Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eva Veigas ~ Terapeuta Holística

The Way of Silence

Eva Veigas ~ Terapeuta Holística

The Way of Silence

22
Jan13

Dezembro 2013 - Regente 18:9

Eva Veigas

 

Análise Numerológica para Dezembro 2013

 

 

Ninguém, depois de acender uma vela, a cobre com um vaso ou a põe debaixo da cama; coloca-a no candeeiro a fim de que os que entram vejam a luz. O oculto será descoberto, e o secreto será conhecido e trazido à luz do dia.

 

São Lucas 8:16-17

 

 

18:9 – O Regente de Dezembro 2013

 

Dezembro é o último mês do ano e curiosamente termina com uma vibração 9, que representa um fim, um fecho ou uma conclusão. Tal como nos dois meses precedentes, também este mês possui uma combinação numérica interessante. O 9 resulta da redução de 18 (1 + 8 = 9).

O 18 está em analogia com a Lua1 cujaluz nos proporciona uma visão enganadora da paisagem, alterando as cores e as formas de tudo o que nos rodeia. Essa visão cria ilusões de todo o tipo, levando-nos a cometer todo o tipo de erros e enganos, responsáveis pelas nossas dores, mágoas e sofrimentos, que mais tarde ou mais cedo trarão sérias consequências para a nossa vida.

Neste caso, o 18 simboliza tudo aquilo que está escondido, velado. Representa os nossos medos mais profundos, as nossas mágoas recalcadas, os nossos segredos, os nossos “pecados”. Sim, porque nos disseram que pensar, dizer ou fazer determinada coisa era pecado, e nós acreditámos! Enfim, o 18 representa um sem fim de fantasmas que se entretêm a fazer-nos sentir mal e a tornar a nossa vida um verdadeiro inferno na Terra.

Estes fantasmas gritam-nos do fundo da nossa alma a pedir para serem libertados, mas nós não temos a coragem de o fazer. Dói demais ou temos medo que alguém descubra o quão “fracos” ou vulneráveis somos. Na verdade, somos bastante fortes para carregar tamanhos fardos durante uma vida inteira. Se soubéssemos que a vulnerabilidade não é sinónimo de fraqueza de carácter talvez a nossa vida mudasse substancialmente.

O problema é que a pressão gerada pelos ditos fantasmas, se faz sentir cada vez mais forte. Os gritos que outrora foram meros sussurros, agitando de vez em quando a nossa consciência, estão agora cada vez mais audíveis e é preciso fazer alguma coisa com a maior brevidade.

 

Simbolicamente, o 18 representa tudo aquilo que necessita de emergir do inconsciente a fim de ser trazido para o consciente. Só quando a dor e a sua respetiva causa se torna consciente, tem início o processo de libertação dos fantasmas encarcerados há demasiado tempo. A cura vai ocorrendo à medida que os vamos libertando! 

Neste ponto, surgem novas possibilidades e depois de termos desenterrado o que jazia oculto no lugar mais recôndito do nosso ser, é hora trilhar o caminho inteiramente novo que se abre à nossa frente.

As ilusões e os enganos criados pela luz da Lua ficaram para trás. Finalmente dar-se-á a alquimia completa – a união entre a nossa personalidade e a nossa verdadeira essência, simbolicamente representada pelo grande casamento alquímico entre o Sol e a Lua.

A viagem interior iniciada pelo Eremita2 valeu a pena, porque daquela união surge a verdadeira Luz que ilumina inteiramente o ser e o afasta dos perigos próprios da ilusão.

É hora de celebrar!

Portanto, aproveite ao máximo a proposta deste mês e mergulhe diretamente no mais fundo da sua alma, encare os seus medos de frente e não receie ir ao fundo do poço, pois é lá que poderá encontrar o alívio para os seus males. Os fantasmas são meros bonecos, meras distrações para o fazer tropeçar e desviar-se do seu caminho de Luz e Amor.

Busque a sua essência e quando a encontrar dê-lhe as boas vindas e festeje!

 

1 Arcano XVIII – A Lua

2 Arcano IX – O Eremita ou O Eremitão

 

21
Jan13

Novembro 2013 - Regente 17:8

Eva Veigas

 

Análise Numerológica para Novembro 2013

 

 

“Viver é acalentar sonhos e esperanças, fazendo da fé a nossa inspiração maior. É buscar nas pequenas coisas, um grande motivo para ser feliz!”

 

Mário Quintana

 

 

17:8 – O Regente de Novembro 2013

 

O mês de Novembro de 2013 é regido pelo 8, resultado da redução de 17 (1 + 7 = 8). Depois do colapso representado pela Torre, no mês de Outubro, surge agora uma nova etapa: a necessidade de reconstruir a nossa vida a partir dos escombros. É hora de fundar os alicerces do novo ser, que surge com uma nova visão, plena de fé e esperança.

No Tarot, o 8 é o arcano que representa a nossa capacidade de lidar com os instintos mais básicos ou inferiores do ser1.

Por seu lado, o 17 está associado à esperança2 e à eterna capacidade de renovação, que surge como consequência de uma forte tomada de consciência ao nível espiritual.

É tempo de reconstruir, de traçar e criar novos objetivos de vida, é o momento de abrir caminhos num mundo desconhecido, sem medo, com o coração aberto, repleto de esperança e alegria.

Sentir que estamos finalmente a percorrer o nosso caminho e não o que o nosso ego, com o seu autoritarismo, desenhou para nós, é motivo de suprema felicidade.

Também já não necessitamos mais da aprovação dos outros, para perseguir os nossos sonhos. Alcançámos a “maioridade” através do sofrimento. Poderia ter sido menos doloroso? Sinta a resposta real dentro de si. Sim ou não?

Neste aqui e agora, necessitamos, mais do que nunca de viver este período de renovação, que eu gosto de chamar de momento de cura, sentindo-nos perfeitamente ligados à Natureza, à Mãe-Terra. Sentir o seu apoio incondicional e constatar que ele esteve sempre ali. Apenas a nossa visão ofuscada pelo ego, nos impedia de ver a realidade.

Esta sintonia com a Mãe Natureza será sentida de uma forma plena. A nossa capacidade para sentir o seu coração aumentará sob a regência 17/8 e passaremos a confiar em absoluto na nossa intuição, sem dúvidas ou hesitações.

 

Aproveitemos este mês de novembro para realizar quaisquer rituais que queiramos. Rituais que celebrem a vida, o amor, a alegria e a esperança. Rituais que renovem e refresquem o nosso coração. Através deles, procuremos buscar a inspiração e alegria necessárias para realizar as nossas tarefas, desde a mais comum à mais grandiosa.

Deste modo, aproveite este mês para renovar tudo o que o seu coração lhe pedir. Abrace o seu silêncio e escute a sua voz interior atentamente. Pratique meditação. Se não sabe como fazer procure aprender. Se já sabe como o fazer não desista, persista.

Harmonize a sua mente com o coração. Sinta o amor brotar de dentro do seu ser e derramar-se à sua volta, alterando tudo o que toca e transformando todos à sua passagem.

 

1 Arcano VIII – A Força

2 Arcano XVII – A Estrela

 

 

20
Jan13

Outubro 2013 - Regente 16:7

Eva Veigas

 

Análise Numerológica para Outubro 2013

 

“Pensamos demasiadamente, sentimos muito pouco. Necessitamos mais de humildade que de máquinas, mais de bondade e ternura que de inteligência. Sem isso, a vida de tornará violenta e tudo se perderá.”

 

Charles Chaplin

 

 

16:7 – O Regente de Outubro 2013

 

Tal como Janeiro, também o mês de Outubro é regido, pela vibração 7. Parece que 2013 nos quer mostrar a importância desta energia, já que aparece repetida no início do primeiro e do ultimo trimestre do ano.

Energias repetidas representam uma chamada de atenção. Talvez queira olhar mais de perto para esta questão.

A energia 7 do mês de Outubro resulta da redução de 16 (1 + 6 = 7) que também aqui será levada em conta. Quando falamos destas combinações de energia, designamo-las como 7/16 ou 16/7.

O 7 está em associação com a lâmina do Tarot - A Carruagem de Hermes1 (ver artigo referente a Janeiro 2013).

O 16 está associado à carta da destruição2 no Tarot, que representa uma rutura, uma crise do ego dominador. Na verdade, não se trata de uma destruição sem qualquer fundamento ou de um castigo dos deuses, mas antes de uma destruição destinada a cortar com os nossos antigos e ultrapassados modelos de atuação. Porém, há um propósito maior nesta experiência que pode ser devastadora, sobretudo ao nível material da existência (desde uma doença grave à perda do conforto material até aí conquistado). Trata-se, afinal, de criar um novo paradigma de vida e é neste ponto que o 16/7 representa uma imensa possibilidade de renovação.

