Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Numerologia Arcana

by Eva Wolf Heart

Numerologia Arcana

by Eva Wolf Heart

Abril 2014 - Regente 11

Eva Veigas, 22.12.13

 “O teu próprio espírito não está preso, acorrentado dentro de ti mesmo. Sem que tu saibas, comunica com a natureza subtil dos seres e das coisas. Desloca-se a grandes distâncias, fala nos teus sonhos, envia-te sinais que não sabes traduzir. Aprende a ler no teu espírito, e o Grande Espírito do Universo responder-te-á.”

Sabedoria Ameríndia

 

 

Se foi capaz de se superar e viver em pleno as propostas do passado mês de Março, estará mais do que preparado para receber e usar os benefícios com que o regente 11 de Abril o presenteia.

O 11 é considerado um número mestre porque a energia do 1 se encontra duplicada. (Se não leu análise numerológica do mês de Março, aconselho-o a fazê-lo agora, pois é muito importante para melhor entender o significado da energia do 1.)

Como já se disse, a energia do 1 encontra-se desdobrada, o que significa que essa energia se encontra em permanente expansão, possibilitando campos de atuação que nem sempre estão disponíveis nos nossos campos vibracionais.

Quando a energia de 11 está ativa, seja como regente de um dia, de uma hora, de um ano, de um nome, de uma data de nascimento, etc. significa que a pessoa ou pessoas que estão sob a sua influência beneficiarão de uma energia extra, energia essa que, mais cedo ou mais tarde, certamente ativará nelas “botões” específicos referentes a lições de vida específicas que serão importantes e necessárias à sua evolução.

Por outras palavras, podemos dizer que estes botões, ao serem ativados, funcionam mais ou menos como um programa que está instalado num computador mas nunca foi descarregado. Num dia qualquer resolve-se carregar o programa e acedemos finalmente à sua informação, ficamos então a saber para que serve o programa, como usá-lo, qual a sua potencialidade, etc.

Pois bem, no caso destes “botões” energéticos sucede praticamente a mesma coisa, pois ao ser ativada esta energia em nós, acedemos, através das experiencias, a informações sobre a nossa essência e que em muitos casos desconhecíamos, por vezes totalmente.

Um exemplo disso é quando damos por nós a pensar ou a verbalizar: “Como é que eu fui capaz de fazer isto?” ou “Eu não sabia que tinha tanta facilidade em…” e assim por diante.

Estes são os chamados programas fechados e que só são abertos em determinadas circunstâncias que se prendem com poderosas e atuantes Leis Universais às quais todos estamos sujeitos.

Ora, num mês com uma vibração tão forte e poderosa como é o caso de Abril, não será de admirar que verdadeiras revelações internas se manifestem. É que sob esta influência, é possível entrar, de forma mais acelerada, em contacto com a nossa magnífica intuição e com a nossa visão interior. É um pouco como ter uma bola de cristal interna em que é possível, não adivinhar, mas antes sentir. de forma intuitiva o rumo de determinados acontecimentos.

Claro que estas capacidades, na verdade muito importantes para quem as sabe aceitar e usar, nos levam, por vezes, a ter comportamentos e a usar uma linguagem bastante diferente do habitual, o que poderá, evidentemente, causar estranheza tanto para nós como para quem nos rodeia.

Sob esta influência sentimo-nos muitas vezes isolados, pois não encontramos ninguém com quem nos identificar, dado que a maioria das pessoas que nos rodeiam não pensam, sentem ou falam usando esta frequência vibracional tão específica e ao mesmo tempo tão subtil. Muitas pessoas afirmam que se sentem autênticos estranhos na sua própria casa, família, comunidade, local de emprego, etc.

A sociedade espera que nos encaixemos nas suas ideologias, verdades e crenças absolutas, como um rebanho de ovelhas que segue o pastor para todo o lado, mas sob a influência desta energia, seremos incapazes de o fazer, ainda que uma parte de nós, queira dizer ou fazer o politicamente correto. A verdade é que quando tivermos que empunhar a nossa espada (usando a nossa aguçada mente) nada mais nos poderá parar. Portanto, teremos que ser nós mesmos a dosear o uso desta energia procurando a todo o custo manter o equilíbrio na nossa vida diária.

Aqueles que conseguirem subir a sua frequência mantendo-se conscientes a cada momento, sentirão, sem sombra de dúvida os reais benefícios deste regente especial e diferente, onde tudo o que importa é o Bem Maior.

