Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

The Way of Silence

by Eva Veigas

The Way of Silence

by Eva Veigas

Mais sobre mim

Sessões

Numerologia, Tarot, Leitura de Oráculos, Massagem, Resgate e Cura Vibracional, Prática Xamânica, Cura Intuitiva.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

♥♥♥

Facebook

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
20
Jan15

Frequência 11/2

Eva Veigas

Frequência 11/2

Data 20/01/2015

 

248897-bigthumbnail.jpg

 

Hoje é o terceiro dia do ano regido pela poderosa energia do número mestre 11.

O potencial que dorme serenamente aninhado neste número é tão imenso que poderíamos escrever livros inteiros acerca dele.

Quando este potencial desperta assemelha-se ao momento em que acordamos todas as manhãs. Há um momento em que nos sentimos meio adormecidos e meio acordados. Sentimo-nos um pouco presos às últimas mensagens ou imagens registadas no sonho que tivemos e já começamos a vislumbrar o cenário do mundo que nos rodeia deste lado do véu, a que chamamos realidade. Nesse exato momento, encontramo-nos perante uma escolha (na maior parte dos casos, inconsciente, pois estamos quase sempre em piloto automático em relação às nossas capacidades, pensamentos e sentires): ou nos entregamos de volta ao mundo dos sonhos ou nos levantamos para encarar mais um dia pleno de possibilidades e potencial.

 

 

Assim é este 11. Uma vez que esta energia desperte em nós, temos a possibilidade de a ignorar (embora ela envie sinais a cada momento) ou podemos pura e simplesmente permitir que ela se desenrole, se desenvolva e tome conta do nosso ser inteiro.

O 11 é revelado internamente, através da nossa ligação à Mente Superior. Não é possível aceder às informações, na forma de frequências, sem estarmos despertos e em pleno contacto com o nosso Eu Superior.

O 11 é um canal maravilhoso, mas como tudo, tem que ser compreendido (não do ponto de vista racional) mas sim ao nível da alma. Sempre que se duvida da sua existência, as forças motrizes do 11 como que estagnam na nossa vida e nós deixamos de ver além das aparências, a intuição parece cessar e a ilusão apodera-se de nós, aterrorizando-nos com os seus habituais fantasmas: medo de falhar, culpa, vergonha, resistência à mudança e assim por diante.

 

 

Hoje é o momento adequado para nos permitirmos contactar essa energia adormecida dentro de nós e começar a enfrentar as nossas crenças relativamente ao julgamento (20 – dia 20) que fazemos e temos em relação a tudo, a todos e sobretudo a nós.

O juiz interno está presente hoje, não para nos sentenciar enviando-nos, como outrora, para a fogueira ou para o cadafalso, está presente apenas para que o enfrentemos e o coloquemos no seu devido lugar.

O juiz interno foi importante, ele teve um papel a cumprir e cumpriu-o na perfeição, devolvendo-nos a cada momento a consciência de quem somos. Agora estamos livres, mas essa liberdade, não pode ser interpretada como muitas pessoas o fazem, achando que ser livre é poder fazer tudo o que lhes apetece. Ser livre implica ser responsável. Quanto mais liberdade maior responsabilidade. Somos livres para podermos ser responsáveis pelas nossas escolhas, pelos nossos pensamentos, pelos nossos atos.

 

1551214-bigthumbnail.jpg

 

O dia 20 ou melhor o número 20, espelha na sombra todas as questões que resultam do nosso questionamento interno (o que na verdade é importante, pois denota maturidade, responsabilidade e inteligência emocional e espiritual) porém, para os mais distraídos espelhará novamente o juiz interno, ativando a velha ilusão de que estamos separados da Fonte, do Deus Pai / Mãe Criador de Tudo o Que É. Dessa dinâmica resulta o sentimento de desmerecimento do Ser Humano, enfatizado ao longo de séculos pelas diversas religiões que criaram os dogmas e as regras rígidas ante as quais sucumbimos.