Estas situações ocorrem, geralmente, por causa da nossa extrema arrogância ou vaidade, que é em muitos casos, velada. Ou seja, a pessoa, é dona de uma falsa modéstia. Criou para si, uma imagem de humildade, que na verdade ainda não é real. No entanto, acredita de tal modo na sua própria mentira que tudo o que faz é apenas investir mais e mais energia nessa inverdade.

Quando surge uma perda repentina, uma doença, etc. a pessoa é obrigada a olhar para si própria e a ver-se tal como é, o que provoca uma série de ocorrências difíceis de vivenciar. O processo é de tal forma doloroso que a maior parte das pessoas entra em verdadeira depressão. É aqui que começa a luta entre um ego inflamado e a expressão da vontade divina. E é também neste ponto que surge, pela primeira vez a possibilidade de curar este aspeto “doente” em nós. Quando o ego aprender a aceitar, sem qualquer mágoa, ódio, revolta ou rancor os reveses da vida, a verdadeira humildade surgirá com todo o seu esplendor, integrando mais um aspeto do ego.

Deste modo, passará a perceber a vida num outro nível de entendimento e ela deixará de lhe parecer tão dura e cruel.

Esta é um dos caminhos, que embora árduo e difícil, poderão conduzi-lo a um maravilhoso, embora lento, desenvolvimento espiritual.

 

1 Arcano VII – O Carro ou Carruagem

2 Arcano XVI – A Torre

 

19
Jan13

Setembro 2013 - Regente 15:6

Eva Veigas

 

Análise Numerológica para Setembro 2013

 

“Se quer aprender o segredo das relações perfeitas, procure unicamente o divino em todo o homem e em todas as coisas e deixe o resto com Deus.”

 

J. Allen Boone in Kinship with all life

 

15:6 – O Regente de Setembro 2013

 

Setembro é regido pelo número 6, vibração igual à do ano 2013. Assim, somos levados a dar atenção redobrada a esta energia que se encontrará duplicada durante este mês.

Isto pode representar uma lição mais difícil ao nível dos relacionamentos uma vez que os dois 6 se encontram repetidos.

O 6 está relacionado com o amor e os relacionamentos e representa o amadurecimento do ser, nesse contexto.

Esta nova maturidade exige um maior grau de responsabilidade, quando chega o momento de fazer uma escolha, seja ela simples ou complexa, quer se trate de uma escolha do momento, como por exemplo, escolher entre ir ao cinema ou ao teatro ou de uma escolha para a vida, como por exemplo, a opção de ter ou não ter um filho.

A vida é composta de escolhas, tudo é escolhido e decidido por nós com mais ou menos lucidez, com maior ou menor consciência. Mesmo quando decidimos não escolher, (quando deixamos que o outro ou a vida escolha por nós) não deixamos de fazer uma escolha. Não há como sair desta situação. Na maioria dos casos, escolher, implica muitas vezes, sofrer.

Enquanto a dualidade estiver presente na nossa vida, teremos sempre que avaliar os prós e os contras de uma dada situação. Não há uma única escolha que só traga benefícios, nem outra que traga apenas malefícios. Nem tudo é completamente mau ou completamente bom.

A cura ou a salvação deste sofrimento consiste em unificar os opostos. Torná-los complementares. No fundo, trata-se de aprender a harmonizar a mente com o coração. Só dessa forma se pode superar toda a indecisão.

 

O amor e os relacionamentos estão relacionados com o sentimento de posse, responsável pelos ciúmes, e consequentemente pela tentativa absurda de querer controlar a vida dos outros (namorado, marido, filhos, etc.)

Este mês convida-o a fazer uma análise acerca do seu comportamento ao nível das suas relações amorosas, afetivas, parentais etc.

Os ciúmes e o sentimento de posse são, se não o principal, pelo menos, um dos principais motivos para qualquer relação resultar num fracasso, já que leva as pessoas a cometerem muitos atos irrefletidos em nome daquilo a que chamam amor.

Seja honesto consigo mesmo e verifique se possui um padrão de controlo em relação aos outros. Se a sua resposta for positiva, comece já a trabalhar no sentido de resolver essa questão. Quanto mais depressa melhor.

Estas questões não são fáceis de abordar e muito menos de resolver, mas para tudo existe solução. Basta estar aberto e disposto a mudar.

