Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eva Veigas ~ Terapeuta Holística

The Way of Silence

Eva Veigas ~ Terapeuta Holística

The Way of Silence

20
Out17

Curso de Numerologia - Módulo 1 - Iniciação

Eva Veigas

curso numerologia 2018_3.jpg

 

"Todas as coisas são Números"
Pitágoras


Este é um convite destinado a todos os que têm interesse em aprender ou reaprender Numerologia, mas também a todas as pessoas que buscam conhecer-se e desenvolver o seu potencial humano e espiritual.



A Numerologia é como um grande templo, repleto de riquíssimas salas, onde os tesouros permanecem ocultos, à espera de serem desvelados. 



Que cada um os possa desvendar, na medida das suas capacidades, consciência e abertura.



Início: 27 de Janeiro de 2018 --- Final: 29 de Setembro de 2018
(9 sessões, aos Sábados*, entre as 09:00 e as 18h00)

Local: São Domingos de Rana, Cascais


Facilitadora: Eva Veigas
Numeróloga Transpessoal



Inscrição: 25€ + 1ª mensalidade
Mensalidade: 80€


Formato do curso: O que vos proponho é que me acompanhem numa viagem única ao longo de cada sessão, onde a inspiração aliada ao conhecimento dos Números, nos levará de regresso ao núcleo sagrado, onde se aninha o nosso coração amoroso.



Em Presença dessa Consciência Sagrada em nós, poderemos aprender a estar mais despertos, preparados e disponíveis para aprender e crescer com os desafios do nosso mapa numerológico natal.



A aprendizagem será feita através da construção do vosso mapa natal e em interação constante com todos os participantes.



O Número de Partipantes é limitado. Para assegurar a vossa vaga devem inscrever-se com a brevidade possível, enviando um email para evaveigas@sapo.pt, juntando o pagamento da isncrição e da 1ª mensalidade.



A inscrição e a 1ª mensalidade deverá ser confirmada e paga até à data limite de 27/12/2017, de modo a assegurar a participação no curso, enviando email com o respectivo comprovativo de pagamento.



Em caso de desistência até 12/01/2018, os valores serão devolvidos integralmente, mediante envio de NIB para efectuar a respectiva transferencia bancária; entre 13/01/2018 e 19/01/2018, será devolvido 50% do valor total e entre 20/01/2018 até 27/01/2018 (data de início do curso) não haverá lugar a reembolso.


As mensalidades devem ser pagas até à 4ª feira anterior à data de cada aula, enviando por email o respectivo comprovativo de pagamento.



Caso a desistência se verifique ao longo do curso, nenhum valor pago até aí, será restituído.



Material necessário: caderno de apontamentos e / ou dossiê (serão entregues fotocópias em formato A4), canetas, boa disposição e vontade de conhecer os Números!


Programa do Curso

- Nocões básicas de Numerologia

- Os 4 Elementos e a sua relação com a Numerologia

- Construindo o Mapa Natal

- A Matriz Natal

- O Número do Propósito de Vida

- A Matriz Karmica

- A Matriz da Vida

- A Matriz do Nome

- A Matriz de Integração

 

Datas programadas

Sábado, 27 de Janeiro
Sábado, 24 de Fevereiro
Sábado, 24 de Março
Sábado, 28 de Abril
Sábado, 26 de Maio
Sábado, 30 de Junho
Sábado, 28 de Julho
Sábado, 25 de Agosto
Sábado, 29 de Setembro
20
Out17

Numerologia diária: 20/10/2017

Eva Veigas

Foto de Magical Numbers by Eva Veigas.

 

20/10/2017 = 2:1:1

 

2+1+2+1+7 = 13:4

 

Tema do dia: a arte de saber transformar a dor em amor.

 

Sempre que somos confrontados com as nossas próprias incapacidades, limitações, medos e bloqueios abre-se, quase sempre, espaço para o conflito interno.

 

Esse conflito, que provoca sérias alterações no nosso humor, é quase sempre o responsável pelos nossos confrontos com os outros.

 

Por querermos ter sempre razão, motivados pela nossa vaidade, teimosia ou arrogância e querermos levar sempre a dianteira, relativamente aos outros, geramos discórdia e confusão.

 

Tudo isto afecta, evidentemente, o nosso dia-a-dia, e, dependendo do tipo de personalidade, ora o manifestamos exteriormente (gesticulando, gritando, falando sem parar), ora nos voltamos para dentro, interiorizando a raiva e a zanga, minando a nossa alegria de viver.

 

Ora, é preciso que meditemos seriamente nestesaspectos, caso queiramos ganhar alguma perspectiva e resgatar algum amor-próprio na vida.

 

É que este dia em particular pode ser gerador de desavenças, mal-entendidos, brigas, guerras, discussões... precisamente por causa da dificuldade que temos em aceitar o que nos distingue uns dos outros, mas, e acima de tudo, por não sermos capazes de nos amar e aceitar pelas nossas própria diferenças.

