Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Eva Veigas ~ Terapeuta Holística

The Way of Silence

Eva Veigas ~ Terapeuta Holística

The Way of Silence

15
Dez14

Ano Pessoal 6 em 2015

Eva Veigas

Conjunção do Ano Pessoal 6 ou do Ciclo de Aniversário 6 com o Ano Universal 8

 

 

ap6.jpg

 

 

“Acredito que todos nós somos capazes de aventura. Mas a grande aventura é enfrentar as responsabilidades de cada dia.”

 

William Gordon

 

 

 

6 – 8 (Água / Terra)

A sensibilidade do 6 bate de frente com a frontalidade e com a aparente indiferença do 8, o que faz desta conjunção numerológica uma combinação difícil. O Elemento Água que rege o 6, combinado com o Elemento Terra que rege o 8, vai nutrir a Terra desse elemento imprescindível. A combinação terá que ser perfeita e nas doses certas pois se houver Água em excesso haverá uma inundação, ou seja, o campo das emoções levará a melhor sobre o campo das coisas concretas e do lado prático da vida, o que fará com que deixemos de ser objetivos e imparciais. Se houver uma carência de Água a Terra tornar-se-á dura e deixará de poder ser moldada, pelo que corremos o risco de nos tornarmos insensíveis e rígidos.

Não será um ano fácil, todavia, os que vibrarem mais perto do equilíbrio entre estas duas frequências poderão viver um ano bastante harmonioso e suave.

O 6 é o ano que nos dá a possibilidade de nos tornarmos mais responsáveis acerca das escolhas que queremos fazer e dos caminhos que pretendemos percorrer na estrada da vida. Adquiriremos maior maturidade e mais confiança em nós próprios depois de um ano turbulento, como foi o ano anterior (ano pessoal 5 em 2014). Estamos aptos a tomar as rédeas da nossa vida e a impedir que tudo volte a ser como era, cientes que estamos do nosso crescimento interior.

Este é um ano onde tudo o que se relaciona com dar e receber amor (de todas as formas que possam imaginar) estará em evidência. É importante aceder ao nosso coração e sentir o que acontece cá dentro quando damos e quando recebemos. Que sentimentos acompanham cada um desses movimentos. Devemos escrutinar o nosso ser para perceber por onde andam os nossos valores morais e espirituais. O que nos move de facto a dar? E quando recebemos algo, estamos mesmo dispostos a abrir os braços e a receber? E recebemos da mesma maneira o agradável e o desagradável? Eis a grande lição de vida oculta nesta combinação. É evidente que esta é uma das mais difíceis lições que podemos ter que experienciar, pois ninguém lida facilmente com um facto da vida doloroso ou com uma notícia desagradável, mas a verdade é que para o Grande Espírito isso não tem a menor importância, pois tudo é uma coisa só. As nossas reações ante as situações negativas que a vida nos devolve são coisas que dizem respeito apenas à nossa condição humana, terrena e efémera.

Daí a importância de irmos praticando o equilíbrio face à forma como reagimos ante o bom e o menos bom.

 

Ponto Forte desta conjunção

O ponto mais forte desta conjunção assenta em profundas mudanças ao nível da nossa estrutura mental (pensamentos, ideias, conceitos, preconceitos (pré-conceitos), julgamentos, crenças limitadoras, etc.).

O equilíbrio que nos é devolvido por uma mente saudável, firme nas suas convicções mas sempre pronta a ouvir os outros, com a sensibilidade e o bom senso suficientes para se ir transformando a cada momento, não tem preço.

Trata-se de um ano exigente uma vez que a emoção terá que andar de mão dadas com a razão o que nem sempre é fácil (com amor e dedicação tudo se consegue), provocando grandes alterações na nossa forma de sentir o nosso pequeno mundo.

Porém, sob estas vibrações, existe uma forte possibilidade de transcender este desafio, tornando a vida mais harmoniosa e mais serena.

 

Ponto Fraco desta conjunção

O ponto fraco do ano está relacionado com a falta de assertividade e a desvalorização pessoal. Será necessário trabalhar a sua autoestima, elevando-a e mantendo-a num nível que lhe permita trabalhar a partir de uma base emocional estável.

Estará mais suscetível do que nunca e sentir-se-á facilmente magoado ou ofendido pela mais pequena situação. Não leve tudo para o campo pessoal, pois as coisas que são ditas nem sempre se dirigem a si (aliás, na maioria dos casos não são para si).

Na verdade, quando nos sentimos afetados pelas circunstâncias externas, significa que teremos mesmo que olhar para essas feridas antigas e profundas que ainda carregamos na alma, pois foi chegado o momento de abrirmos mão delas. Só expondo a ferida ao ar é que se obtém a cura!

De qualquer modo experimente começar a relevar. Comece por pequenas coisas e vá explorando a sua excessiva sensibilidade, aos poucos verá como se vai tornando mais fácil lidar com os outros e como se sentirá bem consigo mesmo por ir conquistando pequenas vitórias.

 

heart1.jpg

 

AMOR / AFECTOS / FAMÍLIA

Esta é a área mais importante do ano 6. Podemos mesmo considerar o 6 como o número das uniões bem-sucedidas, dos casamentos, da família, do lar, das crianças.

Está ainda associado a causas de carácter solidário, às amizades e a tudo o que envolva grupos de trabalho de carácter humanitário.

