Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alma Arcana

Numerologia, Tarot, Xamanismo - Desvende os seus Tesouros Internos e Transforme a sua Vida

Alma Arcana

Numerologia, Tarot, Xamanismo - Desvende os seus Tesouros Internos e Transforme a sua Vida

2016 - O Portal das Estrelas

Estrelas.jpg

 

2016 é o 17º ano deste novo milénio. Cada ano civil funciona como um Portal que permite o acesso a novas e cada vez mais subtis frequências, que nos dão a possibilidade de nos elevarmos mais e mais em termos conscienciais.

 

Cada um destes Portais com as suas respetivas faixas vibratórias comporta novos desafios para cada um dos habitantes deste Planeta.

 

2016 é o Portal das Estrelas, o Portal que podemos atravessar para nos lembrarmos de quem somos. Somos o Povo das Estrelas, embora muitos de nós não se lembrem disso.

 

Somos feitos do pó das Estrelas, até os investigadores de renome o afirmam, com base cientificamente comprovada.

 

Mas afinal, o que significa, em termos práticos, abrimo-nos ante a possibilidade de nos voltarmos a religar com o Povo das Estrelas?

 

Se atentarmos na palavra religar, que significa tão simplesmente voltar a ligar, podemos concluir que em algum momento nos desligamos dessa mesma origem, mas a verdade é que nunca, em momento algum nós poderíamos deixar de ser o que somos.

 

Uma laranja não se desliga da sua natureza, ela será sempre uma laranja, porque ela sempre foi uma laranja, mesmo quando o seu potencial estava adormecido numa pequena semente. Seria sempre a semente de uma laranja. Entendem?

 

Então como é que nós nos podemos voltar a ligar àquilo que sempre fomos e ao que estamos ligados desde sempre?

 

Não existe isso de religar, o que acontece dentro de nós é apenas tomar consciência daquilo que somos, sempre fomos e sempre seremos, e, sermos capazes de constatar esse facto, neste momento da nossa existência, que é eterna, é motivo de sobra para celebrarmos a vida em nós, o divino em nós.

 

Nós somos divinos, sempre fomos e sempre seremos, só nos custa ainda admitir esse facto, até porque reconhecer essa possibilidade implica uma responsabilidade acrescida, exige de nós absoluta maturidade e perante este facto já não há desculpas, já nada justifica o nosso mal-estar, já não podemos culpar ninguém por aquilo que nos acontece.

 

E agora? O que fazer? Nada! Absolutamente nada!

 

Cada um de nós despertará para a sua própria consciência no momento certo, nem um segundo à frente nem um segundo atrás. Não adianta querer forçar absolutamente nada, apenas podemos seguir o ritmo natural da vida. Ou nadamos com a onda ou nadamos contra ela. E a maioria de nós sabe o que isso significa. Mesmo quem nunca experimentou aventurar-se no mar, chegou a esta mesma conclusão através de qualquer outra lição dada pela natureza. A Natureza é perita em nos mostrar como se faz, nós é que não lhe prestamos atenção.

  

Regressando aos Portais Energéticos, direi que, como é óbvio, não veremos nenhuma porta ou portal na nossa realidade física. E efetivamente não é disso que se trata.

Falamos de portais ou portas vedadas a todos os que se ficam pela superficialidade da existência e dos seus mistérios, mas que se escancaram àqueles que se permitem buscar a verdade dentro de si mesmos, apoiados numa sólida base que exige uma racionalidade e uma espiritualidade saudáveis e equilibradas entre si.

 

Através da observação, da meditação e da reflexão interiores podemos iniciar um fascinante caminho de autodescoberta, que nada tem de ilusório ou de superficial, bem pelo contrário. Trata-se de um caminho que uma vez iniciado, nos devolve a possibilidade de conhecermos a nossa própria essência com grande profundidade, verdade e isenção.

 

No decurso deste caminho cada nova descoberta deixa-nos deslumbrados e felizes, de sorriso solene e sereno. O nosso coração pacifica-se a cada respiração e a vida transforma-se numa aventura que queremos viver e ousar experimentar. Passamos a sentir alegria e felicidade sob quaisquer circunstâncias, buscando sempre soluções, mesmo quando o cenário se apresenta negro e sem saídas. Ansiamos por novos conhecimentos e experiências que sabemos nos espreitam a cada curva do caminho.

 

Dentro de nós, residem de facto todas as respostas que buscamos e necessitamos e isto não é retórica, teoria ou um punhado de palavras bonitas. Não se trata de uma utopia. Experimentem!

As respostas existem, mas é preciso ter muita coragem, muita força interior, grande determinação (entre outras condições absolutamente necessárias) para fazermos da nossa vida essa grande história de amor por nós.

 

Voltando ao Portal das Estrelas concedido por este ano 2016, podemos assegurar que atravessá-lo não só é possível como absolutamente necessário, pois nele estão ancorados todos os códigos que possibilitam a cura e a regeneração de inúmeras doenças e calamidades que afectam os seres humanos, o planeta e os demais seres vivos que nele habitam.