 

Quando nos dedicarmos seriamente a amar e a aceitar cada pedacinho do nosso corpo, da nossa forma de ser, do nosso complexo sistema de existir, pensar, falar, andar e agir, começaremos efectivamente a mudar.

 

Até lá seremos verdadeiras marionetas, suspensas pelo jogo da vida, sem vontade própria, absorvendo toda a sorte de energia, sem capacidade para filtrar o que sai de nós e o que chega a nós.

 

Temos de aprender a arte de transformar a dor em amor, e esse é um processo que requer uma estratégia muito bem planeada, pois é necessária muita disciplina, algumas poucas mas boas e bem definidas regras internas, tempo, entrega e vontade de mudar desde dentro.

 

Quem está realmente disposto a mudar hoje? Atreves-te?

19
Out17

Numerologia diária: 19/10/2017

Eva Veigas

 

19/10/2017 = 1:1:1

 

1+9+1+2+1+7 = 21:3

 

Tema do dia: Uma renovada forma de ser Amor, de estar em Amor, de expressar Amor e de espalhar Amor.

 

O dia de hoje faz parte de um conjunto de dias extraordinário e que só se repetirá, este ano, no próximo dia 28 de Outubro.

Os dias que formam este conjunto são os dias 1, 10, 19 e 28 de Janeiro e Outubro, respectivamente.

 

Estes aspectos numerológicos só irão repetir-se em 2026. Convém lembrar que quando me refiro a repetição, refiro-me apenas ao cálculo aritmético, pois a proposta daqui a 9 anos, será com certeza algo diferente, já que nada, em boa verdade, se repete.

 

O que torna estas datas tão especiais ou determinantes é o facto de elas representarem uma oportunidade única de fazermos um "reset", uma possibilidade de arrancar de novo, de começar do zero, sabendo de antemão que teremos que estar aptos a deixar para trás o passado, sobretudo as memórias relativas a um passado que nos devolve tristeza, dor, angústia, raiva, agressividade, medo, ansiedade, etc.

 

Sempre que trazemos essas memórias e as tornamos presentes na nossa vida, o mesmo é dizer, por exemplo, falar sobre determinado assunto o tempo todo, cogitando sobre ele sem parar, sem um objectivo claro e definido na nossa mente, é certo que as nossas emoções virão ao de cima gerando desconforto.

 

Tudo isso nos leva a recriar a cena que em poucos segundos nos transporta para esse momento específico no passado, regressando nós, dessa forma, à mesma situação, mas com uma diferença: já não é possível alterar o que aconteceu, o que foi dito, o que ficou por dizer, etc.

 

Portanto voltamos para o presente (quando voltamos) com uma carga maior ainda, pois o sentimento de frustração e de zanga, de dor ou de arrependimento, é ainda mais forte e intenso.

 

Este processo repete-se, como todos sabemos, pois todos já o experimentámos em maior ou menor escala, durante a nossa vida inteira, até ao momento em que queiramos conscientemente por-lhe fim.

 

Hoje, é um dia que nos ajuda particularmente a fazer as pazes com esse passado. É como se pudéssemos renascer, e começar a fazer as coisas de um modo diferente.

 

Podemos renovar as nossas intenções todos os dias, a qualquer momento, não importa a nossa idade, condição física ou outra qualquer circunstância, assim o queiramos desde a parte mais sagrada e sublime em nós!

18
Out17

Dádiva Cósmica

Eva Veigas

9.jpg

 



Uma dádiva especial no nosso mapa que deverá ser usada sabiamente ao longo da vida. Trata-se de um dom específico que pode ser facilmente identificado desde tenra idade ou, pode tratar-se de algo que venha a revelar-se mais tarde na vida.

Calcula-se subtraindo os dígitos do dia de nascimento um do outro. As Dádivas Cósmicas das pessoas nascidas de 1 a 9 correspondem aos respectivos Números de 1 a 9.


~

Dádiva Cósmica 0
Uma dádiva de esperança e realização. Um número de infinitas possibilidades e oportunidades para levar o seu dom ao mais elevado patamar.
Nascidos a 11 (1-1=0) Dom da eloquência, da tolerância. Vem contribuir para mudar consciências.
Nascidos a 22 (2-2=0) Capacidade para materialização de ideias e projectos. Vem contribuir para transformar a ordem instalada.

~

Dádiva Cósmica 1
É a força da realização, a afirmação do eu, autoridade e sentido de iniciativa.

~

Dádiva Cósmica 2
Nasceu com o dom da intuição, da sensibilidade e da diplomacia.

~

Dádiva Cósmica 3
Nasceu com o dom da criatividade, a facilidade de expressão (oral, escrita, manual), a arte da comunicação e das vendas.

