

 

A proposta de um ano 3 é a de trazer mais leveza à sua vida, mas sem lhe tirar a responsabilidade. Um 3 prepara-o para mais uma etapa do seu crescimento e expande-lhe os horizontes, mas convida-o a olhar através dos olhos da sua criança interior. Pede-lhe que retire peso do seu dia-a-dia e que viva apenas cada momento como se o estivesse a experimentar pela primeira vez, tal como fazia em criança, lembra-se?

 

A criança deslumbra-se com toda e qualquer descoberta, comove-se quando observa a natureza… A criança é espontânea e diz o que sente, não o que pensa!

 

É esse o convite que este ano pessoal lhe faz, que não largue o contacto com esse ser maravilhoso, espontâneo, leve e alegre que respira e vibra dentro de si. E se acaso perdeu o contacto com ela, este ano é indicado para fazer essa religação, esse resgate da sua pequena, mas forte e corajosa criança.

 

Relativamente aos Anos Pessoais em 2017 cuja soma dá 12, 21 ou 30 serão reduzidos a 3, por isso há que levar em consideração todas as vibrações numerológicas e não apenas o 3.

 

Vibração 12 - Trata-se de um ano pessoal destinado a trabalhar as crenças demasiado arreigadas, as formatações mentais, as ideias pré concebidas, os preconceitos, as verdades cegas. É tempo de deixar de ser tão duro e crítico em relação aos outros e a si mesmo. É tempo de se redescobrir e de trabalhar no sentido de tocar a sua própria essência, a sua pureza. Trata-se de um convite para regressar à inocência e criar novos modelos na sua estrutura emocional e mental (sobretudo mental), mais compatíveis com os códigos de conduta desta Era que agora desabrocha. Este ano é um convite à abertura daquela parte da consciência que envolve deixar ir todo e qualquer tipo de amarra assente em padrões de comportamento automático e que se encontram obsoletos, o que literalmente desqualifica e adensa a sua energia, não lhe deixando espaço para crescer e evoluir.

 

Vibração 21 – É um ano especial, onde o sucesso e o êxito esperam por si. Pode aventurar-se por novas paragens, pois novos e maravilhosos desafios aguardam pela sua decisão de seguir em frente, sem receio de falhar. A vida pode torna-se numa aventura sem fim, plena de descobertas, cheia de tesouros para usufruir. Tudo depende de como encara os seus desafios pessoais. São anos votados ao sucesso em qualquer área em que aposte verdadeiramente. Se se entregar inteiramente a um projecto, dedicando-se a ele sem se dispersar pela miríade de assuntos e de possibilidades que lhe acenam constantemente, pode ter a certeza que será capaz de transcender os fortes obstáculos da vibração 3.

 

Vibração 30 – O Número 30, reforça todas as qualidades de 3, que colocam em evidência as suas capacidades de comunicação e expressão, que podem ser manifestadas em diferentes níveis, de acordo com a sua personalidade, condição e vontade. É um ano que pede alegria, força de vontade, entusiasmo, e uma necessidade de desenvolver aspectos positivos e criativos da sua condição pessoal e espiritual.

Há todo o interesse em ir mantendo acesa a chama da verdadeira Paixão pela Vida em detrimento de paixonetas fúteis e fugazes que servem apenas para matar, temporariamente, a fome do ego inferior.

 

 

28
Jan17

Ano Pessoal 2 em 2017

Eva Veigas

ano pessoal 2.jpg

 

 

O Ano Pessoal 2 é o segundo ano de qualquer ciclo novenal. Se se encontra em Ano Pessoal 2 significa que 2016 foi o ano em que teve início o seu ciclo de 9 anos, que obviamente para si terminará em 2024.

 

Um ano 2 representa a necessidade de criar uma postura receptiva ante a complexa estrutura que é a vida, a qual se vai desfiando ao longo de 2017. Representa ainda a possibilidade de criar condições harmoniosas para a resolução de conflitos, tanto internos como externos.

 

É um ano particularmente desafiante, dado que o ano universal (2017) é 1, o que cria um perfeito paradoxo, pois por um lado existe um estímulo permanente e desafiante que o faz querer responder aos impulsos naturais de 1, e, simultaneamente necessita de permanecer sereno, calmo e paciente antes de agir ou de tomar qualquer decisão.

 

A imagem do 2 é a de uma balança que ora pende para um lado ora para outro e o seu desafio consiste em permanecer pacificamente centrado no fiel da balança, de modo a conseguir ultrapassar desavenças, conflitos, compensar desequilíbrios, buscando resolver tudo isso da forma mais harmoniosa possível, retirando pesos desnecessários provenientes dessas contendas.

 

O 2 é uma vibração que promove a pacificação interna, mas desengane-se quem pensa que esta é uma frequência débil, fraca ou negativa.

Trata-se de um Número que rege a própria Polaridade.

 

A firmeza interna é compensada pela suavidade externa. Isto é Amor, é amar em plenitude, é entregar-se ao outro, à vida, ao propósito que sempre se cumpre, independentemente do ego insatisfeito de cada um.

 

A solução dos conflitos reside em grande parte na fusão do 1 que se soma a si mesmo, resultando em 2. É por isso que num Ano Pessoal com esta vibração é difícil encontrar a sua individualidade, pois há uma tendência para a diluição do ego.

 

Porém, para aqueles que buscam a afirmar-se através do ego inferior este é um ano penoso, que os empurra em diferentes direções, o que os pode levar a perder o contacto com a realidade, retirando-lhes o foco do essencial.

É claro que o intuito desta lição karmica é o de aprenderem a escolher com base nas mais altas frequências da alma, que geralmente constituem o código de conduta assaz elevado dos seres mais altruístas e nobres de coração.

 

Por outro lado este é um ano que convida a parcerias, casamentos, contratos, alianças e uniões de toda a espécie. Assim, é importante manter-se atento ao painel de luzinhas que se acendem, por via das emoções que tendem a disparar diante da expectativa causada por tanta diversidade de possibilidades.

 

O nível emocional é sempre o que está mais evidenciado num ano pessoal 2, pois as Águas de 2 são as Águas Primordiais, que deram origem à complexidade dos planos emocionais de todos os seres e das suas múltiplas inter-relações.

 

Uma emocionalidade reprimida, que não é cuidada, onde o indivíduo não encontra forma de a expressar, vai com toda a certeza rebentar, de forma violenta, tanto para o próprio como para os que o rodeiam, dado que a vibração 2 transita pelo ano universal 1. A intensidade e o fluxo para onde a energia 1 se dirige é tão forte que assim que encontra Águas estagnadas, tem tendência a romper com essa estrutura emocional montada sobre tão fracos pilares e, tal como uma barragem demasiado cheia, as emoções irromperão abruptamente inundando tudo o que estiver à sua volta.

 

Uma emocionalidade exacerbada será motivo de desgaste e de cansaço, pois a zanga e o descontrolo serão recorrentes, dado que o regente 1 do ano universal promove uma incessante busca por uma nova direção, o que no caso de um ego insatisfeito e carente que passa a vida a reclamar, produzirá um efeito negativo em que o sistema nervoso será o principal contemplado.

 

Portanto este é um ano interessante para trabalhar a causa das suas emoções tóxicas e pesadas e aproveitar este convite amoroso do 2 para entrar em processo de auto transformação ganhando consciência dessa necessidade.

 

Relativamente aos Anos Pessoais em 2017 cuja soma dá 29 ou 20 serão reduzidos a 11 e finalmente a 2, por isso há que levar em consideração todas as vibrações numerológicas e não apenas o 2.

