Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eva Wolf Heart

Arqueologia da Alma: Numerologia Arcana, Tarot, Tarot Karmico, Cura Xamânica, Viagens e Iniciações Xamânicas

Eva Wolf Heart

Arqueologia da Alma: Numerologia Arcana, Tarot, Tarot Karmico, Cura Xamânica, Viagens e Iniciações Xamânicas

Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o universo e os deuses.

Inscrição no Oráculo de Delfos

21/12/2013- 12:3

 

 

21/12/2013

 

 

Regentes Numerológicos do Dia – 12/3

 

Hoje é um dia diferente, pois celebra-se, ou deveria celebrar-se a chegada do Inverno. Porém, quando falo em celebração, não pretendo que interpretem esta celebração como algo a ser feito com ruído ou espalhafato. Esta é uma celebração interior. É que o Inverno convida ao recolhimento, ao permanecer quieto e contemplativo em pleno estado de meditação. Este recolhimento sucede na Natureza. Basta observar alguns exemplos flagrantes, como é o caso, dos animais que hibernam durante esta estação, ou das árvores que permanecem nuas, pois perderam toda a sua folhagem e sem ela perderão toda a sua majestade e exuberância de ramos verdes e floridos. As noites são longas e frias e os dias curtos e cinzentos. A Natureza parece ficar em stand by.  Tudo isto é um convite, uma proposta da Natureza aos homens e às mulheres para a imitarem neste sono aparente. Só que o Homem esqueceu-se que faz parte da Natureza – nós somos a Natureza e não algo à parte como muitos pretendem.

É por causa dessa falta de vínculo, desse elo que se perdeu, que a maioria de nós vive em profundo sofrimento e ansiedade, pois deixámos de respeitar os ritmos e os ciclos da nossa Natureza – tantos os grandes, quanto os pequenos. Vemos a Natureza como algo fora de nós, quando ela está tão intrinsecamente em nós.

Deste modo convido-vos a celebrar este dia com o coração síncrono com a Mãe-Terra. Celebrem, mas celebrem serenamente, interiormente. Sozinhos ou com um grupo de amigos mas de forma meditativa e sem “ruído”. Quem gostar pode fazer o seu próprio ritual, com música, queimando ervas, meditando, caminhando, sorrindo e acolhendo com todas as células do vosso ser este fantástico dia.

 

Das 00h00 h às 06h00 – Regentes 0 e 6

 

Ponto Fraco: Incapacidade para se definir. Pode ter dificuldade em dormir. Período de confusão geral.

Ponto Forte: Sentirá necessidade de estar no conforto do seu espaço. Necessidade de voltar ás raízes, onde se sente seguro.

 

Das 06h00 às 12h00 – Regentes 3 e 9

 

Ponto Fraco: Dificuldade em reagir. Poderá sofrer de uma certa apatia, sentindo-se incapaz de fazer o que quer que seja.

Ponto Forte: Tendência para olhar para o mundo que o rodeia a partir de uma perspectiva mais elevada. Os seus valores e princípios altruístas poderão vir ao de cima.

 

Das 12h00 às 18:00 – Regentes 3, 6 e 15

 

 

Lembre-se que o Solstício de Inverno se dá às 17:11 UT GMT

 

 

Ponto Fraco: Tendência para se zangar com situações sem importância. Dificuldade em se desapegar dos seus padrões emocionais automáticos.

Ponto Forte: Necessidade de estar recolhido no seu canto, que certamente espelha o seu interior. Sentirá o apelo de estar rodeado de beleza e conforto.

 

Das 18h00 às 00:00 – Regentes 3 e 9

 

Ponto Fraco: Resistência à mudança. Tem vontade de fazer apenas o que quer de acordo com os seus desejos e caprichos.

Ponto Forte: Forte vontade de celebrar a vida. Momento propício a sonhar e agir de acordo com a sua frequência interna. Vontade de modificar o mundo. Lembre-se que para contribuir para essa mudança, terá que começar por si, fazendo as transformações internas que julgar necessárias.

 

 

Um Abraço na Luz Maior Que a Todos Envolve

Eva Veigas

Março 2014 - Regente 1

 

“Perante tudo o que te acontece, resolve-te a descer dentro de ti próprio, sem perderes a atenção, a vigilância. É dentro de ti que reside a fonte do poder, a palavra que cura e também destrói o medo.”

 

Sabedoria Ameríndia

 

 

  

O mês de Fevereiro foi, como sabem, um mês de transição que lançou os alicerces para o início de um novo ciclo (curto é certo, pois estamos a falar de apenas um mês). Novas possibilidades surgem agora no horizonte e cabe a nós, depois de uma incursão mais ou menos profunda ao mundo do inconsciente, num momento em que provavelmente nos encontraremos mias despertos, manifestar os nossos pensamentos, desejos, ideias, sonhos, objetivos, comportamentos, atitudes a partir de um nível mais elevado de consciência.

Eu diria mesmo que se trata de um dever e de um direito que nos assiste, dado que não é fácil lidar com os complexos processos da mente que apesar de exaltarem em nós a coragem e a persistência não deixam de mexer com lembranças e situações difíceis de superar.

Para aqueles que experimentaram com bravura mergulhar no seu próprio mundo inconsciente e fizeram o trabalho interior, é hora de validar essa experiência. Não há necessidade de gritar aos quatro ventos o sucedido, basta apenas que o reconheçam para si próprios e sigam em frente com a sua vida, caso contrário, ficarão sujeitos a repetir um ciclo interminável de experiências que os conduzirão de volta ao apego. A melhor forma de “combater” o apego é morrer constantemente para o passado. Isso é permanecer presente no aqui e agora, isto é, é estar continuamente presente e “alerta” e atento ao que se passa dentro de si,

Então, plenamente revigorados e regenerados, eis-nos aptos para iniciar algo, que até pode ser, algo que estava pendente ou algo totalmente novo (isso pouco importa) sob o novo paradigma que entretanto se construiu.

E eis que surge novo desafio: o regente numerológico de Março está aqui para testar se efetivamente conseguimos livrar-nos dos medos que nos bloqueavam ou se eles apenas se manifestaram para que os pudéssemos identificar.