~

Dádiva Cósmica 4
É a estabilidade, o equilíbrio, o gosto pelo trabalho e o progresso constante.

~

Dádiva Cósmica 5
É o desenvolvimento, o magnetismo, a adaptabilidade e a versatilidade.

~

Dádiva Cósmica 6
É a harmonia e o sucesso, muitas vezes ligados ao amor e à generosidade.

~

Dádiva Cósmica 7
Possui uma imensa sede de conhecimentos. Pode ser um portador de grande sabedoria.

~

Dádiva Cósmica 8
Coragem, combatividade e sucesso material.

~

Dádiva Cósmica 9
Possui uma grande recetividade, uma sensibilidade particular e o respeito ao próximo.

~

Magical Numbers by Eva Veigas

18
Out17

Numerologia diária: 18/10/2017

Eva Veigas

wolfs.jpg

 

18/10/2017 «=» 9:1:1

1+8+1+2+1+7 = 20 = 2

 


Tema do dia: Beneficiar a família, a comunidade, a escola, a sociedade, etc., implementando novas regras, novos códigos de conduta, que permitam a reformulação das estruturas existentes.

Quem souber planear, quem for bom estratega, tirará, com toda a certeza, partido do dia de hoje, o qual, traz a oportunidade de experimentar o sabor da verdadeira cooperação. Os trabalhos de equipa são fortemente influenciados pela vibração do Número 2. Há espaço para diálogo, para conversações, para chegar a acordos vários e para apresentar soluções de forma definitiva, já que as energias de hoje pedem que se criem raízes, que se criem novas fundações, fortes e com qualidade de excelência. A expressão 'A união faz a força' não poderia espelhar melhor as energias presentes neste dia.

No entanto, reforço a ideia de que planificar e criar estratégias é a condição sine qua non para conseguir atingir os objectivos propostos para o dia de hoje, pois um dos maiores desafios do dia é precisamente regido pelo Número 8, que nesta posição indica grandes dificuldades nesse domínio.

A tendência para avaliar mal a proposta que o dia de hoje nos traz é bem patente no mapa de hoje, por isso, antes de iniciar qualquer tarefa convém definir qual a intenção desejada: o que é que se pretende obter e de que ferramentas dispomos para atingir os objectivos pretendidos.

Um outro desafio - este proposto pelo Número 16 - revela a necessidade de permanecermos humildes, mantendo uma atitude de abertura em face das dificuldades que se apresentarão ao longo do dia.

As energias influenciadas pelos Números 1 (entre as 00:00 e as 12:00) e 2 (entre as 12:00 e as 00:00), permitem, em primeiro lugar (Número 1) criar novos rumos, apontando novas direcções ou reforçando as existentes, e em segundo lugar (Número 2) criar a sustentação e o apoio necessários à execução das novas decisões e directrizes engendradas em 1.

15
Out17

Os Números Repetidos…

Eva Veigas

numbers-numeros-lucro-quantidade-estatisticas.jpg

 

Milhares de pessoas se interrogam acerca do fenómeno, cada vez mais sentido e observado, dos números repetidos.

 

Eu própria comecei a reparar nesse fenómeno há muitos anos, quando ainda ninguém falava destes assuntos abertamente. Sempre achei divertido ver números repetidos, nas horas, nas matrículas dos carros, nas datas, e assim por diante. E, claro, também me interrogava, acerca disto. Sabia que era um sinal. Mas ignorava o que estava por detrás do facto de eu reparar neles.

 

Hoje em dia recebo imensas mensagens de pessoas que querem saber porque lhes “aparecem” estes sinais, porque é que estão sempre a ver determinados números repetidos, e que significado tem isto para as suas vidas.

 

Antes de mais, é preciso esclarecer algo muito simples: os números, assim, como quaisquer outros sinais, não “aparecem”. Eles estiveram e estão sempre lá, mesmo à nossa frente.

 

A diferença é que nós passámos a “reparar” neles.

 

Sendo assim a questão poderá ser colocada noutros moldes:

“Porque é que só agora reparei?”

“Para que serve este sinal e o que faço com esta informação?”

 

A verdade é que os números ou sinais são energia, ou melhor, são uma frequência ou uma faixa de luz que vibra num determinado comprimento de onda e que interpenetra, desde as camadas mais subtis às mais densas, toda a malha electro biomagnética do universo, e por conseguinte, podemos vê-los plasmados nesta dimensão, intui-los ou lê-los e interpretá-los (mas cuidado com as interpretações!).

 

Tudo é energia. Nós somos energia.

 

O que sabemos é que essa energia promove transformações, através de processos incrivelmente complexos de construção/desconstrução/destruição/formação, no Todo, nos Universos, nos múltiplos mundos, planetas e corpos celestes e consequentemente nos seres que habitam esses mundos, como é o caso da Terra.

