Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Numerologia Arcana

by Eva Wolf Heart

Numerologia Arcana

by Eva Wolf Heart

12/12/2019 - O triplo 12 (parte 1)

Eva Veigas, 12.12.19

79023203_109559890535164_8960798528314015744_n.png

 

O triplo 12 (parte 1)

12/12/12 = 36:9

Amanhã, quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019, resulta numa data que intriga muitas pessoas e que também leva a criar muitas ilusões e desinformação na área da chamada espiritualidade, bem como da própria Numerologia.

Na minha visão dos Números, os quais estudo há muitos anos, não vejo estas datas como portais, embora houvesse um tempo em que também eu caí nesta armadilha.

Claro que a nossa vida é feita disto mesmo, de erros, tentativas, desafios e experimentos, os quais devem ser usados para crescer, evoluir e progredir.

Como tal, aprendi por mim mesma que esses "portais" não estão relacionados com datas, cujos números aparecem triplicados ou duplicados, ou fazendo triangulações*, ainda que eventualmente possa existir, aqui e ali, um movimento cósmico que sirva para libertar velhos padrões, preparando-nos para acolher novos paradigmas e que coincida com uma dessas datas.

Além disto, como é sobejamente conhecido, existem diversos calendários, e portanto, nem todos os povos se orientam pelo calendário gregoriano. Este apenas foi tornado oficial pela maioria dos países por questões práticas, a fim de demarcar o ano civil no mundo inteiro, visando, supostamente, facilitar o relacionamento entre nações no mundo inteiro.

Temos de aprender a pensar. Temos de olhar para as coisas como elas são. Aprofundá-las. Caso contrário estaremos sempre a cair nos mesmos erros e armadilhas do ego e das projecções.

Quando um portal se abre é para a humanidade inteira e certamente não é uma data, que surgiu de uma convenção determinada e criada por homens, que vai definir a abertura de um portal (sendo que a maioria das pessoas nem faz ideia do que isso seja).

No entanto, e uma vez que se seguíssemos por esse caminho (o dos diversos calendários existentes), estaríamos perante uma quantidade incrível de variáveis, as quais obviamente, não poderíamos considerar no seu todo, trabalharemos como costumo dizer, com os recursos que temos.

E o que temos neste caso à nossa disposição é um calendário gregoriano e mesmo que nos identifiquemos com o calendário maia, ou com qualquer outro, é com este calendário que trabalhamos agora (e tudo o que importa é o agora).

Evidentemente, acredito que mais cedo ou mais tarde se vá dar uma tremenda revolução no que diz respeito aos sistemas de divisão do tempo a nível mundial, mas isso ainda vai ter que esperar que se renovem mentalidades e nesse campo, tal como noutros, existe ainda, um longo caminho a percorrer.

Ainda assim, e do ponto de vista numerológico, não deixa de ser uma data que se distingue naturalmente das outras, precisamente por causa da força contida no número 12, que aqui surge, como já referi, triplicado. Mas é apenas por isso.

Na próxima publicação falarei um pouco mais sobre este triplo 12.

 

Eva Veigas