Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Eva Veigas

Medicina para a Alma

Eva Veigas

Medicina para a Alma

18/02/2018 - Número Mestre 22

18022018.jpg

 

 

18/02/2018 - Número Mestre 22

 

Número Natural do Dia - 18
Número Universal do Dia – 22:4
Número do Ponto Forte do Dia – 48:12:3
Número do Ponto Fraco do Dia – 14:5

 

Quarto dia da série de 36 portais sob o manto do Número Mestre 22.

 

Antes de escrever sobre este portal observemos a magia presente na sequência desta data: 18/02/2018 corresponde a 18022018. Trata-se de um código em espelho no centro da sequência, formado pelos Números “0220” e de dois Números 18 repetidos à esquerda e à direita da sequência.

 

Trata-se uma mistura de códigos numéricos de importante relevo, pois ela contém uma mini galáxia cheia de sequência ocultas, isto é, literalmente invisíveis aos nossos olhos e à nossa falta de atenção e foco a tudo o que nos rodeia. Tanto que deixamos passar por causa da nossa pressa…

 

Assim, observemos o início e o fim desta sequência: 18…18. Trata-se de um convite a iniciar e a finalizar um processo de desmaterialização de sentimentos, emoções, e sensibilidades “0220”, que pecam por excesso ou por defeito, e que se encontram totalmente desprovidos de razão de existir.

 

Houve um tempo em que essas emoções, sentimentos e sensações nos fizeram falta, foram mesmo muito importantes para nós, inclusive para a nossa própria sobrevivência, mas a verdade é que se olharmos através do amor que nos guia e nos encoraja a amadurecer desde dentro, já nada disso faz qualquer sentido. Tudo o que importa é sermos o que somos sem medo de voltar a ser julgados em praça pública, sem medo de voltar a ser condenados à forca ou à fogueira.

 

18 é um Número que nos recorda o despontar de uma Nova Ordem, após uma longa batalha onde o ser humano se digladia a si mesmo, não sem atingir propositada ou inadvertidamente o seu semelhante e/ou outros seres, na tentativa de resolver o paradoxo que é a (sua) vida.

 

Mas o paradoxo, não tem, aparentemente, resolução, já que a beleza e o desafio da vida parece ser na verdade, aprender a estar, a viver, a ser no paradoxo.

 

Aprender este equilíbrio é tão fácil, mas nós conseguimos complicar tanto!

 

A lição está em nós e à nossa volta a cada segundo, mas a nossa cegueira impede-nos de ver com olhos de ver e de escutar com ouvidos de escutar, pois falamos mais do que escutamos, temos sempre uma opinião acerca de tudo e de todos, julgamos e condenamos com a mesma rapidez com que conduzimos a nossa vida e depois ficamos muito decepcionados porque a vida passa rapidamente por nós!

 

A lição está em nós e à nossa volta… observem como esta dimensão, neste Planeta-Mãe, neste Planeta-Escola, nesta Nave Mãe, nos mostra com tanta naturalidade a sucessão dos ciclos: o dia dá lugar à noite, a noite dá lugar ao dia…; fecundação, gestação, nascimento, desenvolvimento, morte, renascimento…; movimento de expansão, pausa, contracção pausa…, presentes na nossa própria respiração; e tantos outros exemplos dos mais simples aos mais complexos, para nos ajudar a compreender que apenas fazemos parte do próprio paradoxo.

 

O 18 é afinal uma frequência que vibra numa oitava acima do 9, aquele 9 de que vos falava, no portal anterior (09/02/2018), aquele 9 cuja função é semear… recordam-se?

 

O Número 18 representa também um fim, não um fim em si mesmo, mas a promessa de uma reconstrução de algo concreto, depois do processo de desmaterialização e desconstrução do velho edifício, que agora começa a surgir dos escombros e já se faz notar, embora possa ainda não ser totalmente evidente e visível para nós.

 

O 18 é o caminho da Lua, diz o Tarot, o caminho do inconsciente que aguarda pacientemente o momento de emergir das águas profundas do nosso inconsciente, para que possa iniciar o seu percurso em direcção ao Sol. Para que as partes que se encontram mergulhadas na sombra possam ser, por fim, iluminadas, trazidas à consciência, para que as possamos observar e sentir, de modo a podermos libertar espaço, peso, crenças, preconceitos, ideias pré-concebidas.

 

Para que possamos, enfim, conhecer essas partes de nós que nos impedem de manter uma relação de profunda intimidade connosco. Para que possamos dar-nos a conhecer/saber e nos permitamos conhecer/saber o outro. Podemos e devemos crescer, aprender, evoluir e conhecer a nós mesmos através do outro.

 

A palavra “Conhecimento” tem origem no Latim da Roma antiga COGNOSCERE, que podemos traduzir como “conhecer” ou “saber”. Este termo latino é composto por COM, “junto” e GNOSCERE, “obter conhecimento”. Portanto, obtemos conhecimento com o outro, junto do outro e não separadamente, criando divisão e afastamento.

 

A sequência “0220” fala da importância por excesso ou defeito que damos às nossas emoções ou aos nossos sentimentos. Ignorar uma emoção, silenciá-la, recalcá-la, vai torná-la mais forte, mais poderosa, mais avassaladora, portanto será cada vez mais difícil lidar com ela. Por outro lado, colocar demasiada atenção, demasiado foco numa emoção, vai fazer com que a nossa vida gire em torno de uma só questão ou problema, fazendo com que nos percamos do nosso centro e fiquemos com a sensação de estar sem rumo, sem direcção, permanecendo às voltas, sem sair do mesmo lugar.

 

É este mesmo labirinto que pode ser resolvido, que deve ser resolvido, por aqueles que já se encontrem demasiado cansados, exaustos, de tanto lutar para chegar a lado nenhum.

 

Adentremos este portal com fé e confiança em nós mesmos, com renovada energia, força e determinação e não esqueçamos de que o fio que tudo une esta teia da vida é o Amor!

 

Eva Veigas
Eth' Nah' , Caminhante das Estrelas

Eva Veigas

foto do autor

Contactos

Email: evaveigas@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

  •  
  • Exercícios e Orações

    Numerologia: 2018

    Numerologia

    Significado dos Dias de Nascimento

    Runas

    Tarot

    Videos

    Cursos / Ws Realizados

    PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:

    •  
    •  

    Entrevistas

    Parcerias

    Sapo Astral Vídeos

    Sapo Desporto

    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D