 

Os Maias previram essa transformação na Terra com muitíssima antecedência. Muitos povos e muitos seres que pisaram este planeta ao longo dos séculos anunciaram essa mudança.

 

Mas essa transformação, não foi um passe de mágica, foi real, e traduz-se no trabalho de muitas almas nobres que trabalham há incontáveis existências, no sentido da evolução da consciência humana.

 

Essas almas, estão hoje encarnadas aqui. São o que hoje designamos de Guerreiros da Luz, Trabalhadores da Luz, Guerreiros Arco-íris, etc.

 

Esse Guerreiro sou Eu, és Tu, somos Nós!

 

Um Guerreiro da Luz é um ser que individualmente, através da sua experiência pessoal vai resolvendo as suas dualidades, os seus pares de opostos, vai apurando e afinando a qualidade da sua consciência e da sua essência, como um ferreiro na forja aprimora a qualidade da sua espada, e é desse modo que vai expandindo esse mesmo grau de consciência, estando mais atento, mais presente, mais ligado ao seu coração amoroso, à sua parte divina, sagrada.

 

Um Guerreiro da Luz é alguém que conhece e faz por conhecer a sua Sombra, em vez de a ignorar, ou pior, que cai nas garras da ilusão, acreditando que não tem Sombra. (Os seres mais iludidos são os que andam mais perdidos, mais cheios de si, mas cheios de nada, pois não se dão a conhecer, nem a si mesmos nem aos outros. São seres que vivem em desamor por si mesmos e não conseguem harmonizar nada à sua volta, apenas encontram dor e dificuldade no caminho e não tendo capacidade para pacificar o seu próprio conflito interno, criam ainda mais desordem e caos ao seu redor.) A tomada de consciência individual, afeta, consequentemente, todos os seres que estão noutros graus de consciência (mas cuja semente, também já desperta, busca matar a sua sede).

 

Cada Ser que desperta, “encarrega-se” (pode fazê-lo, tem permissão para isso) de despertar outros à sua volta, ainda que por vezes não tenha plena consciência disso. Esse despertamento surge quando alguém, propositada ou inadvertidamente, toca a nossa alma, pela sua capacidade amar, perdoar e seguir em frente ou quando somos nós a tocar a alma de alguém, e usamos essas mesmas qualidades. Desse modo o despertar, surge como exemplo a seguir ou como inspiração, levando-nos a transformar aquilo que está pronto para ser lapidado por nós.

 

A magia deste despertar revela um sentido de união como há muito não experimentávamos, ou talvez a humanidade nunca a tenha experimentado desta forma.

 

Estamos à procura da Tribo. Sim, da nossa Tribo “perdida”. Perdemo-nos ou eles perderam-se de nós, enquanto estivemos a viver a divisão, a ilusão da separação. Na verdade nunca estivemos separados, nem nunca estaremos. A diferença é que agora estamos a ganhar essa consciência, ou a recordar-nos dela.

 

Eu faço parte do Todo. O Todo faz parte de mim. Eu Sou o Todo. O Todo és tu!

 

Andamos à procura da outra parte, da alma gémea, dizem alguns; eu busco a mim mesma, digo eu… Buscamos nos outros uma compreensão e uma aceitação que não praticamos connosco. E voltamos a dividir-nos.

 

Mas… eis chegado o momento em que do “Céu virão os sinais”. É chegada a hora de reconhecer que não há divisão, que afinal falamos a mesma linguagem, a linguagem do coração, a linguagem da alma, a linguagem do Amor.

 

Quando se experimenta e se mergulha nesse Amor, do qual nunca estivemos verdadeiramente desligados (foi apenas a malha ilusória que nos fez sentir desadequados e inadaptados) já não buscamos explicações para tudo, nem precisamos de justificações, nem de reconhecimento externo, nem de guias, manuais ou orientações e nem de textos, como este.

 

Onde há Amor não há falta, nem ausência, nem carência, pois o Amor quando é real preenche todos os espaços, mesmo os mais inacessíveis.

 

Chegámos ao momento para o qual temos trabalhado tanto, ao longo de tantas e incontáveis gerações. O momento em que chegaremos de forma mais rápida às sínteses que nos permitirão retirar cada vez mais véus – os véus que nos impediam de “ver” e sentir aquilo que realmente ainda está por curar, o que ainda dói, o que ainda precisa de colo, de carinho, de amor, e de atenção da nossa parte.

 

Ora, este processo ao longo de éons* foi dando (e continuará a dar) origem à evolução e expansão da consciência, tanto individual, como coletivamente.

 

É através deste processo de resgate que muitos de nós estão a reaprender a SER RESPONSÁVEIS por si mesmos e não pelos outros! Responsáveis pelas nossas escolhas. Conscientes dos nossos atos. Isto significa basicamente que sabes que estás a escolher e que cada escolha tem uma consequência, seja ela qual for, e que assumes internamente (de ti para ti) que procurarás lidar com essa consequência o melhor possível, da forma mais amorosa e mais generosa que possas conseguir.

 

Posto isto, é mais fácil então compreender que há 100, 50 ou mesmo 10 anos, estivéssemos num outro patamar de consciência que não se pode igualar ao atual. Percebes então porque não adianta reclamar do passado?

 

A partir desta exposição, também é fácil compreender que naquele momento do passado, não estávamos alinhados com determinadas vibrações mais subtis, e portanto, e agora sim vamos ao que interessa, os números repetidos (as horas eos minutos, as matrículas dos carros, as datas, os números das portas, etc.), estavam lá na mesma, mas nós não reparávamos nelas! Sim percebeste bem! Não reparavas!

 

Se reparamos agora, é porque uma parte do nosso SER está pronta e disponível para perceber/captar o sinal que sempre esteve ali. Já reparaste que a maior parte das coisas senão todas, estiveram sempre à nossa frente, mas por serem tão evidentes e tão óbvias, tendemos a ignorá-las?

 

Nunca te aconteceu passares centenas, milhares de vezes num local e ao fim de muitos anos apercebes-te que está ali uma estátua “nova”? … Entretanto passa um transeunte, fazes um ar de “estrangeiro de fora” e perguntas como quem não quer a coisa, se a estátua é recente. E o tal, transeunte, diz-te que não, que ela está ali vai p’ra 100 anos e começa a contar-te um bocadinho da História de Portugal…

 

É assim com os Números! Com os Números repetidos (ex. de sequência de Números repetidos: 11/11/2011 ou 11:11:11 ); com os Números espelho (ex. 2112 ou 21:12); com os Números pares (ex. 2222 ou 22:22) com os Números Ímpares (ex. 1111 ou 11:11); com os Números sequenciais (ex. 1234 ou 12:34) e os exemplos não têm fim, como infinitos são os Números quer sejam positivos ou negativos.

 

Quando observas, reparas num Número, seja ele qual for, toma consciência desse momento. Retira o cabo da energia, aquela que alimenta o ego, do: ‘eu sou especial porque vejo sinais’, ‘sou um guru’, ‘sou um mestre iluminado’, etc., e permanece em ti mesmo, como simples observador.

 

O que estás a fazer nesse exato momento? Em que estás a pensar? De quê ou de quem é que estás a duvidar? O quê ou quem é que não consegues perdoar? Onde é que te estás a limitar? O que é que pensas que não consegues fazer? Que crença está a vir ao de cima? Que ideia maravilhosa te anda invadir o pensamento? Que proeza é essa que queres conseguir? Que projecto não te sai da cabeça? E assim por diante.

 

Agora observa o (s) número (s) (ou sequência de números) que acabaste de ver. O que te faz sentir esse número? Gostas dele? Não gostas? És supersticioso(a)? Sempre que vês esse Número alguma coisa corre muito bem? Ou muito mal?  Faz-te lembrar alguma data feliz por exemplo, ou pelo contrário lembra-te de um episódio triste?

 

Lembra-te que tudo é energia!

 

Tudo isso te fará refletir numa imensidão de questões que estavam profundamente enterradas no teu inconsciente.

 

Lembra-te que se permitires que essa dor chegue à tua parte consciente poderás ter a oportunidade de a curar. Lembra-te que se curares essa dor, se a libertares de forma responsável estarás a permitir que outros seres se libertem (por vezes quase automaticamente). Lembra-te da explicação acima acerca do momento do despertar!

 

Por outro lado, pode ser apenas o momento de avançar com essa resolução que tomaste mas que não sai da tua mente (Ar) e que precisa de ser injectada pela tua força, entusiasmo e demais capacidades (Fogo) do teu espírito, banhada pelas tuas emoções plenas de amor (Água), para depois ser posta em prática, trazida à matéria (Terra).

 

Isso, mesmo! Toma nota de tudo! Mentalmente, ou então escreve (se fores como eu vais anotar tudo, pelo menos de início).

 

Mais importante do que teres uma lista com a descodificação de centenas de Números, é entrares num processo de profunda meditação acerca de tudo aquilo que o Número te fez sentir e pensar.

 

Mas… esse é que é o problema, não é? Dá muito trabalho meditar e preferes respostas prontas, bem ao estilo da vida moderna, tal como quando vais ao supermercado e compras comida já feita, preparada por outras pessoas! Por isso gostas tanto de listas com significados de Números e outros símbolos, certo?

