Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eva Veigas

NUMEROLOGIA ARCANA

NUMEROLOGIA ARCANA

13:4 - O Regente de Maio 2015

mountain.jpg

 

Análise Numerológica para Maio 2015

 

 «Não importa o tamanho da montanha, ela não pode tapar o sol.»

 

Provérbio chinês

   

13/4 – O Regente de Maio 2015

 

O mês de Maio é regido pelo número 4, redução de 13. O 13, um número que em tempos foi temido e que de certa forma, para aqueles que se afinam pelas superstições, ainda o é.

Um dos exemplos mais famosos é o de Jesus e os seus 12 apóstolos cuja soma, dá evidentemente 13. Um dos apóstolos, tal como nos é referido na Bíblia Sagrada, traiu Jesus, conduzindo-o à morte. É portanto um número que está, ou esteve, durante muito tempo, associado à morte e à traição, ao azar e às dificuldades.

 

Outro exemplo, é o da carta do Tarot – A Morte, que em tempos se designava, o Arcano Sem Nome, tal era o temor que as pessoas sentiam perante este Arcano, que afinal mais não é do que a proposta de nos transformamos a cada momento.

Aceitar a Morte e a sua proposta de transformação é o tema que nos traz este número 13 que rege o mês de Maio.

 

Existe uma necessidade de olhar para a nossa vida, sem filtros, sem lentes que aumentem ou diminuam os factos. Observar a realidade que estamos a viver agora. Pode parecer um pouco cruel, mas é melhor ver e assumir tudo o que temos e somos do que tentarmos tapar o sol com a peneira.

 

As características deste número passam por saber usar e aplicar as nossas capacidades mentais, emocionais, físicas… (enfim a nossa criatividade) em todas as situações, mais ou menos difíceis, que nos vão surgindo.

A ação (1) pede engenho e arte (3), para que cada aspecto da nossa vida seja tratado de forma sensível, harmoniosa, ao mesmo tempo que vamos ganhando consciência da nossa própria falta de estrutura (4) interna.

Os nossos alicerces sejam eles físicos, mentais ou outros, vão sendo testados ao longo de cada existência terrena.

 

Assim este mês é indicado para começarmos a ganhar essa consciência de nós, em todos os níveis da nossa existência. É importante sentirmos quais os aspetos em que estamos mais fortalecidos e quais os que poderão estar menos. Por exemplo, podemos sentir-nos bem fisicamente e emocionalmente menos bem.

É interessante olharmos para nós, tal como somos, sem nos auto exigirmos aquele grau de perfeição que muitos de nós (por vezes inconscientemente) desejam.

Não somos, nem temos que ser perfeitos, pois tudo está em eterna mudança e transformação, mas somos perfeitos tal como somos, pois a cada momento temos em nós as soluções e a criatividade necessária para responder a cada desafio que a vida nos coloca.

Claro que para que tudo isto funcione é necessário permanecer focado, dado que quanto mais nos estruturamos, maior responsabilidade temos perante nós mesmos e perante os outros.

 

Entretanto, não devemos esquecer-nos do número do mês, que também é levado em consideração nesta análise numerológica. Maio é o quinto mês do ano, portanto o número 5 também empresta a sua influência ao número regente 13/4.

 

A proposta do 5 é a abertura à mudança e a par com o 13, proporciona a quem está nesse caminho, iniciar uma nova e excitante etapa neste período.

É preciso ser-se flexível, adaptável, mantendo um espírito aventureiro e curioso para podermos experimentar coisas novas, usando todas as nossas virtudes, talento e experiência do passado.

 

Querer que a nossa vida mude, sem a nossa firme intenção de participar ativamente nessa mudança, com uma atitude intransigente e rígida, com aquele sentimento de que nada temos a aprender com a vida e com os outros, não pode trazer resultados favoráveis.

Há que aprender a permanecer num estado de eterna aprendizagem, onde a única meta é a nossa transformação gradual. É essa transformação que nos devolve a liberdade de ser quem somos.

 

Eva Veigas

Numeróloga Transpessoal

Blog em actualização

Seremos breves. Gratos pela compreensão.

Honras e Bênçãos

A Todos os que vierem por Bem! Caminhemos juntos nesta jornada de autodescoberta e superação. Sejamos, a cada dia, mais e melhores humanos. Eva Veigas

A Cura Começa em Ti

Se não sabes por onde começar... começa por ti mesmo, cura a tua criança ferida e curarás a tua mãe e o teu pai, as tuas avós, os teus avôs e os teus antepassados todos - homens e mulheres que pisaram a Terra antes de ti, que viveram e lutaram, que riram e derramaram lágrimas, que caíram no sono da morte, mas que deixaram a semente para que tu possas estar aqui hoje. - Eva Veigas - Cascais, 18 Dezembro 2019

Ma'at

~ ~ ~ ~ "Destas penas de avestruz da Dupla Verdade, tão delicadas que o mais subtil hálito mental pode agitar, pendem através das correntes da Causa e do Efeito, os pratos ou esferas onde o Alpha (o primeiro) e o Ómega (o último) , se equilibram. Não é possível deixar cair um alfinete sem provocar uma reacção correspondente em cada estrela." ~ ~ ~ ~ A. Crowley, O Livro de Thoth

Eva Veigas

foto do autor

Filha das Estrelas

A Terra é o meu Lar. Mas eu venho das Estrelas. Sou mais antiga que a Terra. Mais antiga que a Lua e que o Sol. Viajei entre Galáxias. Visitei outros espaços. Outras dimensões. Trago na Alma. A Sabedoria dos Tempos. E de outros lugares. A Terra é o meu Lar. Mas eu venho das Estrelas © Eva Veigas

Regra de Ouro

Nenhum estudante jamais realizará qualquer progresso no desenvolvimento espiritual se saltar de um sistema a outro, utilizando ora algumas afirmações do Novo Pensamento, ora alguns exercícios de respiração a posturas meditativas da ioga, para prosseguir depois com algumas tentativas nos métodos místicos de oração. Cada um desses sistemas tem o seu valor, mas esse valor só é real se o sistema é praticado integralmente." Dion Fortune

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub