Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eva Veigas ~ Terapeuta Holística

The Way of Silence

Eva Veigas ~ Terapeuta Holística

The Way of Silence

11
Dez14

Análise Numerológica 2015 - Ano 8

Eva Veigas

E, finalmente, aqui está a perspetiva da Numerologia Karmica para 2015.

Espero que gostem e que retirem o sumo todo destas palavras que escrevi diretamente para cada um de vós, com toda a minha dedicação e alegria, ciente de estar permanentemente ao Serviço

Um abraço do tamanho do Mundo

Eva

2015.jpg

 

Curiosidades e características do 8

 

Palavras-chave:

Amplificação

Concretização

Abundância

Expansão

Força

Determinação

Persistência

Coragem

 

Elemento

Terra

Símbolo

Cor

Verde

Pedra

Esmeralda

 

 

Numerologicamente 2015 é um ano 8. Calcula-se somando horizontalmente cada um dos números que compõem o ano, assim: 2 + 0 + 1 + 5 = 8.

 

O último ano foi de recolhimento, de introspeção, de silêncios e de reflexões. Foi uma oportunidade única de olharmos para dentro, de uma forma consciente e demorada. O ano foi longo, complexo, exigente, e para muitos, doloroso a vários níveis. Grandes e preciosas lições podem ser retiradas de um ano com uma vibração universal 7, como foi 2014.

Agora, em 2015 novos desafios se nos colocam, sempre com o intuito de crescermos e evoluirmos através das experiências na Terra, sejam elas agradáveis ou desagradáveis.

 

Um ano de vibração universal 8 convida a elevarmo-nos para patamares cada vez mais altos, cada vez mais conscientes de quem somos e do que podemos realizar e manifestar de forma consciente no nosso dia-a-dia.

O 8 tem como característica essencial a expansão, o crescimento, a evolução e a manifestação na matéria. Tudo o que estava invisível (uma ideia, por exemplo, cuja associação numerológica se pode representar pela vibração 7) torna-se visível em 8, na nossa realidade física.

Representado na horizontal (∞) o 8 simboliza também o infinito, a eternidade e as Leis Cósmicas em ação que integram as duas polaridades, transcendendo a divisão à qual estamos sujeitos há incontáveis éons.

 

A cada momento em que nos encontramos sob a regência do Senhor da Expansão, temos a oportunidade de unir e integrar todos os pares de opostos.

Unir e integrar em nós os opostos significa que já vivemos e experienciámos cada uma das suas polaridades e só dessa forma as podemos compreender em nós, retirando-lhes toda a carga dramática, todos os excessos e todo o exagero, restando apenas a lição de vida aprendida. Sendo assim, resta-nos então ir transcendendo aos poucos essas oposições para que a dado momento as passemos a sentir como complementares.

 

Para melhor entenderem do que falo, consideremos o seguinte exemplo: o dia é o contrário da noite, portanto são opostos. Esta afirmação é de quem vive ainda apenas numa das polaridades. Quem já viveu as duas e disso tomou consciência, passa a afirmar simplesmente que o dia dá lugar à noite e vice-versa, portanto, são afinal complementares e não opostos. Assim sucede nas nossas experiências terrenas, e de acordo com os filtros físicos, mentais, emocionais e espirituais de cada um, vamos gerando a oportunidade de ir resolvendo esses pares de opostos.

 

Esta é uma tarefa nada simples para o ser humano em desenvolvimento, e que ainda agora está a dar os primeiros passos na tomada de consciência da sua divindade. Estamos ainda longe de alcançar um estádio de total equilíbrio, mas tudo tem um começo e nós, os humanos presentes na Terra, agora, somos a geração pioneira que ainda a medo se está a atrever a alcançar novos patamares, novas consciências e novas formas de ser e de estar.

 

O ano 2015, sob a regência do 8 é excelente para trabalhar estes aspetos tão profundos e ainda tão desconhecidos e até estranhos para muitos de nós. É preciso ter coragem para adentrar estes mundos que nos aguardam e estas novas dimensões de amor que alegremente nos incitam a praticar outros comportamentos, a rever as nossas atitudes e a compreender que temos um sistema de crenças, valores e referências completamente ultrapassados, na maioria dos casos.

