Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

𝓔𝓿𝓪 𝓥𝓮𝓲𝓰𝓪𝓼

Arqueóloga da Alma

𝓔𝓿𝓪 𝓥𝓮𝓲𝓰𝓪𝓼

Arqueóloga da Alma

24/07/2014 - 11:2

Transmutar: Energia do dia de hoje (24/7/2014) 2. Hoje é um dia excelente para trabalhar o equilíbrio entre aquilo que sentes como responsabilidade tua e o exagero nessa ação. Sempre que dás demais, te entregas demais, ultrapassas o teu nível de responsabilidade para com o outro e o resultado disso, claro está é o ressentimento. Porque se dás, o outro não sente obrigação nenhuma em te devolver como és bonzinho e prestável. O outro não pode avaliar se estás a dar, a colaborar, etc. porque essa é a tua obrigação ou se o estás a fazer por que necessitas de reconhecimento exterior. A dor provocada por esse ressentimento é a mágoa e isso leva-te para um patamar onde as tuas emoções ficam retidas, estagnadas, retraídas o que  obviamente vai produzir efeitos devastadores no quotidiano. A forma como reagirás irá depender, quase inteiramente das características da tua personalidade. Podes reagir passivamente, engolindo tudo ou explosivamente, atacando os outros mas numa atitude defensiva, justificando cada um dos teus atos.

O que vai ditar uma transmutação profunda deste aspeto é a tua capacidade de dissolver o ego a cada momento naquilo que é a tua essência. Primeiro ele vai negar, depois vai-te manipular, mostrando e provando-te por a +b que os outros é que estão errados e tu, certo.

Finalmente vai-te distrair do teu propósito arranjando todo o tipo de artimanhas, como uma indisposição, que é o mais comum, até uma doença mais ou menos grave. Este 2 que necessita de ser transmutado é o que rege a vítima. Lembra-te que a vítima é vítima das circunstâncias e como não tem culpa de nada, culpabiliza os outros por tudo o que lhe acontece. Ora quando há uma vítima tem que haver sempre um carrasco ou um castigador. Portanto cuidado com os personagens que vestes e alimentas. Porque até que encontres o equilíbrio serás sempre uma vítima ou um carrasco.

 

Chave para aceder à transmutação: A chave para conseguires manifestar esta mesma transmutação é 2. Trata-se, no fundo, da mesma energia, mas numa outra tonalidade. Aqui terás que olhar para atua ferida de alma e com muita paciência para contigo, com muito carinho e compreensão, pega na tua dor e acarinha-a, sente-a, respira-a, trá-la para dentro do teu coração, onde mora a tua essência mais pura, cristalina, brilhante e radiante e ilumina essa dor. Fala com ela. Pergunta-lhe o que quiseres. Pergunta-lhe como a podes transformar. De que é que ela precisa para se libertar desse fardo? De que é que ela tem medo? E o que é que ela faria se esse medo não estivesse lá?

Este é um trabalho que exige atenção, dedicação, autoconfiança, disciplina, firmeza e imaginação.

 

Resultado provável: Se trabalhares no sentido de obter estar transformação, em verdade e por respeito a ti, é muito provável que obtenhas vários caminhos possíveis para te libertares desta dualidade. Claro que esses caminhos se encontram interligados entre si. Então terás a possibilidade de te sentires mais tu mesmo, mais estável do ponto de vista emocional, mais enraizado e mais verdadeiro contigo e por consequência com os outros. Já não terás necessidade de dar mais do que deves. A tua perceção acerca desta questão mudará de forma inquestionável e passarás a ver tudo com mais clareza e distanciamento emocional, para além de que poderás finalmente rir de ti próprio e das situações que tantas vezes te são colocadas, à guisa de teste, para que sintas como era afinal fácil e até divertido viver estas situações. Claro que para que isto se manifeste não estarás, com certeza, a viver as experiencias do ponto de vista do ego, da mente egóica, mas sim a partir da tua alma/essência. Lembra-te que o bom humor é uma das dicas mais importantes para ultrapassar qualquer obstáculo terreno, por mais duro que ele aparente ser.

 

Um Abraço fraterno

Eva V. Veigas

 

Partilha de Conteúdos e Créditos de Imagem

Partilha de Conteúdos - Por uma questão de respeito pelo meu trabalho, a partilha dos conteúdos deste blog deve ser sempre feita através do link da publicação e com referência à sua autoria. "NÃO FAÇAS AOS OUTROS O QUE NÃO QUERES QUE TE FAÇAM A TI!" - Grata pela tua compreensão. / Créditos de Imagem - As imagens que ilustram as publicações deste blog são da minha autoria ou de bancos de imagens gratuitas: https://unsplash.com/ - https://pixabay.com/pt/ - https://kaboompics.com/ - Caso seja detectada alguma imagem que não esteja de acordo com os critérios acima mencionados, agradeço que me contacte e a imagem será de imediato removida.