Os medos e os receios que ainda estiverem por identificar ou por transcender serão revelados sob a forte vibração do 1, que nos devolverá como um espelho (através das mais variadas e aparentemente insignificantes situações do quotidiano) a nossa incapacidade de reagir perante determinadas situações, a nossa cobardia ante determinados obstáculos, a nossa falta de firmeza no que se refere a alcançar os objetivos a que nos propusemos, a nossa dificuldade em permanecer humildes perante as contrariedades da vida, a nossa dificuldade em aceitar as propostas que a vida nos sugere e assim por diante. É neste cenário que surgirão as nossas dúvidas bem como as nossas dificuldades para seguir o que o que o nosso coração amorosa e delicadamente nos pede.

Sob a regência do 1 aparecem as dúvidas. Somos confrontados com a dificuldade em seguir o rumo que tão corajosamente havíamos traçado (entretanto perdemos a coragem de avançar) porque temos medo de saber o que nos espera num futuro imediato, porque duvidamos de nós e das nossas capacidades, porque não temos autoestima suficiente e muito menos a autoconfiança necessária para realizar os nossos sonhos.

De facto, é exatamente sob a frequência do 1, que nos encontraremos em posição de provar a nós próprios que somos capazes de realizar o que quer que seja, pois seremos capazes de enfrentar os obstáculos mais difíceis e aparentemente intransponíveis.

Este mês de vibração 1 resulta da redução do número 10, considerado o número perfeito. O zero que se encontra á direita do 1 eleva a vibração deste, aumentando exponencialmente as suas características. Portanto se há uma vibração ótima para combater medos e ansiedades, esta será sem dúvida uma delas.

O 10 incita à ação, à vontade de começar do zero, à necessidade de nos renovarmos a cada instante, transformando dificuldades em desafios, buscando múltiplas soluções para cada novo problema, superando a nós mesmos em qualquer situação.

Se o 10 lhe pudesse enviar uma mensagem ela seria algo como: Acredita no teu potencial, identifica as tuas reais motivações, traça os teus objetivos, entrega-te, expressa a tua vontade, persiste, insiste e realiza o teu potencial ao máximo.

20/12/2013 - 11:2

 

20/12/2013

 

Regentes Numerológicos do Dia – 11/2

 

Este dia abre um Portal de vibração energética 11. O 11 é o Portal que nos conduz à tolerância, uma característica que poucos seres humanos praticam nos tempos que correm. A incapacidade de tolerar as diferenças, as ofensas, as ideologias ou crenças dos outros, produz toda uma série de dificuldades ao nível dos relacionamentos o que como é óbvio é a causa da maioria dos problemas nas diversas sociedades.

Este dia de vibração mestre convida-nos a ser mais tolerantes não apenas com o próximo, mas sobretudo connosco. Antes de sermos tolerantes connosco, aceitando que não somos perfeitos e que nem temos que o ser, será impossível sermos tolerantes com os outros.

Assim o dia de hoje, apoia-nos nesta iniciativa, de olharmos para nós com mais amorosidade e gentileza. Se refletirmos um pouco, de coração aberto, sem medo, chegaremos à conclusão que tudo faz parte de um gigantesco processo de evolução cósmica onde nós somos apenas pequenos intervenientes. Sob essa perspetiva, não certos nem errados, o que há são apenas gesto e atitudes que tomamos de acordo com o patamar de consciência onde nos encontramos. E esse patamar não se encontra acima nem abaixo dos patamares dos outros. Esse patamar é apenas diferente e lá permaneceremos de acordo com o tipo de experiências que escolhemos viver.

Portanto o dia de hoje convida-nos a fazer esta reflexão profunda, com verdade e vontade de mudar aquilo que sentirmos dissonante em nós.

 

Das 00h00 h às 06h00 – Regentes 1 e 5

 

Ponto Fraco: Sentirá dificuldade em aceitar a si mesmo. Tendência para se desvalorizar e para não acreditar em si.

Ponto Forte: Sentirá necessidade de recomeçar do zero, reconstruindo pequenos aspetos do seu ser de acordo com novas ideias.

 

Das 06h00 às 12h00 – Regentes 4 e 8

 

Ponto Fraco: Tendência para adiar os seus afazeres diários e cumprir com as suas obrigações.

Ponto Forte: Ótimo período para levar os seus projetos adiante e para se sentir capaz de traçar novos objetivos.

 

Das 12h00 às 18:00 – Regentes 3 e 4

 

Ponto Fraco: Dificuldades em manter o foco. Momento de grande dispersão.

Ponto Forte: Momento excelente para dedicar a sua atenção a pequenos trabalhos que requeiram atenção aos detalhes.

 

Das 18h00 às 00:00 – Regentes 3 e 9

 

Ponto Fraco: Vontade de se evadir misturada com um sentimento de não pertença.

Ponto Forte: Poderá sentir uma forte necessidade de sair e estar com outras pessoas. Possibilidades de viajar.

 

 

Um Abraço na Luz Maior Que a Todos Envolve

Eva Veigas

Outono

 

 

Hoje despedimo-nos do Outono, a estação que marca a transição entre o Verão e o Inverno. O calor do Fogo foi-se dissipando para dar lugar aos ao frio do Inverno, onde a Natureza parece recolher-se. Os animais hibernam, os rios congelam, as noites são geladas e o Sol não aquece os dias.

A magnífica estação do Outono propôs-nos um tempo de amadurecimento e crescimento. Foi o tempo de deixar ir o que já não interessa, tal como as árvores que deixam ir as suas folhas, cobrindo o chão de um magnífico tapete de tons deliciosos. Os amarelos, os castanhos, os dourados e os vermelhos abundam na natureza forçando-nos a contemplar a sua extraordinária beleza.

 

Neste tempo único, é suposto largar os condicionamentos do passado recente ou mais longínquo para nos permitirmos de seguida recolher ao nosso Ser, tal como a Natureza o faz. Só largando o que é velho é possível receber o novo. Só quando as árvores largam as suas folhas, mostrando a sua nudez, é que lhes é possível rebentar depois na Primavera mostrando que a Estação do Inverno foi apenas “aparentemente” adormecida.

Façamos então a despedida deste Outono em jeito de agradecimento e com o coração cheio de alegria e gratidão acolhamos a chegada do Inverno.

 

É tempo de Celebrações. É tempo de AMAR.

 

 

UM Abraço na Luz Maior Que a Todos Envolve

Eva Veigas

Fevereiro 2014 - Regente 9

 

 

“Os desejos do homem são flechas de luz. Conseguem explorar os sonhos, visitar a terra das almas, curar as doenças, acabar com a dor e criar sóis.”

 

Sabedoria Ameríndia

 

 

Fevereiro cujo Regente Numerológico é 9, é um mês que nos convida a fazer o balanço dos últimos acontecimentos, bons ou maus, da nossa vida.

O 9 é o número que marca simbolicamente o final de um ciclo e em simultâneo a abertura de um novo. Durante este importante período de transição, encontramo-nos perante a possibilidade de virar mais uma página da nossa vida, de concluir assuntos, projetos e tarefas pendentes, de deixar ir pessoas e situações que não mais nos trazem paz nem quietude e consequentemente acolher as novas experiências que sucederão, no seguimento das novas escolhas.

No fundo, este período de transição pede-nos que digamos adeus ao antigo para nos permitirmos receber o novo.

É perante esta vivência que surgem os nossos apegos a tudo o que fomos e a tudo o que tivemos, pois recusamo-nos a largar um passado que apesar de obsoleto é tudo o que a ilusão nos diz que temos.

Deixar ir o passado não é, de facto, uma tarefa fácil, sobretudo quando nos encontramos mergulhados em diferentes lutos que nos mergulham em plena confusão mental e emocional, provocando o caos e a desordem na nossa vida e na vida daqueles que nos cercam, (sobretudo na daqueles que estão mais próximos). Esses lutos, essas contrariedades mal digeridas transformam-nos, sob a nossa permissão, muitas vezes inconsciente, em vítimas dos acontecimentos e sob essa máscara viveremos momentos que poderão ir da apatia profunda a momentos de emoção descontrolada.

Ora tudo isto só nos trará mais dor e sofrimento, afundando-nos cada vez mais nos nossos próprios dramas. É por essa razão que uma parte das pessoas refere a cada instante que a sua vida se encontra virada do avesso, caótica, e tudo o mais que possam imaginar. Ante este cenário, o comum ser humano perde as estribeiras e inevitavelmente o controlo da sua vida, mergulhando no desespero e na aflição, inibindo com essa atitude o seu processo criativo que o poderia ajudar a centrar e a buscar soluções para o que o apoquenta.

Mas o 9 está a reger todo este mês e sob a sua benévola influência tudo o que se encontra escondido e oculto no mais profundo de nós mesmos, os nossos segredos, os nossos medos, as nossas angústias e todo o universo de fantasmas que povoam os nossos sonhos tenderá a emergir das entranhas do nosso inconsciente.

Esta proposta do 9 surge como um universo de possibilidades a explorar, no qual somos convidados a mergulhar para nos descobrirmos ou encontrarmos pistas que nos reconduzirão de volta ao nosso próprio centro.

Claro que este é um mundo onde nem todos estão dispostos a entrar, pois encontra-se repleto de armadilhas e locais desconhecidos. Portanto quem não estiver presente e alerta, quem não estiver preparado e firme das suas intenções poderá perder-se neste labirinto que é o inconsciente.

Porém quem persistir, sem temor, num estado de espírito de total fé e confiança poderá sair plenamente regenerado e renovado desta incursão num mundo que representa para a maioria de nós o verdadeiro monstro de sete cabeças.

Retirado o véu que nos impedia de ver com clareza que o que de facto nos amarrava não era mais do que uma armação da nossa própria mente subconsciente, que age sobre nós com total liberdade de ação (pois nós não a treinamos para ela nos servir) encontramo-nos agora sob novo dilema. É neste momento que poderemos voltar a zangar-nos connosco, culpando-nos por não termos sido capazes de perceber a armadilha. No entanto, é precisamente neste momento que daremos provas de que estamos efetivamente dispostos a amar-nos. Como? Compreendendo que tudo isto fez e faz parte do nosso próprio processo de crescimento e transformação. É essa consciência que permite o tal perdão a nós mesmos (do qual tanto se fala hoje em dia, mas que é tão mal compreendido) e que nos permitirá ganhar uma nova liberdade retirando o peso das experiencias passadas. Perdoar também significa compreender que agimos de acordo com o nível de consciência (muito diferente do atual após esta nova descoberta) que possuíamos naquele instante de um passado mais ou menos remoto.

 

 

 

19/12/2013 - 19:10:1

 

4.png

 

Mais um dia trazendo fantásticas oportunidades de crescimento e expansão da consciência.

Hoje o Regente Numerológico é 1. Mas… este 1 é verdadeiramente poderoso, pois ele reúne em si mesmo as subtis frequências do 19 e do 10.

Ora, traduzindo isto para português, estamos perante um dia de uma vibração poderosa, capaz de nos arrancar da inércia, da passividade, da indolência, da falta de interesse e do medo de não sermos capazes de terminar algo pendente ou começar algo novo.

Mas hoje temos á nossa disposição a força do 10 que nos preenche de coragem, coragem essa capaz de enfrentar todos os medos, todas as barreiras colocadas pela mente, ou melhor pelo nosso juiz interno. O juiz interno é aquela vozinha na sua cabeça que não para de repetir (qual disco riscado) que você não é capaz, que não é suficientemente bom, que não merece que nada de bom lhe suceda e assim por diante. Já sabe do que estou a falar, não é verdade?

Pois bem, esse terrível juiz, castigador e castrador, é o responsável pela nossa inação, pelos nossos bloqueios e pela nossa incapacidade de reagir ante os desafios do quotidiano.

Mas porque será ele tão poderoso?

Na verdade, cada um de nós encontra-se mergulhado num complexo processo, que por vezes mais parece um labirinto, onde buscamos a cada instante encontrar uma saída. De tal modo ficamos confusos e tontos (de andar à roda) que acabamos por nos desviar do nosso centro, isto é, do nosso ponto de equilíbrio interno. Durante este processo abdicamos do nosso poder pessoal e passamos a ser escravos dessa voz que comanda a nossa vida, qual capitão de um navio.

Sob a influência de uma combinação de vibrações fortes e poderosas como esta, é possível destronar esse capitão e coloca-lo no seu devido lugar, dando-nos assim a oportunidade de sermos nós a ocupar o posto de comando do nosso navio.

A princípio poderemos sentir-nos receosos, mas o 1 impele-nos a agir e este 1 em particular está muito bem alicerçado e não tenciona abandonar o posto, pelo contrário. Este 1 aos poucos irá aprender acerca da responsabilidade das suas ações e de como é gratificante assumir a sua plenitude, e em consciência irá levar o seu navio a bom porto.

Este será sem sombra de dúvida um dia em que trabalharemos com gosto, com redobrada vontade e em que nos sentiremos cheios de energia, capazes de resolver os desafios, um por um, de forma estruturada em pleno processo criativo.

Na verdade quando o dia terminar, aqueles que estiverem mais atentos, sentirão sem dúvida que se deu uma verdadeira alquimia interna.

 

Das 00h00 h às 06h00 – Regentes 2 e 4

Ponto Fraco: Sentirá dificuldade em aceitar as opiniões dos outros e poderão surgir desavenças.

Ponto Forte: Sentirá forte necessidade de colocar as coisas em ordem, sobretudo a nível mental.

 

Das 06h00 às 12h00 – Regentes 5 e 7

Ponto Fraco: Tendência para viver momentos de desequilíbrio interno e insatisfação pessoal.

Ponto Forte: Excelente momento para olhar para dentro. Aprofunde as experiências que viver sob esta influência, mas não caia na tentação de analisar tudo com a mente racional. Apenas sinta.

 

Das 12h00 às 18:00 – Regentes 3, 11 e 2

Ponto Fraco: Dificuldades ao nível da expressão. As suas emoções poderão estar exacerbadas o que poderá contribuir para pequenos mal entendidos.

Ponto Forte: A sua capacidade de harmonizar conflitos estará em alta. Aproveite para resolver questões pendentes.

 

Das 18h00 às 00:00 – Regentes 3 e 9

Ponto Fraco: Poderá sentir-se melancólico, triste ou com falta de interesse de uma maneira geral. Poderá nem saber a causa desse estado de espírito. Relaxe. Respire. Tudo está bem.

Ponto Forte: Momento luminoso do dia, em que poderá sentir um forte desejo de dar apoio a quem mais necessita.

 

Um abraço intergaláctico

Eth'Nah Caminhante das Estrelas

Janeiro 2014 - Regente 8

 

 

“Limpa o teu corpo por meio da oração, do jejum e de longas caminhadas pela floresta. Respira profundamente, abre-te aos espíritos dos vegetais que são grandes curandeiros da alma.

Renuncia a ti próprio e abandona-te com confiança ao sopro benéfico da natureza.”

 

Sabedoria Ameríndia

 

 

 

Janeiro de 2014 é regido pelo número 8. O 8 é o número de todas as possibilidades no campo material, pois é sob a sua influência que mais podemos concretizar os nossos anseios, desejos, projetos e sonhos. Este número é considerado, por muitos, como o número da sorte. Se é ou não, não me cabe a mim dizer, porque do meu ponto de vista não existem números bons nem números maus, por assim dizer. Os números são frequências cósmicas, que produzem determinada vibração, tal como os acordes de uma guitarra. Essas vibrações estão em movimento permanente e ecoam no universo sem que as possamos controlar ou manipular.

Elas estão aqui para que nos sintonizemos com os seus tons, com as suas cores, com as suas melodias, enfim, com a perfeita sinergia criada pelas suas frequências entrelaçadas que criam esta malha energética que tudo une e sustém.

Somos nós que temos que afinar as nossas cordas com as cordas do universo nesta sinfonia perpétua que é o Cosmos em movimento.

Desta maneira, o que poderemos nós alinhar ou sintonizar com a frequência vibracional 8, disponível para nós em Janeiro de 2014?

Vamos olhar para dentro de nós e vamos avaliar os nossos recursos internos.

Em primeiro lugar, sob o 8, número da materialidade e da matéria, devemos avaliar a nossa relação com o nosso corpo físico. O corpo representa a parte ou o aspeto material da nossa existência. Cada ser vivo, humano, animal, vegetal… tem uma parte física, isto é, possui uma parte da energia condensada. Digamos que um pedaço de energia de cada ser individual entrou num processo de desaceleração gradual até se tornar tão denso que se tornou visível, manifestando-se assim a forma no plano da matéria.

Assim sendo o nosso corpo físico é tão importante quanto o espiritual, pois ambos são aspetos da mesma energia. Muitas pessoas ainda mantêm a crença de que ser espiritual é uma coisa só para seres muito especiais e únicos, esquecendo-se, por exemplo, que tanto o Cristo quanto o Buda tiveram um corpo físico para se poderem manifestar na matéria, de modo a permitir que todos vissem as suas obras.

Se o espírito é sagrado, a matéria ou o corpo também o é. A questão principal reside apenas na diferença entre a aceleração/rapidez ou a desaceleração/lentidão com que a energia se move.

Então, voltando à nossa questão prática, será importante iniciar o ano com esta questão em mente, isto é, devemos dar tanta importância ao nosso corpo físico quanto ao espiritual, ao emocional ao mental, etc.

Tudo passa por aceitar que temos um corpo, acolhendo-o tal como ele é. O nosso corpo físico é o nosso Templo de Cura.

Porquê Templo de Cura?

Porque só através do corpo físico é possível experimentar diversas emoções, desde o êxtase profundo ao sofrimento atroz.

Ora, quando o corpo adoece, por exemplo, queremos curar-nos, restabelecer-nos o mais rápido possível.

O corpo é o Templo onde habita a alma, onde ela se aninha, ora recolhendo-se ora expandindo-se conforme o seu propósito cósmico e divino.