 

É hora de levantar os véus da escuridão e da ignorância em que temos estado mergulhados há tanto tempo. Tanto, que a nossa imaginação não consegue alcançar. Esta energia do 8 permite levantar esses véus e rasgar as pesadas e escuras cortinas que nos impediam de ver a verdade com clareza e objetividade, plenos de uma emocionalidade saudável e equilibrada.

 

Em termos práticos este ano, permite-nos antever o que colheremos em 2016 (que será, logicamente, um ano de vibração universal 9).

 

Recordemos, então, o que plantámos em 2008.

A vibração universal em 2008 foi 1. Esse foi o ano em que do ponto de vista coletivo lançámos à terra as nossas sementes. Cada um é responsável pelo que plantou, no entanto, é certo, que também coletivamente todos colheremos um pouco dos frutos bons e saborosos e também um pouco dos frutos amargos e estragados, pois estamos todos ligados na matriz. É neste ponto que temos que começar a ganhar consciência. A responsabilidade do que fazemos e as respetivas consequências não são apenas uma questão individual, mas sim coletiva. O que cada um faz, diz e pensa altera toda a dinâmica coletiva. Portanto tomemos consciência disto de uma vez por todas, pois se cada um individualmente fizer a sua parte, imaginem como será viver neste Planeta dentro de pouco tempo. Claro que se imaginarmos o cenário inverso, sabemos bem o que acabará por suceder. Então arregacemos as mangas e comecemos a manifestar e a expandir a maravilhosa essência que cada um de nós transporta no coração.

Feliz 2015.

 

happy new year.jpg

 

Ponto Forte do Ano: 11

Os aspetos determinantes deste ano passam pela peneira da vibração mestra 11. Um número com forte inclinação para aceder a potenciais até agora ocultos, sobretudo no domínio da espiritualidade, mas também de tudo o que diz respeito ao lado prático da vida, nomeadamente, a sensível questão do eterno conflito relacional.

No fundo, estará em aberto a possibilidade de aceder a níveis de entendimento e harmonização de energias internas o que obviamente produzirá cenários positivos para a criação de relacionamentos mais saudáveis e equilibrados e para o consequente derrube de barreiras intra e interrelacionais.

 

Pontos Fracos do Ano: 3 e 4

Os pontos mais sensíveis deste ano estão associados às vibrações numerológicas 3 e 4. Ambas nos irão testar quanto à nossa capacidade de manter o foco e a atenção naquilo que é essencial para nós em cada momento. Lembro aqui que a energia segue a intenção e que a influência do 8 tanto pode ser benéfica como danosa, pois o 8 amplia e expande o que quer que seja o nosso foco.

Por outro lado o 3 como ponto fraco vai colocar-nos à prova quanto à nossa facilidade em aproveitar e expressar os nossos dons, talentos e recursos pessoais, num ano tão rico em possibilidades de concretizarmos o que quisermos. Este ano corremos o risco de ficar aquém das nossas capacidades por nos sentirmos perdidos no meio de tanta abundância, escolha e infinitas oportunidades sobretudo para quem lá atrás deu permissão a si mesmo para crescer, transformar-se e evoluir.

Já a vibração do 4 vai devolver-nos a verdade de forma transparente e incisiva, relativamente àquilo que está mal fundamentado, mal estruturado e em vias de queda iminente. Teremos que estar preparados para toda e qualquer ocorrência desse tipo, ancorando-nos na forte energia do 8 que nos capacitará, sem qualquer dúvida ou motivo de temor, para reerguermos ou reestruturarmos qualquer aspeto da nossa vida.

 

heart1.jpg

 

AMOR / AFECTOS / FAMÍLIA

Neste domínio temos que falar de vários aspetos. Em primeiro lugar referir que a vibração 8 não se afina propriamente pelas questões relacionadas com os sentimentos e emoções derivadas dos nossos relacionamentos familiares, afetivos, etc.

