Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eva Veigas

Medicina para a Alma

Eva Veigas

Medicina para a Alma

Janeiro 2015 - VI Copas

TAROT DA TRANSMUTAÇÃO PARA O ANO 2015

 

A proposta do Tarot para nos transformarmos de dentro para fora, durante este ano, mês a mês.

 

Janeiro - VI Copas

VI Copas

IMG_20150310_182836.jpg

 

é a carta que simboliza o que podemos transformar e transmutar ao longo deste mês de Janeiro 2015.

Em primeiro lugar devemos atentar no naipe de Copas que está associado com o elemento Água e por isso está configurado com as emoções (mais ou menos conscientes) e com os sentimentos (mesmo aqueles que não queremos sentir) e todo o tipo de comportamento, daí resultante.

Estes comportamentos podem ser mais equilibrados ou totalmente distorcidos e mais uma vez teremos que nos apoiar na energia do ano – o II Espadas, que nos poderá permitir distanciar do drama ou da distorção e cair no nosso coração, de modo a encarar a realidade bem de frente.

O VI Copas remete-nos para questões do passado, velhas feridas, velhos amores e desamores que não estão ainda bem resolvidos em nós.

É possível que os antigos fantasmas do passado nos voltem a assombrar e para isso há que estar bastante atento a tudo o que vem ter connosco e ter a capacidade de separar as águas.

É vital, durante este período manter o nosso discernimento bem ativo, para que não tropecemos em nós próprios.

O tempo de limpar feridas e de devolver, em amor, o que já não nos vivifica, o que nos tira a paz, o que não nos devolve harmonia e tranquilidade, é este. Está aqui e agora! É a grande oportunidade de deixar ir o passado com amor e olhar para trás apenas como uma referência: algo já vivido que nos trouxe uma lição mas que já foi aprendida e não mais se faz necessária.

Se em todo o caso, tivermos que viver algo outra vez, que seja na consciência e na plenitude deste agora.

A proposta, o desafio irá manter-se não só ao longo do mês, como de certa forma e noutros níveis, ao longo de todo o ano.

É necessária a nossa presença e determinação, mas também é importante estar ciente de que a cada momento nos é permitido escolher em consciência, o que queremos experimentar.

É importante definir e validar o nosso caminho a cada momento para não sermos levados a repetir eternamente as mesmas velhas experiências.

 

2015 tarot da transmutação

 

Tarot da transmutação para o ano 2015

 

A proposta do Tarot para nos transformarmos de dentro para fora, durante este ano.

 

Ano 2015 – II Espadas

 

IMG_20150310_101809[1].jpg

 

II Espadas é a carta que simboliza o que podemos transformar e transmutar ao longo de 2015.

 

Em primeiro lugar devemos atentar no naipe de Espadas que está associado com o elemento Ar e por isso está configurado com os pensamentos, as ideias, as filosofias, a mente e as suas capacidades pensantes, lógicas, racionais.

 

Será então este ano, um ano para pensar?

 

O II Espadas indica uma necessidade de nos afastarmos emocionalmente daquilo que nos perturba e do que nos impede de nos realizarmos e de buscarmos a nossa felicidade.

 

Afastarmo-nos emocionalmente não é deixarmos de sentir, pelo contrário, até porque isso seria impossível. O afastamento que se pede surge com a maior ou menor capacidade que cada um tem em não permitir que o drama comande a sua vida.

 

Aqui reside a maior dificuldade do ser humano: permitir-se olhar para as coisas, para os acontecimentos, para os factos, tal qual eles são e se apresentam. Parece que existe uma necessidade quase inconsciente de colorirmos as experiências e de lhe darmos contornos que na maioria das vezes não correspondem à realidade.

 

Claro que estes cenários criam a ilusão, da qual temos depois de saber sair para podermos agir de acordo com a realidade e não de acordo com os dramas que estamos habituados a criar e a sustentar.

 

A carta mostra duas direções e indica claramente que devemos usar ambos os hemisférios: direito e esquerdo a fim de podermos tomar decisões e resoluções práticas para a nossa vida diária, baseadas no amor que temos dentro de nós.

 

Todas as decisões são filtradas antes de mais pelo coração amoroso que habita cada um de nós. O perigo reside na incapacidade de permitir expressar esse amor, esse sentimento.

