Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Eva Veigas

Medicina para a Alma

Eva Veigas

Medicina para a Alma

09/02/2018 - Número Mestre 22

wormhole-2514312_960_720.jpg

 

 

09/02/2018 - Número Mestre 22

 

Número Natural do Dia - 9
Número Universal do Dia – 22:4

Número do Ponto Forte do Dia – 48:12:3

Número do Ponto Fraco do Dia – 14:5

 

Terceiro dia da série de 36 portais sob o manto do Número Mestre 22.

 

A nossa reconstrução continua a acontecer sob a supervisão atenta dos nossos Guias e Mentores, daqueles que nos protegem, orientam e guiam no Caminho. Assim nós os possamos e saibamos escutar, sentir e amar. Sim! Os nossos Mestres apreciam o nosso Amor por eles, porque sempre que o “tema” é Amor, eles brilham ainda mais.

 

Amar o nosso Mestre, Guia, Animal ou Espírito Guardião não necessita de espalhafato, nem de rituais supercomplicados e cheios de ornamentos, e de momentos especiais. Devemos e podemos fazê-lo todos os dias e em qualquer momento. Basta que nos conectemos com o nosso coração amoroso e luminoso, com a nossa Chama Trina, com a nossa consciência Crística. Amá-los e honrá-los é amar a nós mesmos, é compreender que sempre que glorificamos a Vida em nós, aquela que acontece através de nós, por nosso intermédio, através do nosso canal, eles crescem e elevam-se ainda mais, cumprindo-se também em Amor, cumprindo os seus próprios desígnios.

 

Sempre que quero prestar uma honra “especial” à minha gigantesca equipa espiritual, acendo uma vela branca, ou uma vela o mais pura possível, medito naquela chama ativando a minha própria chama interna e agradeço por estar viva, por Ser Vida, por ser um canal por onde a Vida acontece, por poder estar onde eu sempre quis estar, por me terem permitido vir à Escola Terra aprender tantas coisas diferentes. Ou então conecto-me através de um dos Devas de um dos meus Cristais. Ou então sento-me no meio da floresta ou abraço uma das Árvores Anciãs ou repouso no colo da Mãe Terra e ouço o seu coração pulsante e vibrante.

 

Aprender a estar num corpo físico com estas características é das maiores aprendizagens para o nosso Espírito que tanto se incompatibiliza com esta dimensão do Ser, mas para a qual o seu equipamento foi cuidadosamente desenhado. Aprender a ser, a estar e a existir aqui, é tarefa mais do que gigantesca para cada um de nós, só precisamos de aceitar e reconhecer esse potencial em nós, essa capacidade e essas competências.

 

Quanto mais nos elevamos na nossa consciência, mais leve se torna a jornada, porque na verdade ela não precisava de ser tão pesada, nem tão dura, mas a Humanidade como um Todo (e os indivíduos em particular) foi fazendo as suas escolhas e assim teve de ir aprendendo a lidar com as consequências dos seus actos. E foi aí que a Humanidade se perdeu, se enleou à procura do fio de Ariadne, pois trabalha apenas na consequência e esquece a causa. Não busca entrar em contacto com a semente da destruição, do mal que causou a si mesmo (e aos outros), busca apenas livrar-se do estrago, sem querer sanar (transformando) o que verdadeiramente causou e precipitou tanta dificuldade na sua vida.

 

Observemos os véus emaranhados da ilusão e constatemos que afinal Tudo é uma coisa só. Esse Tudo é tão vasto, tão inteiro, tão pleno, tão complexo, tão formidável, tão Tudo e tão Todo. Esse Todo que Tudo contém, é composto de uma só substância, essa substância está impregnada de uma só essência cujo perfume não tem nome, pois o seu nome é indizível, de tão Sagrado que é. Nós o conhecemos por AMOR ou por Deus e pelos seus mil e um nomes.

Mas a verdade é que é “apenas e só” AMOR!

 

9 é caminho de amor feito de sementes que vamos espalhando e que com o tempo serão planta, arbusto, árvore…  de onde mais tarde brotarão folhas e flores e frutos de todas as cores.

 

Pode demorar, pode demorar muito, porque o caminho do 9 é longo, como longas são as suas tranças ou as suas barbas, pois longo é o caminho que conduz à sabedoria.

 

As pessoas suspiram e ficam ansiosas porque querem tudo “dito e feito” ou “dado e arregaçado”, mas o Caminho é só para aqueles que praticam a paciência, que sabem esperar, que respiram com calma e serenidade, que não têm pressa de chegar – até porque nós não vamos chegar a lado nenhum -, isso é uma ilusão. Uma grande e rotunda ilusão.

 

O Caminho do 9 é um caminho de longas esperas, de longos dias, pode ser desesperante para alguns, mas o 9 é um Caminho de Esperança e nunca de desesperança. “Quem espera sempre alcança”, diz o povo e o povo é sábio. O Caminho do 9 é feito de Perdão. O Caminho do 9 é o Perdão actuando enquanto manifestamos a Vida, sem precisarmos de ser isto ou aquilo. 9 é feito de silêncio, mas de silencio neutro, sem pensamentos de espécie alguma, é feito de sínteses e de espirais, de zeros e de uns, de ciclos que se entrelaçam infinitamente em todas as direcções.

 

O Caminho do 9 é amplificado em 22, mas somente para quem busca Ser Caminho, pois este portal só o adentra quem tem caminho feito. O 22 aguarda que os construtores e os fazedores de caminhos entrem no seu templo sagrado e levem a sua experiência e sabedoria mais além, para um nível de compreensão ainda difícil para muitos. O 22 é um construtor de universos, é um fazedor de dimensões que se interligam através de conexões elevadas baseadas em princípios da Física Quântica e de outras Físicas ainda desconhecidas para a maioria dos Humanos.

 

O Portal 22 continua aberto ao longo do ano. São 36 entradas. Há muito caminho a percorrer.

 

Bom Caminho

 

Eva Veigas

Eth' Nah' , Caminhante das Estrelas

Eva Veigas

foto do autor

Contactos

Email: evaveigas@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

  •  
  • Exercícios e Orações

    Numerologia: 2018

    Numerologia

    Significado dos Dias de Nascimento

    Runas

    Tarot

    Videos

    Cursos / Ws Realizados

    PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:

    •  
    •  

    Entrevistas

    Parcerias

    Sapo Astral Vídeos

    Sapo Desporto

    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D