Esta área será a mais sensível e poderá haver necessidade de dar um passo atrás para avaliar o que está a precisar de ser reestruturado. Não há que recear fazê-lo, pois se deixarmos de ter comportamentos infantis e encararmos as nossas vidas com a maturidade e a responsabilidade que elas pedem, mesmo as situações mais problemáticas seguirão o seu curso natural e terão com certeza o desfecho certo para cada um de nós.

 

dinheiro.jpg

 

DINHEIRO / FINANÇAS / TRABALHO

A energia do 6 nesta área leva-nos a trabalhar de novo a responsabilidade e a assumir as nossas escolhas (mesmo que por vezes não sejam as melhores). Parece que estou sempre a falar da mesma coisa, mas de facto responsabilidade e maturidade são as duas palavras-chave no que respeita a esta vibração 6.

Assim, também aqui, quer se trate de bens, do cargo que ocupamos no emprego, da procura de um novo trabalho, do dinheiro que queremos investir, etc., teremos que ter uma atitude pró-ativa e agir de modo responsável e sério. Não é bom ficar à espera que tudo nos caia do céu porque não vai cair. É importante sim, tomar consciência do nosso papel e parar de culpabilizar os outros, o Estado (porque em primeiro lugar, nós somos o Estado), o clima, o aquecimento global, ou seja lá o que as nossas mentes indisciplinadas gostam de arquitetar para nos fazer perder tempo. É hora de agir de acordo com o que temos e não de acordo com as nossas atitudes ainda tão infantis que nos atiram para uma dimensão ilusória, completamente desfasada da realidade.

 

saude.jpg

 

SAÚDE

A saúde poderá ficar enfraquecida devido ao excesso de trabalho. Há que ter cuidado e procurar um equilíbrio entre as tarefas diárias e o descanso. Não esquecer de guardar algumas horas para o lazer que é muito importante em anos onde o peso das responsabilidades é maior. Atenção ao excesso de ingestão de doces por via das questões emocionais mal geridas ou mal resolvidas.

 

espiritualidade.jpg

 

ESPIRITUALIDADE

Esta lição de vida está intimamente relacionada com a aprendizagem de valores nobres como o amor, a gentileza, a responsabilidade e a busca de equilíbrio nos relacionamentos em geral.

As situações que atrair para a sua vida durante este ano proporcionar-lhe-ão a oportunidade de assumir responsabilidades e compromissos, principalmente ao nível social e/ou familiar. Estas experiências são de extrema importância para a sua evolução pelo que não deve deixar passar estas oportunidades.

 

sep.jpg

 

 

Anos Pessoais e Ciclos de Aniversário

 

Ano Pessoal – tem a duração de um ano e a sua influência tem início no dia 1 de Janeiro e termina no dia 31 de Dezembro.

Calcula-se somando o dia e o mês de nascimento à vibração do ano universal que se quiser calcular.

 

Ciclo de Aniversário – tem a duração de um ano e a sua influência tem início no dia do aniversário e termina na véspera do dia de aniversário seguinte.

Calcula-se somando os resultados das reduções do ano de nascimento e do ano que se pretender calcular.

 

Exemplo: pessoa nascida a 12/6/1957.

 

Cálculo do ano pessoal para 2015:

12/06/2015 = 1 + 2 + 6 + 2 + 1 + 5 = 17 = 1 + 7 = 8

Ano pessoal 8 – influência do ano pessoal tem início em 01/01/2015 e termina em 31/12/2015.

 

Cálculo do Ciclo de Aniversário para 2015:

1957 = 1 + 9 + 5 + 7 = 22

2015 = 2 + 0 + 1 + 5 = 8

22 + 8 = 30

30 = 3 + 0 = 3

Ciclo de aniversário 3 – influência do ciclo de aniversário tem início no dia 12/06/2015 e termina em 11/6/2016.

 

Nestes casos aconselho a ler as duas combinações possíveis para 2015.

Exemplo: Leia a conjunção do Ano Pessoal 8 com o Ano Universal 8 e depois leia a conjunção do Ciclo de Aniversário 3 com o Ano Universal 8. Cruze os dados de ambos os textos e terá uma visão ainda mais ampliada do que o espera em 2015.

 

Os anos pessoais e os ciclos de aniversário permitem obter uma leitura única e personalizada num mapa numerológico natal, pois possibilitam contextualizar qualquer momento passado, presente ou futuro, no desenrolar dos grandes ciclos de vida, ajudando-nos a escolher de acordo com o fluxo natural da nossa própria energia. Para quê fazer escolhas num sentido se as nossas vibrações mostram tão claramente o caminho?

 

Eva Vilela Veigas

 

Bênçãos! Se chegaste até aqui é porque escutaste o chamado da tua alma!

Convido-te a navegar por este espaço. Se gostares fica e subscreve o blogue. És muito bem-vindo/a.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Consultas / Terapias / Retiros Individuais

Numerologia Karmica, Tarot, Tarot Karmico, Oráculos, Cura Xamânica*, Meditação Guiada*, Cura e Resgate da Criança Interior*, Cura da Criança Lunar e Solar* *apenas sessões presenciais

Consultas online

Find us on Facebook

Partilha e difusão de conteúdos

Agradecemos a partilha e difusão de conteúdos, desde que sejam salvaguardados os devidos créditos da autora do blogue e demais fontes por ela citadas.

Consultas / Terapias / Retiros Individuais

Consultas

Cursos / Ws

Textos de Apoio

  •  

Artigos Numerologia

Dias de Nascimento

Ano Universal

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:

  •  

Entrevistas

Parcerias

Sapo Astral

Sapo Desporto

Tertúlia

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D