A alma sabe que tem um papel a cumprir e tudo fará para que o corpo aja segundo esse propósito, dando-lhe indicações precisas, fazendo-o sentir, provocando-lhe as mais variadas sensações, através dos vórtices ou centros de energia distribuídos ao longo da nossa coluna vertebral. Esses centros de energia chamam-se chakras e são responsáveis por trocar energia entre o corpo físico e a nossa aura que por sua vez troca luz/informação com o universo onde está inserida.

Assim, quanto mais cuidamos do nosso corpo físico, mais apto ele se torna a receber essa energia do cosmos, que não é mais do que informação na forma de Luz/Amor/Sabedoria. Consequentemente poderemos obter uma maior ligação e um melhor acesso à nossa parte, aspeto ou esfera espiritual. Reconhecer a sacralidade da matéria é um dos propósitos fundamentais do ser humano.

Um corpo são e equilibrado possui uma energia abundante e resplandecente, capaz de gerar ideias, pensamentos positivos, autodisciplina, autocontrole, enfim, capaz de cumprir o seu propósito de forma plena e integral.

 

18/12/2013 - 18:9

29_10_2013 = 18_9 (2).png

 

Dia propício para acalentar os seus sonhos. O 9 transporta-nos nas asas da imaginação e permite-nos sonhar acordados. Durante este processo, podemos ser e fazer o que quisermos em mundos de fantasia, cor e luz.

Claro que o desafio consiste em estar presente durante essa experiência de modo a podermos extrair o essencial desses sonhos.

Quantos desses sonhos são possíveis de concretizar agora? Se procurar bem, certamente encontrará uma base estruturada, uma ideia com pernas para andar, uma qualquer pista que lhe poderá permitir colocar este sonho em andamento.

Que tipo de recursos tem neste momento que possa disponibilizar para fazer acontecer algo hoje? Para dar o primeiro passo na direção dos seus sonhos?

Lembre-se que terá que ser forte o bastante para não cair num mundo completamente ilusório. Poderá perder-se em fantasias e ficar apenas e só pelo mundo das ideias, tornando-se incapaz de concretizar o que quer que seja, transformando o potencial deste dia num momento de frustração e vontade de desistir, dado que o dia de hoje possui uma forte tendência para a dispersão.

Sim eu sei que vão surgir receios, medos e todo o tipo de pensamentos, como por exemplo: “eu não consigo, eu não posso, eu não sei…”. Esses condicionamentos estão lá, não para o castigar, nem para lhe retirar o ânimo, mas sim para que possa sentir e tocar na sua força interior. Estão lá para lhe mostrar a quantidade de crenças negativas e erróneas que possui a seu respeito. Os condicionamentos estão lá para lhe devolver um espelho daquilo que você mesmo evita ver.

Então, tenha a coragem de rebentar com essas cordas que o atam a um passado que já não lhe pertence e que já não faz sentido. Assuma a sua responsabilidade e use a sua vitalidade e siga em frente. O cosmos colabora com quem não desiste dos seus sonhos.

 

Das 00h00 h às 06h00 – Regentes 6 e 12

Ponto Fraco: dificuldade em gostar do que o rodeia. Pode sentir aversão a pessoas ou cenários.

Ponto Forte: A sua luz interior vai irradiar a partir do centro do seu coração e poderá ter ideias incríveis bem como momentos únicos de inspiração.

 

Das 06h00 às 12h00 – Regentes 3 e 15

Ponto Fraco: Este será o momento mais difícil do dia. Poderá sentir-se amargo, carrancudo com dificuldade em encontrar o seu ponto de equilíbrio. Cuidado não deite tudo a perder. É apenas um momento. Lembre-se que tudo passa.

Ponto Forte: período excelente para deixar ir o que não interessa. Para se desapegar de coisas ou de pessoas. Será uma transição tranquila se estiver centrado e de consciência tranquila.

 

Das 12h00 às 00:00 – Regentes 3 e 9

Ponto Fraco: Dificuldade em manter o foco. Não se deixe distrair por pequenas coisas. Regresse ao que estava a fazer e termine as suas tarefas, caso contrário vai continuar a acumular. Quando a tarefa lhe parecer enorme e interminável, tire uns minutos para respirar, feche os olhos, imagine que já está tudo concluído e alegre-se com o resultado. Felicite-se por ter conseguido. Sinta como fica o seu corpo e a sua mente. Fique aí um pouco. Depois abra os olhos e crie mentalmente ou por escrito, quais os passos que deve dar para ir completando a tarefa. Lembre-se que se der um passo de cada vez tornará tudo mais fácil. Acima de tudo não queime etapas, pois será uma perda de tempo.

Ponto Forte: Excelente momento para se inspirar, para se atirar de corpo e alma ao que está a fazer. Tudo o que fizer será feito com esmero, amor e total entrega. Lá mais para o fim do seu dia de trabalho esta vibração será ótima para fazer um balanço do dia, para dançar, para se mexer, para meditar, para relaxar.

 

Um abraço intergaláctico

Eth'Nah Caminhante das Estrelas

17/12/2013 - 17:8

 

17/12/2013

 

Hoje é um dia em que a criatividade e a capacidade de manifestá-la estão em alta. Ser criativo, não é algo exclusivo de artistas. Todos somos criativos, já que todos somos produtos da Criação Divina. O que reside em nós é a vontade de permanecer em processo criativo. Muitos de nós, sobretudo nestes períodos de "crise" ameaçam bloquear o seu processo criativo, entrando em colapso interno, autossabotando a sua alegria de viver, os seus projetos de vida e a sua capacidade inata de chegar às soluções.

Hoje é um dia com uma energia maravilhosa para fazer acontecer, pois as frequências de hoje permitem-nos a possibilidade de aceder à nossa "estrela" ao nosso "sol interior" que irradia alegria, força de vontade e otimismo.

Hoje é o dia para transformar o desânimo em vontade de vencer.

É um dia excelente para organizar tudo à nossa volta: pensamentos, ideias, gavetas, casa, escritório, enfim o que quer que esteja a necessitar da sua atenção.

 

Das 00h00 h às 06h00

Ponto Fraco: período em que poderá sentir-se nervoso, irritado e incapaz de se concentrar.

Ponto Forte: forte necessidade de partilhar e colaborar com os outros.

 

Das 06h00 às 12h00

Ponto Fraco: Dificuldades de comunicação e entendimento. Durante este período será difícil chegar a conclusões.