 

Se não queres ter trabalho de confecionar com amor os teus pratos e receitas preferidas, de escolher os ingredientes frescos, um por um, para enriquecer a tua refeição, não te podes queixar do cozinheiro… Assim é com a tua vida! Se não te entregares ao teu próprio processo, ninguém o fará por ti! E ao contrário das refeições pré-cozinhadas (essas ainda podes usufruir delas, apesar de tudo) neste caso irás passar fome. Fome de sabedoria, pois não passarás pelas tuas próprias experiências, pelas tuas próprias conquistas, pelos teus próprios fracassos. Ou então e em último caso irás “comer” apenas os restos das experiências dos outros, pensando que são as tuas! É isto mesmo que queres dar a ti mesmo?

 

Mas vamos imaginar que tens uma lista com a descodificação de alguns Números.

 

Lembra-te, são apenas, palavras-chave. O que importa é o que para ti seja válido. Lê com a tua parte divina e consciente, ou seja, a tua parte iluminada. Lê com os olhos do coração.

 

É necessário dar tempo até que a mensagem do Número-símbolo seja perfeitamente captada pelas tuas dimensões mais subtis de modo a ser plenamente integrada. É por esse motivo que muitas pessoas reparam num dado número repetido muitas vezes ao longo de um dia, de um mês ou de um ano (ou anos) por exemplo. É mesmo uma chamada de atenção para aquela situação/experiência que estão a viver.

 

O facto de se reparar nesses números repetidos durante períodos mais ou menos longos prende-se com a nossa resistência à mudança ou à nossa incapacidade de captar o sinal. No momento em que entrares em contacto com a sua essência e o integrares, isto é, de agires de acordo com as indicações que recebeste de ti próprio através do símbolo, a vibração mudará e poderás passar a reparar num outro número repetido de outra frequência.

 

Exemplo: uma pessoa via constantemente 11:11 durante dois anos e após ter integrado a sua informação (o que provavelmente indica que a sua vida levou uma volta de 180º) passará a reparar, por exemplo, no 17:17.

 

Notas finais:

  • Presta particular atenção aos Números que “não gostas”, a repulsa relativamente a m Número-símbolo, é muito significativa.
  • Repara na tua data de nascimento e vê se existe alguma ligação entre os Números que vês e os Números de Nascimento
  • Adquire, estuda, analisa o teu mapa numerológico natal com um especialista em Numerologia.
  • Regista os Números-símbolo que vês com mais frequência, aqueles que te “perseguem”, digamos assim.
  • Sonhar com Números não significa que devas ir jogar na lotaria, embora, como é óbvio, o possas fazer se quiseres, mas geralmente, num sonho, os Números trazem muita informação importante para a tua vida, pois revelam partes abstractas e ocultas até aquele momento no subconsciente.

 

Eva Veigas – Terapeuta Holística

Numeróloga / Taróloga Transpessoal

http://evaeleven.blogs.sapo.pt

evaveigas@sapo.pt (para agendamento e informações sobre consultas)

 

22
Set17

Equinócio de Outono

Eva Veigas

 

equinocio.jpg

 

22/9/2017

Feliz Equinócio de Outono

 

"Em 2017, o Equinócio de Outono, ocorre no dia 22 de Setembro às 20h02 (tempo universal), 21h02 em Portugal continental e na Região Autónoma da Madeira, e às 20h02 na Região Autónoma dos Açores. Este instante marca o início do Outono no Hemisfério Norte. Esta estação prolonga-se até ao próximo Solstício que ocorre no dia 21 de Dezembro às 16h28 em Portugal continental."
Fonte: http://oal.ul.pt/equinocio-de-outono-2017/

 

Trânsito numerológico:
Ano 2017
Vibração Universal do Ano 10:1
Mês 9 (Setembro)
Vibração Universal do Mês: 19:10:1
Dia de Calendário: 22
Vibração Universal do Dia: 4
Data 22/9/2017
Vibração Universal da Data: 23:5

 

O equinócio ocorre sob a influência do Número 5 que é o resultado reduzido da soma da presente data.

O 5 surge aqui como indicador de mudança de direcção, como uma nova oportunidade de aprendizagem e/ou de aplicar o que se tem vindo a aprender.


Este dia marca um momento de viragem séria, responsável, ousada também, pois é necessária muita coragem, confiança e entrega para assumir finalmente o nosso verdadeiro papel.

 

É tempo de usar sabiamente os nossos recursos internos, os nossos dons, capacidades e talentos tanto a nível físico como e especialmente a nível extra-físico.

 

A nossa mestria pessoal tem aqui uma excelente oportunidade de se colocar ao serviço da humanidade, dos outros, nas suas diferentes e variadas formas e forças de expressão.

 

É tempo de nos levarmos pela nossa própria mão e nos deixarmos guiar pelas poderosas forças de amor que habitam o nosso coração, trabalhando com e para a luz num novo patamar de frequência mais elevada. Nós podemos e temos a necessária sapiência para o fazer.