Numerologicamente o 6 está em analogia com a lâmina do Tarot - Os Enamorados1. Portanto, harmonize-se com o que ela representa: a complementaridade dos opostos. Escolha uma vida livre dos grilhões do sofrimento provocado pelo sentimento de posse.

 

1 Arcano VI – Os Enamorados ou Os Amantes

 

18
Jan13

Agosto 2013 - Regente 14:5

Eva Veigas

 

Análise Numerológica para Agosto 2013

 

“Sê a mudança que queres ver no mundo.”

 

Gandhi

 

14:5 – O Regente de Agosto 2013

 

É possível que sob esta vibração se sinta instável e inseguro. O 5 é uma vibração que provoca muito desequilíbrio sobretudo naquelas pessoas do tipo inseguro, avessas a mudanças ou cuja autoconfiança esteja comprometida.

A insatisfação pessoal pode começar a tomar conta de si, o que obviamente poderá complicar a sua vida. Se não tomar medidas para o evitar, o caos instalar-se-á durante este mês, trazendo consequências aborrecidas para o resto do ano.

Portanto, aja com determinação e aceite as mudanças que o mês lhe propõe. Por vezes são tão necessárias quanto o ar que respiramos.

O que nos faz sofrer, na realidade, não é a mudança em si, mas sim as expetativas que criamos em relação a ela. O processo de ansiedade que se desenvolve por causa da nossa resistência à mudança é causador de inúmeras doenças físicas e psicológicas. Portanto, avalie bem a sua situação. Seja rigoroso nessa análise. Situações mal digeridas fomentam uma incorreta expressão das emoções. Aprenda a expressar corretamente as suas emoções – se for preciso peça ajuda a um profissional. É sempre melhor, ter alguém com quem possa desabafar do que guardar isso tudo para si. Ninguém consegue viver para sempre a acreditar que está tudo bem, quando na realidade não está. Desmascare a sua mentira pessoal e a sua vida começara efetivamente a progredir e a mudar. Divida o seu peso com outra pessoa (de preferência um profissional, mas sobretudo alguém em quem confie de verdade) e tudo parecerá menos terrível.

Quando começar a perceber que a mudança faz parte da vida e que a metamorfose, pela qual está a passar, é não só necessária como benéfica, irá mergulhar de cabeça na mais bela e fascinante aventura da sua vida. Nem todo o processo é consciente, porém, fique atento e notará subtis mas importantes alterações no seu dia-a-dia.

Reflita nestas palavras de Osho e sinta o poder da transformação que este mês pode trazer: “Você não tem consciência de quem você é” (…) É possível dizer de uma lagarta que ela não tem consciência de que poderá transformar-se numa borboleta. (…) Todas as lagartas são bodhisattvas, (…) Um bodhisattva é alguém que tem potencial para transformar-se em borboleta, que pode vir a ser um buda, alguém que é um buda em semente, na essência… (…) A borboleta não consegue demonstrar que a lagarta é capaz de transformar-se em borboleta; não existe uma maneira lógica de fazê-lo. Mas a borboleta pode provocar um anseio na lagarta – e isso é possível.” Osho.

No final da transformação será a mesma pessoa sem o ser, portadora de uma nova visão, de um novo poder, de uma nova vida.

Observe o Hierofante1, já viveu múltiplas vidas dentro de uma só. Passou por muitas etapas, experimentou o bom e o mau, viveu todas as dualidades e transcendeu o ego. Representa um mestre, um sábio, um ser de fé, cuja alma foi purificada pelo fogo divino. Percorreu um longo caminho até poder partilhar os seus ensinamentos com aqueles que estão prontos para iniciar a sua iniciação espiritual. Tornou-se grande porque reconheceu o seu poder interno e agora consciente da imortalidade da sua alma, usa a sua maestria pessoal para revelar, através do seu exemplo de vida, o produto de uma imensa transformação.

 

1 Arcano V – O Hierofante ou O Papa

 

17
Jan13

Julho 2013 - Regente 13:4

Eva Veigas

 

Análise Numerológica para Julho 2013

 

 

“Se o que tens te parece insuficiente, então mesmo que possuas o mundo inteiro ainda te sentirás na miséria.”

