Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Way of Silence

by Eva Veigas

The Way of Silence

by Eva Veigas

Mais sobre mim

Sessões

Numerologia, Tarot, Leitura de Oráculos, Massagem, Resgate e Cura Vibracional, Prática Xamânica, Cura Intuitiva.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

♥♥♥

Facebook

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
27
Jun17

Número 106: A Essência de Junho

Eva Veigas

Foto de Eva Veigas - The Way of Silence.

 

Número 106: A Essência de Junho

A redução de 106 é 7, portanto falamos de uma essência composta que nos devolve uma natureza profundamente amorosa e amadurecida. Existe a necessidade de fazer escolhas ao nível da alma, deixando de lado as preferências, os desejos e os caprichos da personalidade.

 

Há que sacrificar partes da nossa complexa persona (as partes mesquinhas, vaidosas, arrogantes, orgulhosas...) em prol do Bem Maior, o que inclui fazer tudo o que estiver ao nosso alcance pelo nosso próprio Bem.

 

Por vezes este "fazer tudo" pode significar integralmente não fazer nada. O acto de "não fazer" é dos maiores desafios para o Ser Humano, pois a sua mente desocupada, desenfreada, deseducada, não concebe o conceito de "não fazer", como algo verdadeiramente "produtivo".

 

Reparem que sempre que temos uma dificuldade ou um problema para resolver, a nossa primeira reacção é afirmar (expressando fora ou dentro): «Tenho que fazer alguma coisa!»

 

Em muitos casos o "não fazer" (o não dizer; o não pensar/ruminar sobre o assunto) seria a melhor opção.

 

Para chegar a esse patamar, porém, é necessário anets de mais, fazer silêncio dentro de nós mesmos, para podermos criar uma condição especial, de forma a podermos escutar a verdade que queima desde o mais profundo de nós.

 

Essa verdade, essas "palavras" surgem como uma voz, de início muito sumida, é a voz da consciência, que nos devolve a direção, o caminho a tomar, mas que, é bem sabido, teimamos em ignorar e calar, fazendo muito ruído dentro e fora de nós.

 

Respirar e meditar serenamente, contemplar a natureza, por exemplo, criam o cenário ideal para permitir essa conexão. Claro que não podemos esquecer de somar a tudo isto a nossa vontade, sendo que esse é o único esforço que teremos que fazer, nesta fase.

 

Aos poucos este exercício colocar-nos-à em contacto com partes de nós amadurecidas e sábias que não dependem da aprovação de mentes distorcidas e emoções doentes de outras pessoas. Esse estádio costuma abrir-nos para novos campos inexplorados por nós até esse momento, e portanto desconhecidos, permitindo-nos sentir por exemplo, o gosto da tolerância e da compaixão pelos outros seres e acima de tudo por nós próprios.

 

Aos poucos querermos experimentar-nos mais e mais nesta e noutras vivências. Aos poucos o nosso caminho abrir-se-à à nossa frente como um lugar secreto, cheio de riquezas e tesouros, que ser algum jamais poderá arrancar-nos.

 

Bom Caminho

#escutainterna #tolerânciageracompaixão

 

Créditos de imagem: https://people.desktopnexus.com

 

22
Jun17

Numerologia - 22/6/2017

Eva Veigas

 

Foto de Eva Veigas - The Way of Silence.

 

Numerologicamente o dia 22/6/2017 é regido pelos Números 20:11:2.



Como é visível, hoje, o Número 2 encontra-se em destaque quer na data propriamente dita, quer nos Números que nos revelam o tema de hoje.



O 2 representa o Princípio Feminino Universal e portanto devemos centrar-nos nos aspectos femininos, negativos, receptivos ou meditativos do dia.



Mas antes de nos referirmos a esses aspectos devemos falar antes de mais do Número 22, que, obviamente, corresponde ao dia de calendário.


O Número 22 é um Número dobrado ou Número Mestre, que se desdobra 12 vezes ao longo de cada ano.



Como regente do dia de calendário o 22 representa uma oportunidade mensal de entrarmos em contacto com esferas e frequências mais elevadas, de vibração mais intensa que nos permite religar com mundos e planos superiores onde residem as sementes das grandes realizações e concretizações humanas.



Por exemplo, todas as obras majestosas que servem a humanidade de modo geral, e que podem inscrever-se em áreas como a arte, a engenharia, a arquitectura, a literatura; ou, em áreas científicas, arqueológicas, antropológicas, etc.


Todas as criações de relevo estão sob a regência do 22.



É um Número da Terra (Elemento Terra) com uma expressão Aquosa (Elemento Água), emocional, sensível, que nos inspira sentimentos elevados, nobres, sinceros.



Os rios emocionais correm sobre o leito da Mãe Terra, por isso o 22 autosustenta-se. Ele é o apoio de si mesmo. Não se vitimiza, não se lamenta, não perde tempo - avança, por vezes a uma velocidade vertiginosa. Ele possui uma capacidade incrível de resistência aos bloqueios, aos limites, que ele derruba facilmente por meio das suas Águas primevas que irrompem límpidas, frescas, vigorosas.



Este regente 22 é tão ou mais importante do que o Número que rege a data de hoje, pois ele nutre, regenera, revitaliza, refresca, restaura. As suas águas são vida e dão vida à terra, à matéria, à energia densificada. Água mole em pedra dura... (já diz o povo)!


Entretanto, os aspectos que dão cor ao tema de hoje são complementares, por um lado, e catalisadores, por outro, de toda esta dinâmica.



O 20 religa-nos à sabedoria de cura que dorme em todos nós. O poder de regenerar o corpo celular, o nosso e o dos outros, está a despertar. É tempo de cantar para as nossas células, para o nosso corpo, e sobretudo para as partes do corpo que se encontram doentes, desprovidas de energia, baças, sem vida. Água e som é tudo de bom!



O 11 reconduz-nos ao caminho interior do autoconhecimento, ao qual devemos dedicar-nos de forma empenhada e eficiente. Outro Número dobrado que nos abana, nos atira ao ar e logo a seguir ao chão, que nos estilhaça desde dentro e nos mostra uma e outra vez, como tão facilmente escorregamos e caímos ao longo do caminho. Se estamos distraídos da vida o 11 encarrega-se de chamar a nossa atenção para esse facto, quase sempre de forma bastante abrupta. Cabe a nós entender a lição e seguir em frente.



Finalmente, o 2 recorda-nos da necessidade de fazer pausas a seguir aos esforços. Quem se empenha no seu próprio processo individual, termina, mais cedo ou mais tarde, por se envolver de verdade com os seus semelhantes, em pleno respeito e humildade, portanto, esse discípulo sabe que tem de respeitar os seus próprios limites e descansar sempre que precisar de recuperar as suas forças para logo a seguir continuar a caminhar.



Assim, hoje é um dia para respeitar limites - os nossos e os dos outros -, para criar limites saudáveis, caso eles ainda não existam ou para os fazer reviver, caso tenhamos andado distraídos.





Créditos de imagem: https://abstract.desktopnexus.com/

21
Jun17

Solstício de Verão 2017

Eva Veigas

Summers cauldron.jpg

 "Summers Cauldron" by Emily Balivet

Créditos de imagem: https://www.etsy.com/shop/EmilyBalivet

 

 

"O solstício de verão de 2017 ocorre a 21 de junho, mais precisamente às 04h24 em Portugal. Este momento marca oficialmente o início do verão.

(...) O solstício de verão é o momento em que o Sol atinge a maior declinação em latitude, medida a partir da linha do Equador, em junho no hemisfério norte, e em dezembro no hemisfério sul.

O termo "solstício" vem do Latim sendo composto pelas palavras sol e sistere (que não se mexe). Visto da Terra, o sol parece parado, mantendo uma posição fixa ao nascer e ao se pôr, durante algum tempo. (...)"

Fonte:https://www.calendarr.com/portugal/solsticio-de-verao/

 

 

 

Numerologicamente o dia 21/6/2017 é regido pelos Números 19:10:1.

 

Este conjunto de Números que têm por base ou raiz o Número 1, salientam os aspectos fundamentais que podem ser usados para trabalhar nas mais variadas direcções, tanto fora como dentro de nós.

 

Assim, o 19 representa o infinito ciclo de renovação: nascimento - crescimento - morte - renascimento; o 10 representa o início de um novo ciclo e o 1 representa o estímulo criador, a centelha da vida que se renova a cada instante.

 

Não deixa de ser curioso notar que estes números se entrelaçam num dia que marca exactamente o solstício de verão no hemisfério norte e de inverno no hemisfério sul e que no caso de Portugal tem hora marcada às 04:24 da madrugada e que esses números adicionados sucessivamente resultam no Número 10, que assim se vai revelando ao longo do dia.

 

É um dia de renovação, reorientação, reposicionamento, reordenação, reorganização, reenquadramento do nosso papel no mundo no que toca à forma como nos relacionamos connosco, com os outros, como o mundo, com tudo o que está dentro e fora de nós.

 

A qualidade dos diferentes tipos de relações irá ditar a qualidade das nossas experiências; a forma como lidamos com os desafios diariamente e capacitar-nos com diferentes capacidades de resposta aos mesmos.