Porém, quem não tiver autoconfiança suficiente para suportar um desafio tão forte como este viverá este mês sob a influência do 2 que comparativamente ao 11 é mais modesta. No entanto, como qualquer frequência energética traz consigo propostas não menos importantes e desafiantes. Sendo a principal, aprender a aceitar-se como é, trabalhando a sua autoestima e a sua autoconfiança com afinco e determinação.

 

Eva Veigas

21/12/2013- 12:3

Eva Veigas, 21.12.13

 

 

21/12/2013

 

 

Regentes Numerológicos do Dia – 12/3

 

Hoje é um dia diferente, pois celebra-se, ou deveria celebrar-se a chegada do Inverno. Porém, quando falo em celebração, não pretendo que interpretem esta celebração como algo a ser feito com ruído ou espalhafato. Esta é uma celebração interior. É que o Inverno convida ao recolhimento, ao permanecer quieto e contemplativo em pleno estado de meditação. Este recolhimento sucede na Natureza. Basta observar alguns exemplos flagrantes, como é o caso, dos animais que hibernam durante esta estação, ou das árvores que permanecem nuas, pois perderam toda a sua folhagem e sem ela perderão toda a sua majestade e exuberância de ramos verdes e floridos. As noites são longas e frias e os dias curtos e cinzentos. A Natureza parece ficar em stand by.  Tudo isto é um convite, uma proposta da Natureza aos homens e às mulheres para a imitarem neste sono aparente. Só que o Homem esqueceu-se que faz parte da Natureza – nós somos a Natureza e não algo à parte como muitos pretendem.

É por causa dessa falta de vínculo, desse elo que se perdeu, que a maioria de nós vive em profundo sofrimento e ansiedade, pois deixámos de respeitar os ritmos e os ciclos da nossa Natureza – tantos os grandes, quanto os pequenos. Vemos a Natureza como algo fora de nós, quando ela está tão intrinsecamente em nós.

Deste modo convido-vos a celebrar este dia com o coração síncrono com a Mãe-Terra. Celebrem, mas celebrem serenamente, interiormente. Sozinhos ou com um grupo de amigos mas de forma meditativa e sem “ruído”. Quem gostar pode fazer o seu próprio ritual, com música, queimando ervas, meditando, caminhando, sorrindo e acolhendo com todas as células do vosso ser este fantástico dia.

 

Das 00h00 h às 06h00 – Regentes 0 e 6

 

Ponto Fraco: Incapacidade para se definir. Pode ter dificuldade em dormir. Período de confusão geral.

Ponto Forte: Sentirá necessidade de estar no conforto do seu espaço. Necessidade de voltar ás raízes, onde se sente seguro.

 

Das 06h00 às 12h00 – Regentes 3 e 9

 

Ponto Fraco: Dificuldade em reagir. Poderá sofrer de uma certa apatia, sentindo-se incapaz de fazer o que quer que seja.

Ponto Forte: Tendência para olhar para o mundo que o rodeia a partir de uma perspectiva mais elevada. Os seus valores e princípios altruístas poderão vir ao de cima.

 

Das 12h00 às 18:00 – Regentes 3, 6 e 15

 

 

Lembre-se que o Solstício de Inverno se dá às 17:11 UT GMT

 

 

Ponto Fraco: Tendência para se zangar com situações sem importância. Dificuldade em se desapegar dos seus padrões emocionais automáticos.

Ponto Forte: Necessidade de estar recolhido no seu canto, que certamente espelha o seu interior. Sentirá o apelo de estar rodeado de beleza e conforto.

 

Das 18h00 às 00:00 – Regentes 3 e 9

 

Ponto Fraco: Resistência à mudança. Tem vontade de fazer apenas o que quer de acordo com os seus desejos e caprichos.

Ponto Forte: Forte vontade de celebrar a vida. Momento propício a sonhar e agir de acordo com a sua frequência interna. Vontade de modificar o mundo. Lembre-se que para contribuir para essa mudança, terá que começar por si, fazendo as transformações internas que julgar necessárias.

 

 

Um Abraço na Luz Maior Que a Todos Envolve

Eva Veigas

Março 2014 - Regente 1

Eva Veigas, 21.12.13

 

“Perante tudo o que te acontece, resolve-te a descer dentro de ti próprio, sem perderes a atenção, a vigilância. É dentro de ti que reside a fonte do poder, a palavra que cura e também destrói o medo.”

