Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Way of Silence

by Eva Veigas

The Way of Silence

by Eva Veigas

Mais sobre mim

Só o Amor Cura!

Nasci a 9 de Abril de 1969, filha da Invictae cidade do Dragão. Ariana de Signo Solar, Capricorniana de Signo Lunar com Ascendente em Sagitário, considero-me uma mulher determinada que não baixa os braços ante nenhuma circunstância, por mais penosa ou dura que seja. Sou alegre por natureza, de sorriso fácil, sensível, sonhadora, intuitiva e inspirada. Como sou uma mulher de paixões arrebatadoras, experimento aquilo que me escolhe e me chama desde o mais profundo recanto da minha alma. Foi assim que me encontrei, por exemplo, com a Numerologia, o Reiki ou o Xamanismo. Acima de tudo creio na Magia do Amor que move, sustenta e interliga tudo no Cosmos. Sou rendida à Vida e defensora do AMOR MAIOR. Sou filha de uma longa linhagem de curadores e curandeiras, rezadeiras e benzedeiras, e desde sempre, encontrei na ajuda desprendida aos outros, uma forma de praticar a "minha" arte de curar. Nas minhas consultas, aposto muitas vezes na interdisciplinaridade dos diversos ramos de conhecimento que estudo, para ajudar aqueles que se propõem a ajudar-se a si mesmos. A Vida é Mestra! Mas só é Vida quando se é Amor. E o Amor é o ingrediente secreto que tudo envolve e tudo cura. Só o Amor Cura! Só o Amor Cura! Só o Amor Cura!"

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
23
Mai17

Chave Cósmica Número 32

Eva Veigas

1716417-800x600-[DesktopNexus.com].jpg

 

23/5/2017
Chave Cósmica Número 32

 

O Número 32 lembra-nos da necessidade de agarrarmos as rédeas da nossa vida. Por vezes, é mais fácil, deixar as decisões difíceis para as outras pessoas, responsabilizando-as pelas nossas próprias vidas, dada a nossa inexperiência, medo e dificuldade de lidar com as consequências dos nossos actos. Essa é a atitude de quem vira as costas ao desafio e prefere ficar estagnado à espera que a vida aconteça. Como se isso não bastasse ainda cobra dos outros aquilo que ele mesmo não tem capacidade de resolver.
Portanto o 32 amassa-nos, esmaga-nos com o seu peso, propositadamente, para que aprendamos a lidar com a realidade do dia-a-dia, para que fiquemos diante daquilo que mais nos amedronta e possamos de uma vez por todas, dar o salto de fé, atingindo fronteiras desconhecidas.
É preciso ser preserverante e treinar a autoconfiança para sair do mundo letárgico onde nada acontece.

22
Mai17

Chave Cósmica Número 35

Eva Veigas

438317-800x600-[DesktopNexus.com].jpg

 

22/5/2017
Chave Cósmica Número 35

 

O Número 35 apela a continuar o trabalho do "eu interior", a investir na nossa busca pessoal, a reconhecer e activar as forças ocultas internas.
A mente deve permancer activa, aberta, em constante processo criativo. Não devemos fechar as portas a nenhuma possibilidade, pois as soluções estão dentro de nós, prontas para emergir e se manifestarem diante de nós.
Cabe-nos o papel de as vivificar, de as usar em prol da nossa própria progressão individual. Este é um momento de crescimento e expansão, de mudança e de apelo ao novo, mas é necessário grande equilíbrio a nível emocional. É preciso aprender a ser paciente, a desenvolver essa virtude e a permancer sereno diante de qualquer obstáculo do Caminho.

11
Mai17

Quinta-feira, 11 de Maio de 2017

Eva Veigas

11.jpg

 

 

Quinta-feira,11/5/2017

 

Frequência do dia:11:2

Frequência da data: 17:8

 

 

Dia de Júpiter

Runa do dia: 11 - ISA

Arcano Regente do dia: 2 - A Sacerdotisa Sagrada da Grande Mãe

 

 

Ativar a energia contida no dia de hoje requer mestria, paciência, atenção, uma boa dose de alegria e espírito aventureiro, e, acima de tudo um coração honesto e humilde.

 

 

Chegámos à entrada dos Sagrados Portais Dourados que nos conduzem ao Jardim da Deusa.

Lá dentro, a Grande Sacerdotisa e a sua filha, a Donzela Brigid irão questionar-nos acerca do nosso valor, da nossa dignidade enquanto filhos e filhas da Grande Deusa.

 

Cuidado, sejamos sensatos e sábios ao responder, pois há apenas uma resposta válida e ela deve surgir do nosso coração, sem entraves, nem julgamentos, nem filtros de qualquer espécie. A Deusa conhece-nos e a Sua Serva também.

 

O 11 é símbolo de mestria, do sábio poder sobre nós mesmos, de conhecimento dos Mistérios Antigos. Ele não serve para nos engrandecermos e muito menos para nos devolver a sensação de superioridade sobre os outros.

