Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Eva Veigas

Medicina para a Alma

Eva Veigas

Medicina para a Alma

Mês Pessoal 9 em 2012

 

Este é um mês importantíssimo especialmente para quem estiver sob a influência do ano pessoal 9. A energia encontra-se dobrada e consequentemente sentirá os seus efeitos do mesmo modo.

Durante este mês convém dar reposta a tudo o que se encontre pendente. Sendo o fecho do ciclo, é a altura ideal para fazer um balanço de tudo quanto já conseguiu fazer e do que falta ainda concluir. Esta vibração pressupõe um abrandamento ao nível do mundo interior.

O que distingue este mês dos demais, é precisamente, a possibilidade que ele nos dá de nos evadirmos da agitação diária, através do pensamento, da reflexão e da meditação. Mergulhar no silêncio, olhar para o nosso interior com verticalidade e imparcialidade, sem julgamentos, permite-nos perceber as nossas necessidades reais (e não os caprichos do ego) e chegar às conclusões que, obviamente, nos facilitarão escolher em consciência, qual a direcção a tomar na nossa vida. Quando escolhemos em consciência, isto é, quando nos sentimos verdadeiramente responsáveis pela nossa vida e já não cobramos dos outros, sentimo-nos revigorados, livres e prontos para enfrentar toda e qualquer eventualidade. É uma força incrível que a maior parte desconhece possuir.

Este é o momento para deixar para trás velhos hábitos, velhas crenças, velhos dogmas. Está na hora de mandar o Velho do Restelo para a reforma…

Não receie mudar, transformar-se, actualizar-se. Desfaça-se do velho e abrace o novo. Desfrute! É uma sensação maravilhosa que traz consigo uma libertação e um sentimento delicioso de que nada é para sempre.

Lembre-se que o aspecto material da vida tem de evoluir a par com o progresso espiritual. É necessário que a transformação interior ocorra, é imperativo renovar o que conhece ou cairá na armadilha tecida pela ilusão de que nada nem ninguém evolui. Depressa dará por si, a queixar-se da vida como de costume.

Entenda que a verdadeira transformação ocorre a partir do interior e no interior. Tome consciência que o que ocorre no exterior é apenas um reflexo do que sucede no interior. Portanto, não adianta queixar-se e muito menos atirar as culpas para cima de terceiros.

Quando me refiro a olhar para dentro, não estou a dizer-lhe que se isole do mundo, nem a sussurrar-lhe que fuja das suas responsabilidades, mas sim a afirmar-lhe que é possível recolher-se no seu mundo interior e dedicar tempo a investigá-lo, tal como faria um cientista. Este trabalho requer paciência, dedicação, coragem, ânimo e muito amor por si próprio.

Terá que aprender a distanciar-se emocionalmente, isto é, a tornar-se independente do ponto de vista emocional ou afectivo. É uma tarefa árdua, sem dúvida, mas muito compensadora a longo prazo. Encontre a sua luz interior e aprenda a brilhar como um farol. Pratique, pratique, pratique! Depois torne-se um porto de abrigo para os outros até chegar a ser um modelo ou um guia para uma só pessoa ou para toda a Humanidade.

Em termos práticos este é um mês em que deve aproveitar para concluir e encerrar tarefas ou projectos de menor dimensão. Pode aproveitar para fazer mudanças, limpezas, arrumações, quer em casa, quer no local de trabalho. Nessa altura, lembre-se dos necessitados, dos sem-abrigo, das causas nobres. Aquilo que já não lhe faz falta pode ser muito útil a alguém que nada possui.

Se pretende livrar-se de um mau hábito, de um vício, de um padrão de pensamento negativo, de uma rotina desgastante e assim por diante, este também é o mês ideal para o fazer, pois a energia flui em sintonia com os que pretendem pôr fim ao que quer que seja.

Sendo o 9 por excelência, a energia associada ao amor incondicional, este é também o momento ideal para praticar o bem. Apostar no voluntariado pode ser uma opção interessante, sobretudo se tem suficiente tempo livre. É sempre melhor do que ficar em casa lamentando-se por tudo o que lhe acontece. Uma excelente forma de curar as nossas feridas é olhar em volta e verificar a quantidade de pessoas que vivem situações tão difíceis, por vezes, mesmo ao nosso lado.

O 9 gosta de ajudar, de cooperar e de contribuir para um mundo melhor, portanto, este é o momento de agir e de participar activamente para melhorar a vida de alguém, quer seja na família, na comunidade, no país ou no mundo.

E por falar em amor incondicional. Aquele amor que tanto se anseia, de que tanto se fala, acerca do qual tanto se escreve mas que se pratica tão pouco. Pratiquemos mais e falemos menos!

O egoísmo prolifera. A intolerância é praticada a toda a hora. A incapacidade para compreender os outros parece aumentar. E estamos todos à espera uns dos outros… Sim! Estamos à espera que os outros mudem para então nós darmos o passo!

Bem, sob esta energia não podemos simplesmente ficar à espera, temos que agir. Muda e o mundo à tua volta mudará! Sob esta energia o abrandamento é apenas interior, como já foi dito acima. No exterior, ou seja, no dia-a-dia, é preciso actuar. Porque é que não pode ser você a mudar? Porque é que tem que ser o outro a dar o primeiro passo? Afinal, o que é que você ganha com isso? Será que ganha mesmo alguma coisa? Aqui só entre nós, acredite, você ganha: Zero! Isso mesmo. Nada! Não ganha nada, mas perde muito. Perde a sua oportunidade de perdoar e consequentemente libertar-se a si e aos outros dos grilhões energéticos da amargura, do ressentimento, da raiva, do ódio, que nos prendem numa roda que gira interminavelmente. Quer mesmo continuar a alimentar essa energia doente e perniciosa? Esta energia doente é responsável pela maioria das nossas doenças físicas, desde uma simples dor de cabeça ou de estômago a uma doença grave ou mesmo fatal. Opte por perdoar e siga em frente, aproveitando o fluxo harmonioso da energia 9. Sintonize-se com o elemento filosófico Fogo e “queime” todas as dores, todas as tristezas e todos os rancores. Sinta-se maravilhosamente vazio! Depois preencha o vazio com a Luz Branca do Amor Incondicional. Perdoe a si mesmo por tudo o que pensou, fez ou disse de errado.

Se é do tipo de pessoa que costuma afirmar: “Eu perdoo, mas não esqueço”, saiba que ainda não perdoou.

O Perdão é uma energia de cura maravilhosa. Quando perdoamos realmente, a partir do centro do nosso coração, produz-se um verdadeiro milagre. Um milagre natural que só poderá vivenciar experimentado o verdadeiro perdão, com a intenção sincera de se libertar e libertar o outro.

 

Eva Veigas

foto do autor

Contactos

Email: evaveigas@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

  •  
  • Exercícios e Orações

    Numerologia: 2018

    Numerologia

    Significado dos Dias de Nascimento

    Runas

    Tarot

    Videos

    Cursos / Ws Realizados

    PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:

    •  
    •  

    Entrevistas

    Parcerias

    Sapo Astral Vídeos

    Sapo Desporto

    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D