 

Sabedoria Ameríndia

 

 

  

O mês de Fevereiro foi, como sabem, um mês de transição que lançou os alicerces para o início de um novo ciclo (curto é certo, pois estamos a falar de apenas um mês). Novas possibilidades surgem agora no horizonte e cabe a nós, depois de uma incursão mais ou menos profunda ao mundo do inconsciente, num momento em que provavelmente nos encontraremos mias despertos, manifestar os nossos pensamentos, desejos, ideias, sonhos, objetivos, comportamentos, atitudes a partir de um nível mais elevado de consciência.

Eu diria mesmo que se trata de um dever e de um direito que nos assiste, dado que não é fácil lidar com os complexos processos da mente que apesar de exaltarem em nós a coragem e a persistência não deixam de mexer com lembranças e situações difíceis de superar.

Para aqueles que experimentaram com bravura mergulhar no seu próprio mundo inconsciente e fizeram o trabalho interior, é hora de validar essa experiência. Não há necessidade de gritar aos quatro ventos o sucedido, basta apenas que o reconheçam para si próprios e sigam em frente com a sua vida, caso contrário, ficarão sujeitos a repetir um ciclo interminável de experiências que os conduzirão de volta ao apego. A melhor forma de “combater” o apego é morrer constantemente para o passado. Isso é permanecer presente no aqui e agora, isto é, é estar continuamente presente e “alerta” e atento ao que se passa dentro de si,

Então, plenamente revigorados e regenerados, eis-nos aptos para iniciar algo, que até pode ser, algo que estava pendente ou algo totalmente novo (isso pouco importa) sob o novo paradigma que entretanto se construiu.

E eis que surge novo desafio: o regente numerológico de Março está aqui para testar se efetivamente conseguimos livrar-nos dos medos que nos bloqueavam ou se eles apenas se manifestaram para que os pudéssemos identificar.

Os medos e os receios que ainda estiverem por identificar ou por transcender serão revelados sob a forte vibração do 1, que nos devolverá como um espelho (através das mais variadas e aparentemente insignificantes situações do quotidiano) a nossa incapacidade de reagir perante determinadas situações, a nossa cobardia ante determinados obstáculos, a nossa falta de firmeza no que se refere a alcançar os objetivos a que nos propusemos, a nossa dificuldade em permanecer humildes perante as contrariedades da vida, a nossa dificuldade em aceitar as propostas que a vida nos sugere e assim por diante. É neste cenário que surgirão as nossas dúvidas bem como as nossas dificuldades para seguir o que o que o nosso coração amorosa e delicadamente nos pede.

Sob a regência do 1 aparecem as dúvidas. Somos confrontados com a dificuldade em seguir o rumo que tão corajosamente havíamos traçado (entretanto perdemos a coragem de avançar) porque temos medo de saber o que nos espera num futuro imediato, porque duvidamos de nós e das nossas capacidades, porque não temos autoestima suficiente e muito menos a autoconfiança necessária para realizar os nossos sonhos.

De facto, é exatamente sob a frequência do 1, que nos encontraremos em posição de provar a nós próprios que somos capazes de realizar o que quer que seja, pois seremos capazes de enfrentar os obstáculos mais difíceis e aparentemente intransponíveis.

Este mês de vibração 1 resulta da redução do número 10, considerado o número perfeito. O zero que se encontra á direita do 1 eleva a vibração deste, aumentando exponencialmente as suas características. Portanto se há uma vibração ótima para combater medos e ansiedades, esta será sem dúvida uma delas.

O 10 incita à ação, à vontade de começar do zero, à necessidade de nos renovarmos a cada instante, transformando dificuldades em desafios, buscando múltiplas soluções para cada novo problema, superando a nós mesmos em qualquer situação.

Se o 10 lhe pudesse enviar uma mensagem ela seria algo como: Acredita no teu potencial, identifica as tuas reais motivações, traça os teus objetivos, entrega-te, expressa a tua vontade, persiste, insiste e realiza o teu potencial ao máximo.

20/12/2013 - 11:2

Eva Veigas, 20.12.13

 

20/12/2013

 

Regentes Numerológicos do Dia – 11/2

 

Este dia abre um Portal de vibração energética 11. O 11 é o Portal que nos conduz à tolerância, uma característica que poucos seres humanos praticam nos tempos que correm. A incapacidade de tolerar as diferenças, as ofensas, as ideologias ou crenças dos outros, produz toda uma série de dificuldades ao nível dos relacionamentos o que como é óbvio é a causa da maioria dos problemas nas diversas sociedades.

Este dia de vibração mestre convida-nos a ser mais tolerantes não apenas com o próximo, mas sobretudo connosco. Antes de sermos tolerantes connosco, aceitando que não somos perfeitos e que nem temos que o ser, será impossível sermos tolerantes com os outros.