Ela está antes conotada com os sentimentos gerados a partir de relações de trabalho, portanto meramente profissionais. Portanto não é um ano muito dado a romantismos ou que mostre disponibilidade para dar atenção à família, ao lar, ao par, aos filhos, etc.

Em segundo lugar, pode haver, isso sim, espaço para paixões desenfreadas, vividas com grande intensidade (aqui está um exemplo do exagero do 8) para logo depois dar lugar ao vazio, troca de parceiro, etc. Portanto existe muita instabilidade neste campo ao qual necessitará de dar atenção. Não subestime esta área tão importante da sua vida, nem deite tudo a perder por uma mera aventura.

 

money.jpg

DINHEIRO / FINANÇAS / TRABALHO

Se há uma área que pode ser destacada durante este ano, será sem sombra de dúvida, a área que cobre a esfera material da vida.

Tudo o que diga respeito à materialidade e ao materialismo está codificado em 8 e também em 4 (4+4=8). Esta área relaciona-se com o nosso corpo físico (saúde – como veremos de seguida) e com os nossos bens materiais (ex: casa, carro, dinheiro, investimentos, negócios, etc.).

É errado dizer que o 8 traz tudo de bom e é magnífico, pois na verdade, cada um colherá aquilo que plantou. Mas não podemos, de acordo com as Leis Universais, contar apenas com o que plantámos nesta vida, ou há meia dúzia de anos, quando começámos a ter os primeiros vislumbres de consciência, temos que considerar tudo o que plantámos, isto é, todas as ações que fizemos em consequência das escolhas feitas em vidas passadas. Sob esta perspetiva deixamos de ver as colheitas “más” como castigo e passamos apenas a vê-las como consequência de uma escolha “má” naquele momento, ou seja, de uma escolha feita de acordo com o nível consciência daquela altura.

Portanto, este será por um lado um ano de colheitas neste nível, e por outro um ano em que podermos e deveremos investir em realizações práticas.

Cuidado com as tentações de enriquecer rapidamente e a qualquer custo. Cuidado ainda, com as apostas nos jogos, pois pode haver uma tendência para apostar forte e perder tudo o que se conquistou.

 

health.jpg

 

SAÚDE

Esta é uma outra área importante e sensível que deve ser considerada este ano. Está na hora de cuidar do corpo físico. É tempo de adotar ou introduzir novos hábitos de higiene: desporto, alimentação, descanso, lazer, etc. e acabar com vícios que a curto, médio ou longo prazo acabam por destruir o bem-estar e a saúde.

Esta área pede muito, mas mesmo muito equilíbrio, pois existe uma forte tendência para cair numa das polaridades: excessos de toda a ordem ou pelo contrário exagerar na preocupação com a saúde, gerando hipocondria.

Pode ser bom realizar um check up ou consultar o médico de família para fazer uma avaliação geral do estado de saúde.

O ideal é prevenir.

 

Spirituality.jpg

 

ESPIRITUALIDADE

A transformação ao nível da espiritualidade reside na resolução do eterno conflito matéria versus espírito. O ano anterior deu-nos a possibilidade de aprender muito nesse nível. Se bem se recordam, disse-vos a esse respeito que o 7 é produto da soma de 4+3, ou seja, o 7 é o casamento da matéria (4) com o espírito (3), portanto neste momento já não deveríamos ter dúvidas e este respeito. No entanto, a dúvida permanece no coração de muitos e enquanto isso suceder, será muito difícil resolver esta questão.

Estes dois aspetos divinos parecem ser opostos aos olhos da humanidade.

Recordam-se do que escrevi acima, relativamente à energia deste ano, nomeadamente a questão dos opostos?

Não?

Então eu relembro: “Unir e integrar em nós os opostos significa que já vivemos e experienciámos cada uma das suas polaridades e só dessa forma as podemos compreender em nós, retirando-lhes toda a carga dramática, todos os excessos e todo o exagero, restando apenas a lição de vida aprendida. Sendo assim, resta-nos então ir transcendendo aos poucos essas oposições para que a dado momento as passemos a sentir como complementares.”

