Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Eva Veigas ~ Terapeuta Holística

The Way of Silence

Eva Veigas ~ Terapeuta Holística

The Way of Silence

11
Jan16

Ano 2016: Os radicais 20 / 16

Eva Veigas

love20.jpg

 

 

Os radicais 20 / 16

 

Antes de falar deste ano universal, propriamente dito, importa falar um pouco acerca dos radicais deste ano: o 20 e o 16.

 

 

Uma vez que o radical 20 marca todo o século XXI, é melhor dar-lhe a máxima atenção uma vez que seremos influenciados por ele até 2099.

 

Tudo começou no ano 2000, o ano que marcou a abertura deste 3º Milénio e também o primeiro ano deste nosso século XXI.

Para melhor se compreender esta influência talvez sela importante analisar a vibração energética do século passado – o século XX.

Todos aqueles que nasceram ao longo do século XX receberam a forte influência do radical 19, desde o longínquo ano de 1900 até ao recente e importante ano de transição de milénio e de século – o ano de 1999.

 

O radical 19 tinha por objetivo trazer luz à consciência dos homens, obrigando-os com a sua poderosa e incrível energia, a colocar em causa milhares de diversos pontos de vista, assinalados pelos diferentes povos e nações da Terra com as suas fórmulas políticas, religiosas, culturais, espirituais, etc.

Tudo isso provocou ao longo desse século, ainda tão presente nas nossas memórias, profundos desequilíbrios, geradores de sangrentas guerras que vitimaram milhares e milhares de pessoas, acentuando dessa forma, ainda mais, as diferenças entre muitas pessoas mas também aproximando outras tantas.

 

Teria tudo isto que ter acontecido desta precisa forma? Talvez sim ou talvez não! Se pensarmos que quem decide possui sempre uma última palavra e que essa palavra pode ser de guerra ou de paz, talvez o cenário de hoje pudesse ser completamente diferente daquele que conhecemos e no qual coexistimos.

 

A vibração 19 serviu de preparação para a energia 20 que aos poucos se vai ancorando e para a qual muitos de nós ainda não estão totalmente preparados.

 

Se reduzirmos o número 19 (1+9 = 10 = 1+0= 1) obteremos a vibração 1 que obviamente nos remete de imediato para características como o individualismo, o egocentrismo, o egoísmo, a independência, o autoritarismo, o imperialismo e assim por diante.

 

Porém, nem tudo é absolutamente negativo, dado que o 1 enquanto símbolo possui em si mesmo as duas polaridades: negativa/positiva.

Através da vibração do 1 é possível experimentarmo-nos como indivíduos. O ser enquanto indivíduo, ainda sem se ter permitido conhecer-se através do outro, torna-se facilmente corruptível, egoísta e feroz.

 

Para conhecermos o equilíbrio de quaisquer duas polaridades precisamos de conhecer os seus extremos. E na verdade o século XX permitiu-nos conhecer uma das polaridades desta energia.

 

Agora, ainda no início do século XXI e sob a forte influência do radical 20, podemos finalmente olhar ao nosso redor e constatar como é rica e preciosa a presença do outro na nossa vida.

Porém, estamos ainda longe de um verdadeiro equilíbrio nessa matéria, é por isso que esta vibração é importante e nos são oferecidos 100 anos distribuídos por muitos seres humanos em diversos graus de evolução, para que experimentemos estar no lugar do outro, valorizá-lo e amá-lo como o que ele de facto representa: o outro somos nós!

 

Quer acreditemos, quer não, quer o aceitemos ou o desprezemos, o outro somos nós e nós somos o outro, não há qualquer hipótese de nos desligarmos desse vínculo, que une todos os seres debaixo do Sol.

É evidente que temos muitos anos de aprendizagem pela frente, mas o que se espera, é que o “tu” e o “eu” dê lugar apenas ao “nós”.

Não digo que nos dissolveremos na forma, que deixemos de ser indivíduos, mas que talvez nos diluamos no coração, resgatando assim a nossa condição natural – SOMOS UM!

 

O radical 20 ou a vibração 20 busca e permite uma purificação de tudo aquilo que se encontra numa dimensão de densidade negativa, no que diz respeito à divisão. O outro lado do 2, que é aquele para o qual estamos a trabalhar, quer disso tenhamos consciência ou não, é o regresso à unidade, à união entre todos os seres humanos, depois os humanos unir-se-ão de novo à natureza e tudo voltará a ser uma coisa só (não que alguma vez o tenha deixado de ser – apenas não o reconhecemos ainda em nós e isso ainda irá demorar algum tempo até que se reorganize).

 

Ora a energia do Número 20 pede precisamente a purificação dessa mesma condição ou a regeneração desses aspetos distorcidos e desarmoniosos, permitindo a verdadeira cura e o restabelecimento dos campos eletromagnéticos da Terra e dos seus seres viventes.

Por outro lado, o 20 representa o momento do despertar da essência de luz em cada ser humano e não só. Sair da dormência em que temos estado por muito tempo, mergulhados numa malha ilusória entre o sonho e a realidade e resgatar essas partes de nós presas em momentos do nosso percurso como alma, faz parte das infinitas possibilidades para este século.

 

Mas em que medida irá o radical 20 influenciar este ano?

 

Neste ano em particular esse despertar está associado a todos os aspetos delineados pelo radical 16, sendo o mais importante, o de descobrir o amor dentro de nós e dar-lhe uma direção, isto é, deverá ser possível aprender através dessa descoberta o que fazer com esse amor dentro.

 

Sentir amor é bom. Fazer despertar esse amor é maravilhoso. Mas ficar por aí, não vai alterar o que é urgente fazer, e há muito a fazer. O Planeta está doente. Todos os seres vivos, incluindo o Planeta Terra – a Mãe Terra, estão sedentos de cura, cuidado e equilíbrio. É preciso saber o que se quer e vai fazer e depois agir em conformidade.

 

Saber para onde nos dirigimos ao longo deste ano pode ser a meta mais difícil de atingir pois essa energia precisa de ser sentida, descoberta, trabalhada. É uma verdadeira caça ao tesouro e este ano tem muitas armadilhas ao longo do caminho.

 

Múltiplas capacidades e habilidades psíquicas, mediúnicas, intuitivas estão este ano ao nosso dispor para serem tocadas (para alguns seres humanos pela primeira vez nesta vida). Esse primeiro contacto com esses aspetos, é temido por alguns, porém tememos apenas o que desconhecemos. Será interessante portanto, adotar uma postura de verdadeiro aventureiro, fazendo, no entanto, tudo com a maior responsabilidade e segurança, para poder adentrar novos mundos, dentro da esfera do Elemento Ar (1+6=7).

 

Ao 7 pertence-lhe o Ar, que se encarrega de transportar ideias, pensamentos, etc. entre os diversos seres ancorados neste Planeta Azul e também de lhes inspirar a imaginação. Ao Ar corresponde, como se depreende, o aspeto ou corpo mental do ser humano e os Elementais do Ar – as Sílfides ou fadas do vento.

 

Por tudo isto é importante e vital que este ano nos dediquemos a conhecer a nossa mente mais aprofundadamente, de modo a trazer cura e equilíbrio para os aspetos que em nós precisem de ser curados e harmonizados. Manter uma mente flexível e aberta pode ajudar sobremaneira a viver cada camada deste ano de forma profunda mas com suavidade e leveza.

 

Eva Vilela

Numeróloga Transpessoal

Bênçãos! Se chegaste até aqui é porque escutaste o chamado da tua alma!

Convido-te a navegar por este espaço. Se gostares fica e subscreve o blogue. És muito bem-vindo/a.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Consultas / Terapias / Retiros Individuais

Numerologia Karmica, Tarot, Tarot Karmico, Oráculos, Cura Xamânica*, Meditação Guiada*, Cura e Resgate da Criança Interior*, Cura da Criança Lunar e Solar* *apenas sessões presenciais

Consultas online

Find us on Facebook

Partilha e difusão de conteúdos

Agradecemos a partilha e difusão de conteúdos, desde que sejam salvaguardados os devidos créditos da autora do blogue e demais fontes por ela citadas.

Consultas / Terapias / Retiros Individuais

Consultas

Cursos / Ws

Textos de Apoio

  •  

Artigos Numerologia

Dias de Nascimento

Ano Universal

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:

  •  

Entrevistas

Parcerias

Sapo Astral

Sapo Desporto

Tertúlia

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D