Assim o dia de hoje, apoia-nos nesta iniciativa, de olharmos para nós com mais amorosidade e gentileza. Se refletirmos um pouco, de coração aberto, sem medo, chegaremos à conclusão que tudo faz parte de um gigantesco processo de evolução cósmica onde nós somos apenas pequenos intervenientes. Sob essa perspetiva, não certos nem errados, o que há são apenas gesto e atitudes que tomamos de acordo com o patamar de consciência onde nos encontramos. E esse patamar não se encontra acima nem abaixo dos patamares dos outros. Esse patamar é apenas diferente e lá permaneceremos de acordo com o tipo de experiências que escolhemos viver.

Portanto o dia de hoje convida-nos a fazer esta reflexão profunda, com verdade e vontade de mudar aquilo que sentirmos dissonante em nós.

 

Das 00h00 h às 06h00 – Regentes 1 e 5

 

Ponto Fraco: Sentirá dificuldade em aceitar a si mesmo. Tendência para se desvalorizar e para não acreditar em si.

Ponto Forte: Sentirá necessidade de recomeçar do zero, reconstruindo pequenos aspetos do seu ser de acordo com novas ideias.

 

Das 06h00 às 12h00 – Regentes 4 e 8

 

Ponto Fraco: Tendência para adiar os seus afazeres diários e cumprir com as suas obrigações.

Ponto Forte: Ótimo período para levar os seus projetos adiante e para se sentir capaz de traçar novos objetivos.

 

Das 12h00 às 18:00 – Regentes 3 e 4

 

Ponto Fraco: Dificuldades em manter o foco. Momento de grande dispersão.

Ponto Forte: Momento excelente para dedicar a sua atenção a pequenos trabalhos que requeiram atenção aos detalhes.

 

Das 18h00 às 00:00 – Regentes 3 e 9

 

Ponto Fraco: Vontade de se evadir misturada com um sentimento de não pertença.

Ponto Forte: Poderá sentir uma forte necessidade de sair e estar com outras pessoas. Possibilidades de viajar.

 

 

Um Abraço na Luz Maior Que a Todos Envolve

Eva Veigas

Outono

Eva Veigas, 20.12.13

 

 

Hoje despedimo-nos do Outono, a estação que marca a transição entre o Verão e o Inverno. O calor do Fogo foi-se dissipando para dar lugar aos ao frio do Inverno, onde a Natureza parece recolher-se. Os animais hibernam, os rios congelam, as noites são geladas e o Sol não aquece os dias.

A magnífica estação do Outono propôs-nos um tempo de amadurecimento e crescimento. Foi o tempo de deixar ir o que já não interessa, tal como as árvores que deixam ir as suas folhas, cobrindo o chão de um magnífico tapete de tons deliciosos. Os amarelos, os castanhos, os dourados e os vermelhos abundam na natureza forçando-nos a contemplar a sua extraordinária beleza.

 

Neste tempo único, é suposto largar os condicionamentos do passado recente ou mais longínquo para nos permitirmos de seguida recolher ao nosso Ser, tal como a Natureza o faz. Só largando o que é velho é possível receber o novo. Só quando as árvores largam as suas folhas, mostrando a sua nudez, é que lhes é possível rebentar depois na Primavera mostrando que a Estação do Inverno foi apenas “aparentemente” adormecida.

Façamos então a despedida deste Outono em jeito de agradecimento e com o coração cheio de alegria e gratidão acolhamos a chegada do Inverno.

 

É tempo de Celebrações. É tempo de AMAR.

 

 

UM Abraço na Luz Maior Que a Todos Envolve

Eva Veigas

Fevereiro 2014 - Regente 9

Eva Veigas, 20.12.13

 

 

“Os desejos do homem são flechas de luz. Conseguem explorar os sonhos, visitar a terra das almas, curar as doenças, acabar com a dor e criar sóis.”

 

Sabedoria Ameríndia

 

 

Fevereiro cujo Regente Numerológico é 9, é um mês que nos convida a fazer o balanço dos últimos acontecimentos, bons ou maus, da nossa vida.

O 9 é o número que marca simbolicamente o final de um ciclo e em simultâneo a abertura de um novo. Durante este importante período de transição, encontramo-nos perante a possibilidade de virar mais uma página da nossa vida, de concluir assuntos, projetos e tarefas pendentes, de deixar ir pessoas e situações que não mais nos trazem paz nem quietude e consequentemente acolher as novas experiências que sucederão, no seguimento das novas escolhas.

No fundo, este período de transição pede-nos que digamos adeus ao antigo para nos permitirmos receber o novo.