 

O dia proporciona diversas aprendizagens ou lições a serem superadas:

Lições dos Números 3, 2, 1 e 5 - Dificuldade em permanecer focado; dificuldade em definir prioridades; excesso ou falta de confiança, tendência para a agressividade; estar à defesa e/ou ao ataque; dificuldade em enfrentar os problemas e permanecer na dificuldade para sentir o que precisa de mudar (vontade de fugir, de abandonar o barco, fuga para a frente, incapacidade de lidar com o desafio. Expressões como "tirem-me daqui", "não aguento", "não estou para aturar isto", não tenho paciência", "não quero sentir o que estou a sentir", etc. denotam bem a impaciência e a intolerância à capacidade de sentir.


Claro que é mais fácil (aparentemente, entenda-se) abandonar o barco e virar as costas à situação, porém isso só irá complicar ainda mais as coisas, já que só por si, essa atitude não encaixa numa energia criadora, criativa, veiculadora de soluções e possibilidades ilimitadas.

 

A chave para resolução dos desafios encontra-se na procura de um equilíbrio eficiente entre as partes disfuncionais de uma qualquer situação (ou da nossa visão interna distorcida) e as partes sãs, maduras que se alinham numa visão de conjunto, as quais irão mediar o conflito, quer se trate de um conflito internos ou externo, quer a questão nos diga respeito a nós ou envolva mais do que uma pessoa.

 

Acima de tudo este é um dia para usar e aplicar a nossa sabedoria, a nossa humanidade e a nossa maturidade, mostrando a nós mesmos que já somos suficientemente crescidos para lidar com a dor e com a dificuldade.

 

É o momento de sair da sombra e assumir a nossa verdadeira identidade.

 

 

20
Jun17

A Letra A

Eva Veigas

A.jpg

 Credits: https://www.etsy.com/shop/EmilyBalivet

 

A letra A corresponde ao Número 1. No alfabeto hebraico ela é Aleph cujo símbolo é "Touro".

 

A letra A como pedra basilar do nome representa força, saúde, vitalidade, vida longa, abundância, poder de decisão, determinação, reacção ou resposta rápida a situações inopinadas e rectidão.

 

Dois traços, como dois pilares oblíquos são amparados por um traço horizontal a meio que nos devolve a imagem de um certo equilíbrio, deixando transparecer também certa verticalidade; a ligação no vértice superior que aponta para o alto está assente nos dois pilares bem ancorados na terra. A energia (semente) que vem do alto (do céu) desce pelos pilares em direcção ao mundo da matéria e da forma (à terra). Essas sementes trazem em potencial novos ideais e ideias originais, os quais precisam de cuidado para poderem germinar e florescer, materializando-se em sucessivas formas.

 

Assim, as pessoas que possuem a letra A no início do nome são geralmente ricas em ideias originais, porém, e dependendo das restantes letras do nome e de muitos outros elementos numerológicos presentes no seu mapa natal, poderão ficar face a face com diferentes dificuldades (umas mais complicadas que outras) no que toca à concretização dos seus ideais.

 

É importante que manter uma postura humilde pela vida fora,sobretudo se a letra A estiver presente em grande número, ou caso estejam presentes no nome outras letras que correspondam igualmente ao Número 1, como é o caso das letras J e S. (Há ainda outras letras que conjugadas com esta também poderão tornar a pessoa tendencialmente mais autoritária, arrogante ou prepotente em relação às outras pessoas.)

 

No entanto, as pessoas cujo nome começa por esta letra revelam grande dinamismo e criatividade, são ambiciosas, fortes e auto confiantes. São enérgicas e possuem forte capacidade de iniciativa. São ainda muito assertivas e habitualmente exprimem-se de forma clara e directa, e em alguns casos, até, de forma um pouco rude.
Geralmente são mais racionais do que emotivas e costumam ser teimosas.

 

Quando alinhadas com os seus propósitos de vida, estas pessoas passam a usar a letra A de forma positiva, e frequentemente, encontramos associada a esta letra, líderes, pessoas capazes de mostrar e abrir novos caminhos, administrar e começar coisas novas com autoridade e coragem.

 

Como o seu pensamento é ágil beneficiam de grandes quantidades de inspiração para as suas ideias, portanto, o portador desta radiosa letra deve aprender a usar e a emitir esse brilho para a sua própria evolução.

 

Estas pessoas possuem um sentido de independência e originalidade bastante desenvolvido e portanto é natural que a sua ambição os leve a querer alcançar sempre o primeiro lugar em tudo o que fazem. Gostam de estar na ribalta e apenas têm de ter cuidado para não se deixarem cair nas armadilhas da vaidade, do orgulho e da arrogância.

 

 

 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

Sessões

Numerologia, Tarot, Leitura de Oráculos, Massagem, Resgate e Cura Vibracional, Prática Xamânica, Cura Intuitiva.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

♥♥♥

Facebook

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D