 

Quem ainda não o faz está ainda e apenas a vibrar no medo e as escolhas que faz para a sua vida baseiam-se no medo de se expor, de se vulnerabiizar, de se enganar, de errar, de ser julgado pelos outros, etc.

 

Este é o momento, não vale a pena protelar, de mostrar a si próprio de que é capaz. Pode não haver outra oportunidade. Permita-se! Pode ser que fique surpreendido/a com o resultado.

 

Tudo isto se inscreve num ano em que a palavra chave é recomeçar (mas banhados por uma nova energia, a qual devemos buscar dentro de nós e não fora), num mês que anda de mãos dadas com o ano mostrando-nos claramente o reforço das energias 10:1, que nos pedem mudanças radicais, mas coerentes, sobretudo a nível das nossas mais profundas e sérias intenções.

 

Tudo isto nos empurra para a frente e para cima, mesmo sem entendermos muitas vezes como conseguimos, como tudo acaba por se manifestar, por vezes sem grande esforço, para que possamos testemunhar os verdadeiros milagres e compreender e aceitar que somos nós os agentes da mudança.

 

Tudo isto acontece sob a subtil e empoderada energia dos números 22, 2, do zero à direita e à esquerda do 2.

 

O 2 representa o princípio universal feminino,o yin, a receptividade, a espera, o silêncio, a sabedoria, a noite, o escuro, o oculto, o ventre, o sagrado, a interioridade, a gestação, a meditação.

 

Portanto esta noite, para aqueles que puderem e quiserem, recolham-se, meditem, orem, criem o vosso próprio ritual, repensem ou reforcem a vossa intenção. Saiam do medo e caminhem na vossa própria direcção.

 

#happyequinox2017

Eva Veigas
Terapeuta Holística

17
Set17

Daily Numbers

Eva Veigas

 

 

Wishing you a(6).png

 

Um dia que marca o final de um ciclo e o início de outro. Há aspectos das nossas densas carapaças que estão prontos para ser dissolvidos e integrados nas nossas aprendizagens.

 

Há vagas de seres a fazer a travessia,para um lado e para o outro do véu, com profunda consciência do trabalho realizado e do que falta realizar.

 

 

Há múltiplos despertares de consciência que trazem novidades e descobertas em vários ramos da ciência, da cura quântica, de achados arqueológicos, e assim por diante.

 

Muitos véus estão a cair e irão continuar a cair e as verdades há muito escondidas virão ao de cima e serão reconhecidas por todos os que não se têm conformado, resignado, calado e ficado indiferentes ao sofrimento da Terra e de muitos dos seus filhos.

 

Todos os assuntos, relacionamentos, questões, decisões que estejam presos por um fio apenas, irão simplesmente ser levados pelos ventos, pois já não há qualquer tipo de sustentação. Os cortes serão radicais para quem não souber deixar ir.

 

Todo aquele que ignorar ou esquecer os seus deveres e obrigações será chamado à responsabilidade, será abanado e esmagado pelo peso das suas próprias decisões, ou seja, provará do seu próprio veneno.

 

Aqueles que ponderam reorganizar-se, reestruturar-se, religar-se, revitalizar-se, renascer são convidados a fazê-lo em grande amor por si mesmos.

 

Seremos testados quanto à nossa flexibilidade, tolerância, capacidade de adaptação ao novo, vontade de mudar, capacidade de amar, cuidar e nutrir a nós mesmos, aos outros, ao ambiente, aos animais, à Natureza.

 

Ao mesmo tempo virá ao de cima toda a nossa natureza arrogante, altiva, prepotente, tirânica... não para nos colocarmos como vítimas ou como impotentes perante as nossas escolhas, mas como forma de nos libertarmos de todo o condicionamento e de todas as formas de dor que nos acompanham há muito tempo. A verdade é que todos podemos fazer diferente. Se não fazemos é porque não queremos. Basta de desculpas fúteis e de nos escondermos atrás uns dos outros. Querer é poder!

 

Este é um tempo de libertação, de purificação de energia, de começar de novo, de criar novos impulsos, de sermos nós mesmos os novos seres que PODEM trazer ( porque a podem captar, acumular, transmitir e irradiar), a Luz a esta humanidade.

 

Tu Podes
Eu Posso
Nós Podemos!

#poderpessoal #poderescolher #poderser #quererépoder

 

Eva Veigas

15
Set17

15/9/2017 = 25:7

Eva Veigas

Wishing you a(2).png



Múltiplas forças actuando em conjunto, trabalham no sentido de libertar porções de memórias (até há bem pouco tempo ocultas no nosso inconsciente) para aquela parte de nós que já se encontra mais desperta, mais consciente de si.