É perante esta vivência que surgem os nossos apegos a tudo o que fomos e a tudo o que tivemos, pois recusamo-nos a largar um passado que apesar de obsoleto é tudo o que a ilusão nos diz que temos.

Deixar ir o passado não é, de facto, uma tarefa fácil, sobretudo quando nos encontramos mergulhados em diferentes lutos que nos mergulham em plena confusão mental e emocional, provocando o caos e a desordem na nossa vida e na vida daqueles que nos cercam, (sobretudo na daqueles que estão mais próximos). Esses lutos, essas contrariedades mal digeridas transformam-nos, sob a nossa permissão, muitas vezes inconsciente, em vítimas dos acontecimentos e sob essa máscara viveremos momentos que poderão ir da apatia profunda a momentos de emoção descontrolada.

Ora tudo isto só nos trará mais dor e sofrimento, afundando-nos cada vez mais nos nossos próprios dramas. É por essa razão que uma parte das pessoas refere a cada instante que a sua vida se encontra virada do avesso, caótica, e tudo o mais que possam imaginar. Ante este cenário, o comum ser humano perde as estribeiras e inevitavelmente o controlo da sua vida, mergulhando no desespero e na aflição, inibindo com essa atitude o seu processo criativo que o poderia ajudar a centrar e a buscar soluções para o que o apoquenta.

Mas o 9 está a reger todo este mês e sob a sua benévola influência tudo o que se encontra escondido e oculto no mais profundo de nós mesmos, os nossos segredos, os nossos medos, as nossas angústias e todo o universo de fantasmas que povoam os nossos sonhos tenderá a emergir das entranhas do nosso inconsciente.

Esta proposta do 9 surge como um universo de possibilidades a explorar, no qual somos convidados a mergulhar para nos descobrirmos ou encontrarmos pistas que nos reconduzirão de volta ao nosso próprio centro.

Claro que este é um mundo onde nem todos estão dispostos a entrar, pois encontra-se repleto de armadilhas e locais desconhecidos. Portanto quem não estiver presente e alerta, quem não estiver preparado e firme das suas intenções poderá perder-se neste labirinto que é o inconsciente.

Porém quem persistir, sem temor, num estado de espírito de total fé e confiança poderá sair plenamente regenerado e renovado desta incursão num mundo que representa para a maioria de nós o verdadeiro monstro de sete cabeças.

Retirado o véu que nos impedia de ver com clareza que o que de facto nos amarrava não era mais do que uma armação da nossa própria mente subconsciente, que age sobre nós com total liberdade de ação (pois nós não a treinamos para ela nos servir) encontramo-nos agora sob novo dilema. É neste momento que poderemos voltar a zangar-nos connosco, culpando-nos por não termos sido capazes de perceber a armadilha. No entanto, é precisamente neste momento que daremos provas de que estamos efetivamente dispostos a amar-nos. Como? Compreendendo que tudo isto fez e faz parte do nosso próprio processo de crescimento e transformação. É essa consciência que permite o tal perdão a nós mesmos (do qual tanto se fala hoje em dia, mas que é tão mal compreendido) e que nos permitirá ganhar uma nova liberdade retirando o peso das experiencias passadas. Perdoar também significa compreender que agimos de acordo com o nível de consciência (muito diferente do atual após esta nova descoberta) que possuíamos naquele instante de um passado mais ou menos remoto.

 

 

 

19/12/2013 - 19:10:1

Eva Veigas, 19.12.13

 

4.png

 

Mais um dia trazendo fantásticas oportunidades de crescimento e expansão da consciência.

Hoje o Regente Numerológico é 1. Mas… este 1 é verdadeiramente poderoso, pois ele reúne em si mesmo as subtis frequências do 19 e do 10.

Ora, traduzindo isto para português, estamos perante um dia de uma vibração poderosa, capaz de nos arrancar da inércia, da passividade, da indolência, da falta de interesse e do medo de não sermos capazes de terminar algo pendente ou começar algo novo.

Mas hoje temos á nossa disposição a força do 10 que nos preenche de coragem, coragem essa capaz de enfrentar todos os medos, todas as barreiras colocadas pela mente, ou melhor pelo nosso juiz interno. O juiz interno é aquela vozinha na sua cabeça que não para de repetir (qual disco riscado) que você não é capaz, que não é suficientemente bom, que não merece que nada de bom lhe suceda e assim por diante. Já sabe do que estou a falar, não é verdade?

Pois bem, esse terrível juiz, castigador e castrador, é o responsável pela nossa inação, pelos nossos bloqueios e pela nossa incapacidade de reagir ante os desafios do quotidiano.

Mas porque será ele tão poderoso?

Na verdade, cada um de nós encontra-se mergulhado num complexo processo, que por vezes mais parece um labirinto, onde buscamos a cada instante encontrar uma saída. De tal modo ficamos confusos e tontos (de andar à roda) que acabamos por nos desviar do nosso centro, isto é, do nosso ponto de equilíbrio interno. Durante este processo abdicamos do nosso poder pessoal e passamos a ser escravos dessa voz que comanda a nossa vida, qual capitão de um navio.

Sob a influência de uma combinação de vibrações fortes e poderosas como esta, é possível destronar esse capitão e coloca-lo no seu devido lugar, dando-nos assim a oportunidade de sermos nós a ocupar o posto de comando do nosso navio.

A princípio poderemos sentir-nos receosos, mas o 1 impele-nos a agir e este 1 em particular está muito bem alicerçado e não tenciona abandonar o posto, pelo contrário. Este 1 aos poucos irá aprender acerca da responsabilidade das suas ações e de como é gratificante assumir a sua plenitude, e em consciência irá levar o seu navio a bom porto.

Este será sem sombra de dúvida um dia em que trabalharemos com gosto, com redobrada vontade e em que nos sentiremos cheios de energia, capazes de resolver os desafios, um por um, de forma estruturada em pleno processo criativo.

Na verdade quando o dia terminar, aqueles que estiverem mais atentos, sentirão sem dúvida que se deu uma verdadeira alquimia interna.

 

Das 00h00 h às 06h00 – Regentes 2 e 4

Ponto Fraco: Sentirá dificuldade em aceitar as opiniões dos outros e poderão surgir desavenças.

Ponto Forte: Sentirá forte necessidade de colocar as coisas em ordem, sobretudo a nível mental.

 

Das 06h00 às 12h00 – Regentes 5 e 7

Ponto Fraco: Tendência para viver momentos de desequilíbrio interno e insatisfação pessoal.

Ponto Forte: Excelente momento para olhar para dentro. Aprofunde as experiências que viver sob esta influência, mas não caia na tentação de analisar tudo com a mente racional. Apenas sinta.

 

Das 12h00 às 18:00 – Regentes 3, 11 e 2

Ponto Fraco: Dificuldades ao nível da expressão. As suas emoções poderão estar exacerbadas o que poderá contribuir para pequenos mal entendidos.

Ponto Forte: A sua capacidade de harmonizar conflitos estará em alta. Aproveite para resolver questões pendentes.

 

Das 18h00 às 00:00 – Regentes 3 e 9

Ponto Fraco: Poderá sentir-se melancólico, triste ou com falta de interesse de uma maneira geral. Poderá nem saber a causa desse estado de espírito. Relaxe. Respire. Tudo está bem.

Ponto Forte: Momento luminoso do dia, em que poderá sentir um forte desejo de dar apoio a quem mais necessita.

 

Um abraço intergaláctico

Eth'Nah Caminhante das Estrelas

Janeiro 2014 - Regente 8

Eva Veigas, 19.12.13

 

 

“Limpa o teu corpo por meio da oração, do jejum e de longas caminhadas pela floresta. Respira profundamente, abre-te aos espíritos dos vegetais que são grandes curandeiros da alma.

Renuncia a ti próprio e abandona-te com confiança ao sopro benéfico da natureza.”

 

Sabedoria Ameríndia

 

 

 

Janeiro de 2014 é regido pelo número 8. O 8 é o número de todas as possibilidades no campo material, pois é sob a sua influência que mais podemos concretizar os nossos anseios, desejos, projetos e sonhos. Este número é considerado, por muitos, como o número da sorte. Se é ou não, não me cabe a mim dizer, porque do meu ponto de vista não existem números bons nem números maus, por assim dizer. Os números são frequências cósmicas, que produzem determinada vibração, tal como os acordes de uma guitarra. Essas vibrações estão em movimento permanente e ecoam no universo sem que as possamos controlar ou manipular.

Elas estão aqui para que nos sintonizemos com os seus tons, com as suas cores, com as suas melodias, enfim, com a perfeita sinergia criada pelas suas frequências entrelaçadas que criam esta malha energética que tudo une e sustém.

Somos nós que temos que afinar as nossas cordas com as cordas do universo nesta sinfonia perpétua que é o Cosmos em movimento.

Desta maneira, o que poderemos nós alinhar ou sintonizar com a frequência vibracional 8, disponível para nós em Janeiro de 2014?

Vamos olhar para dentro de nós e vamos avaliar os nossos recursos internos.

Em primeiro lugar, sob o 8, número da materialidade e da matéria, devemos avaliar a nossa relação com o nosso corpo físico. O corpo representa a parte ou o aspeto material da nossa existência. Cada ser vivo, humano, animal, vegetal… tem uma parte física, isto é, possui uma parte da energia condensada. Digamos que um pedaço de energia de cada ser individual entrou num processo de desaceleração gradual até se tornar tão denso que se tornou visível, manifestando-se assim a forma no plano da matéria.

Assim sendo o nosso corpo físico é tão importante quanto o espiritual, pois ambos são aspetos da mesma energia. Muitas pessoas ainda mantêm a crença de que ser espiritual é uma coisa só para seres muito especiais e únicos, esquecendo-se, por exemplo, que tanto o Cristo quanto o Buda tiveram um corpo físico para se poderem manifestar na matéria, de modo a permitir que todos vissem as suas obras.

Se o espírito é sagrado, a matéria ou o corpo também o é. A questão principal reside apenas na diferença entre a aceleração/rapidez ou a desaceleração/lentidão com que a energia se move.

Então, voltando à nossa questão prática, será importante iniciar o ano com esta questão em mente, isto é, devemos dar tanta importância ao nosso corpo físico quanto ao espiritual, ao emocional ao mental, etc.

Tudo passa por aceitar que temos um corpo, acolhendo-o tal como ele é. O nosso corpo físico é o nosso Templo de Cura.

Porquê Templo de Cura?

Porque só através do corpo físico é possível experimentar diversas emoções, desde o êxtase profundo ao sofrimento atroz.

Ora, quando o corpo adoece, por exemplo, queremos curar-nos, restabelecer-nos o mais rápido possível.

O corpo é o Templo onde habita a alma, onde ela se aninha, ora recolhendo-se ora expandindo-se conforme o seu propósito cósmico e divino.

A alma sabe que tem um papel a cumprir e tudo fará para que o corpo aja segundo esse propósito, dando-lhe indicações precisas, fazendo-o sentir, provocando-lhe as mais variadas sensações, através dos vórtices ou centros de energia distribuídos ao longo da nossa coluna vertebral. Esses centros de energia chamam-se chakras e são responsáveis por trocar energia entre o corpo físico e a nossa aura que por sua vez troca luz/informação com o universo onde está inserida.

Assim, quanto mais cuidamos do nosso corpo físico, mais apto ele se torna a receber essa energia do cosmos, que não é mais do que informação na forma de Luz/Amor/Sabedoria. Consequentemente poderemos obter uma maior ligação e um melhor acesso à nossa parte, aspeto ou esfera espiritual. Reconhecer a sacralidade da matéria é um dos propósitos fundamentais do ser humano.

Um corpo são e equilibrado possui uma energia abundante e resplandecente, capaz de gerar ideias, pensamentos positivos, autodisciplina, autocontrole, enfim, capaz de cumprir o seu propósito de forma plena e integral.

 

18/12/2013 - 18:9

Eva Veigas, 18.12.13

29_10_2013 = 18_9 (2).png

 

Dia propício para acalentar os seus sonhos. O 9 transporta-nos nas asas da imaginação e permite-nos sonhar acordados. Durante este processo, podemos ser e fazer o que quisermos em mundos de fantasia, cor e luz.

Claro que o desafio consiste em estar presente durante essa experiência de modo a podermos extrair o essencial desses sonhos.

Quantos desses sonhos são possíveis de concretizar agora? Se procurar bem, certamente encontrará uma base estruturada, uma ideia com pernas para andar, uma qualquer pista que lhe poderá permitir colocar este sonho em andamento.

Que tipo de recursos tem neste momento que possa disponibilizar para fazer acontecer algo hoje? Para dar o primeiro passo na direção dos seus sonhos?

Lembre-se que terá que ser forte o bastante para não cair num mundo completamente ilusório. Poderá perder-se em fantasias e ficar apenas e só pelo mundo das ideias, tornando-se incapaz de concretizar o que quer que seja, transformando o potencial deste dia num momento de frustração e vontade de desistir, dado que o dia de hoje possui uma forte tendência para a dispersão.

Sim eu sei que vão surgir receios, medos e todo o tipo de pensamentos, como por exemplo: “eu não consigo, eu não posso, eu não sei…”. Esses condicionamentos estão lá, não para o castigar, nem para lhe retirar o ânimo, mas sim para que possa sentir e tocar na sua força interior. Estão lá para lhe mostrar a quantidade de crenças negativas e erróneas que possui a seu respeito. Os condicionamentos estão lá para lhe devolver um espelho daquilo que você mesmo evita ver.