Ora bem, neste nível ou esfera da espiritualidade encontramo-nos frente a frente com uma dessas oposições:

Por um lado temos o plano material (dinheiro, reputação ou fama, poder) por outro lado temos o plano espiritual onde se inclui a sabedoria e o respeito pelos valores morais e espirituais. A questão reside em encontrar o equilíbrio entre essas duas polaridades

Cabe a nós alcançar o sucesso no plano material sem contudo deixar de lado certas qualidades como uma boa dose de sensatez, moderação, humildade e generosidade relativamente a esse sucesso. Se conseguirmos aceder e permanecer nesse caminho experimentaremos sem dúvida, uma imensa satisfação, paz interior e serenidade.

 

fairy.jpg

 

A seguir apresenta-se a tabela dos meses em 2015 com a correspondente vibração numerológica e respetiva análise numerológica:

 

Vibração universal dos meses em 2015

 

Ano 2015

Energia do mês

Janeiro

9

Fevereiro

1

Março

11

Abril

3

Maio

4

Junho

5

Julho

6

Agosto

7

Setembro

8

Outubro

9

Novembro

1

Dezembro

2

 

 

Síntese dos 12 meses em 2015

O ano 2015 tem início com um mês de Janeiro regido pelo 9. Esta vibração indica fecho e conclusão de vários assuntos em diversas áreas da nossa existência. Devemos efetuar aqui uma espécie de balanço do último ano da nossa vida, a fim de preparar o terreno onde iremos plantar sementes novas, Claro que o mês propício para o fazer será em Fevereiro cuja vibração universal mensal é 1. Durante este mês podemos dar início a novos projetos e dar um novo rumo à nossa vida, desde que tenhamos refletido o suficiente e tenhamos feito o tal balanço em Janeiro. Depois em Março surge uma vibração 11 a reger o mês que dá início à Primavera. Esta vibração convida-nos a sair da nossa zona de conforto, sobretudo no que toca à forma como nos relacionamos connosco, com os outros e com a vida em geral. Abril é regido pela vibração 3 que nos dará a oportunidade de começar a ver as nossas sementes a crescer. Já é possível começar a ver uma pequena plantinha. Tudo se expande na nossa vida. Lembrem-se que tudo o que plantámos iremos colher, seja bom ou menos bom, agradável ou desagradável. Enfim, tudo começará a ganhar forma em Maio cujo regente é 4, o número da ordem e da organização. É hora de ganhar estrutura e de criar método e disciplina nas nossas vidas. Entretanto, surge Junho regido pelo 5 que nos permitirá tomar fôlego e avaliar das ações anteriores. Ainda há tempo para limar algumas arestas, para podar alguns galhos e para endireitar a árvore. É tempo de avaliar as escolhas feitas e tomar consciência que não poderemos colher (lá mais à frente, em Outubro) abóboras se plantámos batatas. Julho aparece regido pelo 6 para que possamos avaliar da nossa generosidade, da nossa disponibilidade e entrega aos outros. Sob a regência do 7 surge Agosto. Sendo um mês em que muitos estarão de férias, é hora de aproveitar esta energia para fazer um retiro (pode ser um retiro espiritual), uma paragem, um momento de reencontro connosco. O silêncio é necessário e podemos aproveitar para nos religarmos com a Natureza. Esta pausa ajuda-nos a centrar e a retomar o nosso equilíbrio interior para nos prepararmos para o mês de Setembro que é regido pelo 8, exatamente a mesma vibração deste ano 2015. É um mês de realizações e concretizações. A nossa colheita cresceu e temos que nos preparar para ela. Mas antes que isso aconteça podemos deleitar-nos com a nossa obra, ou pelo menos com o contributo que lhe demos para que ela se manifestasse por inteiro. E finalmente mais um mês regido pelo 9, Outubro. Outro pequeno ciclo que chega ao fim e onde tudo recomeça. Portanto durante este ano temos pelo menos duas oportunidades de começar tudo de novo. Uma em Fevereiro e outra em Novembro, pois este mês é novamente regido pelo 1. E o ano termina com uma vibração universal mensal 2 em Dezembro, como que a chamar a atenção para a importância da transcendência da dualidade. Busquemos harmonia em todos os lugares do nosso ser e expressemo-la sem preconceitos nem receios.

