Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Eva Veigas

Numerologia, Tarot, Xamanismo

Eva Veigas

Numerologia, Tarot, Xamanismo

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

♥♥♥

Bio

Consultas

Dias de Nascimento

Ano Universal

Anos Pessoais 2009

Anos Pessoais 2010

Anos Pessoais 2011

Anos Pessoais 2012

Anos Pessoais 2013

Meses Pessoais em 2011

Meses Pessoais em 2012

Meses em 2013

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
16
Mar17

Ano Pessoal 7 em 2017

Eva Veigas

Foto de Eva Veigas.

Ano Pessoal 7 em 2017

 

O Ano Pessoal 7 é o sétimo ano de qualquer ciclo novenal. Se se encontra em Ano Pessoal 7 significa que 2011 foi o ano em que teve início o seu ciclo de 9 anos, que obviamente para si terminará em 2019.

 

Um ano 7 convida-nos a experimentar entrar em contacto com as nossas partes intocadas, com áreas de vida nunca antes experimentadas; convida-nos a ganhar consciência das áreas sombrias que existem dentro de nós, mas que por medo, vergonha, orgulho, impaciência, evitamento não queremos conhecer.

 

O 7 é um mergulho nas águas do nosso inconsciente mais profundo e isso na prática vai requerer momentos de intenso silêncio. Só nesse silêncio, sem o ruído mental, nos podemos encontrar e reconhecer, só aí nos podemos amar em toda a plenitude, pois aí aprenderemos a aceitar “a bela e o monstro“ que habitam o nosso ser.

 

Claro que há nossa volta surgirão rumores de que algo não está bem connosco, os outros poderão não nos aceitar, não nos reconhecer, não compreender o motivo dos nossos silêncios; poderão repudiar-nos, marginalizar-nos, mas se formos fiéis ao nosso caminho, não nos deixaremos manipular.

 

Todavia, necessitaremos de uma forte e saudável estrutura psíquica para podermos lidar com toda a sorte de desafios provocados pela influência de um ano 7 na nossa vida.

 

Um dos mais difíceis desafios é não confundir solidão com isolamento. Precisaremos de estar sós muitas vezes ao longo do ano, porém, não poderemos cair na tentação de nos isolarmos e evadirmos do mundo, pois nós fazemos e somos parte do mundo.

 

O nosso contributo para a vida, para os outros, para a família, para a comunidade, para a sociedade, é precioso, e não deveremos ignorar esse facto. Aprenderemos, com o tempo e com a experiência a não subvalorizar esse facto, nem a supervalorizá-lo.

 

Este é um ano de amadurecimento em termos psíquicos e mentais e de ganhar uma nova compreensão acerca do papel que desempenhamos na nossa própria vida.

 

Compreender que somos os Senhores do nosso destino, somos nós que decidimos qual a direção a seguir, que caminho é necessário percorrer e que experiência é preciso viver, seguros e conscientes da responsabilidade que detemos nas nossas mãos.

 

Sabemos que o conhecimento, a responsabilidade e a liberdade andam de mãos dadas e que são interdependentes. Portanto, este é um ano para assumir a responsabilidade sobre o conhecimento adquirido e integrado, por forma a usufruirmos da liberdade tão duramente conquistada, em cada passo do caminho.

 

Somos o amo e o aio, somos o cavalo e o cavaleiro, somos o que dita a lei e o que a faz cumprir. No fundo, teremos que aprender a obedecer a nós mesmos, a ser fiéis ao que sabemos ser real e importante, a distinguir entre o sábio e o sabichão que habita em nós e fazer prevalecer a Suprema Vontade Divina que actua através deste corpo.

 

Este é um ano de suma importância, pois o Ser passará por uma iniciação, que em última análise, pode ser traduzida como uma oportunidade para avançar por sua própria determinação e não ser mais um joguete nas mãos do destino. A partir de agora sabe que os seus actos gerarão consequências e não mais quererá justificar-se em processos de autovitimização.

 

Relativamente aos Anos Pessoais em 2017, cuja soma dá 16 ou 25, serão reduzidos a 7, por isso há que levar em consideração todas as vibrações numerológicas e não apenas o 7.

 

Vibração 16 - Trata-se de um ano pessoal em que será posto à prova no que se refere às suas convenções, aos seus padrões endurecidos, às suas verdades inabaláveis, às suas estruturas demasiado rígidas.

 

Um ano 16:7 fará desmoronar toda e qualquer opinião mal fundamentada. Tudo o que não seja fruto das suas próprias vivências e experiências ruirá. Todo o conhecimento desagregado, mal integrado ou pobre fá-lo-á tombar ante si mesmo.

 

Nem todos os argumentos do mundo o poderão voltar a erguer dos escombros. Terá que ganhar consciência de que é a sua própria teimosia que o destrói, e que a sua incapacidade em se flexibilizar e em aprender através da experiência lhe devolvem dor e sensação de solidão e infelicidade.

 

Abdique dessa postura e suavize a sua vida. Há sempre tanto para aprender, para levar em consideração. Há sempre mais uma perspectiva, mais um caminho, mais uma solução, mais uma possibilidade no seu horizonte. É só esticar a mão e agarrar.

 

Este ano é o impulsionador da destruição de todas as amarras que o têm vindo a aprisionar, pode ser um emprego, um relacionamento, uma crença de qualquer índole.

 

O Fogo (elemento) será o veículo que dissolverá essas amarras, as cordas, as peias, que o impedem de caminhar livre e em paz consigo mesmo. No final do processo pode sentir alívio e alegria ou pode sentir-se esmagado e torturado pela experiência.

 

Em qualquer dos casos, mesmo que não o reconheça imediatamente, será sempre uma bênção.

 

Vibração 25 – É possível que sinta uma forte instabilidade na sua vida, de um modo geral, ou em alguma área específica, e caso isso suceda é hora de reflectir nas causas dessas mesma instabilidade.

 

Talvez esteja na hora de assumir e de traçar o seu próprio caminho o que evidentemente exigirá, da sua parte, empenho, esforço, bastante energia, determinação e inspiração, e talvez isso o amedronte ou imobilize o seu Fogo interno.

 

Nesse caso é de suma importância encontrar ou promover um espaço que dê à sua criatividade a hipótese de se expressar.

 

Um ano 25:7 pede que coloque o seu conhecimento e a sua sabedoria ao serviço dos outros, trazendo clareza, discernimento e luz sobre o tema em que se tornou especialista. Ensine e partilhe o que sabe com as outras pessoas, sem receio de ser copiado ou imitado, pois em consciência, cada um sabe de que fonte bebeu.

 

Assuma o comando da sua vida e siga em frente, em humildade e reverência. Seja um exemplo para os que o rodeiam e alegre-se por ser um mensageiro que sabe como honrar o seu próprio caminho e as suas próprias escolhas.

 

Eva Veigas

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

♥♥♥

Bio

Consultas

Dias de Nascimento

Ano Universal

Anos Pessoais 2009

Anos Pessoais 2010

Anos Pessoais 2011

Anos Pessoais 2012

Anos Pessoais 2013

Meses Pessoais em 2011

Meses Pessoais em 2012

Meses em 2013

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D