 

Vibração 29:11:2 - Trata-se de um ano pessoal destinado a sentir a vida, com tudo o que ela contem e com o que lhe devolve a cada momento, através da Câmara Sagrada do seu Coração. Use a sua sensibilidade para dar um rumo radicalmente diferente à sua vida. Saia da vitimização constante e supere-se. Transcenda as suas dores parando de alimentar as suas emoções excessivamente tóxicas. Trate de curar a visão distorcida que criou a partir da sua própria realidade. Dê espaço e oportunidade aos outros, para que eles lhe possam transmitir também a sua própria versão dos acontecimentos. Ouça-se também a si e faça-se ouvir, não por meio da sua chantagem emocional ou da imposição das suas vontades, mas pela verdade contida nos seus actos.

Analise calmamente os dois lados, pois num ano pessoal com estas características poderá querer aprender acerca do seu potencial para arbitrar conflitos.

Aprenda a não ceder aos caprichos do seu ego inferior e abençoe o mundo com as suas ideias futuristas, não receando experimentar fazer diferente.

Use a sua visão interior com sabedoria e tente ser imparcial a cada momento.

Lembre-se: não exija de mais de si mesmo nem se leve tão a sério. É só uma aprendizagem, mais uma, que exige treino e prática constante.

 

Vibração 20:2 – É um ano pessoal essencial para experimentar ver os outros com outros olhos. Comece por se colocar no lugar do outro em toda e qualquer circunstância e poderá começar a ter vislumbres ou mesmo uma total compreensão dos motivos e das circunstâncias que levam as pessoas a viver determinados padrões.

Não se trata de lhes justificar os actos, mas antes de alargar a sua capacidade de aceitação, compreensão, generosidade, afecto, empatia, e bondade em relação aos outros.

Não gosta de ser compreendido, amado e respeitado, mesmo quando comete um acto que prejudica os outros? Não costuma pensar para si próprio, nesses momentos, ou mesmo verbalizar: “Mas foi sem intenção...”?

Pois os outros pensam exactamente da mesma maneira, ainda que isso lhe custe a acreditar.

Aprenda a aceitar os outros e a aceitar as diferenças geradas pelas múltiplas personalidades, culturas, funções, missões, etc. de cada ser que está encarnado na Terra.

 

Pacifique-se internamente e usufrua deste ano pessoal 2 na sua expressão mais elevada que é a da harmonia, da igualdade e da receptividade.

 

Somos todos diferentes e todos iguais!

 

 

27
Jan17

Ano Pessoal 1 em 2017

Eva Veigas

ano pessoal 11.jpg

 

 

Um ano pessoal 1 determina o início de um novo ciclo. É tempo de plantio. A escolha das sementes deve ser cuidadosamente preparada, assim como a terra em que essas mesmas sementes serão espalhadas.

 

O 1 refere-se ao princípio masculino, à acção que resulta da Vontade da Criação que se manifesta através da vontade do indivíduo, numa combinação apropriada onde cada peça deste complexo ser humano toma a sua posição, definindo uma direção firme e uma intenção clara.

 

É de suma importância assumir a intenção com que se inicia este novo ciclo novenal, considerando determinado aspecto da Numerologia que divide a vida dos homens em ciclos de 9 anos.

 

Assim entre 2017 e 2025 terá um ciclo inteiro para aprender, resgatar, cumprir, purificar, evoluir, progredir ou, por outro lado, caso seja essa a sua escolha, acomodar-se, cristalizar ou paralisar de medo, impedindo que a sua própria história se cumpra.

 

O 1 é um convite a agir a partir da vontade, mas é também uma proposta a experimentar adentrar um portal desconhecido, novo, sem qualquer garantia de sucesso, sem qualquer certeza de que tudo irá correr sem transtornos ou estorvos.

 

A única hipótese que terá é a de se aventurar no novo, colocando os dois pés do outro lado da porta e seguir em frente sem olhar para trás.