 

Séneca

 

 

13:4 – O Regente de Julho 2013

 

Este é um mês que exige muito trabalho e atenção redobrada. É necessário trabalhar com afinco e com concentração. Tem que ser muito disciplinado, pois qualquer distração poderá arruinar meses de trabalho e isso seria desastroso. Num mês sob a vibração 4 a palavra de ordem é a organização. Acima de tudo simplifique! Não se deixe arrastar por aquela imaginação que o leva para fora da realidade. Coloque os pés bem assentes na terra. Examine os seus objetivos, os seus sonhos e observe o que já fez, o que está a fazer o que falta fazer para conseguir o que pretende. Se sente que se está a afastar daquilo que delineou para a sua vida, corrija o erro e volte a trabalhar com afinco e garra.

Se tem dúvidas em relação a determinada questão, pare e analise com detalhe todos os pormenores com ela relacionados. Não adianta persistir num assunto, se sente insegurança em avançar. É sempre preferível dar um passo para o lado do que insistir teimosamente em algo que no final lhe poderá causar um dissabor.  

 

Este é um mês em que a indolência, a apatia e a preguiça poderão sair muito caros. Lembre-se que estes aspetos são as desculpas de quem não sabe o que quer da vida, de quem não se ama o suficiente para viver a sua Lenda Pessoal. Desculpas deste género, são inventadas pela sua mente inferior ou pelo seu ego para justificar os seus fracassos, os seus insucessos, as suas incapacidades e os seus limites.

Normalmente, estas desculpas vêm acompanhadas com a justificação da falta de tempo ou das expressões muito comuns hoje em dia: “não há tempo para nada” ou o “tempo voa”, etc. Tudo isto representa apenas o medo que tem de olhar para si de verdade. É tempo de arrancar esse véu que lhe tolda a visão.

Tem medo de quê? O que é que tem ganho com essa postura na vida? E o que é que tem perdido?

Se olhar para si de verdade verá simplesmente um ser que só quer ser feliz, independentemente do que tem. Você é um ser ilimitado, mesmo que tenha uma incapacidade física. Repare: ser é uma coisa, ter é outra completamente diferente.

Conhecemos pessoas que têm limitações físicas impressionantes, no entanto elas dão-nos lições de vida incríveis, pois fazem coisas extraordinárias apenas sendo.

Estou a lembrar-me por exemplo dos atletas de alta competição com as mais diversas deficiências físicas – o que eles fazem, o quanto trabalham, o quanto se esforçam e dedicam. O que eles não dariam para poder ver, correr…

E o que fazem aqueles que têm uma ligeira dor de cabeça e já têm o dia arruinado?

Não invente desculpas. Agarre a sua vida com tudo o que tem e seja como o Imperador1, que está sempre pronto para enfrentar mais uma batalha. Ele criou uma estrutura sólida, possui alicerces bem enraizados no mundo. Organizou-se e trabalha diariamente para permanecer centrado. Portanto, encontra-se apto a enfrentar qualquer adversidade. Ele sabe quem é e o que está a fazer. Mesmo sabendo que corre o risco de perder, não desiste, não foge da realidade por muito dura que possa parecer. Ele vai à luta, pois ele é um guerreiro da luz, consciente, lúcido, maduro a viver a sua Lenda Pessoal.

 

1 Arcano IV – O Imperador

 

16
Jan13

Junho 2013 - Regente 12:3

Eva Veigas

 

 

Análise Numerológica para Junho 2013

 

 

“Infinita é a criatividade de cada momento da vida, infinita é a riqueza do universo. “

 

Shakti Gawain

 

 

12:3 – O Regente de Junho 2013

 

Junho é o mês que marca a transição da Primavera para o Verão. O calor (Fogo) do Verão surge a par com esta fantástica vibração do 3, (elemento Fogo) que nos traz a energia da abundância, criatividade, alegria e vontade de viver. O 3 impele ao movimento, à impulsividade, à ação, à vontade de criar e recriar, de experimentar novos desafios alcançando outros níveis de conhecimento.

É um momento de crescer. Não é um mês para refletir, é para viver, sentir, seguir em frente, amar, partilhar, rir, brincar, seduzir. Talvez até ultrapassar os próprios limites, mas sempre num enquadramento de amor por si próprio, de elevada autoestima e auto confiança. Fique apenas atento para não se desviar do seu caminho, pois o 3 tem tendência a dispersa-lo, a tentar distraí-lo. Vai sentir-se atraído por pequenos ou grandes prazeres e é nesse aspeto que é preciso estar mais atento do que nunca. Com os pés bem assentes na terra. Lembre-se que é apenas um momento que dura cerca de um mês. Assim, que esta energia passar, irá dar lugar à do 4 no mês seguinte (Julho) e, logicamente, irá sofrer as consequências das suas eventuais escolhas irrefletidas durante este mês. Portanto, vá com calma. Para se divertir e crescer não é preciso deitar tudo a perder em atos irrefletidos e impulsivos. Lembre-se da Imperatriz1 que recostada no seu trono, tendo por escudo a Vénus, possui uma saudável lucidez em relação a si mesma, às suas escolhas e respetivas consequências e à sua felicidade.

 

Este é também um excelente mês para tudo o que está relacionado com a comunicação, seja a nível profissional ou pessoal. Aproveite a energia favorável do 3 para se expressar de forma clara e simples, sobretudo se tem situações pendentes, tais como aqueles mal-entendidos que surgem no meio de uma discussão mais acesa. Situações desse tipo geram peso e ocupam espaço na nossa vida. Faça tudo o que estiver ao seu alcance para se livrar desse peso extra e não deixe nada por esclarecer. Se é daquelas pessoas que acha que não é bom com as palavras, ou que pensa uma coisa e depois acaba por verbalizar outra, completamente diferente, saiba que durante este mês vai sentir-se mais eloquente do que o habitual. Vai saber usar as palavras e o tom adequado para se dirigir aos outros, não criando mais os tais mal-entendidos.

 

A imaginação é outra ferramenta ao seu dispor durante o mês de Junho. A sua mente, será terreno fértil para criar todo o tipo de situações, por isso, tenha cuidado com o que cria, com o que pensa e com o que verbaliza.

A nossa capacidade de criar fica aumentada sob a regência do 3, dado que este número, sendo um número de expansão, produz um aumento exponencial da nossa ilimitada imaginação.

Claro, que este recurso, sendo bem utilizado, é um dos nossos melhores aliados, para efetuar mudanças na nossa vida, seja a que nível for.

Se um dia perdêssemos a capacidade de imaginar, de criar e de sonhar o nosso mundo desapareceria por completo.

 

1 Arcano III – A Imperatriz

 

15
Jan13

Maio 2013 - Regente 11:2

Eva Veigas

 

Análise Numerológica para Maio 2013

 

 

“Se as portas da perceção fossem limpas, tudo apareceria ao homem tal como é: infinito.”

 

William Blake

 

 

11:2 – O Regente de Maio 2013

 

Maio é o mês em destaque em 2013, cuja regência 11 nos levará a ir além dos limites que nos impomos, uma vez que sob esta energia é possível derrubar as barreiras de uma lógica há muito estagnada. No seu lugar surgirá espaço para uma visão fundamentada numa compreensão que ultrapassa a nossa imaginação…

 

O 11 é o regente de Maio e por conseguinte temos um número mestre a exortar a sua poderosa energia para este mês. O número 1 encontra-se repetido o que significa que as qualidades atribuídas ao 1, também se encontram duplicadas durante o mês de Maio. A vontade, a independência, a ambição, a originalidade, o dinamismo, o individualismo, a ousadia, a inovação, o ímpeto e a força, só para referir algumas das caraterísticas do 1, estarão disponíveis, para nós, em abundância e em duplicado durante este mês especial.

A vibração 11 é única e extremamente forte, pois a capacidade de sonhar o impossível atingirá um nível muitíssimo elevado.

Assim, este mês requer uma coragem, tolerância e perseverança em conformidade com o nível de exigência desta vibração. Este é um momento em que os grandes ideais surgirão com uma força inigualável na sua vida. Grandes ideais acarretam grandes responsabilidades e total envolvimento com a situação. Será levado a comprometer-se consigo mesmo numa escala onde talvez nunca se tenha encontrado antes. As suas atitudes e tomadas de decisão fá-lo-ão sentir grande pressão interna e externa.  Tenha cuidado em relação aos outros, pois as suas atitudes não serão bem compreendidas, podendo mesmo, ser motivo de chacota ou de críticas severas.

Não intente explicar-se e justificar-se perante essas pessoas, pois de nada lhe servirá, dado que o 11 possui a linguagem própria daqueles que carregam o dom das profecias. Falam como se usassem um código secreto, quando na verdade estão apenas a expressar-se através da alma. Essa linguagem é entendida por poucos e na maioria das vezes é entendida apenas ao nível do coração. Isto acontece quando não é necessário falar, ou quando o olhar ou o gesto expressa a verdade da alma.

