Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eva Veigas ~ The Way of Silence

Terapeuta Holística

Eva Veigas ~ The Way of Silence

Terapeuta Holística

Mais sobre mim

foto do autor

Eva Veigas

Transforme a sua vida para sempre!

The Way of Silence

Consultas, Terapias, Workshops

Terapeuta Holística

Cura e Resgate de Alma, Cura Xamânica, Dança Intuitiva, Massagem Intuitiva, Meditação com Cristais, Numerologia, Oráculos, Tarot, Tarot Karmico, Reiki.

Site

www...em actualização

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

♥♥♥

Consultas

Numerologia

Dias de Nascimento

Ano Universal

Anos Pessoais 2015

Anos Pessoais 2014

Anos Pessoais 2013

Anos Pessoais 2012

Anos Pessoais 2011

Anos Pessoais 2010

Anos Pessoais 2009

Meses em 2015

Meses em 2014

Meses em 2013

Meses Pessoais em 2012

Meses Pessoais em 2011

Participações Especiais

Parcerias

Sapo Astral

Sapo Desporto

Tertúlia

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
17
Set17

18/9/2017 = 28:10:1

Eva Veigas

 

 

Wishing you a(6).png

 

Um dia que marca o final de um ciclo e o início de outro. Há aspectos das nossas densas carapaças que estão prontos para ser dissolvidos e integrados nas nossas aprendizagens.

 

Há vagas de seres a fazer a travessia,para um lado e para o outro do véu, com profunda consciência do trabalho realizado e do que falta realizar.

 

 

Há múltiplos despertares de consciência que trazem novidades e descobertas em vários ramos da ciência, da cura quântica, de achados arqueológicos, e assim por diante.

 

Muitos véus estão a cair e irão continuar a cair e as verdades há muito escondidas virão ao de cima e serão reconhecidas por todos os que não se têm conformado, resignado, calado e ficado indiferentes ao sofrimento da Terra e de muitos dos seus filhos.

 

Todos os assuntos, relacionamentos, questões, decisões que estejam presos por um fio apenas, irão simplesmente ser levados pelos ventos, pois já não há qualquer tipo de sustentação. Os cortes serão radicais para quem não souber deixar ir.

 

Todo aquele que ignorar ou esquecer os seus deveres e obrigações será chamado à responsabilidade, será abanado e esmagado pelo peso das suas próprias decisões, ou seja, provará do seu próprio veneno.

 

Aqueles que ponderam reorganizar-se, reestruturar-se, religar-se, revitalizar-se, renascer são convidados a fazê-lo em grande amor por si mesmos.

 

Seremos testados quanto à nossa flexibilidade, tolerância, capacidade de adaptação ao novo, vontade de mudar, capacidade de amar, cuidar e nutrir a nós mesmos, aos outros, ao ambiente, aos animais, à Natureza.

 

Ao mesmo tempo virá ao de cima toda a nossa natureza arrogante, altiva, prepotente, tirânica... não para nos colocarmos como vítimas ou como impotentes perante as nossas escolhas, mas como forma de nos libertarmos de todo o condicionamento e de todas as formas de dor que nos acompanham há muito tempo. A verdade é que todos podemos fazer diferente. Se não fazemos é porque não queremos. Basta de desculpas fúteis e de nos escondermos atrás uns dos outros. Querer é poder!

 

Este é um tempo de libertação, de purificação de energia, de começar de novo, de criar novos impulsos, de sermos nós mesmos os novos seres que PODEM trazer ( porque a podem captar, acumular, transmitir e irradiar), a Luz a esta humanidade.

 

Tu Podes
Eu Posso
Nós Podemos!

#poderpessoal #poderescolher #poderser #quererépoder

 

Eva Veigas

15
Set17

15/9/2017 = 25:7

Eva Veigas

Wishing you a(2).png



Múltiplas forças actuando em conjunto, trabalham no sentido de libertar porções de memórias (até há bem pouco tempo ocultas no nosso inconsciente) para aquela parte de nós que já se encontra mais desperta, mais consciente de si.

Nesse lugar, onde há mais luz em nós, isto é, onde existe maior clareza mental, maior discernimento, onde as emoções se encontram mais harmonizadas, ou seja, onde já nos é possível distanciar do drama, existe uma condição específica que nos possibilita entrar em contacto com essas mesmas memórias, a fim de as podermos sentir e observar a partir de um lugar isento dentro de nós. Por isenção quero dizer, que podemos e devemos libertar-nos do auto-julgamento. Só assim poderemos compreender essas memórias, esses pensamentos que afloram à nossa consciência, sem que aparentemente tenhamos feito qualquer esforço para que isso acontecesse.