Ponto Forte: período excelente para se organizar ou criar bases para o fazer.

 

Das 12h00 às 18:00

Ponto Fraco: Dificuldade ao nível da expressão. Emoções reprimidas.

Ponto Forte: Bom momento para se concentrar. Facilidade em manter o foco.

 

Das 18h00 às 00h00

Ponto Fraco: Dificuldade em se decidir. Não sabe o que fazer e terá receio de arriscar fazer algo novo.

Ponto Forte: Bom momento para concluir pequenas tarefas e / ou preparar ou agendar o dia ou dias seguintes.

 

Um Abraço na Luz Maior Que a Todos Envolve

Eva Veigas

 

 

Análise Numerológica 2014 - Ano 7

46463281_110863993264436_7989920303469821952_n_110

Análise Numerológica para 2014

 

 7 – O Regente de 2014

 

Eis-nos perante um ano pleno de possibilidades em que poderemos crescer em inúmeras direções.

Para quem esteve presente momento a momento, observando-se, permitindo-se tomar contacto com as emoções e iniciar ou continuar a sua transformação interior durante 2013, tem agora a possibilidade, em 2014, de adquirir maior maturidade espiritual, mais sabedoria e portanto a oportunidade de dar mais um passo no sentido da mestria pessoal.

 

O 7, regente de 2014 é um número sagrado, mágico, espiritual. É o Senhor dos grandes Ciclos e das grandes transformações.

Representa a união sagrada da matéria (4) e do espírito (3). 4 + 3 = 7.

A regência do 7 pede acima de tudo silêncio, interioridade, e uma atitude reflexiva.

 

É preciso, portanto, acalmar a mente, serenar os pensamentos e coloca-los em ordem. É preciso ajustarmo-nos a um novo tempo e sincronizarmo-nos com os desafios propostos por estas mudanças. É tempo de separar o trigo do joio e definir prioridades com base no novo paradigma recém-criado.

 

E eis que surge a primeira dificuldade ou o primeiro desafio do ano.

 

Através da ordem e da estabilidade, da disciplina e da prática é possível criar uma base sustentável, tremendamente importante e necessária para o Novo Grande Ciclo que se inicia. O Elemento Terra ao qual pertence o 4 dá-nos o suporte, o apoio, as fundações nas quais nos poderemos apoiar para construirmos e erguermos o novo paradigma. Novos modelos de pensamento, darão lugar a novos modelos de ação, comportamento e atitude. Por outro lado, precisaremos trabalhar com coragem, ambição e ousadia, características do 1, cujo Elemento Ar nos levará para além dos limites, das barreiras e das crenças autoimpostas do passado.

 

São estas energias que cada um de nós deverá colocar em movimento, primeiramente dentro de nós. Só depois de experimentar dentro, é possível agir fora e sentir esse efeito no exterior, no coletivo. É dessa forma que as grandes mudanças ocorrem.

 

O 5, que pertence ao Elemento Fogo, apela por mudança, esse é o seu grito. Mudança é uma das palavras de ordem ocultas em 2014. Ela vai acontecer, mas, eventualmente, não a veremos acontecer já.

 

Porque na verdade, 2014 é um ano 7 e só o 7 possui esta habilidade de tornar as coisas invisíveis, mesmo enquanto elas estão a acontecer. Será um processo lento, portanto, será igualmente um ano lento, em que por vezes a nossa vida parecerá decorrer em camara lenta.

 

O que será então preciso? Qual o grande teste? É isso mesmo! Acertaram! PACIÊNCIA! Mas também calma, sensatez, controlo da mente (no sentido de não permitir que os pensamentos destrutivos e negativos ocupem as nossas mentes). Portanto, volto a repetir, será necessária uma enorme autodisciplina.

 

Entretanto, o ano alternará entre períodos de grande estabilidade e períodos de grande insatisfação pessoal geradores de irritabilidade e nervosismo. É preciso dar muita atenção a estes períodos mais difíceis de modo a evitar que esses momentos de rebeldia e zanga piorem as coisas.

 

Será necessário, portanto, usar com sabedoria as características do 7 que nos poderão ajudar a atravessar este momento com menor ansiedade.

 

O 7 representa simbolicamente a vitória do homem sobre si próprio. Tudo o que conquistou foi à custa dos seus próprios erros o que o levou a conhecer-se mais e melhor, numa aventura interminável de conhecer mais de si mesmo, das suas emoções, dos seus pensamentos, dos seus movimentos internos, no fundo de certa forma, neste ponto o homem já deverá saber o que o move.

 

Assim, durante 2014 poderemos praticar (com maior probabilidade de sermos bem sucedidos) a inteligência emocional, que basicamente significa a capacidade de reconhecermos os nossos sentimentos e emoções e também os dos outros, bem como a capacidade de lidar com eles.

 

Esta é, sem dúvida, uma das grandes aprendizagens deste aqui e agora.

 

Estamos a aprender a ouvir-nos, a sentir, a sentir realmente, com a profundidade que só o 7 permite…

 

O que estou a sentir? O que é que o outro me está a fazer sentir? E quando sinto isto, que pensamentos me ocorrem? Estão associados a que tipo de emoções?

 

Porque é que estou e experimentar isto? Para quê? Com que objetivo? O que estou a aprender com esta experiência?

 

Tudo isto, sendo feito, sem julgamento, com o juiz interno silenciado, sem pressa, sem forçar absolutamente nada, deverá resultar numa experiência rica, que pode trazer grandes saltos quânticos (quer ao nível das lições que viemos aprender, quer ao nível do equilíbrio karmico) e consequentemente, se a lição for deveras apreendida, poderemos experimentar uma profunda paz interior e um forte sentimento de gratidão.

 

Durante este ano, não deveremos deixar nada ao acaso, deveremos antes, estar presentes, isto é, permanecer conscientes da nossa verdade, nunca esquecendo a verdade do outro.

 

Se estivermos presentes a cada momento, com o coração e com a mente, ou seja, se soubermos usar os dois hemisférios (direto e esquerdo), ou, se quiserem, as nossas duas polaridades (positivo e negativo), plenamente conscientes da nossa essência divina e da nossa humanidade, estaremos a trabalhar para conquistar o tão desejado equilíbrio interno.