 

Para conseguirmos aceder a estes códigos precisamos conhecer a canção do nosso próprio coração. É importante conhecer esta canção, a vibração dos seus tons particulares, as suas pausas, as suas notas agudas e graves.

 

Conhecer a nossa canção é conhecer com verdade os nossos princípios mais elevados e deixarmo-nos guiar por eles. Devemos aprender a expressar essa canção da melhor maneira que pudermos de forma a criar uma maravilhosa harmonia entre a canção do nosso coração e as canções dos corações dos nossos irmãos humanos, animais, vegetais e minerais.

 

A nossa principal missão é zelar para não criar mais conflitos e encontrar formas de resolver os existentes.

Cabe, assim, a cada um de nós usar de forma consciente e amorosa, embalados pela canção dos nossos corações, a nossa Sabedoria Ancestral.

 

A sinfonia criada por milhares de corações em sintonia, abrirá o Portal das Estrelas e ninguém poderá afirmar o que daí poderá advir, a não ser que conheceremos, certamente, dias mais iluminados e pacíficos num nível profundamente interno.

 

Eva Vilela Veigas

 

 

Honras e Bênçãos

A Todos os que vierem por Bem! :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Caminhemos lado a lado nesta jornada de autodescoberta, guiados pela Luz Divina. Tornemo-nos, a cada dia, mais e melhores humanos. ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Filha das Estrelas

A Terra é o meu Lar. Mas eu venho das Estrelas. Sou mais antiga que a Terra. Mais antiga que a Lua e que o Sol. Viajei entre Galáxias. Visitei outros espaços. Outras dimensões. Trago na Alma. A Sabedoria dos Tempos. E de outros lugares. A Terra é o meu Lar. Mas eu venho das Estrelas © ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Eva Veigas :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Numerologia, A Arte dos Números

A Numerologia é uma Arte. Um instrumento sagrado que o numerólogo usa com Arte, Conhecimento, Sabedoria, Intuição e Amor, para descodificar e traduzir esta linguagem simbólica, composta de signos (números e letras) numa linguagem acessível para todos. A Numerologia não julga, nem critica, ela levanta o véu que cobre a nossa ignorância, acerca de nós mesmos, para revelar a nossa essência mais pura. :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Estudo, pratico e aplico esta arte milenar, que é a Numerologia, há mais de 20 anos. Sou completamente rendida a este saber, a este conhecimento único que o universo nos transmite através dos Números presentes em tudo na nossa vida. De acordo com Pitágoras, "Todas as coisas são Números" e na verdade são. Não há nada que não contenha Números ou que não se expresse em Números, estejam eles visíveis ou ocultos. ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: As consultas de Numerologia, constituem uma fonte inesgotável de conteúdo precioso para quem se encontra verdadeiramente comprometido no caminho do auto conhecimento, para quem não gosta de se sentir estagnado e pretende evoluir, aprender e progredir na vida. :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: As consultas abrangem diversos temas e áreas e podem ser realizadas em qualquer momento da vida, dado que o nosso mapa natal sofre mudanças a cada ano, mês, semana e hora que passa. Na vida nada permanece estático, tudo evolui e se transforma. :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Para agendamento e outras informações leia os Termos e Condições :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

O Tarot

O Tarot é uma ferramenta sagrada, riquíssima de simbolismo, onde estão representados Números, Cores, Figuras, Objetos, Elementos, Flores, Árvores, Animais... ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: É composto por 78 cartas ou lâminas, comummente designadas por Arcanos, os quais se dividem em 22 Arcanos Maiores e 56 Arcanos Menores. ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Os Arcanos Menores estão agrupados em conjuntos de 4 naipes, de 10 cartas numeradas de 1 (Ás) a 10, mais as respectivas Figuras da Corte (Pajem ou Valete, Cavaleiro, Rainha e Rei). :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Cada naipe corresponde a um campo ou esfera da vida humana: Paus (Fogo) - Esfera Espiritual; Copas (Água) - Esfera Emocional; Espadas (Ar) - Esfera Mental e Ouros (Terra) - Esfera Material. :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Nunca desistas de ti!

Que nada te impeça de seres tu mesma. Que a tua deusa interna se revele. ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Ma'at

"Destas penas de avestruz da Dupla Verdade, tão delicadas que o mais subtil hálito mental pode agitar, pendem através das correntes da Causa e do Efeito, os pratos ou esferas onde o Alpha (o primeiro) e o Ómega (o último) , se equilibram. :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Não é possível deixar cair um alfinete sem provocar uma reacção correspondente em cada estrela." :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: A. Crowley, O Livro de Thoth :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Regra de Ouro

"Nenhum estudante jamais realizará qualquer progresso no desenvolvimento espiritual se saltar de um sistema a outro, utilizando ora algumas afirmações do Novo Pensamento, ora alguns exercícios de respiração a posturas meditativas da ioga, para prosseguir depois com algumas tentativas nos métodos místicos de oração. Cada um desses sistemas tem o seu valor, mas esse valor só é real se o sistema é praticado integralmente." ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: Dion Fortune :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Blog

Altair - Constelação da Águia (Astrologia) https://altair.blogs.sapo.pt/

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2006
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub