Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eva Veigas ~ The Way of Silence

Eva Veigas ~ The Way of Silence

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

♥♥♥

Consultas

Numerologia

Dias de Nascimento

Ano Universal

Anos Pessoais 2014

Anos Pessoais 2013

Anos Pessoais 2011

Anos Pessoais 2012

Anos Pessoais 2010

Anos Pessoais 2009

Meses em 2014

Meses em 2013

Meses Pessoais em 2012

Meses Pessoais em 2011

Participações especiais

Sapo Astral

Sapo Desporto

Tertúlia

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
24
Jan16

I - As raízes da personalidade

Eva Veigas

 

door1.jpg

 

Numerologia

I – As raízes da personalidade

 

O Número do Desejo da Alma representa, no Mapa Numerológico Natal, as mais profundas e importantes motivações do ser humano, estando intrinsecamente associado às suas emoções mais íntimas.

 

As escolhas, decisões, motivações e inspirações são fortemente influenciadas por este número, ainda que o indivíduo não tenha absoluta consciência deste facto.

 

O Número do Desejo da Alma influencia e complementa de forma inequívoca o Número da Expressão.

 

O Número do Desejo da Alma representa a ponte que liga a alma à personalidade o que faz dele, um dos números mais importantes do Mapa Numerológico Natal. É através dele que se dão as maiores transformações na história de cada indivíduo, pois as essências exortadas pela alma podem aflorar à personalidade, inspirando-nos a evoluir enquanto seres multidimensionais dentro de um corpo físico.

 

O Número do Desejo da Alma pode ser analisado através de dois importantes e principais aspectos:

 

O Impulso positivo - revela as qualidades ou habilidades que cada ser foi adquirindo ao longo de vidas passadas e que na vida presente pode utilizar não só em seu benefício mas também para benefício de todos os seres vivos, incluindo o maior ser vivo de todos - a Terra!

 

A Raiz karmica a transformar – permite que se reequacione o caminho da alma, isto é, contempla aspetos que podem ser melhorados, nomeadamente, crenças negativas e limitadoras, atitudes e comportamentos geradores de dificuldade e intenções da alma que entretanto se tornaram obsoletas.

Esta vibração é calculada reduzindo-se a soma das vogais do seu nome completo de registo, depois de todas as letras do nome terem sido convertidas em números.

 

 

Eva Veigas

Numeróloga Transpessoal

Marcação de consultas: evaveigas@sapo.pt

11
Jan16

Ano 2016: Os radicais 20 / 16

Eva Veigas

love20.jpg

 

 

Os radicais 20 / 16

 

Antes de falar deste ano universal, propriamente dito, importa falar um pouco acerca dos radicais deste ano: o 20 e o 16.

 

 

Uma vez que o radical 20 marca todo o século XXI, é melhor dar-lhe a máxima atenção uma vez que seremos influenciados por ele até 2099.

 

Tudo começou no ano 2000, o ano que marcou a abertura deste 3º Milénio e também o primeiro ano deste nosso século XXI.

Para melhor se compreender esta influência talvez sela importante analisar a vibração energética do século passado – o século XX.

Todos aqueles que nasceram ao longo do século XX receberam a forte influência do radical 19, desde o longínquo ano de 1900 até ao recente e importante ano de transição de milénio e de século – o ano de 1999.

 

O radical 19 tinha por objetivo trazer luz à consciência dos homens, obrigando-os com a sua poderosa e incrível energia, a colocar em causa milhares de diversos pontos de vista, assinalados pelos diferentes povos e nações da Terra com as suas fórmulas políticas, religiosas, culturais, espirituais, etc.

Tudo isso provocou ao longo desse século, ainda tão presente nas nossas memórias, profundos desequilíbrios, geradores de sangrentas guerras que vitimaram milhares e milhares de pessoas, acentuando dessa forma, ainda mais, as diferenças entre muitas pessoas mas também aproximando outras tantas.

 

Teria tudo isto que ter acontecido desta precisa forma? Talvez sim ou talvez não! Se pensarmos que quem decide possui sempre uma última palavra e que essa palavra pode ser de guerra ou de paz, talvez o cenário de hoje pudesse ser completamente diferente daquele que conhecemos e no qual coexistimos.

 

A vibração 19 serviu de preparação para a energia 20 que aos poucos se vai ancorando e para a qual muitos de nós ainda não estão totalmente preparados.

 

Se reduzirmos o número 19 (1+9 = 10 = 1+0= 1) obteremos a vibração 1 que obviamente nos remete de imediato para características como o individualismo, o egocentrismo, o egoísmo, a independência, o autoritarismo, o imperialismo e assim por diante.

 

Porém, nem tudo é absolutamente negativo, dado que o 1 enquanto símbolo possui em si mesmo as duas polaridades: negativa/positiva.

Através da vibração do 1 é possível experimentarmo-nos como indivíduos. O ser enquanto indivíduo, ainda sem se ter permitido conhecer-se através do outro, torna-se facilmente corruptível, egoísta e feroz.

 

Para conhecermos o equilíbrio de quaisquer duas polaridades precisamos de conhecer os seus extremos. E na verdade o século XX permitiu-nos conhecer uma das polaridades desta energia.

 

Agora, ainda no início do século XXI e sob a forte influência do radical 20, podemos finalmente olhar ao nosso redor e constatar como é rica e preciosa a presença do outro na nossa vida.

Porém, estamos ainda longe de um verdadeiro equilíbrio nessa matéria, é por isso que esta vibração é importante e nos são oferecidos 100 anos distribuídos por muitos seres humanos em diversos graus de evolução, para que experimentemos estar no lugar do outro, valorizá-lo e amá-lo como o que ele de facto representa: o outro somos nós!

 

Quer acreditemos, quer não, quer o aceitemos ou o desprezemos, o outro somos nós e nós somos o outro, não há qualquer hipótese de nos desligarmos desse vínculo, que une todos os seres debaixo do Sol.

É evidente que temos muitos anos de aprendizagem pela frente, mas o que se espera, é que o “tu” e o “eu” dê lugar apenas ao “nós”.

Não digo que nos dissolveremos na forma, que deixemos de ser indivíduos, mas que talvez nos diluamos no coração, resgatando assim a nossa condição natural – SOMOS UM!

 

O radical 20 ou a vibração 20 busca e permite uma purificação de tudo aquilo que se encontra numa dimensão de densidade negativa, no que diz respeito à divisão. O outro lado do 2, que é aquele para o qual estamos a trabalhar, quer disso tenhamos consciência ou não, é o regresso à unidade, à união entre todos os seres humanos, depois os humanos unir-se-ão de novo à natureza e tudo voltará a ser uma coisa só (não que alguma vez o tenha deixado de ser – apenas não o reconhecemos ainda em nós e isso ainda irá demorar algum tempo até que se reorganize).

 

Ora a energia do Número 20 pede precisamente a purificação dessa mesma condição ou a regeneração desses aspetos distorcidos e desarmoniosos, permitindo a verdadeira cura e o restabelecimento dos campos eletromagnéticos da Terra e dos seus seres viventes.

Por outro lado, o 20 representa o momento do despertar da essência de luz em cada ser humano e não só. Sair da dormência em que temos estado por muito tempo, mergulhados numa malha ilusória entre o sonho e a realidade e resgatar essas partes de nós presas em momentos do nosso percurso como alma, faz parte das infinitas possibilidades para este século.

 

Mas em que medida irá o radical 20 influenciar este ano?

 

Neste ano em particular esse despertar está associado a todos os aspetos delineados pelo radical 16, sendo o mais importante, o de descobrir o amor dentro de nós e dar-lhe uma direção, isto é, deverá ser possível aprender através dessa descoberta o que fazer com esse amor dentro.

 

Sentir amor é bom. Fazer despertar esse amor é maravilhoso. Mas ficar por aí, não vai alterar o que é urgente fazer, e há muito a fazer. O Planeta está doente. Todos os seres vivos, incluindo o Planeta Terra – a Mãe Terra, estão sedentos de cura, cuidado e equilíbrio. É preciso saber o que se quer e vai fazer e depois agir em conformidade.

 

Saber para onde nos dirigimos ao longo deste ano pode ser a meta mais difícil de atingir pois essa energia precisa de ser sentida, descoberta, trabalhada. É uma verdadeira caça ao tesouro e este ano tem muitas armadilhas ao longo do caminho.

 

Múltiplas capacidades e habilidades psíquicas, mediúnicas, intuitivas estão este ano ao nosso dispor para serem tocadas (para alguns seres humanos pela primeira vez nesta vida). Esse primeiro contacto com esses aspetos, é temido por alguns, porém tememos apenas o que desconhecemos. Será interessante portanto, adotar uma postura de verdadeiro aventureiro, fazendo, no entanto, tudo com a maior responsabilidade e segurança, para poder adentrar novos mundos, dentro da esfera do Elemento Ar (1+6=7).

 

Ao 7 pertence-lhe o Ar, que se encarrega de transportar ideias, pensamentos, etc. entre os diversos seres ancorados neste Planeta Azul e também de lhes inspirar a imaginação. Ao Ar corresponde, como se depreende, o aspeto ou corpo mental do ser humano e os Elementais do Ar – as Sílfides ou fadas do vento.

 

Por tudo isto é importante e vital que este ano nos dediquemos a conhecer a nossa mente mais aprofundadamente, de modo a trazer cura e equilíbrio para os aspetos que em nós precisem de ser curados e harmonizados. Manter uma mente flexível e aberta pode ajudar sobremaneira a viver cada camada deste ano de forma profunda mas com suavidade e leveza.

 

Eva Vilela

Numeróloga Transpessoal

10
Jan16

Numerologia Karmica Transpessoal

Eva Veigas

16.jpg

 

Com base no nome completo e na data de nascimento de um dado indivíduo, é possível aceder a um vasto campo de informações valiosas, que permite aferir, não só acerca da sua personalidade (forma como se expressa, que impressão causa no mundo que o rodeia, quais os seus verdadeiros desejos e ambições, quais os desafios que esta vida lhe propõe, entre muitos outros aspetos igualmente interessantes e importantes para quem busca conhecer-se em pro...fundidade), mas também acerca da sua essência, ou da sua alma.

 

A Numerologia possibilita uma leitura que vai para além do indivíduo, da personalidade, acedendo a níveis energéticos do ser, desencapasulando-o do seu pequeno mundo, inserindo-o num contexto cósmico, amplo e diversificado.

 

Por outro lado, quando falamos em Numerologia Transpessoal, também podemos deixar de analisar indivíduos e passamos a estudar factos ou ocorrências, geralmente na forma de datas, tendo em conta não só as causas e as consequências que geraram tais acontecimentos mas e sobretudo a razão da sua manifestação, naquele exato momento.

 

Eva Vilela
Numeróloga Transpessoal

10
Jan16

A Numerologia

Eva Veigas

book.jpg

 

A Numerologia é uma arte, uma filosofia, um salto quântico...


A Numerologia estuda o simbolismo dos números, numa perspetiva metafísica, transpessoal e sagrada, bem como a sua influência nossa vida, através, sobretudo, da nossa data de nascimento e do nosso nome completo.


Cada número representa um arquétipo universal, com características perfeitamente distintas.

 

De acordo com Carl Jung, “os arquétipos são imagens psíquicas do inconsciente coletivo, que são patrimônio comum a toda a humanidade”.

 

A Numerologia permite levantar o véu da ilusão, afastando as pesadas cortinas que nos impedem de ver aquilo que já existe. A ilusão que impede o Ser de sentir o verdadeiro e imenso potencial que possui dentro de si, permitindo dessa forma ajudar-nos a recordar o nosso propósito para esta existência terrena.

 

Conscientes desta “Nova Visão” e em sintonia com o nosso verdadeiro Eu podemos fazer as escolhas que nos guiam de volta ao caminho da Luz.

 

A Numerologia é uma ferramenta, que usada sabiamente, serve fins de autoconhecimento e desenvolvimento pessoal. É o Conhece-te a Ti Mesmo!

 

Por isso, neste sentido, afirmo que a Numerologia é terapêutica, pois através das tomadas de consciência, produto de uma boa análise do mapa natal numerológico, poderemos sarar velhas feridas emocionais ajustando antigos padrões de comportamento, reequilibrando dessa forma as diversas áreas da nossa vida que necessitam de cura e amor.

 

Na prática utiliza-se esta ciência para estudar, analisar e interpretar a essência de qualquer número ou letra. No caso concreto das letras, recorremos ao próprio simbolismo da letra e acrescentamos-lhe o significado do número que lhe corresponde, o que nos permite trabalhar sobre uma base sólida, detalhada e rica em informações.

 

Para efetuar uma Leitura de Numerologia Karmica são necessários dois dados indispensáveis: o nome completo de registo e a data de nascimento. Estes dados são tratados separadamente, mas analisados e interpretados como um todo, pois ninguém é apenas um número, uma data ou um nome.

 

Cada Ser é multifacetado e multidimensional, e portanto, nunca se é apenas um número mas sim um conjunto de diferentes vibrações numerológicas ou um conjunto de diferentes emanações de energia em eterno movimento.

 

Num estudo Individual de Numerologia Karmica levo em consideração todas as Regências Numerológicas portanto cada mapa é único e especial, pois cada um de nós possui uma essência única, uma matriz original.

 

Eva Vilela

07
Jan16

Aprende a amar-te em todas as direções

Eva Veigas

rcgorman01.jpg

As pessoas querem muito ser aceites... querem muito ser amadas... querem muito ser reconhecidas nas suas acções e intenções... e tudo isso está certo!

 

Porém vivemos um verdadeiro desafio no que diz respeito a estes quereres.

 

Queremos que os outros nos aceitem tal como somos, mas nós não nos aceitamos integralmente como somos. E nós também não aceitamos os outros plenamente, há sempre um "mas", um "se"...

É difícil ser aceite quando não se aceita dentro tudo o que de alguma forma nos desagrada e então rejeitamos. Enquanto rejeitarmos essas partes de nós, os outros também nos rejeitarão.

Queremos muito que os outros nos amem e respeitem, mas nós somos os primeiros a desrespeitar-nos e por consequência a não nos amarmos e a não querermos crescer.

Também temos dificuldade em amar os outros, porque o Amor, quando é verdadeiro e digno implica respeito, verdade, honra, lealdade e tolerância. O Amor não se pode enganar. Amor é Amor. Se o Amor não contiver todos os ingredientes que necessita, deixa de ser Amor e passa a ser desejo ou capricho, passa a ser manipulação e poder sobre o outro.

 

Talvez, antes de querermos essas coisas todas, fosse bom olhar para dentro e começar a trazer amor a nós... devagarinho... para nos sentirmos seguros.

 

É que se o Amor se derramasse todo de uma só vez sobre nós, poderia causar uma estranheza tal, que teríamos dificuldade em o identificar

 

Eva Colibri Azul

Em Profunda Comunhão com o Amor.

Só o Amor Cura

Só o Amor Cura

Só o Amor Cura

Pág. 1/3

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

♥♥♥

Consultas

Numerologia

Dias de Nascimento

Ano Universal

Anos Pessoais 2014

Anos Pessoais 2013

Anos Pessoais 2011

Anos Pessoais 2012

Anos Pessoais 2010

Anos Pessoais 2009

Meses em 2014

Meses em 2013

Meses Pessoais em 2012

Meses Pessoais em 2011

Participações especiais

Sapo Astral

Sapo Desporto

Tertúlia

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D