 

Ter estes números a dançar nos nossos mapas numerológicos, ou outros símbolos que a ele se assemelhem, não é sinónimo de termos adquirido mestria ou sabedoria, é antes um convite a iniciar o percurso para um dia lá chegarmos.

 

Ai daquele que se arvora em mestre dos outros e recebe, cheio de vaidade, os créditos sobre as conquistas de cada um.

 

A Deusa não dorme e os Seus Servos também não.

 

O 17 simboliza a união do princípio Masculino Sagrado com a Sabedoria profunda e meticulosa que nos permite dar direção à nossa vida e nos devolve orientação a cada momento.

 

É um número que verdadeiramente ativado reverbera em nós guiando-nos através das sombras em direção à harmonização e à integração do Ser Cósmico. A caminhada é longa e por vezes apetece desistir, mas da Sombra, a Deusa chama-nos e é impossível não ouvir a sua voz, que ora é doce e suave como o perfume das flores do seu Jardim, ora é aguda e nos espeta com os espinhos das suas rosas.

 

A Runa Isa, também ela correspondente ao Número 11, revela a energia do gelo primordial, da matéria primordial.

 

 

Isa recorda-nos dos momentos em que olhamos noutra direção que não a nossa, e arremessa-nos contra o nosso próprio gelo primordial. Todas aquelas emoções congeladas, estagnadas, todo o nosso frio espiritual, toda a nossa dureza de coração, toda a nossa incapacidade de perceber o quão errados estamos tantas e tantas vezes. Quantas vezes nos encontramos cientes da nossa razão, quando na verdade, nada disso importa!

 

O que importa é deixarmo-nos guiar pela Deusa Imortal, que nos guia de volta ao Caminho, sempre que pedimos e sempre que nos reorganizamos internamente.

 

Que partes de nós estão sob as calotes polares da nossa ignorância?

 

Que dores queremos tão desesperadamente ocultar sob o manto de gelo da nossa ineficiência e da nossa incapacidade de amar todas as nossas partes?

 

Que partes de nós se encontram endurecidas e enrijecidas pelo tempo?

 

Que partes de nós estão enfraquecidas e quase a quebrar pelo peso da zanga, do rancor, da raiva, da inveja, da cobiça, do mal que achamos que nos fizeram, da culpa que carregamos e da culpa que atribuímos aos outros?

 

 

É tempo de meditar profunda e serenamente, de nos retirarmos do mundo, nem que seja durante 5 minutos (5 minutos numa dobra de espaço quântico - de não tempo, de não lugar - é muito tempo), para nos desnudarmos ante a Deusa e nos olharmos desde dentro, percecionando a realidade como nunca antes nos atrevemos a ver.

 

Eva Veigas

09
Mai17

Testemunhos de quem se aventura pelo Retiro Individual

Eva Veigas

Neste dia é proporcionado um encontro connosco próprios, num ambiente acolhedor.

A Eva dá confiança para prosseguir, dá a companhia doce que às vezes é preciso para se ter coragem de encarar situações duras mas que são necessárias para o nosso crescimento.

Os retiros que fiz foram feitos com a certeza de que as situações a que me propus trabalhar ficaram completas.

Não há lugar a nada ficar por fazer.

A Eva é assertiva, diz-nos o que temos que saber, mas acompanha-nos sempre em segurança, onde temos que ir.

 

Faltou acrescentar:

"Obrigada Eva"

 

Ana Cristina Godinho, Lisboa

Mais sobre mim

Só o Amor Cura!

Nasci a 9 de Abril de 1969, filha da Invictae cidade do Dragão. Ariana de Signo Solar, Capricorniana de Signo Lunar com Ascendente em Sagitário, considero-me uma mulher determinada que não baixa os braços ante nenhuma circunstância, por mais penosa ou dura que seja. Sou alegre por natureza, de sorriso fácil, sensível, sonhadora, intuitiva e inspirada. Como sou uma mulher de paixões arrebatadoras, experimento aquilo que me escolhe e me chama desde o mais profundo recanto da minha alma. Foi assim que me encontrei, por exemplo, com a Numerologia, o Reiki ou o Xamanismo. Acima de tudo creio na Magia do Amor que move, sustenta e interliga tudo no Cosmos. Sou rendida à Vida e defensora do AMOR MAIOR. Sou filha de uma longa linhagem de curadores e curandeiras, rezadeiras e benzedeiras, e desde sempre, encontrei na ajuda desprendida aos outros, uma forma de praticar a "minha" arte de curar. Nas minhas consultas, aposto muitas vezes na interdisciplinaridade dos diversos ramos de conhecimento que estudo, para ajudar aqueles que se propõem a ajudar-se a si mesmos. A Vida é Mestra! Mas só é Vida quando se é Amor. E o Amor é o ingrediente secreto que tudo envolve e tudo cura. Só o Amor Cura! Só o Amor Cura! Só o Amor Cura!"

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D