 

Se ainda não somos capazes de o expressar, teremos então que aprender a expressar o que sentimos. Se não sabemos o que sentimos, teremos que primeiramente aprender a sentir.

 

Como se pode observar a partir desta pequena análise há muito trabalho interno a ser feito, ao longo do ano, até que ambos os hemisférios vibrem em perfeita sintonia e harmonia, características do número da carta que é 2.

 

Eva Veigas

 

 

 

Necessidades do ego versus Necessidades da essência

 

 

gnome1.jpg

 

O ego tem muita necessidade de se afirmar. Ele quer afirmar-se de todas as formas que conhece tentando manipular a atenção de todos em seu redor.

 

Quando um ser humano se refere a algo que já vivenciou ou experimentou de uma forma leve, sem julgamentos nem interferências do seu próprio ego, pois o Espírito falou através dele, logo emergem muitos egos ao seu redor opinando, desdenhando com altivez, ou seja , tentando baixar a frequência desse ser humano, ou, por outro lado elevando para patamares que também não são a realidade que esse ser humano experimentou, tentando, mais uma vez através da manipulação “endeusá-lo. De uma maneira ou de outra pretende-se sempre com isso, consciente ou inconscientemente chamar a atenção sobre si mesmo.

 

O ego tem destas necessidades. Não lhe basta ouvir, integrar e fazer a própria síntese, isto, quando permite sequer que o outro chegue a concluir a partilha que iniciou. Na maior parte das vezes os egos tiram conclusões precipitadas, tão entretidos que estão em julgar os outros, sem nunca terem passado por determinadas vivências.

 

É preciso, começar a aprender a adestrar o ego, pois ele é indisciplinado, não gosta de regras, nem de obedecer a frequências mais elevadas onde a linguagem é de tal modo simples e amorosa que isso o chega a irritar, pois não se pode entender a linguagem do coração até se ter caído dentro do próprio coração.

 

O ego é muito importante no nosso caminho espiritual, pois é através dele que entramos em contacto, no início da caminhada, com os aspectos mais leves da nossa alma, com o lado mais inefável do Ser, e isso de início pode ser de tal modo assustador, que é preferível escarnecer, desdenhar ou virar as costas ao chamamento.

Sim, a alma chama-nos, a nossa essência lança apelos desde a nossa mais tenra idade, em todas as existências terrenas, mas nós teimamos em ignorá-la. Preferimos seguir o nosso caminho de teimosia, de indiferença em relação aos outros e a tudo o que nos rodeia, e essa escolha é-nos dada, através do nosso livre-arbítrio.

A essência não nos condena, nem nos julga, porque ela não tem necessidades.

 

Oh! Mas devem estar admirados… então agora estou a contradizer-me? Então o título desta pequena mensagem não é exactamente “Necessidades do ego versus Necessidades da essência”?

 

E agora digo que afinal a essência não tem necessidades?

 

Digo, sim! Afirmo e repito!

 

O título foi só para confundir os egos dos mais distraídos, porque os atentos, esses repararam logo na “armadilha”.

A essência não tem necessidade de nada porque ela já É! A essência não existe para prover as necessidades do ego. Pois… não mesmo!

 

A essência tem todo o tempo do mundo, todas as eternidades, pois o seu “papel” serve “apenas” a função de nos ajudar a cumprir-nos a cada momento. O seu chamamento um “dia” (um momento qualquer da existência) vai ser ouvido e nesse momento tudo o que foi, deixará de existir.

 

E a essência será revelada ainda no corpo físico, pois nesse momento todos poderão observar que aquela alma foi tocada pelo Grande Espírito, porque ela se permitiu receber toda a Compreensão, toda a Cura, toda a Harmonia, toda a Beleza, toda a Generosidade que lhe estava destinada podendo assim cumprir-se em Amor.

 

Onde está a tua necessidade agora?

 

 

Eva Colibri Azul 11

 

 

11:2 - O Regente de Março 2015

março 2015.jpg

 Análise Numerológica para Março 2015

 

11:2 – O Regente de Março 2015

 

Março está sob a regência do Número Mestre 11 que se apresenta como uma oportunidade única durante todo o ano.