 

As despedidas deveriam ter sido feitas no ano 2016, que foi o ano que reuniu condições para largar o velho, o obsoleto. Tudo o que já não pode usar (pois já foi experimentado, vivido em primeira mão, devolvendo e concluindo determinadas aprendizagens que agora o empurram para cima e para a frente numa perspectiva de evolução e progressão) deve agora ser largado (se ainda não foi), de modo a permitir continuar o seu caminho, no sentido de resgatar mais partes de si que ainda se encontram abandonadas e esquecidas.

 

No entanto, aquelas partes de si que já resgatou, curou, sanou e harmonizou, e que entretanto foi integrando nos últimos anos, e que lhe devolveram crescimento, conhecimento e experiencia colocaram-no perante novas escolhas que implicam cada vez maiores responsabilidades.

 

É sobre essas escolhas que deve recair a sua atenção e a sua intenção, pois um ano pessoal 1 é sempre o mais importante de todo o ciclo, na medida em que ele define (ou redefine) a direção da sua vida e essa decisão influenciará todo este ciclo até ao seu final.

 

Pode ser um ano que exija mudanças radicais nas diferentes áreas da vida, mas acima de tudo é um ano que implica mudança de estratégia a vários níveis.

 

A ousadia, a coragem, a firmeza, a persistência e a determinação pessoal irão definir a forma como essa mudança se concretizará, a que ritmos e com que rapidez.

 

Pode ser útil recordar que estando a viver sob um ano pessoal 1 em 2017, está a viver esta energia dobrada, dado que 2017 é também ele, um ano 1.

 

Pode ser um ano demasiado exigente, pelo que se aconselha a acalmar os impulsos fogosos e próprios desta energia, desacelerando sempre que possível. É importante parar para sentir e analisar cada situação, cada desafio, cada dificuldade ou mesmo cada proposta que apareça mesmo que lhe pareça boa, interessante ou excitante, pois há uma tendência fortíssima para se envolver demasiado, para se entusiasmar excessivamente, e portanto, tomar decisões precipitadas será, sem dúvida, o prato do dia.

 

Claro que se tiver a capacidade de estar em presença constante, consciente do que cada momento lhe traz e lhe vai revelando, este será certamente um ano muito produtivo e bastante compensador a médio ou longo prazo.

 

Independentemente daquilo que venha a viver ao longo deste ano pessoal, lembre-se que o mais importante é ir renovando as suas intenções. Ter a capacidade de ir actualizando ou alterando a sua lista de objectivos pessoais, profissionais ou mesmo das suas aspirações espirituais não é motivo de frustração ou zanga, mas antes de empoderamento e de responsabilização pelas suas escolhas, a não ser que as suas intenções não passem disso mesmo e não se disponha a agir de acordo com o seu chamamento interno.

 

Há que lembrar que os seus principais desafios estão mais activos em determinados anos pessoais, portanto é bom conhecer a natureza desses desafios, a fim de trabalhar a favor das suas próprias energias em vez de lutar contra elas.

 

Relativamente aos Anos Pessoais em 2017 cuja soma dá 19 ou 28 serão reduzidos a 10 e finalmente a 1, por isso há que levar em consideração todas as vibrações numerológicas e não apenas o 1.

 

Vibração 19 - Trata-se de um ano pessoal destinado a dar início (1) aos seus sonhos (9) ou projectos, mesmo aqueles que parecem ser demasiado utópicos ou de grande envergadura. Pode ver-se forçado a dividir um projecto grande em tarefas mais pequenas a fim de o tornar exequível. É um ano de grandes impulsos e pode ser mais difícil transformar as ideias em realidade, manifestando-as no plano da materialidade. Nem tudo será como gostaria e quereria, mas acima de tudo acredite em si e nas suas capacidades e não desista dos seus intentos. Quem é persistente e não baixa os braços acaba por ver os seus sonhos realizados mais cedo ou mais tarde.

Tenha em consideração todas as ideias que lhe surjam, mesmo aquelas que parecem ser pouco viáveis, pois elas chegam até si imbuídas de fortes energias de resolução. Além disso, geralmente um ano 19, gera ideias-semente pelo que poderá guardá-las até ter possibilidade de as usar.

Também poderá ver resolvidas muitas situações para as quais buscava solução ou resposta há muito tempo.

 

Vibração 28 – Trata-se de um ano pessoal muitíssimo virado para a realização e concretização de projectos cuja planificação já está suficientemente amadurecida (8) e onde o plano das emoções (2) sustenta ou impulsiona o que tem de ser feito.

Inovação é a palavra-chave e pode contar com colaboração e ajuda vinda de fora, sobretudo a nível profissional.

É um ano que promove contratos, alianças e harmonização de conflitos. O progresso é bastante rápido mas convém manter os pés bem assentes na terra.

 

Vibração 10 – É a vibração comum a estes dois anos pessoais e representa uma verdadeira mudança, um jogo de forças que não se pode parar ou controlar e que indica que a sua vida tanto pode evoluir, avançar crescer ou progredir como pode involuir, retroceder, parar ou bloquear. Porém, uma coisa é certa, movimento e acção não lhe faltará durante este ano repleto de novidades.

 

 

22
Jan17

Consulta Especial de Tarot & Numerologia: A Roda da Vida

Eva Veigas

Roda da Vida.jpg

 

Uma sessão especial de Tarot e Numerologia, desenhada para obter o máximo de informação dos arcanos e dos regentes numerológicos com vista a lidar da melhor forma com os desafios propostos pelo ano 2017.

 

O Tarot e a Numerologia têm desde sempre uma estreita correlação. Quanto mais não seja pelo simples facto observável de as cartas do Tarot serem numeradas.

 

Através do Tarot e do seu simbolismo é possível compreender os mecanismos que estão por detrás das nossas atitudes e das nossas intenções o que nos permite ir manifestando fora o que está dentro.

 

Colocar essas energias poderosas em movimento, relacionando-as com os regentes numerológicos de cada mês, é trazer para cada um de nós, o potencial máximo que poderemos manifestar, expressar e viver a cada momento.

 

Uma consulta essencial para quem gosta de se estudar, de se conhecer, e de se deixar guiar por estas ferramentas divinas.

 

 Meses* analisados: 12

* serão analisados os meses pessoais em 2017.

 

Para agendamento ou outras informações enviar email para evaveigas@sapo.pt

22
Jan17

Pensamento do Dia

Eva Veigas

walk.jpg

 

"A verdadeira sabedoria não está na vontade, não se trata de conseguir o que a gente quer; mas de aprender a querer o que a gente precisa para crescer e tornar-se um ser completo."

~ Enrique Esquenazi

15
Jan17

5 - Regente Numerológico de 15 a 21 de Janeiro

Eva Veigas

55.jpg

 

5 - Regente Numerológico de 15 a 21 de Janeiro

 

Até ao próximo dia 21 de janeiro estaremos sob a regência do Número 5 que em conjunto com os regentes 1 do mês e do ano, acentua o convite à mudança de paradigma que temos vindo a testemunhar.

 

O 5 clama por liberdade. Liberdade de pensamento, de expressão, de comunicação, de movimento, de acção.

 

As grandes revoluções surgem sempre por via da opressão que, de forma mais ou menos intensa, se vai manifestando sobre as pessoas.

 

O 5 é um revolucionário, é impaciente, tem dificuldade em seguir normas e regras demasiado gastas, por isso tem uma tendência para destruir e romper de forma abrupta com tudo o que esteja demasiado cristalizado, plasmado, dormente.

 

O 5 chega e arrasa, esmaga, destrói, irrompe em fúria, zangado, revoltando-se contra o que está edificado em cima de alicerces pouco seguros, pouco firmes.