 

A Mestria Interna está ao alcance de qualquer ser humano, no entanto é preciso querer, não basta acreditar e imaginar seres e luzes coloridas (cuidado com as ilusões que o 7 produz). Lembrem-se que há sempre as duas faces de uma mesma moeda. Cabe a nós escolher com sensatez e de acordo com a nossa consciência do momento. Necessitamos de olhar com verticalidade e profundidade para os recursos que temos. Não devemos temer aceitar quem já somos, ou, pelo contrário, querermos ser como os outros. O que importa agora é descobrir a nossa verdadeira essência e agir de acordo com ela. Esse será o ponto de partida para novas descobertas de quem somos. A viagem da alma prossegue interminável…

 

AMOR / AFECTOS / FAMÍLIA

No plano afetivo, é um ano tendencialmente fraco, pois as pessoas tendem a criar barreiras devido à natureza solitária do 7. Não se isole. Procure antes respeitar os seus momentos ou necessidade de silêncio e introspeção. Lembre-se que na solidão há muita pouca aprendizagem. É através do outro que é possível crescer, pois é o outro que nos devolve as experiências mais importantes a serem vividas e desse modo, as maiores lições a serem apreendidas.

Durante este ano há uma forte tendência para ruturas e separações nas relações a dois ou mesmo com alguns membros da família ou amigos, dado que o 7 promove a necessidade de nos afastarmos, por vezes, mesmo daqueles que mais amamos.

Anos como este apresentam tendência para se colocar tudo em causa, mas não de um modo leviano. Há muita profundidade nas emoções e tudo se torna mais intenso.

 

DINHEIRO / FINANÇAS / TRABALHO

Em termos práticos, a regência do 7 é pouco dada a grandes concretizações no plano material, por isso é preciso ter muita cautela, sobretudo no que diz respeito a negócios que exijam grande investimento.

São anos de poupança e poucos ganhos materiais. Será bem mais produtivo investir em si, em formação, por exemplo, ou em qualquer tipo de atividade que lhe permita alargar mais os seus horizontes, seja em termos culturais ou em alguma área específica que pretenda.

É um ano excelente para aprofundar estudos, sobretudo ao nível das especializações.

Ótimo para investigadores, cientistas, filósofos, psicólogos, etc. dado que a necessidade de isolamento do 7 promove o silêncio e a serenidade que permitem aos estudiosos a concentração e clareza mental necessárias.

 

SAUDE

Relativamente à saúde é preciso ter cuidado, sobretudo com a saúde mental, mas também com a emocional, claro. A mente e as emoções estão interligadas, é impossível separá-las e por isso devem ser trabalhadas como um todo.

Cuide das suas emoções, use a inteligência emocional. Não se deixe enredar na teia dos pensamentos destrutivos. Procure a causa dos seus receios, medos e ansiedades. Não deixe arrastar as situações. Procure alguém da sua confiança e partilhe as suas dificuldades, verá que há sempre alguém pronto a ajudar.

Acima de tudo não se deixe chegar ao limite.

 

ESPIRITUALIDADE

Tendência para o fanatismo e para o radicalismo. Será necessário muita atenção e sentido prático para não nos permitirmos entrar por campos tão delicados, como estes, pois isso só dificultará a nossa transformação pessoal e eventualmente a nossa evolução espiritual.

As falsas crenças são motivo de discórdia em toda e qualquer área da nossa vida. Cabe, portanto, a cada um de nós manter abertura mental, sentido crítico e uma boa dose de sentido de humor.

 

Síntese dos 12 meses em 2014

O ano 2014 começa com um mês de Janeiro regido pelo 8, favorável a concretizações e realizações no plano da matéria, tal como o mês de Outubro.

Fevereiro e Novembro, são meses indicados para resolver questões pendentes, enquanto Março indica o início de um novo, porém, curto ciclo.

Abril é regido por 11, cuja vibração nos permite elevar a consciência e tomar contacto com os nossos sonhos mais profundos, é uma excelente alavanca para seguirmos o nosso coração, sobretudo porque o mês anterior, Março é também ele um mês que nos induz ao movimento e nos catapulta para a ação.

Maio, com o seu regente 3 convida-nos a expressar as nossas emoções com clareza.

4 é o regente de Junho e permite-nos aliar a nossa vontade ao nosso desempenho.

Julho é um mês mais agitado com a sua regência 5, podendo aqui sentir-se com mais intensidade algumas das maiores dificuldades do ano.

Agosto é regido pelo 6 e por isso é um mês excelente para nos dedicarmos mais à família e aos amigos.

Setembro é o mês que faz o aspeto mais importante com o ano 2014 dado que possuem o mesmo regente - 7. Por esse motivo, poderá também ser um dos meses mais desafiantes, mas também um dos que mais crescimento poderá oferecer.

O ano termina com um mês de regência 1, favorável a criar novas oportunidades e a desbravar caminhos novos e diferentes, abrindo assim as portas a 2015, cuja regência 8 trará certamente novas possibilidades e oportunidades.

 

Palavras-chave do 7: introspeção, espiritualidade, fé, reflexão, interioridade, silêncio.

 

 

"O homem sereno procura serenidade para si e para os outros."

Epicuro

 

 

A seguir apresenta-se a tabela dos meses em 2014 com a correspondente vibração numerológica e respetiva análise numerológica:

 

Ano 2014

Energia do mês

Janeiro

8

Fevereiro

9

Março

1

Abril

11

Maio

3

Junho

4

Julho

5

Agosto

6

Setembro

7

Outubro

8

Novembro

9

Dezembro

1

 

 

 

 

 

 

Ano Pessoal 9 em 2014

 

 

“Considera a solidão como uma iluminação, uma pura luz que se alimenta de si própria, fora do mundo e, no entanto, centro do mundo.”

 

Sabedoria Ameríndia

 

 

 

Combinação do Ano Pessoal 9 com o regente 7 em 2014

 

9 – 7

Este é um ano luminoso e harmonioso pois as duas energias pertencem a uma matriz de elevada espiritualidade. Durante este ano poderão ser dados verdadeiros saltos quânticos. O 9 é uma energia universal, globalizante que não condena, não julga e não exclui. Por esse motivo é considerado como uma energia benéfica, apaziguadora, tolerante e generosa.