Irá encontrar-se num nível de inspiração muito elevado e por todas estas razões terá que praticar diariamente, diria mesmo, momento a momento, a capacidade de tolerar o outro. Não se deixe abater pelas incompreensões dos outros, não se isole, pelo contrário mantenha os seus ideais, ideias e planos bem vivos. Dê-lhes energia, trabalhando todos os dias no sentido de ir ao seu encontro. Lute para realizar aquilo que planeou com tanto trabalho e amor. Persista e busque a sua força em todos os momentos.

A impaciência e a arrogância poderão ser os seus maiores inimigos durante este período, portanto, esteja atento. Aprenda a dominar a sua tensão.

Saiba que corre o risco de fracassar, mas lembre-se que o sucesso depende da sua capacidade de acreditar que os obstáculos, que eventualmente possam existir ou surgir, não são de modo algum intransponíveis. É por isso mesmo que se chamam obstáculos!

Lembre-se que “quando alguém quer alguma coisa, todo o Universo conspira para que se realize esse seu desejo.”

O 11 está em associação com a carta XI – A Justiça, que nos ensina que o Perdão é a maior arma para obter a paz de espírito necessária, para realizar e viver os nossos sonhos.

 

14
Jan13

Abril 2013 - Regente 10:1

Eva Veigas

 

Análise Numerológica para Abril 2013

 

“Quando todos os dias ficam iguais é porque as pessoas deixaram de perceber as coisas boas que aparecem nas suas vidas.”

 

Paulo Coelho in O Alquimista

 

 

10:1 – O Regente de Abril 2013

 

Após um mês de limpeza e purificação eis-nos chegados ao início do segundo trimestre do ano 2013. O final de Março e o princípio de Abril anunciam a chegada da Primavera e com ela toda uma nova vida está pronta a desabrochar. As flores despontam um pouco por toda a parte, perfumando o ar e embelezando a paisagem. Assiste-se ao nascimento de uma imensidão de animaizinhos que nos fazem sorrir e encher de ternura os nossos corações. É um tempo de renascimento e regeneração.

Este mês, lança-nos um convite para se iniciar uma nova tarefa, projeto ou relação. Começar de novo requer coragem, uma certa ousadia, muita determinação e empenho. Se está numa fase de reiniciar ou resgatar uma relação, situação ou trabalho e a sua mente lhe diz que já experimentou “tudo” e não deu certo, experimente novas abordagens. Use a sua criatividade, os recursos que tem à sua disposição e inove. Quando a vida nos dá limões – fazemos limonada, não é verdade?

 

Mas este mês não é só regido pelo 1. Na verdade existe um regente invisível, porém igualmente forte – o 10. Esta energia velada também deve ser levada em consideração para esta análise numerológica.

O 10 representa o retorno à unidade (1), simbolizando todos os ciclos da vida e assim o mito do eterno regresso (10) remete-nos ao ponto de origem, o 1 que está no centro e representa o Centro.

Também assim, este mês nos convida a regressar ao centro, ao nosso centro, à nossa origem. Mas cuidado, o caminho que nos leva ao centro é um caminho difícil, árduo e está repleto de distrações provocadas pelo mundo de Maya – o princípio causador da ilusão.

No Tarot o 1 corresponde ao Mago enquanto o 10 corresponde à Roda da Fortuna. O primeiro chama-nos a atenção para as nossas habilidades e capacidades de realizar o que quer que desejemos conquistar, pois temos as condições adequadas para o fazer. A Roda da Fortuna ensina-nos acerca da eternidade e dos ciclos de vida e de morte. Mostra-nos os altos e baixos aos quais nos encontramos sujeitos durante a vida na Terra e permite-nos aprender acerca da aceitação dos mesmos, por um lado e da complementaridade dos opostos, por outro. Lembre-se que a Roda da Fortuna exerce uma influência subtil, porém real. Portanto, fique atento para não se deixar levar pela via do ego, da frustração e da desilusão, o que poderia revelar-se desastroso num mês com uma energia tão intensa e positiva.

Com base nesta perspetiva deverá tornar-se menos doloroso vivenciar um mês com este tipo de vibração e aproveitá-lo ao máximo, colocando para fora todo o nosso entusiasmo e energia.

Então, avalie o estado da sua vida e verifique onde é necessário começar ou recomeçar e prepare-se para um mês repleto de possibilidades.

 

13
Jan13

Março 2013 - Regente 9

Eva Veigas

 

Análise Numerológica para Março 2013

 

“Se Deus criou o mundo onde estava Ele antes da Criação?... Sabia que o mundo é não-criado, tal como o tempo, sem começo nem fim.”

 

Mahapurana

 

 

9 – O Regente de Março 2013

 

A vida é feita de ciclos intermináveis sem princípio nem fim. O dia apenas dá lugar à noite e a noite dá lugar ao dia. O dia e a noite são parte de um mesmo processo. Da mesma forma a vida dá lugar à morte e a morte dá lugar à vida. A existência inteira é assim. É preciso compreender e aceitar isto. É muito simples, porém a grande maioria dos seres humanos tem enorme dificuldade em aceitar esta verdade incontornável. Na maioria dos casos é difícil deixar ir o que quer que seja, mesmo quando se trata de algo que já não é benéfico para nós.

O 9 anuncia esta transição que deveria ser suave, festejada e celebrada com tambores a rufar pelas ruas. Em termos práticos, anuncia que algo vai desaparecer para dar lugar ao surgimento de uma nova aurora. Então, aproveite o mês de Março para se livrar de tudo o que esteja a atrapalhar a sua capacidade de usufruir plenamente deste novo “dia”.

Tire um tempo para si, para ordenar as suas ideias, pois a energia deste mês convida-o a fazer uma paragem, uma retrospetiva da sua vida. Se o fizer de forma consciente, irá certamente sentir uma forte necessidade de deitar fora no sentido literal ou metafórico tudo o que o impede de ser feliz ou de se sentir feliz pela primeira vez na vida.

Em termos práticos deite fora tudo o que já não necessita e considera lixo. Este é um mês muito importante para fazer este tipo de limpeza pois permite preparar o caminho para o mês seguinte (Abril 2013) cujo regente será o 1.

Abra espaço na sua vida para deixar entrar o novo, o inesperado, o desconhecido.

Esvazie os seus espaços físicos (casa, espaço de trabalho, carro, etc.) e à medida que o for fazendo aproveite para esvaziar também a sua mente e as suas emoções. Livre-se de tudo o que o estiver a impedir de tomar as suas decisões, de levar a cabo as suas intenções, os seus planos ou os seus sonhos.

 

Encontre o espaço e o tempo dentro de si para efetivar estas mudanças. Use a sua sabedoria interna, a sua intuição, a sua sensatez para deitar fora os seus planos egóicos e dedique-se a alinhar a sua vida com o Plano Divino que Deus (ou que quiser chamar-lhe) traçou para si.

Observe o velho eremitão1, sozinho, carregando um lampião capaz de iluminar a noite mais escura, apoiado apenas na sabedoria acumulada ao longo de uma vida de renúncias do ego (o cajado).

Todos temos um lampião dentro de nós. Apenas temos que o descobrir, que o reconhecer, para logo o acendermos e passarmos a ser o nosso próprio guia. Aprender a caminhar pelos próprios pés é o que nos pede este mês de Março.

Quando passamos a fazê-lo, podemos servir de guia para outros, não para nos tornarmos gurus ou mestres dos outros, mas para os apoiarmos docemente nas suas viagens. Nós nos tornaremos numa “bengala” temporária. Nós iluminaremos o seu caminho até que eles encontrem a sua própria luz. Porém, sempre o faremos à distância, sem imposição, sem a arrogância de pensar que seremos os salvadores do mundo. Apenas o faremos por amor ao próximo e sem qualquer vaidade.

 

1 Arcano IX – O Eremita ou O Eremitão

 

Pág. 1/3

Bênçãos! Se chegaste até aqui é porque escutaste o chamado da tua alma!

Convido-te a navegar por este espaço. Se gostares fica e subscreve o blogue. És muito bem-vindo/a.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Consultas / Terapias / Retiros Individuais

Numerologia Karmica, Tarot, Tarot Karmico, Oráculos, Cura Xamânica*, Meditação Guiada*, Cura e Resgate da Criança Interior*, Cura da Criança Lunar e Solar* *apenas sessões presenciais

Consultas online

Find us on Facebook

Partilha e difusão de conteúdos

Agradecemos a partilha e difusão de conteúdos, desde que sejam salvaguardados os devidos créditos da autora do blogue e demais fontes por ela citadas.

Consultas / Terapias / Retiros Individuais

Consultas

Cursos / Ws

Textos de Apoio

  •  

Artigos Numerologia

Dias de Nascimento

Ano Universal

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:

  •  

Entrevistas

Parcerias

Sapo Astral

Sapo Desporto

Tertúlia

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D