Durante esse processo poderemos além de lhes dar significado, pois a mente lógica, cognitiva, apressar-se-á a fazê-lo, libertar o que já estiver resolvido e integrar as experiências resultantes quer das vivências que geraram essas memórias, quer da vivência presente que nos colocará em perspectiva relativamente à nossa própria história.

O dia de hoje com as suas forças invisíveis actuantes em diversas dimensões internas, permite-nos aprofundar muitas situações, sobretudo aquelas que carecem de resolução, que aguardam por um desfecho, que anseiam por uma conclusão.

Os desafios de hoje prendem-se com algumas questões fundamentais:

1) Falta de foco, dispersão de energia, sensação de nos estarem a puxar em direcções opostas.

2) Nervosismo, ansiedade, querer fazer tudo ao mesmo tempo sem dar espaço e atenção a um assunto de cada vez, o que provavelmente irá criar caos e confusão (aumentando assim a dispersão (ver ponto 1) e frustração, dado que, no final do dia, chegaremos à conclusão que não fizemos nada bem feito, que não houve progressão e no entanto sentir-nos-emos extenuados.

3) Desânimo, falta de confiança, irritabilidade, vontade de desistir dos planos, objectivos ou intenções que tínhamos traçado para hoje ou para os próximos dias.

4) Dificuldade em pedir ajuda, em parar para nos reposicionarmos relativamente ao rebuliço interno. Teremos ainda que lidar com a nossa própria altivez e alguma prepotência, sobretudo em relação aos outros.

O que podemos fazer?

1) Harmonizar as forças contrárias enfrentando os desafios. Procurar tirar prazer do que está a fazer sobretudo se é algo de que não se gosta ou que se faz por dever e obrigação.

2) Pedir ajuda; delegar.

3) Trabalhar a assertividade; dividir o trabalho de hoje em pequenas tarefas e fazer uma de cada vez, fazendo pequenos intervalos, para descomprimir (o dia de hoje promete); dar prioridade ao que é mais importante hoje.

4) Concluir trabalhos e tarefas que estão adiados por preguiça, desmotivação ou falta de atenção.

5) Rever a forma como estamos a fazer as coisas, mudar de atitude ou de perspectiva; refrescar as ideias, renovar a energia. Dar um passeio na Natureza ou fazer uma curta meditação pode ajudar.

 

Eva Veigas

14
Set17

14/9/2017 = 24:6

Eva Veigas

Wishing you a(1).png

 

O caminho para a cura e harmonização de processos adiados depende da intensidade que se coloca na vontade de mudar desde dentro.

 

A doce transformação de formas-pensamento agressivas e negativas, e de emoções ácidas e destrutivas, é possível.

 

Essas forças destruidoras, que acolhemos em nós e às quais nos agarramos com tanta força, para não perder o controlo sobre nada, são geradoras das mais variadas doenças, desde as físicas, às emocionais ou mentais.

 

Para obter resultados profundamente transformadores há que libertar essas mesmas emoções que se encontram enraizadas no nosso sistema de crenças.

 

Dessa forma, é importante, urgente e necessário, rever o sistema de crenças (o conjunto de regras, normas, verdades, etc. que nos limitam, impedem, castram ou derrubam) de forma a podermos criar um novo sistema (ou actualizar o anterior) que esteja mais de acordo com o novo ser que vai despertando em nós.

 

Eva Veigas

13
Set17

13/9/2017 = 23:5

Eva Veigas

Wishing you a.png

 

Forças transformadoras, invisíveis, porém quase palpáveis emergem da sombra, daquele lugar amedrontador de onde a maioria dos seres humanos foge.

 

Os questionamentos surgem e o paradoxo torna-se cada vez mais visível.

 

Aquilo que acreditávamos ontem, deixa de fazer sentido hoje. Manifesta-se com mais e maior intensidade a busca activa pela verdade.

 

Existe uma necessidade forte de querer compreender, de buscar respostas às mais antigas questões e dúvidas dos homens.

 

Estamos perante a derradeira visão do real, mas mesmo diante da verdade, hesitamos; diante do inquestionável, questionamos, diante da certeza, duvidamos.

 

Eva Veigas

 

22
Jun17

Numerologia - 22/6/2017

Eva Veigas

 

Foto de Eva Veigas - The Way of Silence.

 

Numerologicamente o dia 22/6/2017 é regido pelos Números 20:11:2.



Como é visível, hoje, o Número 2 encontra-se em destaque quer na data propriamente dita, quer nos Números que nos revelam o tema de hoje.