 

 

As questões do passado que nos poderão surgir hoje com maior evidência serão aquelas relacionadas com as seguintes frequências:

 

 

Frequência 1 – Dificuldade em seguir a vontade do nosso coração, pois distorcemos a energia do 1, usando-a para escravizarmos os outros, subjugando-os e manipulando-os a nosso bel-prazer. Naturalmente, hoje em dia, sentiremos por diversas vezes, as consequências dessa escolha, sentindo-nos muitas vezes escravos ante esta ou aquela situação na nossa vida.

Há que transmutar essa dor, sabendo que o castigo não existe. O que existe é apenas o reajuste karmico de tudo o que fizemos no passado, de acordo com a nossa consciência do momento.

 

 

Frequência 5 – Resistência à mudança e fugas para a frente. É-nos difícil abandonar velhos hábitos, pois isso requer coragem para sair da zona de conforto, que como sempre afirmo, se torna cada vez mais desconfortável. Os sinais de mudança interna estão a ser enviados a cada momento, cabe a nós olhar para eles ou mais uma vez ignorá-los – o nosso livre-arbítrio está mais ativo do que nunca.

Ilude-se quem continua a insistir mudar os outros. A mudança começa em cada um de nós.

 

 

Frequência 6 – Dificuldade em permanecer e sentir cada momento. Dificuldade em perdoar. Demasiado exigentes, duros e cruéis connosco. Resultado desta dinâmica: Somos cruéis com os outros.

Está na hora de encarar sem filtros a nossa essência. Hora de parar os julgamentos e de continuar a alimentar as máscaras: Eu sou muito bonzinho / boazinha. Estou sempre a ajudar os outros mas quando eu preciso não está lá ninguém. Eu só gosto de dar, não gosto / preciso de receber e assim por diante.

Claro está que tudo isto, enquanto não for trabalhado a partir de dentro gerará raiva, frustração, cobrança, medo de não ser aceite, etc.

 

 

Frequência 7 – Falta de fé e confiança em si mesmo. Falta de profundidade. Indisponibilidade para se conhecer a si próprio. É mais fácil criticar e imputar a responsabilidade de tudo o que nos acontece de “mal” aos outros.

Falta de enraizamento, indisponibilidade para meditar, para ficar no escuro, no silêncio. Incapacidade de criar o vazio dentro de nós, mais uma vez a crença obsoleta de que o vazio é mau.

 

fairybless.jpg

 

 

Finalmente o número karmico do dia que é 19, mostra a necessidade imperiosa de dominar o ego manipulador, a criança birrenta que teima em não crescer e está sempre dependente de tudo e de todos, mas que não assume que precisa dos outros para crescer, por isso é intolerante, prepotente e agressiva.

Está na hora de trazer essa criança para a luz e mostrar-lhe que não há nada de mal em crescer e que não há nada de mal em pedir ajuda para aprender a caminhar pelas próprias pernas.

Desta maneira o dia de hoje permite através da frequência 2 (redução tanto de 11 como de 20) colocar na balança da Justiça, tudo o que foi e tudo o que é. Só no ponto em que o fiel da balança ficar perfeitamente equilibrado, nos será revelado interna e externamente o caminho que devemos seguir.

O dia requer equilíbrio entre as forças que geram as polaridades opostas e complementares. Será necessário estar criativo, alegre, sorrindo para nós próprios, congratulando-nos a cada momento por tanto trabalho feito.

A nossa alma quer evoluir e incita-nos a ser persistentes, corajosos e disponíveis para continuar a nossa jornada em direção à Luz, de onde todos saímos um dia e onde todos regressaremos.

Hoje é um dia para começar e terminar e não deixar nada pendente.

O que hoje for decidido, executado e concluído em consciência não cessará de dar frutos por toda a nossa eternidade.

 

Um abraço interdimensional

Eva Vilela

Mais sobre mim

Sessões

Numerologia, Tarot, Leitura de Oráculos, Massagem, Resgate e Cura Vibracional, Prática Xamânica, Cura Intuitiva.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

♥♥♥

Facebook

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D