 

O 5 é como uma tempestade, um furacão que arrasa tudo por onde passa, deixando atrás de si um rasto de destruição.

 

Em conjunto com a regência do 1 esta pode ser uma semana numerológica bastante movimentada, trazendo diversos tipos de mudanças que podem ser bastante bruscas e inopinadas.

 

Tudo o que estiver em vias de desmoronar, desaparecer, ruir, cairá como um castelo de cartas.

 

O melhor que podemos fazer no meio do caos que pode manifestar-se na nossa vida de diversas formas, é pacificarmo-nos internamente, manter a calma, serenar a mente e prepararmo-nos para iniciar um processo de reconstrução baseado num novo modelo que faça valer a pena toda a destruição causada por esta energia poderosa, mas algo perigosa caso não sejamos suficientemente cautelosos.

 

Na prática refiro-me à desnecessária compra de brigas alheias, a todo o tipo de relacionamentos onde o amor, a amizade ou qualquer outro tipo de sentimento acabou há muito, a trabalhos ou empregos onde as pessoas se movem como autómatos não existindo qualquer processo criativo em marcha, a crises de todo o tipo, e ainda a sistemas de crenças completamente obsoletos.

 

Todas as áreas de vida que se encontrem desvitalizadas necessitarão urgentemente da nossa atenção a fim de recuperar, resgatar e regenerar cada uma delas, antes que seja tarde demais.

 

O 5 incita à desordem, mas não por ser um arruaceiro. O 5 é o que tem coragem para deixar ir, para deixar cair, porque tem a capacidade de criar uma nova ordem, uma nova paz, um novo caminho, uma nova estrutura que depois será maturada em 6.

 

Tenhamos nós a coragem e capacidade do 5 para resgatarmos a nossa própria liberdade.

 

 

Em profunda comunhão com a Vida

Eva Veigas

14
Jan17

Frequências numerológicas do dia 14/01/2017 – 5:1:1

Eva Veigas

wa.jpg

 

Frequências numerológicas do dia 14/01/2017 – 5:1:1

Regente natural do dia – 14:5 
Regente universal do dia -16:7

 

Hoje é dia 14/01/2017, o que traduzido para a Numerologia resulta na seguinte frequência - 5:1:1

 

Tempo de perguntar a nós mesmos que contributos podem servir o Bem Maior, o Bem do Todo. Que parte de nós está disponível para se entregar sem reticências, que parte de nós não se preocupa com o julgamento alheio, que parte da nossa estrutura mental e emocional já está desformatada ao ponto de seguir as orientações do nosso Eu Superior.

 

Que parte de nós já se apercebe que o egoísmo é uma forma de nos desresponsabilizarmos por nós próprios e pela chama da vida que tão delicadamente foi colocada no centro do nosso peito?

 

É tempo de subir mais uma oitava e reconhecer o poder de que dispomos que é tão vasto e criativo e começar a usá-lo para o fim que ele foi desenhado.

 

Queremos preservar a Vida (a nossa e a do Planeta) a todo o custo ou estamos dispostos a abdicar dela por causa da nossa vaidade, despeito, orgulho, arrogância e impaciência?

 

Abraço-me-nos de coração cheio!

 

Em Profunda Comunhão com a Vida
Eva Veigas

Pág. 1/4

Mais sobre mim

foto do autor

Contactos

Email: evaveigas@sapo.pt

Follow me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Links

  •  
  • Exercícios e Orações

    Numerologia: 2018

    Numerologia

    Significado dos Dias de Nascimento

    Runas

    Tarot

    Videos

    Cursos / Ws Realizados

    PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:

    •  
    •  

    Entrevistas

    Parcerias

    Sapo Astral Vídeos

    Sapo Desporto

    Arquivo

      1. 2018
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2017
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2016
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2015
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2014
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2013
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2012
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2011
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2010
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2009
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2008
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2007
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2006
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D