O 2 representa o Princípio Feminino Universal e portanto devemos centrar-nos nos aspectos femininos, negativos, receptivos ou meditativos do dia.



Mas antes de nos referirmos a esses aspectos devemos falar antes de mais do Número 22, que, obviamente, corresponde ao dia de calendário.


O Número 22 é um Número dobrado ou Número Mestre, que se desdobra 12 vezes ao longo de cada ano.



Como regente do dia de calendário o 22 representa uma oportunidade mensal de entrarmos em contacto com esferas e frequências mais elevadas, de vibração mais intensa que nos permite religar com mundos e planos superiores onde residem as sementes das grandes realizações e concretizações humanas.



Por exemplo, todas as obras majestosas que servem a humanidade de modo geral, e que podem inscrever-se em áreas como a arte, a engenharia, a arquitectura, a literatura; ou, em áreas científicas, arqueológicas, antropológicas, etc.


Todas as criações de relevo estão sob a regência do 22.



É um Número da Terra (Elemento Terra) com uma expressão Aquosa (Elemento Água), emocional, sensível, que nos inspira sentimentos elevados, nobres, sinceros.



Os rios emocionais correm sobre o leito da Mãe Terra, por isso o 22 autosustenta-se. Ele é o apoio de si mesmo. Não se vitimiza, não se lamenta, não perde tempo - avança, por vezes a uma velocidade vertiginosa. Ele possui uma capacidade incrível de resistência aos bloqueios, aos limites, que ele derruba facilmente por meio das suas Águas primevas que irrompem límpidas, frescas, vigorosas.



Este regente 22 é tão ou mais importante do que o Número que rege a data de hoje, pois ele nutre, regenera, revitaliza, refresca, restaura. As suas águas são vida e dão vida à terra, à matéria, à energia densificada. Água mole em pedra dura... (já diz o povo)!


Entretanto, os aspectos que dão cor ao tema de hoje são complementares, por um lado, e catalisadores, por outro, de toda esta dinâmica.



O 20 religa-nos à sabedoria de cura que dorme em todos nós. O poder de regenerar o corpo celular, o nosso e o dos outros, está a despertar. É tempo de cantar para as nossas células, para o nosso corpo, e sobretudo para as partes do corpo que se encontram doentes, desprovidas de energia, baças, sem vida. Água e som é tudo de bom!



O 11 reconduz-nos ao caminho interior do autoconhecimento, ao qual devemos dedicar-nos de forma empenhada e eficiente. Outro Número dobrado que nos abana, nos atira ao ar e logo a seguir ao chão, que nos estilhaça desde dentro e nos mostra uma e outra vez, como tão facilmente escorregamos e caímos ao longo do caminho. Se estamos distraídos da vida o 11 encarrega-se de chamar a nossa atenção para esse facto, quase sempre de forma bastante abrupta. Cabe a nós entender a lição e seguir em frente.



Finalmente, o 2 recorda-nos da necessidade de fazer pausas a seguir aos esforços. Quem se empenha no seu próprio processo individual, termina, mais cedo ou mais tarde, por se envolver de verdade com os seus semelhantes, em pleno respeito e humildade, portanto, esse discípulo sabe que tem de respeitar os seus próprios limites e descansar sempre que precisar de recuperar as suas forças para logo a seguir continuar a caminhar.



Assim, hoje é um dia para respeitar limites - os nossos e os dos outros -, para criar limites saudáveis, caso eles ainda não existam ou para os fazer reviver, caso tenhamos andado distraídos.





Créditos de imagem: https://abstract.desktopnexus.com/

Mais sobre mim

foto do autor

Eva Veigas

Transforme a sua vida para sempre!

The Way of Silence

Consultas, Terapias, Workshops

Terapeuta Holística

Cura e Resgate de Alma, Cura Xamânica, Dança Intuitiva, Massagem Intuitiva, Meditação com Cristais, Numerologia, Oráculos, Tarot, Tarot Karmico, Reiki.

Site

www...em actualização

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

♥♥♥

Consultas

Numerologia

Dias de Nascimento

Ano Universal

Anos Pessoais 2015

Anos Pessoais 2014

Anos Pessoais 2013

Anos Pessoais 2012

Anos Pessoais 2011

Anos Pessoais 2010

Anos Pessoais 2009

Meses em 2015

Meses em 2014

Meses em 2013

Meses Pessoais em 2012

Meses Pessoais em 2011

Participações Especiais

Parcerias

Sapo Astral

Sapo Desporto

Tertúlia

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D