O 11 representa um portal magnético onde tudo pode acontecer: desde nos rebelarmos contra todo o tipo de estruturas rígidas, montadas pelas sociedades e que têm permanecido inalteráveis por séculos, até sentirmos um forte apelo interno que nos levará a enfrentar essas estruturas, pondo à prova a nossa coragem, força e determinação, chegando ao ponto de sermos pioneiros no que diz respeito a tomar a iniciativa de começar a desmontar essas mesmas estruturas.

 

Trata-se portanto de um mês com uma importância fulcral, pois muitos dos factos que ocorrerão sob esta vibração, serão fruto das escolhas e das decisões de quem se alinha com esta poderosa vibração numerológica.

 

A onda 11:11 ou o portal 11:11, está evidentemente mais intenso em períodos 11, quer se trate da frequência de anos, meses, semanas, dias, horas, propósitos de vida, dias de nascimento, e assim por diante.

 

Porém, esta frequência especial, e é especial apenas por ser diferente e não melhor do que as outras, irá ressoar em níveis diferentes em cada um de nós e de acordo com a consciência, que cada um tem de tudo o que É, a cada momento.

 

Lembrem-se que esta frequência é magnética, portanto ela atua como íman, ou seja tem o poder de atrair ou de rejeitar determinadas vibrações.

O 11 atrai tudo o que encontrar pelo caminho e que esteja de acordo com o cumprimento do seu propósito e logicamente rejeitará todo o tipo de vibrações que não ressoem com ele.

 

Portanto, vai provocar vários danos na vida daqueles que desprezam, escarnecem, ignoram e rejeitam as Leis Universais.

 

Os sentimentos de revolta, raiva, a falta de escrúpulos para se conseguir o que se quer (ainda que para isso tenham que destruir tudo à sua volta) serão ativados naqueles que não estiverem sintonizados com o caminho da Luz e do amor incondicional.

 

Claro que as escolhas desses seres terão que ser respeitadas do ponto de vista cósmico, mas o 11 se encarregará de mostrar que não tolera comportamentos distorcidos, nada que vibre fora do Amor, será tolerado.

 

Por outro lado, aqueles que há muito tempo, fizeram a escolha de querer mudar a si mesmos, ainda que não tivessem muita consciência de que ao fazê-lo estariam a mudar o mundo (“Sê a mudança que queres ver no Mundo” M. Ghandi), usufruirão dos benefícios desta forte vibração, pois neles reside a semente da compaixão.

 

Eles têm a capacidade de perceber com bastante distância o rumo dos acontecimentos, sabem que são guiados amorosamente a cada momento e usam a sua intuição de forma inteligente e madura. Sabem perdoar, mas não confundam a sua capacidade de perdoar com fraqueza.

É que quem aprendeu a perdoar fez uma escolha surpreendente, que se traduz por uma indisponibilidade interna de carregar uma energia tóxica e pesada, dentro do seu coração.

 

Quem perdoa liberta-se e liberta!

 

De facto, este mês vai mesmo colocar-nos a todos à prova, sem exceção, e aqueles que “passarem no teste”, irão encontrar dentro de si as respostas que necessitam a cada momento da sua permanência nesta existência.

 

A energia do 11 tem este condão: a de nos ir despindo o ego.

 

Portanto fica a questão: vais permitir-te despir essas roupagens?

 

 

Nota importante: 29/03/2015 é regido pela vibração-mestre 22*.

 

*O Número Mestre 22 representa a energia do 2 amplificado. Sentiremos um imenso aumento da nossa capacidade de trabalho. Poderemos trabalhar mais horas sem nos sentirmos tão cansados. Dias como este são excelentes para trabalhos de grupo, em equipa, onde a sinergia gerada pelo todo será exponencialmente aumentada e expandida.

 

Eva Veigas

 

Eva Veigas

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

  •  
  • Exercícios e Orações

    Numerologia: 2018

    Numerologia

    Significado dos Dias de Nascimento

    Runas

    Tarot

    Videos

    Cursos / Ws Realizados

    PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:

    •  
    •  

    Entrevistas

    Parcerias

    Sapo Astral Vídeos

    Sapo Desporto

    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D