As pessoas sob esta influência sentirão mais necessidade de dar do que de receber. Somemos-lhe agora o 7 do ano universal com a sua energia introspetiva, o seu silencio e a sua consciência do saber, e obteremos uma combinação única, capaz de produzir situações conciliadoras, (resultantes de profundas reflexões sobre as causas dos conflitos, das desavenças e das desarmonias) que promovam a paz e a concórdia entre as pessoas

 

Lado Luz do 9

O ano pessoal 9 é o último do ciclo novenal (ciclo completo de nove anos). Por isso o designamos na Numerologia como o ano de fecho, de conclusão ou de fim. Muito sucedeu nos 8 anos anteriores e portanto agora há que fazer o balanço, a análise detalhada de todas as experiências e vivências passadas a fim de finalizar mais um capítulo da nossa vida. Sempre que estamos perante um ano 9, sentimos uma necessidade quase automática, de efetuar este balanço, esta análise, que este ano será mais aprofundada, mais pormenorizada devido à carga do ano universal 7. Existe uma necessidade imperiosa de virar a página e começar de novo.

Aliás, só encerrando o capítulo anterior, estaremos aptos a criar e a viver novas experiências e vivências.

Depois deste exercício, nem sempre fácil, até porque nos falta quase sempre uma certa objetividade, pois temos tendência a ver só o que nos interessa, poderemos e deveremos tirar as nossas próprias conclusões, de modo a podermos fazer a síntese dos acontecimentos passados, retirando apenas a essência da aprendizagem, quer ela tenha acontecido através de uma experiência positiva ou agradável, quer através de uma experiência negativa ou traumática.

Feito isto, chega o momento de começar a equacionar e a planificar os 9 anos seguintes. Traçar objetivos pessoais e profissionais é fundamental, para mantermos uma linha orientadora ao longo dos grandes ciclos, caso contrários teremos tendência para nos perdermos na confusão dos acontecimentos que sucedem uns após outros, sem paragens nem interrupções.

A pergunta que se coloca é a seguinte: O que queremos colher no final do próximo ciclo novenal (9 anos)?

 

Lado Sombra do 9

O desafio do lado sombra do 9 assenta, este ano, na nossa incapacidade de aceitar o que a vida nos traz e o que a vida nos leva. Qualquer uma das condições anteriores serve de pretexto para amuarmos, fazermos birras, batermos com o pé no chão, e por aí adiante. Qualquer adversidade, por menor que seja, serve para justificarmos a nossa falta de interesse por nós próprios e pela vida. Qualquer contrariedade serve, para justificarmos as nossas ações impensadas e muitas vezes infundadas.

A não-aceitação, a revolta, a zanga que expressamos, revela o pouco ou nenhum respeito que temos pela vida que nos foi dada, pelas bênçãos que a cada momento recebemos, pelo ar que respiramos, pelo próprio milagre de estarmos vivos, pela oportunidade de partilharmos a nossa vida com outros seres humanos e com uma biodiversidade incrível e imensa.

Esta postura conduz-nos invariavelmente ao egoísmo, á falta de bondade e doçura, á falta de compaixão e á incapacidade para perdoar e tolerar as falhas dos outros.

Quando a nossa mente e o nosso coração estão alinhados ou sintonizados com esta vibração, o nosso corpo físico ressente-se, a nossa energia enfraquece e a nossa alegria desvanece-se.

É necessário tomar consciência deste padrão vibracional a atuar em nós, para nos permitirmos fazer um movimento a partir de dentro, mudando o modelo de ação que se encontra obsoleto, purificando a alma, regenerando o ser, transformando a dor. Só então será possível construir e usufruir de um novo paradigma.

 

Síntese

É hora de assumir a nossa humanidade, é hora de deixar o criticismo e o julgamento de lado e aceitar os outros como eles são. Como ousamos exigir que os outros nos aceitem com as nossas falhas quando fazemos exatamente a mesma coisa? Porque achamos que somos superiores aos outros?

Chegou a hora de assumir a nossa divindade e reconhecer que somos capazes de feitos extraordinários, que temos a capacidade e o dever de abençoar e curar, de dançar e amar a cada momento da existência ao longo da eternidade.

 

 

AMOR / AFECTOS / FAMÍLIA

Um ano em que poderão surgir novos relacionamentos ou terminar os que temos.

Será necessária muita sensibilidade e bom senso para lidar com estas questões.

Tanto num caso como noutro deveremos ser sempre nós próprios e saber dizer que sim e não na hora certa.

 

DINHEIRO / FINANÇAS / TRABALHO

Poderão surgir novas ofertas de trabalho, sobretudo no estrangeiro. Aproveite as oportunidades que surgirem e não receie as novidades.

 

 

SAUDE

Ao nível da saúde cuide da garganta e das vias respiratórias. Este é um período estável. Para quem se encontra doente este poderá ser o ano em que termina o seu sofrimento resgatando a sua cura e o seu equilíbrio.

 

ESPIRITUALIDADE

Ano de espiritualidade por excelência. A alma renova-se e encontra-se revigorada. Novos desafios esperam por nós. Cabe a cada um entregar-se, descobrir-se, revelando a cada momento o seu verdadeiro e brilhante potencial.

 

Partilha de Conteúdos e Créditos de Imagem

Partilha de Conteúdos - Por uma questão de respeito pelo meu trabalho, a partilha dos conteúdos deste blog deve ser sempre feita através do link da publicação e com referência à sua autoria. "NÃO FAÇAS AOS OUTROS O QUE NÃO QUERES QUE TE FAÇAM A TI!" - Grata pela tua compreensão. / Créditos de Imagem - As imagens que ilustram as publicações deste blog são da minha autoria ou de bancos de imagens gratuitas: https://unsplash.com/ - https://pixabay.com/pt/ - https://kaboompics.com/ - Caso seja detectada alguma imagem que não esteja de acordo com os critérios acima mencionados, agradeço que me contacte e a imagem será de imediato removida.