 

Períodos mais importantes ou favoráveis do ano:

 

De

A

08/01/2015

21/01/2015

01/09/2015

07/09/2015

22/09/2015

30/09/2015

08/10/2015

21/10/2015

 

 

Dias regidos por Números Mestre em 2015

 

02/01/2015

11

11/01/2015

11

20/01/2015

11

01/02/2015

11

10/02/2015

11

29/03/2015

22

19/04/2015

22

28/04/2015

22

09/05/2015

22

18/05/2015

22

27/05/2015

22

08/06/2015

22

17/06/2015

22

26/06/2015

22

07/07/2015

22

16/07/2015

22

25/07/2015

22

06/08/2015

22

15/08/2015

22

24/08/2015

22

05/09/2015

22

14/09/2015

22

23/09/2015

22

 

 

Um Número Mestre é um número composto por dois dígitos iguais. Exemplo: 11, 22, 33 ou 44.

É designado por Número Mestre exatamente por ter na sua composição a mesma energia duas vezes, está por assim dizer, dobrada. Significa que essa energia ou vibração se encontra reforçada, elevada ou ampliada, expandida, aumentada, nesse período em concreto. Em 2015 há cindo dias regidos pelo Número Mestre 11 e dezoito dias regidos pelo Número Mestre 22.

 

Significado do 11 – O Número Mestre 11 representa a energia do 1 amplificado. Assim, nestes dias poderemos sentir mais coragem, mais força, mais determinação, mais vontade de seguir em frente com a nossa vida, com os nossos projetos, objetivos e ideias. Teremos maior eficácia na execução das nossas tarefas diárias e sentiremos muita energia sobretudo mental, mas também física. Emocionalmente sentir-nos-emos mais maduros e mais assertivos do que nunca, portanto aproveitemos bem esta dádiva que ocorre apenas cinco vezes em 365 dias, durante este ano.

 

Significado do 22 – O Número Mestre 22 representa a energia do 2 amplificado. Sentiremos um imenso aumento da nossa capacidade de trabalho. Poderemos trabalhar mais horas sem nos sentirmos tão cansados. Dias como este são excelentes para trabalhos de grupo, em equipa, onde a sinergia gerada pelo todo será exponencialmente aumentada e expandida. Sentiremos necessidade de exercer algum tipo de atividade física pois a energia será mesmo muita, estimulando-nos a sair da inércia em que geralmente andamos mergulhados. A capacidade de nos relacionarmos sob esta vibração também é maravilhosa, pois é mais fácil colocarmo-nos no lugar do outro sob esta regência e só dessa forma podemos dar valor ao que o outro sente e pensa.

 

 

 

Eva Vilela Veigas

2 comentários

Comentar post

Bênçãos! Se chegaste até aqui é porque escutaste o chamado da tua alma!

Convido-te a navegar por este espaço. Se gostares fica e subscreve o blogue. És muito bem-vindo/a.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Consultas / Terapias

Numerologia Karmica, Tarot, Tarot Karmico, Oráculos, Cura Xamânica*, Meditação Guiada*, Cura e Resgate da Criança Interior*, Cura da Criança Lunar e Solar* *apenas sessões presenciais

Consultas online

Mensagens

Find us on Facebook

Partilha e difusão de conteúdos

Agradecemos a partilha e difusão de conteúdos, desde que sejam salvaguardados os devidos créditos da autora do blogue e demais fontes por ela citadas.

Consultas / Terapias / Retiros Individuais

Consultas

Ano Universal

Cursos / Ws

Textos de Apoio

  •  

Artigos Numerologia

Dias de Nascimento

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:

  •  

Entrevistas

Parcerias

Sapo Astral

Sapo Desporto

Tertúlia

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D