Então, tenha a coragem de rebentar com essas cordas que o atam a um passado que já não lhe pertence e que já não faz sentido. Assuma a sua responsabilidade e use a sua vitalidade e siga em frente. O cosmos colabora com quem não desiste dos seus sonhos.

 

Das 00h00 h às 06h00 – Regentes 6 e 12

Ponto Fraco: dificuldade em gostar do que o rodeia. Pode sentir aversão a pessoas ou cenários.

Ponto Forte: A sua luz interior vai irradiar a partir do centro do seu coração e poderá ter ideias incríveis bem como momentos únicos de inspiração.

 

Das 06h00 às 12h00 – Regentes 3 e 15

Ponto Fraco: Este será o momento mais difícil do dia. Poderá sentir-se amargo, carrancudo com dificuldade em encontrar o seu ponto de equilíbrio. Cuidado não deite tudo a perder. É apenas um momento. Lembre-se que tudo passa.

Ponto Forte: período excelente para deixar ir o que não interessa. Para se desapegar de coisas ou de pessoas. Será uma transição tranquila se estiver centrado e de consciência tranquila.

 

Das 12h00 às 00:00 – Regentes 3 e 9

Ponto Fraco: Dificuldade em manter o foco. Não se deixe distrair por pequenas coisas. Regresse ao que estava a fazer e termine as suas tarefas, caso contrário vai continuar a acumular. Quando a tarefa lhe parecer enorme e interminável, tire uns minutos para respirar, feche os olhos, imagine que já está tudo concluído e alegre-se com o resultado. Felicite-se por ter conseguido. Sinta como fica o seu corpo e a sua mente. Fique aí um pouco. Depois abra os olhos e crie mentalmente ou por escrito, quais os passos que deve dar para ir completando a tarefa. Lembre-se que se der um passo de cada vez tornará tudo mais fácil. Acima de tudo não queime etapas, pois será uma perda de tempo.

Ponto Forte: Excelente momento para se inspirar, para se atirar de corpo e alma ao que está a fazer. Tudo o que fizer será feito com esmero, amor e total entrega. Lá mais para o fim do seu dia de trabalho esta vibração será ótima para fazer um balanço do dia, para dançar, para se mexer, para meditar, para relaxar.

 

Um abraço intergaláctico

Eth'Nah Caminhante das Estrelas

17/12/2013 - 17:8

Eva Veigas, 17.12.13

 

17/12/2013

 

Hoje é um dia em que a criatividade e a capacidade de manifestá-la estão em alta. Ser criativo, não é algo exclusivo de artistas. Todos somos criativos, já que todos somos produtos da Criação Divina. O que reside em nós é a vontade de permanecer em processo criativo. Muitos de nós, sobretudo nestes períodos de "crise" ameaçam bloquear o seu processo criativo, entrando em colapso interno, autossabotando a sua alegria de viver, os seus projetos de vida e a sua capacidade inata de chegar às soluções.

Hoje é um dia com uma energia maravilhosa para fazer acontecer, pois as frequências de hoje permitem-nos a possibilidade de aceder à nossa "estrela" ao nosso "sol interior" que irradia alegria, força de vontade e otimismo.

Hoje é o dia para transformar o desânimo em vontade de vencer.

É um dia excelente para organizar tudo à nossa volta: pensamentos, ideias, gavetas, casa, escritório, enfim o que quer que esteja a necessitar da sua atenção.

 

Das 00h00 h às 06h00

Ponto Fraco: período em que poderá sentir-se nervoso, irritado e incapaz de se concentrar.

Ponto Forte: forte necessidade de partilhar e colaborar com os outros.

 

Das 06h00 às 12h00

Ponto Fraco: Dificuldades de comunicação e entendimento. Durante este período será difícil chegar a conclusões.

Ponto Forte: período excelente para se organizar ou criar bases para o fazer.

 

Das 12h00 às 18:00

Ponto Fraco: Dificuldade ao nível da expressão. Emoções reprimidas.

Ponto Forte: Bom momento para se concentrar. Facilidade em manter o foco.

 

Das 18h00 às 00h00

Ponto Fraco: Dificuldade em se decidir. Não sabe o que fazer e terá receio de arriscar fazer algo novo.

Ponto Forte: Bom momento para concluir pequenas tarefas e / ou preparar ou agendar o dia ou dias seguintes.

 

Um Abraço na Luz Maior Que a Todos Envolve

Eva Veigas