Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

The Way of Silence

by Eva Veigas

The Way of Silence

by Eva Veigas

Mais sobre mim

Sessões

Numerologia, Tarot, Leitura de Oráculos, Massagem, Resgate e Cura Vibracional, Prática Xamânica, Cura Intuitiva.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

♥♥♥

Facebook

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
04
Fev16

A Torre - Arcano Regente de Fevereiro 2016

Eva Veigas

 

16 Torre.jpg

 

 

 

 

Áreas de vida: Todas

Elementos: Ar (predominante) e Água

 

Pode ser difícil para muitos, lidar com a energia deste Arcano, dado todo o peso simbólico que carrega consigo. O excesso de Ar, não ajuda neste período, pois teremos tendência a ficar mais mentais, mais racionais e menos ligados ao núcleo Terra / Fogo.

 

Precisamos de aprender a sentir através do corpo físico (Terra) para acordar (Fogo) as emoções (Água) estagnadas, dormentes e anestesiadas que necessitam de cura e transformação.

 

A Torre é uma construção muito alta, que cada individuo constrói na sua vida para se distanciar dos seus irmãos, tanto por causa dos seus complexos de superioridade, como para criar barreiras e muralhas onde julga poder defender-se das agressões dos outros . Ambos os casos devolvem extrema dificuldade.

 

A arrogância, a vaidade, o orgulho, a inveja, a cobiça, a intolerância, a incapacidade de aprender com os próprios erros, a dificuldade de perdoar, etc., representam entre muitos outros fatores, as dificuldades simbolizadas pela Torre.

 

Para lidar o melhor possível com a energia deste mês, há que fazer um esforço para elevar a sua própria vibração.
Elevar a vibração implicar elevar a qualidade dos nossos pensamentos, não permitindo que as forças mais desestabilizadoras e mais distorcidas tomem conta de si.

 

Se os pensamentos forem mais positivos, mais claros e organizados, é natural que o nosso padrão mental se torne mais “leve”, devolvendo-nos a clareza necessária para que as nossas ações sejam também elas mais criativas e produtivas contribuindo para o nosso bem e para o bem do Todo.

 

É evidente, que este processo de transformação será mais difícil para aqueles que teimam em resistir a fazer as mudanças internas essenciais para o seu desenvolvimento. Para esses, este mês poderá ser sinónimo de dificuldade, colapso, queda, sofrimento etc.

 

Que fique claro que não estou a falar de fatalismo, castigo ou punição dos deuses, mas sim da consequência natural para qualquer um de nós, quando nos excluímos da nossa própria vida, atribuindo aos outros, ou a tudo o que está fora de si, a culpa de tudo o que nos limita, bloqueia, impede, frustra, estorva ou empata.

 

O raio divino que atinge a Torre, a tal construção que nos afasta quer da nossa humanidade, o mesmo é dizer, da nossa espiritualidade, deve ser visto como um remédio, amargo é certo, mas necessário, para nos podermos lançar no desconhecido pela primeira vez.

 

O par (de opostos) que se lança da Torre tem agora a oportunidade de se conhecer em circunstâncias extremas e só nessa condição é possível desmontar muitos aspetos da personalidade egóica, incluindo os aspetos mentais rígidos.

 

Só assim é possível tocar nas feridas emocionais encobertas pela dura carapaça do ego. Só assim é possível começar a abrir as portas do coração, devagarinho, com grande sensibilidade e gentileza para que o impacto do primeiro encontro entre a personalidade e a alma não seja tão violento.

 

Possamos nós largar todas as carapaças de dor que nos impedem de ser mais e melhores humanos.

 

Possamos nós resgatar a firmeza interior necessária para iniciar o nosso próprio processo de cura individual.

 

Possamos nós entender a mensagem escondida na Torre e trazer do espírito tudo o que precisamos para o equilíbrio do veículo humano.

 

 

Eva Colibri Azul

Taróloga Transpessoal

Criadora do Tarot da Transmutação

Para agendamento de sessões contactar evaveigas@sapo.pt

Mais sobre mim

Sessões

Numerologia, Tarot, Leitura de Oráculos, Massagem, Resgate e Cura Vibracional, Prática Xamânica, Cura Intuitiva.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

♥♥♥

Facebook

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D