Nesse lugar, onde há mais luz em nós, isto é, onde existe maior clareza mental, maior discernimento, onde as emoções se encontram mais harmonizadas, ou seja, onde já nos é possível distanciar do drama, existe uma condição específica que nos possibilita entrar em contacto com essas mesmas memórias, a fim de as podermos sentir e observar a partir de um lugar isento dentro de nós. Por isenção quero dizer, que podemos e devemos libertar-nos do auto-julgamento. Só assim poderemos compreender essas memórias, esses pensamentos que afloram à nossa consciência, sem que aparentemente tenhamos feito qualquer esforço para que isso acontecesse.

Durante esse processo poderemos além de lhes dar significado, pois a mente lógica, cognitiva, apressar-se-á a fazê-lo, libertar o que já estiver resolvido e integrar as experiências resultantes quer das vivências que geraram essas memórias, quer da vivência presente que nos colocará em perspectiva relativamente à nossa própria história.

O dia de hoje com as suas forças invisíveis actuantes em diversas dimensões internas, permite-nos aprofundar muitas situações, sobretudo aquelas que carecem de resolução, que aguardam por um desfecho, que anseiam por uma conclusão.

Os desafios de hoje prendem-se com algumas questões fundamentais:

1) Falta de foco, dispersão de energia, sensação de nos estarem a puxar em direcções opostas.

2) Nervosismo, ansiedade, querer fazer tudo ao mesmo tempo sem dar espaço e atenção a um assunto de cada vez, o que provavelmente irá criar caos e confusão (aumentando assim a dispersão (ver ponto 1) e frustração, dado que, no final do dia, chegaremos à conclusão que não fizemos nada bem feito, que não houve progressão e no entanto sentir-nos-emos extenuados.

3) Desânimo, falta de confiança, irritabilidade, vontade de desistir dos planos, objectivos ou intenções que tínhamos traçado para hoje ou para os próximos dias.

4) Dificuldade em pedir ajuda, em parar para nos reposicionarmos relativamente ao rebuliço interno. Teremos ainda que lidar com a nossa própria altivez e alguma prepotência, sobretudo em relação aos outros.

O que podemos fazer?

1) Harmonizar as forças contrárias enfrentando os desafios. Procurar tirar prazer do que está a fazer sobretudo se é algo de que não se gosta ou que se faz por dever e obrigação.

2) Pedir ajuda; delegar.

3) Trabalhar a assertividade; dividir o trabalho de hoje em pequenas tarefas e fazer uma de cada vez, fazendo pequenos intervalos, para descomprimir (o dia de hoje promete); dar prioridade ao que é mais importante hoje.

4) Concluir trabalhos e tarefas que estão adiados por preguiça, desmotivação ou falta de atenção.

5) Rever a forma como estamos a fazer as coisas, mudar de atitude ou de perspectiva; refrescar as ideias, renovar a energia. Dar um passeio na Natureza ou fazer uma curta meditação pode ajudar.

 

Eva Veigas

14
Set17

14/9/2017 = 24:6

Eva Veigas

Wishing you a(1).png

 

O caminho para a cura e harmonização de processos adiados depende da intensidade que se coloca na vontade de mudar desde dentro.

 

A doce transformação de formas-pensamento agressivas e negativas, e de emoções ácidas e destrutivas, é possível.

 

Essas forças destruidoras, que acolhemos em nós e às quais nos agarramos com tanta força, para não perder o controlo sobre nada, são geradoras das mais variadas doenças, desde as físicas, às emocionais ou mentais.

 

Para obter resultados profundamente transformadores há que libertar essas mesmas emoções que se encontram enraizadas no nosso sistema de crenças.

 

Dessa forma, é importante, urgente e necessário, rever o sistema de crenças (o conjunto de regras, normas, verdades, etc. que nos limitam, impedem, castram ou derrubam) de forma a podermos criar um novo sistema (ou actualizar o anterior) que esteja mais de acordo com o novo ser que vai despertando em nós.

 

Eva Veigas

Bênçãos! Se chegaste até aqui é porque escutaste o chamado da tua alma!

Convido-te a navegar por este espaço. Se gostares fica e subscreve o blogue. És muito bem-vindo/a.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Consultas / Terapias / Retiros Individuais

Numerologia Karmica, Tarot, Tarot Karmico, Oráculos, Cura Xamânica*, Meditação Guiada*, Cura e Resgate da Criança Interior*, Cura da Criança Lunar e Solar* *apenas sessões presenciais

Consultas online

Find us on Facebook

Partilha e difusão de conteúdos

Agradecemos a partilha e difusão de conteúdos, desde que sejam salvaguardados os devidos créditos da autora do blogue e demais fontes por ela citadas.

Consultas / Terapias / Retiros Individuais

Consultas

Cursos / Ws

Textos de Apoio

  •  

Artigos Numerologia

Dias de Nascimento

Ano Universal

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:

  •  

Entrevistas

Parcerias

Sapo Astral

Sapo Desporto

Tertúlia

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D